Foram 8 mil mortos em rodovias federais em 2015


No trecho que passa dentro do Distrito Federal, a BR 040 tem pouco mais de oito quilômetros de extensão. Apesar de pequena, em um ano, os acidentes nessa rodovia tiraram a vida de oito pessoas. Entre as mais de 400 estradas federais, esses números podem passar despercebidos, mas revelam algo mais. Por estar em uma área urbana, a 040 no DF tem a maior taxa do país de mortos para cada 10km.

O levantamento, feito a partir de uma base de 156 mil acidentes registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) ocorridos entre julho de 2014 e junho de 2015, revela que mais de 43% das colisões tiveram algum tipo de vítima (mortos ou feridos). Nesse período, foram mais de oito mil mortos e 100 mil feridos, um quarto deles com gravidade. No geral, os meses de férias, como dezembro, tendem a registrar mais casos. As segundas e sextas e o período da noite apresentam também maior frequência. Os dados agregados, contudo, escondem detalhes. Acidentes com vítimas são mais comuns entre sábados e segundas. Pela manhã e à noite há mais casos com mortes.

Com essas diferenças, é possível estimar as chances de haver vítimas nos acidentes nas rodovias. Ela é até 18% maior nos fins de semana. Nos feriados, sobe para 19%. E há uma característica que piora esse dado. Quando o feriado cai numa quinta-feira, por exemplo, a chance de haver vítimas sobe 57%. Na avaliação da PRF, o feriadão aumenta a predisposição e o tempo disponível aos motoristas para que façam deslocamentos mais longos. “Também encorajam aqueles que não têm o hábito de dirigir a pegar rodovia, que tem uma dinâmica diferente das vias urbanas”. Os dados indicam também que a chance de haver vítimas aumenta 13% de madrugada. As ocorrências nesse período, segundo a PRF, estão ligadas a dois fatores: a falta de visibilidade e a sonolência.

 

Planos de saúde estão obrigados a cobrir testes rápidos de dengue


Por essa, muitos não esperavam. Desde o dia 2 último, os planos de saúde estão obrigados a cobrir 21 novos procedimentos, entre eles o teste rápido para dengue (o exame atualmente disponível demora 7 dias) e o teste para febre chikungunya. A lista foi divulgada pela Agência Nacional de Saúde (ANS) no dia 28 de outubro de 2015.

A nova lista inclui também a ampliação do número de consultas com fonoaudiólogos, fisioterapeutas e psicoterapeutas. Pacientes com transtornos da fala e da linguagem, que hoje têm direito a 24 sessões de fonoaudiologia por ano, passarão a ter direito a 48 sessões anuais. No caso da fisioterapia, os pacientes passarão a ter direito a duas consultas para cada nova doença diagnosticada (hoje, têm direito a apenas uma consulta por doença). As sessões de psicoterapia passarão de 12 para 18 por ano.

saude

Os pacientes com câncer de próstata terão à disposição mais um medicamento oral para tratamento em casa. As consultas de nutrição para as grávidas também foram ampliadas: agora elas têm direito a 12 durante o ano.

Entre as novidades do rol de procedimentos da ANS está a possibilidade de aquisição de desfibrilador para evitar morte súbita. Outro procedimento incluído foi o tratamento da incontinência urinária com uso de toxina botulínica (botox).

Os deficientes auditivos também terão uma nova possibilidade de tratamento coberto pelos planos de saúde: um implante que é ancorado no osso.

A agência também anunciou que uma cirurgia na área da oftalmologia, a dermatocalase, deixou de ter cobertura dos planos de saúde, atendendo a uma orientação da Sociedade Brasileira de Oftalmologia. De acordo com a agência, existe um outro procedimento coberto pelos planos que pode ser oferecido a pacientes que necessitarem desse tipo de intervenção.

O anúncio feito nesta quarta-feira é resultado da revisão periódica do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde e se aplica a 50,3 milhões de consumidores em planos de assistência médica e outros 21,9 milhões em planos odontológicos.

Homenagem à Rainha das Águas será dia 2


Considerado o orixá mais popular do Brasil e de Cuba, Iemanja receberá honrarias no dia 2 de fevereiro. Em nosso país, as maiores celebrações ocorrem na Bahia, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Devotos de Iemanjá, poderão renovar a fé e oferecer presentes para ela, na tradicional festa do Rio Vermelho, amanhã, podem ficar tranquilos, quem garante é a Secretaria da Segurança Pública (SSP), reforçou o policiamento na região.

Foram disponbilizados aproximadamente 700 policiais, além de 98 patrulhas, nove postos elevados de observação e cinco postos de abordagem distribuídos em toda a área da festa.Serão utilizados efetivos do Comando de Policiamento Regional Atlântico (CPRA), Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), Esquadrão Águia, Batalhão de Choque, Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe), Batalhão Especializado de Polícia Turística (Beptur), Esquadrão da Polícia Montada, Operação Gemes e Operação Apolo. O reforço policial terá início já na segunda-feira (1º), para acompanhar a organização da fila de presentes, que serão lançados ao mar, na terça-feira (2), para Iemanjá.

Já a Polícia Civil reforçou o quadro de policias disponíveis na 7ª Delegacia Territorial (Rio Vermelho) e também irá montar uma Delegacia Especial de Área (DEA), localizada ao lado da Igreja Matriz de Santana. Para transportar as pessoas detidas na festa, a PC contará com um carro presídio exclusivamente à disposição no evento.

Tudo prota para homenagear a Rainha das Águas         Foto: Ivan Erick Baldivieso/SECOM
Tudo prota para homenagear a Rainha das Águas            Foto: Ivan Erick Baldivieso/SECOM