Ilhéus: 30 marcas mostram o chocolate sul baiano


Variedade de chocolate encanta o público no Aleluia Ilhéus Festival. Foto Alfredo Filho Secom Ilheus (1)
Fotos: Alfredo Filho

Espaço consolidado nas edições anteriores, o Pavilhão do Chocolate é um dos setores mais visitados no Aleluia Ilhéus Festival, que começou na quarta-feira, 23, e segue até este sábado, 26, na Avenida Soares Lopes, centro da cidade. Nesses quatro dias de festa, mais de 30 marcas da região, produtoras de chocolate e outros derivados do cacau, expõem seus produtos ao público.

O coordenador do pavilhão, Caio Alves, destaca que a intenção do espaço é “firmar cada vez mais a cidade de Ilhéus como a terra do cacau e chocolate e dar visibilidade aos produtores regionais, além de fazer com que os próprios ilheenses conheçam o que é produzido aqui”. Ainda segundo o coordenador, são esperadas aproximadamente sessenta mil pessoas visitando essa sessão durante os quatro dias.

Os expositores trouxeram para o Aleluia Ilhéus Festival uma variedade de chocolates que agrada a todos os gostos. Desde aqueles com quantidade superior a 80% de cacau, que garante um tom amargo bastante acentuado, até aqueles para quem procura um sabor mais doce, com 48% da amêndoa, e ao leite. Os valores e tamanho de barras e bombons variam de 2 a 20 reais.

Prefeito Jabes RIbeiro visita estande de venda de chocolates no Aleluia Ilhéus Festival - 23.03.16 - Foto Alfredo Filho Secom Ilheus (1)

Para Marilene Silva, uma das expositoras do Pavilhão do Chocoloate,  que trabalha com cacau há mais de 20 anos, esse espaço dentro do Aleluia Ilhéus “serve como vitrine para pessoas que trabalham de forma artesanal e valoriza o trabalho dos pequenos produtores de Ilhéus.” A vendedora Ana Valéria, que visitou o pavilhão, achou o lugar “muito interessante, com variedade e qualidade nos produtos”.

O Pavilhão do Chocolate, assim como os demais espaços do Aleluia Ilhéus, abre ao público a partir das 17 horas. A festa prossegue até sábado, 26. A grande atração dessa noite de sexta-feira será o cantor Jorge Vercillo, que sobe ao palco às 20h30min. Antes, haverá Tributo à MPB, na voz de cantores regionais. No último dia, 27, será a vez do Paralamas do Sucesso, que serão precedidos de show em homenagem ao pop rock.

Agricultores familiares expõem no Aleluia Ilhéus Festival


Agricultura familiar presente no Aleluia Ilhéus Festival. Foto Alfredo Filho Secom Ilheus
Agricultura familiar presente no Aleluia Ilhéus Festival. Foto Alfredo Filho e Hilquias Santos

A terceira edição do Aleluia Ilhéus Festival representa mais uma oportunidade de negócios para pequenos agricultores da região e integrantes do segmento conhecido como economia criativa. Numa parceria entre a Companhia de Ação Regional (Car), secretarias de Agricultura da Bahia e de Ilhéus, BahiaPesca e cooperativas, cerca de 35 expositores apresentam seus produtos até o próximo sábado, último dia do evento.

Nos estandes, os visitantes podem conferir artesanatos em argilas, produtos desidratados – que aumenta o prazo de validade, cocadas, arte decoração, além de uma variedade de frutas cultivadas no interior do município de Ilhéus e de cidades vizinhas, “o que demonstra a riqueza de nosso solo”, afirmou o secretário municipal de Agricultura, Sebastião Vivas.

Alberto Matos, 54 anos, que cultiva banana na zona rural de Ilhéus, conta que antes costumava perder boa parte da produção porque não tinha como escoar. “Depois que tivemos acesso à técnica de desidratar a fruta, garantimos maior prazo de validade, evitamos perdas e agora podemos vender, principalmente para a alimentação escolar”.

A variedade de produtos atrai a atenção dos visitantes. Miguel Veigda que é chileno e visitava os estandes na noite desta quinta-feira, 24, afirmou que é ‘interessante celebrar uma festa religiosa, o município tem padrão santo religioso, e chama atenção que há muito que ver, comprar, principalmente relacionado à agricultura familiar e ao chocolate”.

Pesca –Durante o Aleluia Ilhéus Festival, a BahiaPesca, empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, realizará a doação de alevinos (filhotes de peixes) e cadastrará os pescadores e aquicultores em programas sociais e de crédito dos governos estadual e federal.

Dentre as atividades desenvolvidas no estande da Bahia Pesca está o cadastramento dos pescadores e aquicultores no CadCidadão, sistema que registra a situação social e econômica dos profissionais e encaminha-os para diversos serviços públicos de assistência e crédito, a exemplo do Vida Melhor.

 

O Aleluia Ilhéus Festival é uma realização da Prefeitura Municipal de Ilhéus e do Governo do Estado da Bahia com apoio do Sebrae, Bahiagás, Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Supermercados Meira, Ilhéus Convention Bureau, Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), Bahiatursa e Secretaria Estadual de Turismo.

Ilhéus: show de Jorge Vercillo reúne 15 mil pessoas


Nem a forte chuva que caiu em Ilhéus, a partir das 23 horas, na noite desta sexta-feira, 25, afastou o grande público que prestigiou o show do cantor Jorge Vercillo, um dos mais esperados da terceira edição do Aleluia Ilhéus Festival, e de artistas locais, durante o evento realizado na avenida Soares Lopes. Por volta das 23h20min, o violonista e compositor Jorge Vercillo entrou no palco do Festival para apresentar o primeiro show dessa turnê, cantando músicas de seu novo trabalho, denominado “Vida é Arte”, como as belas “Pra Valer”, “Muamba” e “Talismã Sem Par”.

Durante o show, o artista carioca, que já vendeu mais de 1 milhão de CDs e DVDs, elogiou o Aleluia Festival e afirmou: “É um prazer começar esse trabalho, que deve rodar todo o país, em uma cidade tão bonita”. Segundo ele, o novo trabalho marca uma fase diferente na sua carreira. “E isso acontece porque estão presentes neste espetáculo os velhos sucessos. No entanto, pela primeira vez, estarei apresentando em um show várias músicas de um novo CD”, explicou o cantor. Segundo os organizadores da terceira edição do ‘Aleluia Festival’, cerca de 15 mil pessoas foram à avenida Soares Lopes na noite de 25 de março.

Jorge Vercillo lembrou que trazer para o palco músicas novas, que foram sendo lançadas na Internet desde o ano passado, é um risco. “Apesar disso, felizmente, já na passagem de som, que aconteceu horas antes do show, deu pra perceber a generosidade e a musicalidade do público ilheense”, reconheceu, e acrescentou: “o CD e a turnê trazem uma canção chamada ‘Noite dos Jangadeiros’, que fala da Festa de Iemanjá, celebração que tem tudo a ver com Ilhéus, a Bahia e Jorge Amado”.

Ao se referir ao evento, Vercillo comentou que o Aleluia Ilhéus Festival dinamiza diversos aspectos da vida cotidiana das pessoas. “Contudo, uma das coisas que mais me chamaram atenção foi o plano espiritual. Fico muito feliz cada vez que a igreja e os órgãos públicos se colocam como instrumentos de renovação, de estar junto da sociedade e de relembrar os bons valores. Então, uma festa dessa, na minha opinião, promove e reforça tudo isso”, avaliou. Durante o show, como Jorge Vercillo já havia anunciado, o público pôde cantar e se emocionar com seus velhos sucessos, como “Que Nem Maré”, “Homem Aranha” e “Encontro das Águas”.

Tributo à MPB – Antes do show de Jorge Vercillo, o Ilhéus Aleluia Festival abriu espaço para os talentos musicais do Sul da Bahia através de um grande tributo à Música Popular Brasileira (MPB). Pelo palco da Soares Lopes, passaram Jane Poeta, Keketa, Itassucy, Robson Carvalho, Nado, Leonardo Léo, Bebeto, Djalma Assis e Anne de Cidra. Para este sábado, 26, último dia do Aleluia Ilhéus Festival 2016, o evento reserva um belo Tributo ao Pop Rock e um grande e aguardado show com o Paralamas do Sucesso.

Acompanhando a passagem de som de Jorge Vercillo, o ilheense Moisés Vieira, que possui 32 anos e mora no Outeiro de São Sebastião, elogiou bastante a festa. “Evento fantástico, estrutura maravilhosa e atrações ainda melhores. Tudo lindo”, opinou, parabenizando o governo municipal pela realização, que, segundo ele, não só possibilita opções importantes de lazer e de cultura para o povo, como, também, auxilia o turismo.

Aleluia – Além de grandes nomes da música nacional, como Jorge Vercillo e Paralamas do Sucesso, o Aleluia Ilhéus Festival, que acontece na avenida Soares Lopes até este sábado, dia 26, também é marcado por uma série de atividades, como exposições literárias, pavilhão de marcas de chocolate, vernissages de artistas plásticos baianos, e exposição de agricultura familiar e de artes e feiras de economia criativa.

O Aleluia Ilhéus Festival, maior evento de artes integradas do Estado da Bahia, é uma realização da Prefeitura Municipal de Ilhéus, do Convention Bureau Costa do Cacau e Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), com o patrocínio do Governo do Estado, através da, Secretaria de Turismo da Bahia, Bahiatursa, Bahiagás, Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), Sebrae, Supermercados Meira, entre outros parceiros institucionais. (Fotos: Alfredo Filho)

Ilhéus: encenação da Paixão de Cristo nas escadarias da Catedral emociona


Um dos momentos mais belos, reflexivos e emocionantes do Aleluia Ilhéus Festival, considerado como o maior evento da Semana Santa na Bahia, aconteceu na noite desta última sexta-feira, dia 25. Na oportunidade, a praça Dom Eduardo, na avenida Soares Lopes, ficou lotada para a encenação da Paixão de Cristo, espetáculo realizado há 27 anos pelo Grupo Jovens em Cristo, de Itabuna. A apresentação do espetáculo teatral foi um compromisso do prefeito Jabes Ribeiro, ao final da última edição do Aleluia Ilhéus.

“Em 2014, durante a segunda edição do evento, sentimos a necessidade de termos um produto que aproximasse ainda mais o Aleluia de toda a religiosidade que caracteriza a Semana Santa. Além disso, o espetáculo representa um resgate das nossas tradições cristãs e espirituais”, comentou o prefeito ilheense, que assistiu ao espetáculo ao lado da primeira dama Adryana Ribeiro, da filha Bárbara e outros familiares, além do vice-prefeito Carlos Machado, que também esteve acompanhado de sua esposa, Dean Machado.

O diretor do espetáculo, Márcio Oliveira, informou que a encenação da Paixão de Cristo já passou por diversas cidades baianas, como Itajuípe, Una e Canavieiras. Segundo ele, “para participarmos do Aleluia Ilhéus Festival, reunimos 98 pessoas, sendo 30 atores e 68 figurantes”, disse. Ele acrescentou que a encenação ao ar livre dura cerca de 1 hora e meia e retrata as últimas 12 horas da vida de Jesus, incluindo o  nascimento, a vida, a pregação pública, os milagres, a morte e, por fim, a ressurreição.

Ao falar sobre a encenação da Paixão de Cristo no âmbito do Aleluia Ilhéus Festival, Márcio Oliveira elogiou a festa e a iniciativa do prefeito Jabes Ribeiro. “É um belo evento, mas que também mostra a sua preocupação com o plano espiritual. Afinal de contas, ainda estamos na quaresma, período que marca os 40 dias de sofrimento de Jesus no deserto e todas as dores que Ele suportou na cruz do calvário”, lembrou o diretor.

Opiniões – Na opinião do ator Edelvan de Jesus, que interpretou Pôncio Pilatos e o Rei Herodes, o espetáculo simboliza o amor de Cristo pelos seres humanos e, sobretudo, a sua imensa misericórdia pela humanidade. “Por isso, é fundamental que trabalhos como esse estejam presentes em todo o mundo. As novas gerações precisam conhecer o sacrifício expiatório e redentor de Jesus”, enfatizou Edelvan.

Bastante emocionada, a dona de casa Valdecy Aragão, de 67 anos, que reside no bairro Conquista, declarou que a encenação da Paixão de Cristo foi uma das coisas mais bonitas que ela já viu em Ilhéus. “A juventude precisa se divertir. Mas também precisa conhecer a história do homem mais importante que já veio a este mundo”, salientou.

Aleluia – Além de grandes nomes da música nacional, como Jorge Vercillo e Paralamas do Sucesso, o Aleluia Ilhéus Festival, que acontece na avenida Soares Lopes até este sábado, dia 26, também é marcado por uma série de atividades, como exposições literárias, pavilhão de marcas de chocolate, vernissages de artistas plásticos         baianos, e exposição de agricultura familiar e de artes e feiras de economia criativa.

O Aleluia Ilhéus Festival, maior evento de artes integradas do Estado da Bahia, é uma realização da Prefeitura Municipal de Ilhéus, do Convention Bureau Costa do Cacau e Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), com o patrocínio do Governo do Estado, através da, Secretaria de Turismo da Bahia, Bahiatursa, Bahiagás, Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), Sebrae, Supermercados Meira, entre outros parceiros institucionais. (Fotos: Alfredo Filho)

Itapé: mais 40 unidades do Minha Casa Minha Vida


Uma grande notícia para os moradores de Itapé. O prefeito Pedro Jackson Brandão (Pedrão) conseguiu que o município fosse contemplado com a construção de 40 unidades habitacionais através do Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.
Em viagem a Salvador, que acontece em breve, Pedrão irá tratar dos últimos detalhes para o início das construções que deve acontecer até no segundo semestre deste ano.

minha
Segundo informações do prefeito, nos informou que Itapé já conta com os recursos em conta e o próximo passo é a escolha do terreno, além de outros processos burocráticas para dar início às obras. Pedrão também destacou que o objetivo das obras, é reduzir o déficit habitacional do município e atender as pessoas que necessitam de condições dignas de moradia.
“Foram anos de tentativas mas graças a Deus, deu tudo certo e vamos em breve dar início às construções. Falta muito pouco e o próximo passo é definir o terreno e a assinatura das ordens de serviços” disse e completou “enquanto a eterna oposição só critica e nunca trouxe, se quer, nenhum investimento para Itapé, continuo buscando e conquistando melhorias para o nosso município e o nosso povo” completou.
A empresa responsável pelas construções das casas ainda será oficialmente anunciada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Governo do Estado da Bahia – SEDUR que será conhecida por meio de licitação realizada pelo próprio órgão.

Visa nega contaminação de água em Itabuna


O Departamento de Vigilância Sanitária e Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde (Visa) publicou “Esclarecimento sobre qualidade da água” descartando que a água distribuída pela Emasa apresentam “resíduos fecais”, como veiculado por meios de comunicação de Itabuna. “Entendendo que compete a Vigilância Sanitária exercer a vigilância da qualidade da água para consumo humano, esclarecemos que as informações veiculadas nos meios de comunicação de que 65% das amostras de água distribuída pela Emasa apresentaram “resíduos fecais”, não procedem”, diz a nota.

Captação-de-água-da-Emasa-em-Nova-Ferradas-Foto-Martone-Badaró-2-300x168
Foto: Martone Badaró

E acrescenta e a nota emitida pelo coordenador da Divisão de Vigilância Sanitária e Ambiental, Antonio Carlos Carvalho Pereira: “Vale salientar que são realizadas coletas quinzenais de amostras de água provenientes da rede de distribuição de abastecimento e de soluções alternativas (poços, cisternas) e que os resultados obtidos do Laboratório Central, provenientes da água da Emasa, não apresentaram indicadores de contaminação fecal, sendo o resultado da conclusão do laudo como satisfatório para consumo humano”.

Segundo Carvalho, a cada mês são emitidos laudos pelo Laboratório Central do Estado da Bahia – Lacen com resultados satisfatórios em contraprova às análises laboratoriais dirigidas pela Emasa ao Departamento de Vigilância Sanitária e Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde (Visa). Os fiscais sanitários recolhem amostras quinzenais da água tratada na rede de distribuição da Emasa em pontos estratégicos e água bruta em poços artesianos e cisternas cadastrados no programa Vigiágua.

Itabuna: Minha Casa Minha Vida tem imóveis entregues


A titular do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes, o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, e o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Marcus Vinícius Nascimento, entregaram nesta sexta-feira, 19, às famílias cadastradas no Programa Minha Casa, Minha Vida, os 900 apartamentos do Condomínio São José, no bairro Ferradas. O evento contou com participação da presidente Dilma Rousseff e do governador da Bahia, Rui Costa, em transmissão simultânea de Feita de Santana.

Em Itabuna, a ministra Nilma Lino lembrou que o Minha Casa, Minha Vida é um programa criado pelo Governo federal para assegurar moradias dignas em locais seguros para milhões de brasileiros que durante anos sonhavam com a casa própria. “Hoje é um dia muito feliz para todos nós, que conhecemos a dificuldade do povo carente. Já entregamos mais de 2,5 milhões de unidades habitacionais em todo o país, beneficiando 10 milhões de pessoas e vamos contemplar muito mais”, discursou.

Ministra Nilma Lino Gomes ao lado do prefeito Claudevane Leite e de autoridades faz entrega das chaves- Foto Gabriel de Oliveira
Ministra Nilma discursa na entrega das chaves- Foto Gabriel de Oliveira

O prefeito Vane destacou que o sonho de quase todo o brasileiro é ter um lugar para abrigar sua família com segurança e que Itabuna está entre os municípios com maior volume de recursos investidos na construção de imóveis da Minha Casa, Minha Vida. O prefeito de Itabuna adiantou que ainda neste semestre serão entregues os conjuntos habitacionais Gabriela e Jubiabá, também no bairro de Ferradas. São mais 2.502 unidades habitacionais nos dois condomínios que vão atender às necessidades de famílias da cidade.

Vane destacou a parceria com o Governo federal que possibilitou investimentos de mais R$ 300 milhões em moradias populares para quem mais precisa. “Uma das coisas mais importantes na vida de uma pessoa é terminar o dia cansativo de trabalho e ter um lugar decente para descansar. Ao final do nosso governo serão mais de 20 mil pessoas beneficiadas com moradias em locais com toda a infraestrutura necessária à boa qualidade de vida”, afirmou o prefeito. Além do Gabriela e Jubiabá, também está em andamento o Itabuna Parque, no bairro São Roque.

O superintendente regional da CEF, Marcus Vinícius Nascimento, pediu aos moradores que cuidem bem do local, preservem os imóveis e espaços de recreação e lazer. Ele informou que cada imóvel custa em média R$ 60 mil e que cada beneficiário, no período de 10 anos, pagará em torno de R$ 6 mil. O saldo restante será de responsabilidade do Governo federal. Atualmente, a prestação varia entre R$ 25 e R$ 80 mensais para cada uma das famílias.

SONHO REALIZADO

Entre os contemplados está a aposentada Maria Senhora de Jesus, 82 anos, que recebeu um apartamento todo mobiliado no bloco 23 do Condomínio São José. Ela ganhou da construtora Módulo móveis como sofá, duas camas de solteiro, um fogão, televisor colorido, dois guarda-roupas, mesa, armário de pia e rack. A aposentada não conseguiu segurar as lagrimas ao entrar no imóvel pela primeira vez.

Dona Maria Senhora contou que passou um filme em sua vida, de quando ficou desabrigada após o teto da casa em que mora, atualmente, em Nova Ferradas desabar e destruir quase todos os móveis. “Já não tinha mais esperança de contar com um canto só meu, mas foi uma grande surpresa ao chegar aqui. Tive que esperar mais de 80 anos para ter o meu maior sonho em vida realizado”, comemorou.

Quem também está em clima de festa é a dona de casa Annaieyre Kelly Macedo Conceição, mãe de cinco filhos menores. Representando todos os moradores, a dona de casa recebeu as chaves de sua casa própria das mãos da ministra Nilma Lino Gomes. Contente, afirmou que esta sexta-feira foi o dia mais importante de sua vida. “Não tenho palavras para agradecer a Deus e à presidente Dilma por esse grande presente. Estou muito feliz”, contou Kelly.

MAIS UNIDADES

Além de Itabuna, nesta sexta-feira, por meio de transmissão simultânea, a presidenta Dilma Rousseff entregou unidades do Minha Casa Minha Vida em quatro estados, beneficiando mais de 22 mil pessoas municípios de Feira de Santana (BA), Ananindeua (PA), Itapeva (SP), Suzano (SP), Votorantim (SP) e Teresina (PI). Os 5.684 imóveis entregues hoje são destinados a famílias com renda de até R$ 1,6 mil (Faixa 1).

Em Itabuna, mais de 1.200 pessoas – entre beneficiários e familiares, participaram da cerimônia que contou com a presença do secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, do deputado federal Davidson Magalhães, dos secretários municipais Wenceslau Júnior, de Planejamento e Tecnologia, e Francisco Edes, da Assistência Social. Também prestigiaram a solenidade, o presidente da Câmara de Vereadores, Aldenes Meira, e a vice-reitora da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Joana Angélica Guimarães.

 

Itapé: obra da barragem do Colônia reinicia aos poucos


Aos poucos, a obra da barragem do Rio Colônia volta à ativa. Tendo como responsável o Consórcio Rio Colônia, a construção ocupará uma área de 1.621 hectares, com altura de 19 metros. Os mais atentos perceberam que, nos últimos dias, o número de caçambas circulando na área e de máquinas pesadas aumentou. Mais precisamente no Km 8 da rodovia, sentido Itaju, na sede de uma antiga fazenda de cacau, um grupo de homens trabalham na reorganização de um canteiro de obras. Um novo trecho de rodovia já está sendo cortado.

M--quinas-pesadas-abrem-novo-trajeto-da-BA-120-etapa-essencial----obra-da-barragem-Foto-Lucas-Fran--a
Fotos: Itapé Notícias

Uma empresa terceirizada utiliza máquinas pesadas para vencer uma pedreira e avançar na construção de um novo caminho. A BA-120 vai ganhar um novo trajeto para que os 62 milhões de metros cúbicos das águas da barragem sobre o Rio Colônia possam ocupar parte da pista atualmente existente. Tudo indica que em breve serão contratados cerca de 80 anos para trabalhar no local.

Quando estiver concluída, a barragem vai beneficiar cerca de 250 mil moradores de Itapé e Itabuna. Além de funcionar como reservatório regional por um período de até 30 anos, a obra de engenharia permitirá a contenção de cheias, diluição de efluentes e perenização dos rios Colônia e Cachoeira nos trechos em territórios de Itapé, Itabuna e Ilhéus.

O projeto em execução também prevê planos e programas de conservação ambiental na região sul do Estado. A meta, segundo o Governo do Estado, é oferecer segurança hídrica para a região, sem comprometer a captação do Rio Almada e diminuindo a pressão sobre outros sistemas.

Governo do Estado promete apoio ao Aleluia Ilhéus Festival


Em audiência com o governador Rui Costa nesta quinta, 17, o prefeito Jabes Ribeiro assegurou o apoio do Estado ao Alelui Ilheus. Foto Secom Ilhéus
Governador Rui Costa assegurou o apoio do Estado ao Aleluia Ilheus. Foto Secom Ilhéus

Durante audiência mantida com o prefeito Jabes Ribeiro, na manhã de quinta-feira, no Centro Administrativo da Bahia, o governador Rui garantiu apoio ao Aleluia Ilhéus Festival, evento promovido no município durante o período da Semana Santa, e que já entrou para o calendário turístico oficial do Estado. O evento multicultural acontecerá de 23 a 26 de março, com show de abertura do cantor gospel Regis Danese, que, na oportunidade, gravará seu novo DVD na cidade.

O prefeito Jabes Ribeiro destacou a sensibilidade do governador Rui Costa e do secretário estadual de Turismo, Nelson Pelegrino, ao apoiarem o evento, que é realizado em parceria também com a iniciativa privada, através do Convention Bureau Costa do Cacau e da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil). O governo baiano também incentiva a participação da exposição dos produtores do programa de agricultura familiar, além da participação de pescadores e marisqueiras no contexto do evento, com apoio da Secretaria de Agricultura da Bahia e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

Shows – Um dos pontos altos do Aleluia, que já trouxe artistas como Roupa Nova, Nando Reis e Padre Fábio de Melo, é a presença de grandes nomes da música nacional. Além de Regis Daneses, na primeira noite (dia 23), a cantora Adriana Arydes sobe ao palco no dia 24. Na sexta, será a vez de Jorge Vercillo. A última noite ficará por conta do rock do Paralamas do Sucesso. Em 2014, a edição mais recente do Aleluia Ilhéus Festival reuniu 120 mil pessoas e proporcionou uma taxa de 100% da ocupação hoteleira da região.

Múltiplos espaços – A Avenida Soares Lopes abrigará, durante os quatro dias, exposição literária, instalações artísticas e vernissages de artistas plásticos baianos, manifestações da cultura regional, feira de economia criativa com artesanato local e pavilhão de exposição de marcas de chocolate de origem do Sul da Bahia.

Outro segmento valorizado durante o Aleluia Ilhéus Festival é o de produtores de chocolate, cujas marcas locais se destacaram bastante nos últimos anos e estarão expostas nos estandes montados na Avenida, proporcionado experiências novas aos apreciadores da guloseima.

Paixão – Na Sexta-feira da Paixão, dia 25, a emoção ficará por conta da encenação da Paixão de Cristo, que será feita às 18h, nas escadarias da Catedral de São Sebastião, na Praça Dom Eduardo. A performance terá duração de quase duas horas, envolvendo mais de 80 atores do grupo de teatro Jovens em Cristo.

O Aleluia Ilhéus Festival é uma realização da Prefeitura Municipal de Ilhéus e do Governo do Estado da Bahia com apoio do Sebrae, Bahiagás, Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Supermercados Meira, Ilhéus Convention Bureau, Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), Bahiatursa e Secretaria Estadual de Turismo.

Ilhéus: projeto de cirurgia plástica em mulheres com câncer de mama


Secretario de Saude de Ilheus, José Antônio Ocké - foto - Gidelzo Silva-Secom Ilhéus
Secretario de Saude de Ilheus, José Antônio Ocké – foto – Gidelzo Silva

Em abril, o município de Ilhéus inicia o programa de cirurgias de reconstituição de mama em mulheres que tiveram seus seios retirados de forma total ou parcial (mastectomia) por motivo de câncer. Na última quarta-feira, 9, o secretário de Saúde, Antonio Ocké, se reuniu com representantes do Hospital São José e os técnicos Fernanda Ludgero, da Alta e Média Complexidades, e Bruno Vasconcelos, do setor de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), para discutir estratégias visando aprimorar o atendimento às pessoas acometidas com a doença.

Na oportunidade, foram discutidas questões relacionadas às consultas, biópsias, quimioterapia, cirurgias, além da reconstituição da mama em mulheres que foram ou terão indicação de mastectomia. “Será por meio de cirurgia plástica, que é implantação de prótese de silicone. Avançamos na proposta que é o atendimento via ambulatorial por mastologista para 80 mulheres por mês via pacientes do Sistema Único de Saúde (Sus), que é considerado atualmente um dos melhores da Bahia, devido ao número e qualidade de atendimentos realizados”.

De acordo com Antonio Ocké, o enfrentamento ao câncer de mama é uma das prioridades da atual gestão. Ressaltou que “a importância de realizar esta cirurgia está além do que podemos perceber. Uma mulher que tem uma ou as duas mamas retiradas pode sofrer vários transtornos psicológicos. Assim, a cirurgia plástica dará a ela força para continuar lutando, sem se sentir diferente ou inferior às demais”.

O secretário de Saúde lembrou ainda que seguindo orientação do prefeito Jabes Ribeiro, foi triplicado o número de atendimentos, com a contratação de mais cirurgiões oncológicos. “Ampliamos o leque de cirurgias sempre em parceria com a Santa Casa de Misericórdia. Essas cirurgias hoje pactuadas para reconstruir as mamas serão financiadas com recursos do município. Com isso, Ilhéus sai mais uma vez na frente, pois na Bahia será o primeiro Unacon a realizar cirurgias plásticas em pacientes com câncer”.

Por sua vez, José Slaibe Filho, médico responsável por esta área de cirurgias da Santa Casa de Misericórdia, observou que a reconstituição de mama pode ser realizada imediatamente após a retirada do seio doente, ou de forma tardia, tempos depois da primeira cirurgia para a remoção do tumor.

 

Secretaria de Comunicação Social – Secom.