Ilhéus: cuidados com a saúde de homens do terreiro em pauta


O Primeiro Encontro Homens de Axé de Ilhéus foi realizado no último fim de semana, dias 15 e 16, na Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho, sendo uma promoção do Núcleo Homens de Axé – Renafro/Ilhéus. A iniciativa recebeu apoio da Secretaria de Cultura (Secult) de Ilhéus e discutiu, entre outros assuntos, temas relacionados à saúde dos homens adeptos das religiões de matriz africanas.

Na abertura, alunos da Associação de Capoeira Liberdade apresentaram uma roda de capoeira, em seguida, foram entoados cânticos de boas vindas e de louvor à vida e natureza. A mesa contou com a presença do prefeito em exercício de Ilhéus, Carlos Machado (Cacá), do titular da Secult, Paulo Atto, do secretário de relações Institucionais, Frederico Vésper, da professora Simone Flores, representante da Secretaria de Educação e do coordenador do Centro de Referência Nelson Mandela, em Salvador, Walmir França.

Abertura do 1° Encontro dos homens de Axé de Ilhéus - Foto Alfredo Filho Secom Ilheus (1)
Abertura do 1° Encontro dos homens de Axé de Ilhéus – Foto Alfredo Filho

Durante a abertura, o prefeito Cacá ressaltou a importância de momentos como esse, que trazem à tona questões que envolvem a saúde do homem, muitas vezes considerada tabu, e também a relação do público masculino inserido nos terreiros com os cuidados médicos.

Após a abertura, Walmir França palestrou sobre o tema “As práticas de cuidados e a promoção da saúde dos homens de terreiros: o olhar da tradição religiosa afro-brasileira para as políticas públicas”, apresentando dados e estatísticas sobre casos de intolerância religiosa recebidos no centro que coordena.

No sábado, a programação seguiu durante todo o dia e foram discutidos os temas “Homens de Axé: Praticas de Saúde e Vivências nos Terreiros de Ilhéus”; “A política de atenção à saúde do homem no Brasil: Os paradoxos da medicalização do corpo masculino”; “O cuidado da saúde dos Homens nos Terreiros: Qual o papel do Terreiro na Saúde dos Homes”; “Jovens Homens de Terreiros: Drogas, o que os Jovens homens de terreiro têm a ver com isso”; “Por uma agenda de saúde para os homens de terreiros de Ilhéus”, além de debates que foram propostos.

Ilhéus: vínculo mais forte da família com as escolas da rede municipal


A Secretaria de Educação (Seduc) de Ilhéus vem desenvolvendo um projeto na rede municipal de ensino com o objetivo de fortalecer o vínculo das famílias com as escolas. De acordo com o titular da pasta, Paulo Moreira, a iniciativa já se encontra presente em algumas unidades localizadas na zona rural do município, como Inema, Aritaguá, Pimenteira e Sambaituba.

Moreira enfatiza que a proposta é intensificar o projeto e, assim, beneficiar diversas outras unidades escolares. “Entendemos que esta é uma ação de grande importância para o aperfeiçoamento da relação ensino-aprendizagem. Por isso, a nossa plataforma de trabalho contempla um esforço considerável voltado para um maior envolvimento dos pais no dia a dia de seus filhos”, diz.

Dessa forma, estão sendo realizadas reuniões nas escolas e desenvolvidas atividades fora das salas de aula, como oficinas e palestras. Essas ações têm o objetivo de discutir com a comunidade externa propostas que tratem de estabelecer um processo conjunto de aprendizado, de troca de experiências entre alunos, professores e sociedade em geral.

Secretário Municipal de Educação de Ilhéus, Paulo Moreira. Foto Gidelzo Silva Secom Ilheus
Secretário Paulo Moreira. Foto Gidelzo Silva

Segundo Paulo Moreira, com o fortalecimento desse processo de integração, os pais passam a ter uma noção mais próxima do desenvolvimento escolar de seus filhos. “A consequência direta é que eles ganham a oportunidade de contribuir de forma mais efetiva para um melhor rendimento de seus familiares”, afirma o secretário, salientando que o projeto de aproximação também possibilita que a comunidade participe da melhoria, da manutenção e do próprio desenvolvimento das unidades escolares do município de Ilhéus.

CME de Itapé participa de Encontro Estadual em Juazeiro


O Conselho Municipal de Educação de Itapé (CME Itapé), através de seu presidente o professor Sandro Lyra Santos, participou da XVI reunião conjunta do Conselho Estadual com os Conselhos Municipais de Educação da Bahia, e do XVIII Encontro Estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação da Bahia, em Juazeiro (BA), nos dias 04 e 05 de julho de 2016.IMG-20160707-WA0057

A reunião teve como temas: O Plano Estadual e os Planos Municipais de Educação no estado e desafios e perspectivas, monitoramento e avaliação, ainda com círculos de debates sobre os tópicos: Educação de Campo, Leis Brasileiras de Inclusão, Educação Infantil, Financiamento de Educação dos Planos de Carreira e Remuneração do Magistério.

O encontro teve por objetivo a formação continuada dos conselheiros nas demandas educacionais, regionais e nacional. Sendo órgão normativo, fiscalizador, deliberativo e propositivo o CME tem como obrigação dialogar com os entes responsáveis pelo cumprimento das leis sobre a educação. Os conteúdos trabalhados serão estudados e analisados nas reuniões ordinárias dos Conselhos, objetivando estimular a qualidade da educação em cada município.

IMG-20160707-WA0063

O CME Itapé se prepara para fazer audiência pública sobre educação inclusiva: um direito social e uma obrigação do estado, para todos os educandos.

Ilhéus viabiliza obras de preservação do patrimônio histórico arquitetônico


Ilhéus completa 482 de história. Nesses quase cinco séculos, a cidade se tornou privilegiada por um acervo arquitetônico e cultural imortalizado nas obras do escritor Jorge Amado. A preservação dessa riqueza histórica tem sido uma preocupação do governo municipal, através da captação de recursos junto ao governo federal e estadual, para a realização de obras que visam a revitalização desses equipamentos.

A recuperação dos prédios históricos beneficiou a Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho, cuja obra foi realizada com recursos próprios, a Casa de Cultura de Jorge Amado, através de parceria com o Sebrae, e agora o Teatro Municipal, que será reinaugurado, totalmente modernizado, cuja obra foi possível em virtude de verbas de emendas parlamentares subscritas pelo deputado federal Mário Negromonte Júnior, com o apoio do Ministério da Cultura.

Casa de cultura JOrge Amado passou por melhorias em parceria com o Sebrae-foto Gidelzo Silva Secom-Ilhéus (1)
Casa de cultura Jorge Amado -fotos Gidelzo Silva

O secretário de Cultura, Paulo Atto, lembra que ao iniciar a atual administração, realizou levantamentos acerca da situação desses prédios, cumprindo determinação do prefeito Jabes Ribeiro. Ele conta que, de todos os equipamentos, somente o Bataclan, que é administrado pela iniciativa privada, estava em boas condições. “Desde o ônibus Águia da Cultura até o Teatro Municipal não tinham condições de funcionar. Encontramos o Ônibus, por exemplo, trancado numa garagem, sem pneus, e o TMI precisou ser interditado por segurança”.

Segundo informou Atto, a recuperação desses espaços foi iniciada pouco tempo após o início do governo. “Apesar das dificuldades financeiras, no aniversário da cidade, em 2014, devolvemos à comunidade o ônibus Águia da Cultura, em parceria com a empresa de transporte Águia Branca. Além disso, naquele mesmo ano, reformamos o Centro de Cultura de Olivença, que sequer tinha porta, e a Casa de Jorge Amado, que teve seu acervo ampliado, inclusive, com peças doadas pela família do escritor”.

Biblioteca – Já em 2015, também no aniversário da cidade, após cerca de um ano de obras, o prefeito Jabes Ribeiro e o vice-governador João Leão reinauguraram a Biblioteca Municipal Adonias Filho, que funciona no prédio do antigo Colégio General Osório, “cujo equipamento carecia de melhorias em todas as partes, desde o teto, até o piso de madeira e as instalações elétricas”, acrescenta o secretário.

As condições precárias fizeram com que, ainda no governo anterior, o acervo fosse retirado, tendo ficado no prédio somente o arquivo público, que preserva a memória da administração municipal. Com recursos próprios do município, o prefeito Jabes Ribeiro autorizou a reforma da biblioteca, que hoje serve de espaço de leitura, e se consolida como multiuso, contando com auditório, salão para exposições, entre outros. Além disso, com uma campanha de doação de livros lançada em 2015 pela Secult, o acervo de livros foi ampliado de 3 mil para 15 mil exemplares.

Teatro – Interditado por apresentar problemas nas estruturas de metal do teto e por não suportar fortes chuvas, o Teatro Municipal de Ilhéus, espaço que recebeu eventos importantes nas últimas décadas, foi totalmente recuperado e a sua reinauguração integra as comemorações pelo aniversário de 482 anos de fundação do município. O equipamento recebeu melhorias em todos os setores: todas as poltronas foram trocadas, carpete o sistema de climatização foram substituídos. Instalações hidráulicas e elétricas, a pintura e o teto passaram por melhorias. O prédio passou por adaptações para se adequar aos conceitos de acessibilidade.

O Cine Theatro Ilhéus foi construído a partir de 1929 e inaugurado no dia 22 de dezembro de 1932. Ele simbolizou o apogeu da cultura na Bahia, com sessões de cinema e apresentações de companhias teatrais do Brasil e do exterior.  Com o passar do tempo, o imponente Cine Theatro  transformou-se em ruínas. Décadas se passaram, e o Teatro permaneceu em escombros, mantendo-se apenas as fachadas. No início dos anos 80, um movimento de artistas locais começou a campanha pela reconstrução do Teatro Municipal. Finalmente, em 1983, a campanha pelo teatro foi acolhida no primeiro mandato do prefeito Jabes Ribeiro, que realizou a reconstrução da casa, à época, com recursos próprios do município.

Palácio Paranaguá – A preservação do patrimônio arquitetônico-cultural do município passa também pela  transformação do Palácio Paranaguá, que foi sede do Poder Executivo, em um museu que vai memoriar a história da cidade. Nesse intuito, em dezembro de 2015, o prefeito Jabes Ribeiro desocupou o prédio e autorizou a elaboração do projeto criação do Museu da Capitania.

Com a saída dos setores que funcionavam no andar superior, foram realizados os estudos para criação do museu. De acordo com o secretário de Cultura, Paulo Atto, o prédio se encontra em bom estado de conservação e, até o fim do ano, o projeto estará bem adiantado, permitindo à comunidade e aos visitantes desfrutar de um acervo que conte a história da cidade desde os tempos da capitania hereditária.

Itabuna: prefeitura põe em prática ações para driblar escassez de água


O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, assegurou hoje, dia 21, reforço às operações emergenciais desenvolvidas pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil para fornecimento de água potável e tratada à população por meio de carros pipa. Nesta manhã, Vane se reuniu com o prefeito em exercício de Ubaitaba, Paulo Roberto Oliveira Bidú, e o secretário de Obras, Eduardo Andrade, quando fechou entendimentos para a retomada do abastecimento diário de até 25 carros pipa para atender aos hospitais, postos de saúde, escolas e aos tanques instalados em locais estratégicos da cidade.

A captação de água tratada na estação da Embasa no Rio Iricó, em Ubaitaba, havia sido suspensa há cerca de 40 dias, quanto a Defesa Civil passou a transportar água do mesmo rio, em Travessão, município de Camamu, para Itabuna. A partir do entendimento com o prefeito em exercício Paulo Bidú haverá ampliação da oferta de água no momento em que se agrava ainda mais a prolongada estiagem que o sul da Bahia enfrenta, devido a nove meses de falta de chuvas abundantes, capazes de restabelecer o fluxo de água nos principais rios da região.

Prefeito de Ubaitaba Paulo Bidú com secretários recebe prefeito de Itabuna Claudevane Leite e Marcos Monteiro da Sedur - Foto Martone Badaró 2
Prefeito de Ubaitaba Paulo Bidú recebe prefeito de Itabuna Claudevane Leite – Foto Martone Badaró

“Nesse momento de estiagem, em nome da população de Itabuna externo meus agradecimentos à administração de Ubaitaba por compreender a gravidade da situação que enfrentamos para fornecer água doce e potável”, disse o prefeito Claudevane Leite no contato com o prefeito em exercício. Já Paulo Bidú afirmou que jamais deixaria que o povo de Itabuna continuasse sofrendo para ter água no consumo diário. “Nossa população está sensibilizada com as atuais condições que a estiagem provoca e concorda com o esforço que está sendo feito para atender os irmãos itabunenses”, declarou.

Além de Ubaitaba, as ações emergenciais da Defesa Civil também incluirão a captação de água nos poços artesianos abertos pela Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (CERB), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS). A visita do prefeito Claudevane Leite aos mananciais de Ubaitaba e de Travessão, em Camamu, foi acompanhada pelos secretários municipais de Desenvolvimento Urbano, Marcos Monteiro, e de Comunicação, Gilvan Rodrigues.

Ilhéus: Reinauguração do Teatro Municipal marca aniversário de 482 anos


Palco de shows e espetáculos memoráveis ao longo das últimas décadas, o Teatro Municipal será reinaugurado na próxima terça-feira, dia 28, quando a cidade de Ilhéus completa 482 anos de fundação. A solenidade, que será presidida pelo prefeito Jabes Ribeiro, está marcada para às 10h30min, com a presença de autoridades nacionais e estaduais e a entrega da Medalha da Comenda do Mérito da Ordem de São Jorge dos Ilhéus. Antes, às 8 horas, haverá solenidade de hasteamento das bandeiras, na Praça Dom Eduardo, seguida de Missa Solene na Catedral de São Sebastião.

De acordo com o prefeito Jabes Ribeiro, a devolução desse espaço à comunidade representa um compromisso com a classe artística regional e “a data não poderia ser mais apropriada, por ser quando nossa cidade completa 482 anos de história, tendo de volta o Teatro Municipal, totalmente reformado”. Os serviços da revitalização do TMI foram custeados através de verbas de duas emendas parlamentares, subscritas pelo deputado federal Mário Negromonte Júnior, uma no valor de R$ 254 mil e outra de 500 mil reais.

Teatro Municipal passa por ultimos ajustes para ser devolvido à população na próxima terça. Foto Roberto Santos Secom Ilheus
Teatro Municipal de Ilhéus Foto: Roberto Santos

A revitalização do Teatro Municipal consistiu na recuperação do telhado e das estruturas de metal, troca de todas as poltronas e carpetes, requalificação dos banheiros, do sistema de climatização, revisão nos sistemas elétrico e hidráulico, pintura geral, reforma de portas e janelas e adequação do espaço aos novos conceitos de acessibilidade, além de melhorias nos equipamentos de prevenção e combate a incêndio.

Agenda – As celebrações pelo aniversário de 482 anos de história de Ilhéus contarão também com a realização do 15º Torneio de Pesca de Ilhéus, na Praia do Sul. Ainda na praça Dom Eduardo, às 14h, haverá exibição do projeto Retalhos Criativos e, às 16 horas, será aberta a exposição “Olhar Invisível”, com trabalhos de  moradores de rua. A agenda será encerrada com o show da cantora Elba Ramallho, no último dia do Ilhéus Forró, a partir das 20h, na Avenida Soares Lopes.

Itapé: São João antecipado movimenta a cidade


O tradicional São João antecipado de Itapé (BA), mais uma vez, atraiu um grande número de visitantes. O evento foi promovido pela Prefeitura e comerciantes de Itapé, durante os dias 17 e 18 de junho. A festa não contou apenas com a participação de moradores de Itapé. Habitantes de Itabuna, Barro Preto e Ibicaraí, por exemplo, também marcaram presença.

Mayne Oliveira
Mayne (D)Luana e Suele (E) durante o São João Foto: arquivo pessoal

A comemoração abriu os festejos juninos na região. Os visitantes puderam apreciar comidas e bebidas típicas. Além de ouvir boa música e dançar a valer ao som de Xamego a Mais, Tony Fernandes, Alex e Gel, Forró Cobra Kriada, Ítalo Carloni, Mel de Ferro e Banda Nakola. O forró transcorreu na mais perfeita ordem com segurança reforçada por homens das Polícias Civil e Militar.

A estudante Mayne Oliveira participou dos dois dias do evento. “Foi ótimo”, definiu ela em poucas palavras. A aluna do Colégio Comunitário Alzair Martins Silva (CCAMS), elegeu as bandas Cobra Kriada e Xamego a Mais como as mais empolgantes.

IMG-20160618-WA0004
Adriana Araújo (E) e as amigas Crystiane e Mariana (D)

A professora de Língua Portuguesa, Adriana Araújo, também participou da celebração. “Uma oportunidade de estar com pessoas queridas, me divertir e ouvir uma boa música” definiu a também coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social de Itapé (CRAS). Agora é aguardar pelo próximo São João antecipado e torcer para seja tão animado como o de 2016.

Fotos do mosaico: Eliudes Miranda (Itapé Notícias)

Camacã ganha Centro de Referência de Atendimento à Mulher


A Secretária Estadual de Políticas para as Mulheres da Bahia, Olívia Santana, marcou presença no ato, que também contou com a participação do Prefeito de Camacã, Arildo Evangelista, da Secretária de Ação Social, Amanda Evangelista, da Vereadora Maria Conceição Muniz Barbosa, da Coordenadora do CRAM, Maria  Ângela Ferreira, e do Prefeito de Mascote, Washington Santana.
A Secretária Olívia Santana destacou que a inauguração do equipamento em Camacã é mais uma conquista do governo do estado para as mulheres baianas. “Que esse espaço se transforme em um local de acolhimento, apoio e fortalecimento para as mulheres fragilizadas pela violência”, explicou.
A gestora aproveitou também para dar um recado aos moradores da região: “É preciso que todas as mulheres abram os olhos e não deixem a violência acontecer. Todo homem nasceu do ventre de uma mulher, e deve sua vida a esta mulher, que durante nove meses o carregou em seu ventre”, finalizou Olívia.
O Prefeito de Camacã, Arildo Evangelista, também destacou em sua fala a importância do equipamento no município para o enfrentamento à violência contra as mulheres da região.
EntregadoCRAMdeCamaca_200616_CreditoMaisaAmaral_005
Fotos: Maisa Amaral
CRAM
O novo equipamento, localizado na Rua Carlos Gomes, nº88, no Centro de Camacã, fortalecerá  a rede de enfrentamento à violência contra a mulher da região, que já conta com Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Casa Abrigo e Promotoria.
O CRAM será um espaço de atendimento, acolhimento psicológico e social, de orientação e encaminhamento jurídico para mulheres em situação de violência.
Para seu funcionamento, o Governo da Bahia, através da SPM-BA, e em parceria com o Governo Federal, realizou a entrega de dois veículos, equipamentos e mobiliários, além de realizar também a capacitação para todos os profissionais que atuarão no equipamento.

Ilhéus: Projeto Estação Rio do Braço está a pleno vapor


Praça Junina da Estação Rio do Braço atraiu grande público em sua primeira edição. Foto Secom Ilhéus (6)A Praça Junina Rio do Braço estreou com sucesso na zona rural de Ilhéus, no último fim de semana. O evento, nos dias 11 e 12 de junho, marcou a estreia do Projeto Estação Rio do Braço, idealizado pelo agricultor Lucas Kruschewsky, que decidiu lutar pela recuperação histórica, arquitetônica e cultural do distrito de Rio do Braço, que já serviu de cenário para a novela Renascer, da Rede Globo.

A realização da Praça Junina simboliza como a arrancada desse projeto que está chamando a atenção de muita gente, pelo seu ineditismo e pela coragem do agricultor que é herdeiro e responsável por uma parte das fazendas de cacau da família. No último fim de semana, a Estação da antiga estrada de ferro de Ilhéus, agora totalmente recuperada, foi palco de apresentações artísticas, grupos de forró, como Trio Iracema, Forró Xote Atrivido e os violeiros Adolfo Neto e Kalin Sá, além de muita dança e alegria. No local, também está funcionando um restaurante baseado na gastronomia local.

Famílias de várias partes da região compareceram à praça junina curiosas com a ideia de revitalização daquele sítio histórico, que teve grande importância econômica nas primeiras décadas do século passado. O prefeito de Ilhéus em exercício, Carlos Machado (Cacá), prestigiou a estreia da praça junina e disse que a iniciativa de Lucas Kruschewsky é importante para a valorização da cidadania, da história e do futuro de Rio do Braço.

Cacá garantiu que a Prefeitura apoiará o Projeto Estação Rio do Braço naquilo que for possível. Ele esteve acompanhado pelos secretários municipais de Indústria e Comércio, Roberto Garcia, Agricultura e Pesca, Sebastião Vivas, de Comunicação, Valério de Magalhães, e pelo superintendente municipal de Obras, Hermano Fannhing. Também estavam presentes profissionais de imprensa, empresários da área de turismo, a comunidade local e muitos visitantes.

Praça Junina da Estação Rio do Braço atraiu grande público em sua primeira edição. Foto Alfredo Filho Secom Ilhéus (3)
Fotos: Alfredo Filho

Estrada – A estrada vicinal de acesso ao Rio do Braço foi recuperada pela Coordenação de Ação Regional do Município, o que facilitou bastante a chegada ao local. O distrito de Rio do Braço fica a seis quilômetros da Rodovia BA – 262 (Ilhéus-Uruçuca), na altura do km 19. A Vila também ganhou reforço na iluminação. Colaboradores dos projetos Hernani Sá Criativo e Pontal Criativo se integraram em apoio ao projeto.

A estação ferroviária foi inaugurada em 1911, por investidores ingleses, para integrar o projeto da ferrovia Ilhéus-Conquista. Além da importância historiográfica daquela região, que foi berço da produção cacaueira no sul da Bahia, o agricultor e empresário Lucas Kruschewsky optou por estrear o projeto turístico-cultural com a tradição dos festejos juninos. A programação da Praça Junina prosseguirá aos sábados e domingos, 18-19 e 24-25 de junho, com elementos de gastronomia, moda, cultura, artesanato, chocolates, parque infantil, passeios a cavalo, fogueira junina com violeiro, trios de sanfoneiros e outras atrações.

A empresária do setor de turismo, Zaira Morelli, afirmou estar encantada com a proposta da Estação Rio do Braço. “Precisamos todos apoiar essa iniciativa. Precisamos acreditar em nosso potencial, arregaçar as mangas e se alegrar com essa riqueza histórica e cultural que dispomos”, afirmou, entusiasmada.

Itapé: exposição AVE Avis Rara recebe visita de estudantes do CCAMS


AVE Avis Rara é a exposição, do artista plástico Antônio Carlos Moura, que está em cartaz até o próximo dia 10 de junho, no Campus da UFSB (Universidade Federal do Sul da Bahia), em Itabuna. Moura apresenta suas telas produzidas através da técnica de colagem sobre tela. No local também se pode contemplar algumas das peças que compunham a exposição anterior do artista : “Faces da Beleza Negra e Mestiça”.

De acordo com Moura, AVE Avis Rara está em latin e significa salve aves raras. “Em minha cidade, Camacan, estou envolvido em causas ambientais , em recuperação da natureza que esta sendo degradada pela ação do homem, me inspirei para fazer essa exposição enaltecendo a beleza das aves da fauna brasileira, alertando que se continuarmos degradando o meio ambiente, vamos destruir o habitat natural destas criaturas e eles vão se perder, e no futuro o  mesmo acontecerá com a gente, pois sem o meio ambiente o homem não irá sobreviver”, explica o artista plástico.

exposição

Nos dias 6 e 7, os alunos da EJA3 e EJA 1/2, respectivamente, do Colégio Comunitário Alzair Martins Silva (CCAMS) de Itapé (BA), puderam conferir de perto o trabalho do artista plástico. “O Antônio nos recebeu muito bem e sua arte é uma forma de reciclagem, que é muito bom para nosso meio ambiente que já está tão devastado”, declara a estudante da EJA3 Kaliane Alves Ribeiro, que afirma ter ficado fascinada pelas obras que retratam a beleza negra e mestiça. “São muito interessantes e uma forma de nos valorizar de ter orgulho da nossa raça”, justifica. Veja um pouco da exposição

O também aluno da EJA3, Kaio Henrique Souza Alves, aprovou a iniciativa do CCAMS. “Achei muito bom poder visitar uma exposição. Nunca tinha tido essa oportunidade”, comemora. Já Sara Santos, da mesma classe, se sentiu agraciada por ter um contato mais próximo com a arte. “Deu para ver os quadros de perto, entender como são feitos e tirar algumas duvidas com o próprio autor, que demonstrou ser uma pessoa bem gentil”, explica. Conheça um pouco da exposição

Para a professora de Língua Portuguesa, Adriana Araújo, o contato dos estudantes com quem produz arte é sempre benéfico e enriquecedor.  “Minha turma da EJA1/2 ficou eufórica, quando avisei que faríamos essa visita à exposição AVE Aves Rara. E esse encontro veio bem a calhar, pois estou trabalhando poesias com eles”, revela a educadora. Conheça algumas das obras do artista

 

Saiba mais: AC Moura (73)99113-2709/98843-4678  e-mail: [email protected]