Ilhéus: Projeto Estação Rio do Braço está a pleno vapor


Praça Junina da Estação Rio do Braço atraiu grande público em sua primeira edição. Foto Secom Ilhéus (6)A Praça Junina Rio do Braço estreou com sucesso na zona rural de Ilhéus, no último fim de semana. O evento, nos dias 11 e 12 de junho, marcou a estreia do Projeto Estação Rio do Braço, idealizado pelo agricultor Lucas Kruschewsky, que decidiu lutar pela recuperação histórica, arquitetônica e cultural do distrito de Rio do Braço, que já serviu de cenário para a novela Renascer, da Rede Globo.

A realização da Praça Junina simboliza como a arrancada desse projeto que está chamando a atenção de muita gente, pelo seu ineditismo e pela coragem do agricultor que é herdeiro e responsável por uma parte das fazendas de cacau da família. No último fim de semana, a Estação da antiga estrada de ferro de Ilhéus, agora totalmente recuperada, foi palco de apresentações artísticas, grupos de forró, como Trio Iracema, Forró Xote Atrivido e os violeiros Adolfo Neto e Kalin Sá, além de muita dança e alegria. No local, também está funcionando um restaurante baseado na gastronomia local.

Famílias de várias partes da região compareceram à praça junina curiosas com a ideia de revitalização daquele sítio histórico, que teve grande importância econômica nas primeiras décadas do século passado. O prefeito de Ilhéus em exercício, Carlos Machado (Cacá), prestigiou a estreia da praça junina e disse que a iniciativa de Lucas Kruschewsky é importante para a valorização da cidadania, da história e do futuro de Rio do Braço.

Cacá garantiu que a Prefeitura apoiará o Projeto Estação Rio do Braço naquilo que for possível. Ele esteve acompanhado pelos secretários municipais de Indústria e Comércio, Roberto Garcia, Agricultura e Pesca, Sebastião Vivas, de Comunicação, Valério de Magalhães, e pelo superintendente municipal de Obras, Hermano Fannhing. Também estavam presentes profissionais de imprensa, empresários da área de turismo, a comunidade local e muitos visitantes.

Praça Junina da Estação Rio do Braço atraiu grande público em sua primeira edição. Foto Alfredo Filho Secom Ilhéus (3)
Fotos: Alfredo Filho

Estrada – A estrada vicinal de acesso ao Rio do Braço foi recuperada pela Coordenação de Ação Regional do Município, o que facilitou bastante a chegada ao local. O distrito de Rio do Braço fica a seis quilômetros da Rodovia BA – 262 (Ilhéus-Uruçuca), na altura do km 19. A Vila também ganhou reforço na iluminação. Colaboradores dos projetos Hernani Sá Criativo e Pontal Criativo se integraram em apoio ao projeto.

A estação ferroviária foi inaugurada em 1911, por investidores ingleses, para integrar o projeto da ferrovia Ilhéus-Conquista. Além da importância historiográfica daquela região, que foi berço da produção cacaueira no sul da Bahia, o agricultor e empresário Lucas Kruschewsky optou por estrear o projeto turístico-cultural com a tradição dos festejos juninos. A programação da Praça Junina prosseguirá aos sábados e domingos, 18-19 e 24-25 de junho, com elementos de gastronomia, moda, cultura, artesanato, chocolates, parque infantil, passeios a cavalo, fogueira junina com violeiro, trios de sanfoneiros e outras atrações.

A empresária do setor de turismo, Zaira Morelli, afirmou estar encantada com a proposta da Estação Rio do Braço. “Precisamos todos apoiar essa iniciativa. Precisamos acreditar em nosso potencial, arregaçar as mangas e se alegrar com essa riqueza histórica e cultural que dispomos”, afirmou, entusiasmada.

Itapé: exposição AVE Avis Rara recebe visita de estudantes do CCAMS


AVE Avis Rara é a exposição, do artista plástico Antônio Carlos Moura, que está em cartaz até o próximo dia 10 de junho, no Campus da UFSB (Universidade Federal do Sul da Bahia), em Itabuna. Moura apresenta suas telas produzidas através da técnica de colagem sobre tela. No local também se pode contemplar algumas das peças que compunham a exposição anterior do artista : “Faces da Beleza Negra e Mestiça”.

De acordo com Moura, AVE Avis Rara está em latin e significa salve aves raras. “Em minha cidade, Camacan, estou envolvido em causas ambientais , em recuperação da natureza que esta sendo degradada pela ação do homem, me inspirei para fazer essa exposição enaltecendo a beleza das aves da fauna brasileira, alertando que se continuarmos degradando o meio ambiente, vamos destruir o habitat natural destas criaturas e eles vão se perder, e no futuro o  mesmo acontecerá com a gente, pois sem o meio ambiente o homem não irá sobreviver”, explica o artista plástico.

exposição

Nos dias 6 e 7, os alunos da EJA3 e EJA 1/2, respectivamente, do Colégio Comunitário Alzair Martins Silva (CCAMS) de Itapé (BA), puderam conferir de perto o trabalho do artista plástico. “O Antônio nos recebeu muito bem e sua arte é uma forma de reciclagem, que é muito bom para nosso meio ambiente que já está tão devastado”, declara a estudante da EJA3 Kaliane Alves Ribeiro, que afirma ter ficado fascinada pelas obras que retratam a beleza negra e mestiça. “São muito interessantes e uma forma de nos valorizar de ter orgulho da nossa raça”, justifica. Veja um pouco da exposição

O também aluno da EJA3, Kaio Henrique Souza Alves, aprovou a iniciativa do CCAMS. “Achei muito bom poder visitar uma exposição. Nunca tinha tido essa oportunidade”, comemora. Já Sara Santos, da mesma classe, se sentiu agraciada por ter um contato mais próximo com a arte. “Deu para ver os quadros de perto, entender como são feitos e tirar algumas duvidas com o próprio autor, que demonstrou ser uma pessoa bem gentil”, explica. Conheça um pouco da exposição

Para a professora de Língua Portuguesa, Adriana Araújo, o contato dos estudantes com quem produz arte é sempre benéfico e enriquecedor.  “Minha turma da EJA1/2 ficou eufórica, quando avisei que faríamos essa visita à exposição AVE Aves Rara. E esse encontro veio bem a calhar, pois estou trabalhando poesias com eles”, revela a educadora. Conheça algumas das obras do artista

 

Saiba mais: AC Moura (73)99113-2709/98843-4678  e-mail: [email protected]

Vitória da Conquista: projeto literário tem despertado interesse pela leitura


Eis o lema da Escola Municipal Profª. Ita David de Castro: “Os livros nos fazem viajar por onde nossos pés não podem nos levar”. Por conta disso, em 2005, a equipe da Sala de Leitura, em parceria com a coordenação pedagógica da escola, criou o Projeto Literário: “O conto, o canto e o encanto da leitura”.

Durante o ano letivo, o projeto é dividido em duas partes: no primeiro semestre, as agentes de leitura trabalham o encantamento das crianças com o mundo literário. Já no segundo semestre, os alunos desenvolvem atividades para mostrar o que aprenderam com os livros. São realizadas dramatizações, contação de histórias ao ar livre, olimpíadas de leitura e biblioteca itinerante.

O projeto tem obtido resultados positivos. Mesmo depois de sair da escola, muitos alunos continuam fazendo empréstimos dos livros, por meio das carteirinhas da Sala de Leitura. Entre alunos da escola e ex-alunos, já são mais de 400 crianças aptas a levarem os livros para casa.

projetoliterario2

Segundo uma das idealizadoras do projeto, Laura Chaves, o Projeto Literário trabalha assuntos atuais e temas relacionados ao que é aprendido na sala de aula. “Trabalhamos integrados com o projeto pedagógico da escola. É um projeto que vale a pena porque as crianças ficam encantadas com a leitura e aprendem sobre coisas sérias de forma prazerosa. Recentemente, falamos sobre bullyinge, agora, estamos trabalhando sobre os valores. Além disso, vamos comemorar o Dia do Meio Ambiente com contação de histórias sobre a natureza”.

A agente de leitura Daiany Félix, salientou que a Sala de Leitura tem sido um atrativo para o mundo literário. “A leitura tem papel transformador, desenvolve o cognitivo, amplia o conhecimento e o vocabulário e influencia o modo de agir e pensar das crianças. A partir dela, a criança vai formando a própria opinião, transformando a sua realidade e também o mundo que a cerca”.

Ítalo Neves tem apenas cinco anos e já é apaixonado pelos livros. “Adoro o livro do leão e o dos cachorrinhos. Eu venho sempre para ler e para ver os livros”.

Daniel de Oliveira, de quatro anos, também aprova o espaço de leitura. “Eu gosto muito daqui. Leio e me divirto com as histórias dos livros”.

Olimpíadas de Leitura – As Olimpíadas acontecem no segundo semestre e premiam o aluno, o professor e a turma mais assídua na leitura. Forte candidata a ganhar o prêmio em 2016, por incentivar a turma à leitura, a professora Maria de Fátima destaca a importância dos livros. “Ensino crianças com quatro anos, e nessa fase é muito importante despertar e desenvolver o encantamento pela leitura. Por meio do lúdico e do faz de conta, as histórias se tornam vivas para eles. O resultado disso é que eles aprendem valores com exemplos tirados dos livros”.

Itabuna: laudo atesta qualidade duvidosa da água de poços


O Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde intensificou as ações de fiscalização para evitar a proliferação de doenças causadas pelo consumo de água contaminada, oriunda de fontes duvidosas, principalmente de poços artesianos e cacimbas que não tenham sido fiscalizados pelo órgão da Prefeitura de Itabuna. Para proteger o itabunense foram adotadas medidas como a coleta diária de amostras de água que são enviadas para análises no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Salvador.

O coordenador da Vigilância Sanitária, Antônio Carlos Carvalho, afirma que é importante a contribuição de quem adquire água diretamente dos proprietários de poços artesianos e posteriormente repassa para a população. O coordenador explica que essas pessoas devem exigir cópia do laudo do Lacen que ateste a qualidade da água fornecida. “Qualquer pessoa que adquire água de terceiros também deve ter acesso ao documento”, reforça.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária desde fevereiro já foram analisadas no município amostras de água de 130 poços artesianos, sendo que 80% tiveram a qualidade aprovada através de exames do Lacen. Os poços reprovados foram interditados pelo órgão municipal e seus proprietários receberam prazo para fazer a limpeza e tratamento com cloro para tornar potável a água destinada ao consumidor. Feito esse procedimento, a água é submetida a uma nova análise e, se aprovada, é liberada para o consumo humano.

Coordenador da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde Antonio Carlos Carvalho - Foto Gabriel de Oliveira
Coordenador da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde Antonio Carlos Carvalho – Foto Gabriel de Oliveira

RECOMENDAÇÕES

Antônio Carlos Carvalho explica que o ideal é que poços sejam perfurados a uma distância de pelo menos 15 metros de áreas contaminadas. “Para evitar a contaminação da água. Além disso, as fontes devem ser instaladas longe de lixões, fossas sanitárias, canais de macrodrenagem, valas e rede de esgoto. É importante que os proprietários façam estudo criterioso, antes da abertura de poços e cacimbas para evitar futuras complicações de saúde para quem vier a consumir essa água”, orienta.

O coordenador do Departamento de Vigilância Sanitária destaca ainda que é importante que o dono do poço ou cacimba contrate um técnico responsável para atestar, incialmente, a qualidade da água. Mas faz um alerta: os únicos laudos que servem para comprovar se água tem qualidade satisfatória ou não para o consumo humano são elaborados após análises de amostras pelo Lacen. “A nossa preocupação é evitar uma epidemia de doenças nesse período em que aumentou muito a quantidade de poços abertos por causa de uma das maiores crises hídricas dos últimos 50 anos no sul da Bahia”, observa.

Antônio Carvalho afirma ainda que, para abertura de poços artesianos em profundidade superior a 15 metros, o proprietário deve pedir autorização e outorga do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) como exigido pela legislação. Quem não cumprir o que as determinações da legislação ambiental, poderá ser punido, inclusive com abertura de processo judicial. Quaisquer dúvidas podem ser esclarecidas através do telefone (73) 3214-8313.

Ibicaraí: CRAS realiza encontro do grupo ‘Felicidade não tem idade’


O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Ibicaraí, para dar inicio aos festejos juninos preparou um encontro animado, com muita pipoca e músicas juninas. O espaço foi decorado com bandeirolas coloridas, que tomaram conta do Cras. Os participantes dançaram quadrilha e fizeram apresentações para mostrar seus talentos e participaram de brincadeiras, com a participação especial da estagiária de Assistência Social Rebeca Oliveira, que demonstrou todo seu talento, profissionalismo e empenho para a realização desse evento, que contou com a participação dos profissionais de Educação Física Alexson Silva e Alan, além da nutricionista Francine Melo, que palestraram sobre o tema Qualidade de Vida na Terceira Idade, e deram um show de conhecimento para os presentes.

De acordo com a coordenadora Edcarla Reis, os eventos são realizados justamente para motivar os idosos, com intuito de elevar a autoestima. Os temas trabalhados com os grupos estão relacionados com a convivência social, comunitária e familiar, para promover momentos de lazer, cultura e comemorações de datas especiais como o São João e Carnaval. O evento contou ainda com  a participação do grupo de geração e renda do CRAS.

capa

“Agradeço a toda equipe do CRAS pela organização do evento, ao prefeito Lenildo Santana e a secretaria de Assistência Social Ângela Rodrigues Santana, que nos deram total apoio para a realização de tudo isso”, destacou a coordenadora.

A coordenadora pedagógica Evanice Santos falou da alegria de ver os grupos do Cras tão unidos em prol do encontro. “Fico muito feliz por ver esses grupos se divertindo. Aproveito para parabenizar a todos que estiveram imbuídos nesse evento e aos grupos pela união. Agradeço a toda equipe do CRAS pela organização dessa ação. Estou muito feliz por tudo”, disse Evanice.

Para a  Assistente Social do Cras Evaniela Dias, é gratificante o trabalho da equipe do CRAS e garante resultados positivos para a sociedade. “São ações como esta que, além de reviver a cultura da festa junina, também dá oportunidade aos grupos de apresentar para sociedade o que está sendo ofertado no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos”, lembrou Evaniela.

Estiveram presentes, além dos idosos do grupo Felicidade não tem Idade, o grupo de Geração de Renda do Cras e as funcionárias do Cras Rosiclicia Leite, Iara Santos, Diones Moura, Edna Oliveira, Ligia Freitas, Maria do Bordado, Evanice Santos e Rosana Santos.

Ilhéus: combate a fraudes no Bolsa Família ganha destaque nacional


Na última quarta-feira, 1º de junho, uma reportagem do telejornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo, mostrou o resultado de um trabalho que vem sendo realizado em Ilhéus desde o ano de 2013 para inibir fraudes no programa federal Bolsa Família, que visa transferir renda a famílias carentes. A matéria citou como exemplo o levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), em parceria com a Caixa, que identificou mais de 6 mil cadastros irregulares.

De acordo com o atual secretário de Desenvolvimento Social, Kácio Brandão, as auditorias foram realizadas durante a gestão do ex-secretário e vereador Jamil Ocké, por determinação do prefeito Jabes Ribeiro. A fiscalização detectou, dentre os cadastros irregulares, o recebimento do benefício por parte de 1300 servidores municipais, que passaram a integrar o programa durante a gestão municipal anterior.

Esse tipo de fraude foi registrado em grande número no Brasil nos últimos anos. Em todo o País, já foram descobertos 500 mil cadastros irregulares de pessoas que prestaram informações falsas ou que até mesmo já morreram. Um cruzamento de dados junto à Receita Federal, Tribunais de Contas, Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Ministério do Desenvolvimento Social, que é responsável pelo Bolsa Família, mostrou o tamanho do prejuízo: R$ 2,5 bilhões pagos entre 2013 e 2014.

Dona Rejane passou a receber o benefício após a auditoria. Foto Reprodução.globo
Dona Rejane passou a receber o benefício após a auditoria. Foto Reprodução.globo

Oportunidade – Em Ilhéus, após a verificação dos cadastros irregulares, seis mil benefícios pagos a pessoas que não se enquadravam nos parâmetros foram cancelados no primeiro semestre de 2015. Com isso, a fila de espera para adesão ao programa andou, passando a beneficiar ilheenses que realmente precisavam da complementação de renda.

A reportagem da Rede Globo mostra o exemplo da dona de casa Rejane, que precisou esperar por mais de dois anos para começar a receber o Bolsa Família. Apesar de cumprir as exigências, como o limite de renda de até R$ 154 por pessoa da família que tem crianças, não era beneficiada. Após a auditoria, ela e outras 3.800 famílias começaram a receber o benefício em dezembro do ano passado.

Para o secretário Kácio Brandão, os objetivos são claros. “O Bolsa Família deve contribuir para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil e, claro, pessoas empregadas, como servidores públicos não podem integrá-lo. Dessa forma, continuaremos com as auditorias, a fim de permitir que as pessoas que necessitam e se enquadram sejam contempladas”.

Sala do CadÚnico foi inaugurada nesta sexta, em Ilhéus. Foto Victor Kruschewsky Sds Ilhéus
Sala do CadÚnico Foto Victor Kruschewsky

Cadastro – As inscrições para o preenchimento das vagas podem ser feitas na própria Secretaria (Rua Vereador Mário Alfredo, s/n, Conquista) e nas sedes do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) localizadas nos bairros de Olivença, Barra, Teotônio Vilela, Banco da Vitória e Salobrinho. As unidades atendem de segunda a sexta, das 8 às 17 horas.

As pessoas interessadas devem comparecer com os seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Comprovante de Residência e Carteira de Trabalho e Previdência Social, para os adultos; e Carteira de Identidade ou Certidão de Nascimento, para os menores de 16 anos. A renda per capita da família deve ser de até 154 reais.

Itabuna: Prefeitura apoia Shopping Empreendedor


Com o apoio da Prefeitura de Itabuna, num dos campi da Unime, o projeto “Shopping Unime Empreendedor, com a temática ‘Gestão Estratégica: Desafios e Oportunidades'”. Iniciativa dos estudantes do curso de Administração da instituição de ensino superior, o evento é aberto a toda a comunidade, no Campus II, sempre a partir das 7 da noite, até o próximo dia 2 de junho.

Desenvolvido com suporte da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, o Shopping Empreendedor é um projeto interdisciplinar, uma atividade que busca aprofundar a percepção e a identificação dos alunos do curso sobre o empreendedorismo, com sua atuação em atividades características aos profissionais de Administração, desenvolvidas e operacionalizadas por meio de uma exposição aberta.

Marcas criadas para as empresas desenvolvidas pelos estudantes da Unime
Marcas criadas para as empresas desenvolvidas pelos estudantes da Unime

A coordenadora do curso de Administração, professora Tatiane Moraes, afirma que o foco principal da iniciativa é a execução de projetos voltados ao empreendedorismo e à inovação. “Esse trabalho é desenvolvido por meio de construção participativa que visa oferecer uma resposta às expectativas dos alunos em integrar a teoria à prática às necessidades de mercado”, explica.

INOVAÇÃO

A meta é desenvolver o potencial empreendedor dos discentes do Curso de Administração da Unime, com ênfase na inovação e na criatividade e colocar em prática os conhecimentos teóricos com experiência em gestão de empresas. Neste ano, a professora Tatiana destaca, como mais uma importante condição para o sucesso da iniciativa, o fato de Itabuna ter sido escolhida pelo Sebrae como Cidade Empreendedora da Bahia, o que fortalece o empreendedorismo local.

A referência da professa Tatiane Moraes é o prêmio recentemente recebido pelo prefeito Claudevane Leite, concedido pelo Sebrae, que o reconheceu como o melhor entre os 417 prefeitos do estado, na categoria “Desburocratização e Formalização” dos pequenos negócios da Bahia.

Há três anos e meio, quando assumiu a prefeitura de Itabuna, Vane encontrou formalizados apenas 999 trabalhadores. Foi o primeiro prefeito do anterior a implantar a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, a nomear um Agente de Desenvolvimento Municipal e a implantar a Sala do Empreendedor.

Atualmente, o município ultrapassou a marca de sete mil formalizações, um recorde nacional. “Enxergamos na cidade o perfil empreendedor e construímos um diferencial que nos permitiu dar as mãos às estas pessoas e mostrar o quanto é importante investir no pequeno negócio, que é quem mais emprega e gera dividendos para a cidade”, conceitua o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, José Humberto Martins.

O PROJETO

Para esse ano foram desenvolvidas e criadas oito empresas virtuais que formarão a 4ª edição do Shopping:

O Restaurante Anauá tem a culinária chinesa e mexicana como principais produtos. É do segmento de Alimentos. Seu slogan é “Venha Conhecer um novo conceito na culinária internacional”. Com um ambiente caracterizado a turma do 8º semestre estará ofertando yakisoba e tortilhas mexicanas.

A Crepazza é do segmento de Alimentos. Seu slogan é “A sua melhor pedida”. A turma estará ofertando crepes e panquecas, proporcionando um ambiente agradável e um atendimento diferenciado.

A Eco Rancho é do segmento de Entretenimento. “Vem pra diversão sô” é o seu slogan. Com um ambiente caracterizado, as turmas do 2º e 3º semestres (matutino), estarão trabalhando com touro mecânico, jogos caipiras, além da venda de mudas que auxiliam no combate ao mosquito Aedes Aegypti, na conscientização e combate a doenças oriundas do mosquito. Desperta os clientes para uma conscientização socioambiental.

A empresa Beleza Chick é do segmento de Beleza e Cosméticos. Seu slogan é “A transformação que realça o seu charme”, com produtos de beleza e serviços diferenciados. A turma do 2º semestre (noturno) entra na concorrência com uma diversidade de produtos à disposição dos clientes.

A Unity Paintball é do segmento de entretenimento. “Você tem coragem”? Então seu lugar é aqui! É o slogan criado pela turma do 3º semestre (noturno). A ideia proporciona adrenalina e aventura com um ambiente diferenciado e muito divertido.

Universo Feminino é do segmento de Beleza e Cosméticos. Seu slogan é “Sua beleza inspira”. No espaço você encontrará curso de maquiagem, esmalteria, cosméticos, estética e muito mais com a turma do 4º semestre.

A Esplendore Estética é do segmento de Estética. Seu slogan é: “Os cuidados que você precisa, nas mãos de quem entende”. A turma do 5º semestre trabalhará com designer de sobrancelha, depilação entre outros. Atende tato o público feminino quanto o masculino.

A Urbana Chic é do segmento Confecções. Seu slogan é “Um novo conceito em roupas”. Com várias opções, a turma do 6º semestre apresenta roupas customizadas, com muito glamour e transformação, repaginando diversas peças de roupas. Proporciona inovação e diferenciação.

Ilhéus: Prefeitura realiza serviços de manutenção no centro e zona sul


O “Ilhéus em Ação – Cidade de Todos”, programa municipal que alcança vários setores governamentais, incrementa seu calendário de atividades na área de serviços urbanos. Esta semana, as equipes da Secretaria de Serviços Urbanos (Secsurb) atuam na avenida Lomanto Júnior e nas ruas Miguel Calmon, na Conquista, e Amélia Nunes (popularmente conhecida como rua das Oficinas), artéria que dá acesso à ponte centro-zona sul da cidade.

De acordo com o secretário de Serviços Urbanos, César Benevides, o trabalho nas três localidades envolve uma série de serviços. Entre eles, limpeza, roçagem, capinagem, poda de árvores, pintura de meios-fios e melhorias nos sistemas de iluminação pública.

Limpeza da antiga Rua das Oficinas, no centro de Ilhéus - Foto Roberto Santos Secom Ilheus
Foto: Roberto Santos

Ainda no âmbito do “Ilhéus em Ação”, Benevides reiterou na manhã desta segunda-feira, 30, que já se encontra concluída a limpeza no canal principal do bairro Hernani Sá, situado na avenida Sílvio Silva (Eixo Coletor). “A limpeza dos demais canais do bairro será realizada nos próximos dias”, informa o secretário de Serviços Urbanos.

Sobre esta ação, que frequentemente também é executada no canal a céu aberto do Malhado, localizado nas proximidades da central de abastecimento, o prefeito em exercício e coordenador do programa, Carlos Machado (Cacá), lembra que a intervenção contribui de forma decisiva para a melhoria do dia a dia dos moradores. “Com a limpeza dos canais, eliminamos uma série de problemas, como odor desagradável e a proliferação de insetos”, acrescenta Cacá.

Passagem da Tocha Olímpica movimenta Sul baiano


Por volta das quinze horas do último sábado (21), o comboio da tocha olímpica Rio 2016, entrou no município de Ibicaraí na Bahia, e, logo foi saudado por atletas de capoeira com seus timbaus e birimbaus, em seguida, foi à vez dos representantes do candomblé, que saudaram a todos e em especial ao fogo olímpico com banho de pipoca e água de cheiro, desejando há todos muito axé.

O fogo olímpico chegou à Terra Santa, pelas mãos de três alunos do colégio Estadual Eduardo Spínola, também estava presente na recepção, o prefeito Lenildo Santana acompanhado do Deputado Estadual Rosemberg Pinto, de vereadores, do prefeito de Firmino Alves Lero Cunha, de secretários de governo e varias outras autoridades regionais.

Durante todo o percurso, aconteceram apresentações, por parte do alunado das redes estaduais, municipais e particulares de ensino, sempre com o tema voltado para os jogos olímpicos.

Foram os condutores, Raimunda do Correio, Alexon Silva, Joel Gomes, Maria Raimunda, Julival Pereira, Cassio e finalizando e grande campeão Pompilio Céo Neto, todos muito aplaudidos em seus percursos.

Em Itabuna, o revezamento da Tocha Olímpica foi repleto de emoção e alegria.  Desde que o símbolo das Olimpíadas Rio 2016 chegou à Vila Olímpica Professor Everaldo Cardoso, no São Caetano, em todo o percurso de cerca de 5,5 quilômetros atletas condutores e o público pode ver um pouco da diversidade oferecido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).

Adriely Valter, primeira grávida a conduzir a Tocha
Adriely Valter, primeira grávida a conduzir a Tocha

O evento contemplou a participação de cinco personalidades locais indicadas pelo prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, diante do destacado trabalho de cada um e do empenho e incentivo à prática de esportes ou mesmo pelos resultados alcançados como desportistas. Nesta lista, entraram a professora Oscarlina Magalhães Silva (Kalila), uma das maiores incentivadoras do esporte e atleta de Vôlei do Grapiúna Tênis Clube; Maruse Dantas Xavier, nadadora premiada nacionalmente; Pedro Sebastião Filho (Pedro das Medalhas), medalhista do Atletismo nacional e participante de maratonas; Paulo Roberto da Silva Rezende (Paulão), ex-atleta de Handebol; e Dinamar Guimarães, chefe da Força Tarefa Local que preparou a cidade para o evento.

O momento da passagem da Tocha Olímpica por Ilhéus foi uma oportunidade de mostrar à população e visitantes o potencial artístico-cultural desta terra. No decorrer dos 5,8 quilômetros do percurso, foram realizadas apresentações de diversos segmentos culturais, como as baianas estilizadas, rodas de capoeira, grupos afro e indígena, e talentos da dança e música locais. Na praia do Cristo, a Tocha foi recepcionada pelo show inédito da Orquestra de Berimbau, atração recém-lançada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult).

A Orquestra de Berimbaus emocionou o público com a interpretação do hino nacional no momento em que a Tocha Olímpica chegou à praia do Cristo. A banda é formada por músicos de vários grupos de capoeira, apoiados por meio do programa Calendário da Capoeira, da Secult, que, desde 2014, apoia eventos, projetos e iniciativas voltadas a esse esporte.

Outra manifestação bastante aplaudida pelo público foi a do grupo indígena Paranã, formado por jovens da aldeia Tupinambá, que se apresentou no palco principal, na Avenida Soares Lopes, antes da chegada da Tocha Olímpica. Outro grupo oriundo de Olivença que também se apresentou foi o da Festa do Divino, que atraiu o público com suas bandeiras e cânticos.

Grande parte das atividades realizadas integra programas desenvolvidos pela Secretaria de Cultura. Para o secretário Paulo Atto, “tivemos a oportunidade de dar visibilidade às ações que já empreendemos na secretaria, e momentos emocionantes marcaram o evento com as nossas apresentações artísticas e culturais. Na ocasião, o lançamento da Orquestra de Berimbaus foi um dos pontos altos da festa”.

O secretário de Esporte e Turismo, Josenaldo Cerqueira, que chefiou a força-tarefa local do revezamento, destacou o apoio de todos envolvidos para o êxito do evento. “Temos que agradecer o empenho de todas as equipes envolvidas, tanto no governo como na sociedade civil. Houve um trabalho conjunto de todas as secretarias, e outros apoiadores como as forças policiais, voluntários, enfim, todos aqueles que se empenharam para que conseguíssemos realizar um belo evento”, concluiu.

 

Itapé: Proam oferece curso de monitoramento e avaliação dos PMEs


O Conselho Municipal de Educação de Itapé (CME), através do seu presidente, o professor Sandro Lyra Santos, participou do Curso de Formação para Avaliadores e Monitoramento da Educação, promovido pelo Proam (Programa de Apoio à Educação Municipal), nos dias 16 e 17 de maio, na cidade de Ihéus (BA).

Proam
Sandro Lyra (à esquerda) sentado

O encontro foi ministrado por técnicos do Proam, com o objetivo de estimular as equipes avaliadoras dos PMEs a iniciarem seus trabalhos de monitoramento e avaliação, o mais rápido possível. “Os planos de educação são norteadores de políticas públicas locais, por isso torná-los documentos dinâmicos se faz necessários”, declara Lyra. O professor também ressalta que educação de qualidade é o que norteia as 20 metas apresentadas no Plano Nacional de Educação.