Olimpíadas do Rio 2016


Veja o quadro de medalhas
País
1

Estados Unidos
5 7 7 19
2

China
5 3 5 13
3

Austrália
4 0 3 7
4

Itália
3 4 2 9
5

Japão
3 0 7 10
6

Hungria
3 0 0 3
7

Rússia
2 5 3 10
8

Coreia do Sul
2 2 1 5
9

Tailândia
2 1 1 4
10

Grã-Bretanha
1 1 2 4
11

Brasil
1 1 0 2

Flamengo não se encontrou no brasileiro


O ataque é um problema do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Até a 13ª rodada, o Rubro-negro fez apenas 13 gols. O número deixa os cariocas com o quarto pior desempenho da competição. A performance é ainda mais preocupante. Só três tentos foram assinalados por atacantes – Felipe Vizeu (2) e Paolo Guerrero.

Por que o ataque milionário não deslancha? Juntos, os oito atletas do setor recebem em torno de R$ 1,5 milhão por mês. São eles: Paolo Guerrero, Emerson Sheik, Marcelo Cirino, Gabriel, Fernandinho, Felipe Vizeu, Nixon e Thiago Santos.

Dois pontos são tratados internamente como fundamentais no processo. Um envolve as seguidas convocações do titular Guerrero para a seleção peruana, enquanto outro as lesões.

Para se ter uma ideia, Guerrero atuou apenas em cinco oportunidades por conta da disputa da Copa América Centenário. Já Sheik sofre com os problemas físicos. Ele esteve em campo quatro vezes, sem jogar por 90 minutos.

As constantes substituições interferem e modificam as características de uma equipe que ainda não transmitiu confiança ao torcedor. Além disso, os jogadores vivem longa má fase com a camisa rubro-negra. Marcelo Cirino, por exemplo, não balança as redes desde 20 de abril.

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - AUGUST 23: Guerrero of Flamengo during the Brasileirao Series A 2015 match between Flamengo and Sao Paulo at Maracana Stadium on August 23, 2015 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Bruna Prado/Getty Images) *** Local Caption *** Guerrero
Guerrero Foto: Bruna Prado/Getty Images

O próprio Cirino, Sheik, Guerrero, Fernandinho e Gabriel são alvos da torcida. Suspensões, lesões e má fase ganham ainda mais força com a pressão de torcedores insatisfeitos. Basta lembrar que o Flamengo teve o predomínio em boa parte dos jogos contra Figueirense, São Paulo, Fluminense e Corinthians.

O time fez três gols nestes compromissos e conquistou apenas um ponto. Não faltaram chances para construir o resultado antes dos adversários. A pontaria não funcionou e o desempenho foi insatisfatório. Três derrotas e um empate que devem cobrar o preço na sequência do Campeonato Brasileiro.

Na avaliação da comissão técnica, a solução passa por treinamentos e conversas diárias com os jogadores no objetivo de transmitir tranquilidade. No que compete aos dirigentes, as situações de Guerrero e Sheik são analisadas e mudanças não estão descartadas até o fechamento da janela de transferências em 19 de julho.

Na outra ponta, o comando do futebol busca reforços. Um nome para a reserva do peruano é desejado. Entretanto, um atacante para jogar com ele pode aparecer como surpresa, principalmente em razão do desempenho recente.

Vasco é campeão da Taça Guanabara


O Vasco conquistou a 12ª Taça Guanabara da sua história. Neste domingo (17), o Cruzmaltino venceu o Fluminense por 1 a 0, na Arena da Amazônia, em Manaus. O gol de Riascos garantiu o título e a vantagem do empate ao time de São Januário na semifinal do Campeonato Carioca.

O adversário do Vasco (17 pontos) será o Flamengo, que somou 12 pontos e encerrou a Taça GB na quarta colocação. Já o Fluminense pega o Botafogo e também pode empatar para chegar à final e manter vivo o sonho do título.

vasco

FLUMINENSE 0 X 1 VASCO

Local: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Árbitro: João Batista de Arruda
Auxiliares: Jackson Lourenço Massarra e Diego Luiz Couto Barcelos
Renda: R$ 2.214.000,00
Público: 28.291 pagantes / 32.061 presentes
Cartões amarelos: Douglas, Fred, Renato Chaves e Edson (Fluminense); Jorge Henrique e Marcelo Mattos (Vasco)
Cartões vermelhos: Edson (Fluminense); Marcelo Mattos (Vasco)
Gol: Riascos, aos 20min do segundo tempo

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Wellington Silva, Marlon, Renato Chaves (Nogueira) e Giovanni; Edson, Douglas, Gerson, Marcos Junior (Higor Leite) e Osvaldo; Fred (Magno Alves)
Técnico: Levir Culpi

VASCO
Martín Silva; Madson, Luan (Rafael Vaz), Rodrigo (Diguinho) e Henrique; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Eder Luis), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos
Técnico: Jorginho

Flamengo 2 X Botafogo 2


Em mais um clássico fora do Rio, Botafogo e Flamengo empataram por 2 a 2, neste sábado, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG). É o sexto jogo sem vencer do time rubro-negro, que termina a quinta rodada da Taça Guanabara fora do grupo de classificação para as semifinais do Campeonato Carioca.

Com o empate, o Botafogo tem oito pontos e está entre os quatro que avançam para a próxima fase. Na próxima rodada, o adversário é o Bangu. Já o Flamengo é o sexto colocado, com seis pontos, e pega o Boavista no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Preocupado com o incômodo jejum de vitórias, o técnico Muricy Ramalho mudou o esquema com a saída do atacante Emerson para a entrada de Alan Patrick. O time até iniciou melhor o jogo, mas na primeira vez que foi atacado, sofreu o gol, após falha do goleiro Paulo Victor. Carli recebeu a bola com liberdade e fez 1 a 0, aos 12 minutos.

O gol deixou o Flamengo nervoso e sem muita ação. Sem criatividade, só voltou a ameaçar em falha de Renan Fonseca, que entregou nos pés de Guerrero. O peruano entrou livre na área e parou em Jefferson. Aos 30 minutos, o empate. Rodrigo Lindoso afastou mal a bola, que sobrou para Alan Patrick acertar belo chute de fora da área: 1 a 1.

botafogo-x-fla

Muricy Ramalho não estava satisfeito com a equipe e voltou ao esquema com três atacantes. Não deu certo de novo. O Botafogo voltou mais agressivo e pressionou até Ribamar sofrer pênalti de Wallace. Rodrigo Lindoso cobrou e viu Paulo Victor defender o pênalti, mas no rebote o volante recebeu passe de Fernandes e se redimiu com o 2 a 1.

O Flamengo demorou a se recuperar do golpe. Melhor em campo, Alan Patrick era o único que conseguia articular algo. Aos 23 minutos, o meia lançou Marcelo Cirino, que encobriu Jefferson e só não marcou porque Diogo Barbosa evitou o gol na linha. Quando a torcida já criticava alguns jogadores, novo empate. Gabriel levantou para Marcelo Cirino marcar de cabeça e garantir o empate que ampliou o jejum sem vitórias do time de Muricy Ramalho. (Fotos: Vitor Silva / SS Press)

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 x 2 FLAMENGO

BOTAFOGO – Jefferson; Luis Ricardo, Carli, Renan Fonseca e Diogo Barbosa; Airton (Fernandes), Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Gegê; Salgueiro (Neilton) e Ribamar (Luís Henrique). Técnico: Ricardo Gomes.

FLAMENGO – Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Cuéllar, Willian Arão, Alan Patrick (Gabriel) e Ederson (Emerson); Marcelo Cirino e Guerrero (Felipe Vizeu). Técnico: Muricy Ramalho.

GOLS – Carli, aos 12, e Alan Patrick, aos 30 minutos do primeiro tempo; Fernandes, aos 12, e Marcelo Cirino, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Fernandes, Carli, Bruno Silva, Gegê e Renan Fonseca (Botafogo); Juan e Cuéllar (Flamengo).

ÁRBITRO – Luis Antônio Silva dos Santos.

RENDA – R$ 811.510,00.

PÚBLICO – 16.150 pagantes.

LOCAL – Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG).

Brasil é ouro na ginastica com Diego Hypolito


Uma grande notícia para os amantes dos esportes. Hoje,  Diego Hypolito voltou a brilhar na disputa do solo. Após levar a medalha de ouro na etapa de Doha da Copa do Mundo, no fim de semana passado, ele repetiu o feito em Cottbus, na Alemanha. Em sua melhor apresentação da temporada até agora, ele obteve a nota 15,466.

Assim, superou o esloveno Rok Klavora, que levou a medalha de prata, com a nota 14,866, e o ucraniano Oleg Verniaiev, com 14,833. A final do solo contou com outro brasileiro na disputa. Ângelo Assumpção ficou na sexta colocação, com a nota 14,066.

Diego é ouro  Foto: instagran
Diego é ouro Foto: instagran

“[Estou] Muito feliz! Estava super nervoso antes da competição! Mas consegui me controlar na hora e consegui fazer minha melhor série deste ano! Me ajudando a conseguir o ouro! Hoje completo minha 62ª medalha em Copas do Mundo! Não tenho como agradecer a quantidade de pessoas que me incentivam! Deus, obrigado!”, comemorou Hypolito, nas redes sociais.

Com a boa nota, o ginasta brasileiro confirmou a fase positiva. Nas eliminatórias, ele já havia obtido a nota 15,250, mantendo a regularidade já vista em Doha. Na etapa do fim de semana passado, ele fez 15,400 nas eliminatórias e 15,175 na final.

Ainda que as etapas da Copa do Mundo não tenham o mesmo nível de dificuldade de competições como Mundial e Olimpíada, Hypolito se credencia com mais este ouro a favorito a brigar por vaga na final e até no pódio nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto.

Depois de subir ao lutar mais alto do pódio neste sábado, Hypolito poderá ter outra conquista no domingo, quando disputará a final do salto. Nas eliminatórias do aparelho, o brasileiro foi o quinto melhor.

Goleiro Lomba está confiante


marcelo lomba
Marcelo Lomba   Foto: divulgação

Capitão da equipe, o goleiro Marcelo Lomba deixou o gramado da Arena Castelão extremamente satisfeito com o triunfo do Tricolor de Aço sobre o Fortaleza por 2 a 1, no confronto de ida das quartas de final da Copa do Nordeste.

Para o camisa 1, o time do Bahia fez uma grande partida e demonstrou maturidade durante os 90 minutos, principalmente na etapa final.

“Nosso time foi bem. Gostei muito da nossa postura madura, principalmente na etapa final, conseguindo criar jogadas e sabendo ter a posse de bola”, comentou.

Marcelo Lomba aproveitou a manutenção do 100% de aproveitamento no regional para convocar os tricolores para o segundo jogo, no domingo (3), às 16h, na Arena Fonte Nova.

“Nós esperamos que o torcedor compareça, lote o estádio e nos ajude a confirmar esta vaga na semifinal”, completou.

Brasil quer derrubar Uruguai nas eliminatórias


Juntos, eles já fizeram 47 gols pelo Barcelona no atual Campeonato Espanhol. Uma parceria de sucesso que passou por cima da rivalidade entre Brasil e Uruguai e não limitou-se às quatro linhas. Na festa do retorno de Suárez à Celeste após quase dois anos de suspensão, às 21h45, em Recife, o amigo Neymar será anfitrião, mas não pretende fazer as honras da casa.

O camisa 10 da Seleção só pensa em encerrar o jejum com a Amarelinha. Ele ficou de fora dos dois primeiros jogos das Eliminatórias para a Copa de 2018 por conta da suspensão que recebeu na Copa América do ano passado e passou em branco nas partidas contra Argentina e Peru.

copa america
Foto: divulgação

O craque não balança as redes pela seleção brasileira desde o dia 8 de setembro, quando entrou no segundo tempo e guardou dois no amistoso contra os EUA.

Se Neymar não marca há mais de seis meses com a Amarelinha, Suárez sequer veste a Celeste há quase dois anos. A fatídica mordida no italiano Chiellini, na última partida da primeira fase pelo Grupo D da Copa de 2014, rendeu um gancho de nove jogos com seleção hermana, pela qual ele não atua desde 24 de junho de 2014.

De lá para cá, Súarez foi contratado pelo Barcelona e passou a formar o mais poderoso trio de ataque do mundo, juntamente com Neymar e Messi. Os dois primeiros ganharam mais prestígio na Espanha depois de conseguirem manter o time no caminho das vitórias enquanto Messi ficou afastado por lesão.

Logo mais, o entrosamento da dupla terá que ficar fora do campo e a rivalidade entre Brasil e Uruguai voltará a permear o relacionamento entre eles. Tudo, porém, na medida certa e sem mordidas.

“Estávamos falando que um sentiria falta do outro durante o aquecimento. Formamos uma grande amizade, eu, o Suárez e o Messi. Além de dar certo dentro de campo, demos certo fora também. Dentro de campo as coisas fluem, um quer ajudar o outro. Respeito muito meu amigo Suárez, mas quero vencê-lo e vou fazer de tudo para que minha equipe possa vencer”, disse Neymar, logo após o treinamento na Arena Pernambuco.

Curiosamente, a Seleção fará sua estreia no estádio, enquanto os uruguaios já atuaram lá duas vezes durante a Copa das Confederações de 2013.

Napoli renova com Higuaín até 2020 e estabelece multa de R$ 433 milhões


napoli
Foto: divulgação

Ao ver o argentino Gonzalo Higuaín virar alvo de gigantes do futebol europeu, o Napoli tratou de se apressar para segurar o argentino. Para não perder o atacante, clube italiano renovou seu contrato até 30 de junho de 2020, com direito a novo salário e uma multa contratual pesada. A informação é do jornal Corriere dello Sport.

Agora, Higuaín passará a receber 7,5 milhões de euros por temporada (R$ 30,9 milhões). Já a multa rescisória do contrato pulou para 105 milhões de euros (R$ 432,9 milhões).

A temporada 2015/2016 tem sido boa para Higuaín. Ele é um dos líderes do Napoli, vice-líder do Campeonato Italiano. Com 29 gols, é o artilheiro da competição, um destaque que o colocou na mira do Bayern de Munique e do Manchester United.

 

Botafogo: Luiz Ricardo fora por duas rodadas


Após a segunda-feira de folga o elenco do Botafogo se reapresentou na manhã desta terça-feira, em General Severiano, para iniciar a preparação para o clássico do próximo domingo, às 16h (de Brasília), contra o Vasco em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela terceira rodada da Taça Guanabara, segunda fase do Campeonato Carioca. O técnico Ricardo Gomes, porém, entrou em campo com o pé esquerdo, pois foi avisado de que perdeu um importante titular para esse compromisso. Trata-se do lateral-direito Luis Ricardo, vetado pelo departamento médico após se submeter a um exame de imagem.

Papel-de-Parede-do-Botafogo

Luis Ricardo foi substituído no início do confronto com o Madureira, com triunfo botafoguense por 1 a 0. O jogador deixou o gramado reclamando de dores na coxa direita e o exame, que teve o resultado divulgado apenas nesta terça-feira pela manhã, acusou uma lesão no músculo adutor. Assim, ele está vetado para o clássico contra o Vasco e para a partida seguinte, diante do Volta Redonda, em 30 de março.

Diante do Madureira Ricardo Gomes optou por improvisar o meia Octavio no setor e o jogador teve um bom desempenho. Diego, que é jogador da posição e foi titular em algumas oportunidades, não havia sido relacionado no domingo e por isso mesmo pode-se dizer que a disputa está em aberto. No treino desta manhã de terça-feira Octavio largou na frente e trabalhou entre os titulares, mas se mantiver a coerência em relação a situações parecidas do passado, o treinador também deverá testar Diego ao longo da semana.

 

“Estou sempre preparado para ajudar o Botafogo e o Ricardo Gomes no que ele precisar. Ainda bem que consegui ter um bom desempenho diante do Madureira, mas o fundamental para mim é o time continuar rendendo bem dentro de campo”, avisou Octavio.

“Infelizmente perdemos um jogador importante como o Luis Ricardo, mas o nosso time é muito bem montado e vai saber assimilar isso. O Diego vem treinando muito bem e o Octavio mostrou seu potencial contra o Madureira. Um bom problema para o Ricardo Gomes decidir”, disse o volante Bruno Silva, autor do gol diante do Madureira.

Nesta terça-feira os jogadores participaram de uma atividade tática, mas em um clima de tranquilidade. O atacante Juan Salgueiro, por exemplo, levou o filho Emiliano, com quem brincou depois da atividade. Nesta quarta-feira os jogadores voltam a trabalhar na parte da manhã.

Fora de campo o departamento jurídico vai entregar até quinta-feira ao presidente Carlos Eduardo Pereira parecer sobre o pedido de exclusão do ex-presidente Maurício Assumpção do quadro social por conta de supostas irregularidades em sua gestão. De posse desse documento, uma comissão formada por três associados, e montada desde outubro por Pereira, vai tomar uma decisão sobre o caso.

Nenê está em alta no Vascão


vasco

A boa fase de Nenê pelo Vasco pode ser comprovada em números. O camisa 10 cruzmaltino lidera nada menos do que cinco fundamentos nas estatísticas do Campeonato Carioca, com a curiosidade de, por exemplo, ter o maior número de finalizações certas e erradas.

O meia tem ainda mais assistências junto a Luis Ricardo, do Botafogo (4), cruzamentos certos (18) e dribles certos (8).

No caso das finalizações certas, chama a atenção a disparidade em comparação aos segundos colocados Gegê (Botafogo) e Gustavo Scarpa (Fluminense): 21 contra 13.

Com cinco gols, Nenê também é o segundo colocado no quesito assistências para finalizações e lidera um fundamento negativo: o de perda de posse de bola.

Técnico do Vasco, Jorginho ressaltou a contribuição que o esquema da equipe tem para esse bom momento do meia.

“O sistema é todo montado para que ele contribua. O Nenê é um jogador muito qualificado tecnicamente e seria uma burrice se as jogadas não passassem pelos pés dele. O mais importante é que ele busca o jogo e está sempre próximo da bola. Isso faz toda a diferença”, frisou.

Nenê concorda e destaca a obediência tática do elenco desde o fim de 2015.

“Nós entendemos o que ele queria desde o ano passado. Conseguimos manter a base, a intensidade, e cada jogo é uma final. Isso está sendo um trabalho muito bom. É uma soma de fatores. Ter essa consciência, a união no vestiário também é muito grande e isso faz a diferença”, disse o jogador ao Esporte Interativo.