DTE/Conquista prende no mesmo dia três traficantes universitários


Os estudantes Joel de Moraes Brandão Neto, 25 anos, Vinícius de Souza Aguiar, 29, e Elias Edson da Silva Júnior, 26, foram presos ontem (22), pela Operação Festival Sem Drogas, da Delegacia Especial de Repressão a Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior de Vitória da Conquista. Neste final de semana a cidade recebe o Festival de Inverno, evento que reúne centenas de turistas, e também uma circulação maior de drogas.

Com os estudantes de engenharia Joel e Vinícius foram encontrados grande quantidade de maconha pronta para comercialização, balanças para pesar droga, embalagens e dinheiro. Eles foram encontrados no bairro de Candeias, em um apartamento numa rua bastante movimentada por bares e restaurantes em Conquista.

3
Fotos: Alberto Maraus

2A operação seguiu em busca de mais criminosos, e encontrou no apartamento de Elias, que é universitário do curso de direito, mais uma grande quantidade de maconha, uma balança, celulares, dinheiro e embalagens. A casa onde ele guardava todo material fica localizada no Centro da cidade. Em seguida os policiais seguiram para o bairro Renato Magalhães e efetuou a prisão também por tráfico de drogas de Marcos Santos Cardoso, 32. A polícia apura se ele possui ligação com os universitários.

Informações preliminares direcionam para a participação de Marcos, que tem passagem pela polícia por tráfico de drogas, formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores, como distribuidor dos materiais para outros criminosos na região. Com ele a polícia encontrou grande quantidade de cocaína, crack, balança, embalagens, celulares, dinheiro e um veículo modelo Punto. Segundo a investigação, ele integra uma organização criminosa em Conquista, responsável pelo tráfico, roubos e homicídios na cidade.

Segundo o delegado titular da DTE/Vitória da Conquista, Neuberto Costa Souza, os criminosos, a princípio, não tinham ligações um com o outro. “Após apuração chegamos nos quatro criminosos, cada um em sua localidade. Nesse período de festa eles se preparam pois aumenta a procura por drogas”, ressaltou. Ele também informou que as ações de inteligência continuarão sendo realizadas até o final do festival.