Flávio Campello


Ele é o atual campeão do Carnaval Paulista, pela Acadêmicos do Tatuapé. Em março, último, mudou-se para a Acadêmicos do Tucuruvi. Flávio foi reverenciado com o prêmio do troféu nota 10 do ‘Diário de SP’ como o melhor carnavalesco do ano. Ele possui vasta experiência em carnavais das cidades do Rio de Janeiro, Vitória, Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo. Para 2018, o carnavalesco prepara o enredo “Uma noite no museu” e garante “o enredo é uma aposta, um sonho de uns 5 anos, e a Tucuruvi me deu a chance de transformar em realidade”. Flávio recebeu gentilmente a reportagem do Blog Carvalho News e falou sobre carnaval, a profissão de carnavalesco, seu dia a dia e muito mais! Que tal conhecer melhor esse grande vencedor?

IMG-20170525-WA0004
Flávio Campello Fotos: divulgação
Blog Carvalho News – Como iniciou a sua relação com o carnaval?
Flávio Campello – Tudo começou ainda na infância, quando eu acompanhava meus pais na quadra e barracão da Imperatriz, pois ambos sempre foram fascinados pelo carnaval e pelo desfile das escolas de samba, e eram envolvidos no carnaval. Eram foliões natos… verdadeiros apaixonados pelo carnaval.
Blog Carvalho News – Há alguma diferença entre o carnaval do Rio de Janeiro e o de São Paulo?
Flávio Campello – Hoje não consigo enxergar uma diferença… ambos apresentam belíssimos espetáculos…
CN – Qual a sua formação acadêmica?
Flávio Campelo – Sou formado em artes cênicas, e história. Duas paixões realizadas.
CN – O que é necessário para se tornar um carnavalesco de sucesso?
Flávio Campelo – Sem dúvidas, ser um apaixonado pelo carnaval, viver o carnaval o ano inteiro, sempre buscando inspirações em todas as manifestações de arte. Precisa amar o que faz…
CN – Qual a sua inspiração para a criação de um enredo?
Flávio Campelo – As inspirações surgem assistindo um filme, documentário, lendo algum livro, revistas, jornais, às vezes até ouvindo uma música. Tudo em nossa vida pode ser carnavalizado…
flaviodivulgação
CN – Qual a função de um carnavalesco numa escola de samba?
Flávio Campelo – Hoje a maior função de um carnavalesco é a de um diretor e produtor de espetáculo. Precisamos ter noção do roteiro, criação, execução e produção e coordenação de equipes que fazem parte da produção desse espetáculo… Considero o carnavalesco um diretor geral e produtor dessa maior festa popular do mundo…
CN – O que mudou em sua vida, após a conquista do Carnaval de São Paulo de 2017?
Flávio Campelo – O título é a maior de todas as realizações. Pois todos nós trabalhamos o ano inteiro em busca do resultado, da perfeição… o titulo coroa o nosso trabalho e nos inspira a continuar.
CN – Como é o dia a dia de um carnavalesco?
Flávio Campelo – Acordar e dormir pensando no projeto, no barracão, no atelier… pois essa é a missão! Vivemos 24 horas por dia em prol desse sonho, e buscando maneiras de realizarmos esse sonho…
CN – Quais os profissionais que influenciaram seu trabalho ao longo dos anos?
Flávio Campelo – Sem dúvidas, a professora Rosa Magalhães. Lembro do desfile do Salgueiro, de 1990, e achei aquele desfile lindo. E a partir desse desfile eu passei a acompanhar o trabalho da Rosa, e ficava torcendo para um dia vê-la na Imperatriz, e não demorou muito, em 1992, aconteceu. Desde então, passei a me inspirar no trabalho da mestra. Além da Rosa, temos tantas outras referências… Renato Lage, Max Lopes, Joaozinho 30, Ney Ayan, Fernando Pinto, Viriato Ferreira… na atualidade, Alex de Souza, Paulo Menezes, Paulo Barros, Alexandre Louzada…Todos profissionais que merecem o nosso respeito!
IMG-20170525-WA0001
CNPode adiantar algo sobre a Acadêmicos do Tucuruvi em 2018?
Flávio Campelo -Pra começar, a realização de um sonho… o enredo é uma aposta, um sonho de uns 5 anos, e a Tucuruvi me deu a chance de transformar em realidade.
Já estamos a todo vapor no barracão das alegorias e no atelier das fantasias… tudo está fluindo de uma forma feliz e natural. Acredito num desfile imponente, pois é um enredo muito rico em possibilidades. E isso me fascina! Estou numa fase muito feliz…
CN – O que costuma fazer nos períodos de folga?
Flávio Campelo – Gosto muito de ir ao cinema, teatro, museus… nas férias, uma boa viagem para renovar as energias e voltar 100%….