Hipertensos e diabéticos são maiores alvos das doenças renais


O Dia Mundial do Rim é celebrado na data de hoje, 14/3, servindo de alerta para a importância de manter a saúde deste órgão responsável por filtrar substâncias tóxicas no organismo. De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), um em cada dez adultos sofre com problemas renais crônicos.

O nefrologista Mario Ernesto Rodrigues, membro do comitê de Diálise Peritoneal da Sociedade Brasileira de Nefrologia esclarece “os rins são compostos por vários glomérulos, que são pequenos filtros. Nas doenças renais, os pacientes perdem essas estruturas e, consequentemente, a funcionalidade do rim é prejudicada.

Segundo Rodrigues, a doença renal crônica possui cinco fases. A quinta e mais grave é a que faz com que o paciente necessite de diálise e transplante. Pessoas com diabetes ou hipertensão apresentam mais chances de desenvolver doença renal e por isso precisam, obrigatoriamente, acompanhar o funcionamento dos rins, já que a doença só apresenta sintomas quando está na fase mais grave.

“Quem possui casos de doenças renais graves na família também devem ficar atentas. Indicamos sempre a realização dos exames, que são simples. Com eles, é possível descobrir a doença no começo — orienta Ana Beatriz Barra, nefrologista e gerente médica da Fresenius Medical Care.