Histórias de ETs


Conheça alguns relatos de aparições que ocorrem em terras brasileiros.

Pânico no céu

“Um tripulante de um avião comercial brasileiro, em voo noturno, rota São Paulo/Teresina relatou que a tripulação passou um tremendo aperto diante da súbita aparição de algo do formato de uma arraia gigante ( mais de 100 m de envergadura) que chegou a menos de 100m de teto do avião. O Centro Integrado de Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA) não detectou o objeto e a tripulação foi aconselhada a ficar de boca fechada. Ele então desabafou num blogspot onde sua identificação não é clara. Identifiquei de forma detetivesca o nome completo do tripulante, companhia, horário e tudo mais, mas ele morre de medo de perder o emprego e o CMA, certificado médico aeronáutico”

 Antônio Francisco do Carmo

ilustração disco voador
Fotos ilustrativas

 

Olhem para o céu

“Numa tarde de verão de 1998, estava numa praça da localidade de Mar Grande na Ilha de Itaparica, na Bahia. Era por volta de umas 16h30, talvez mais um pouco, quando meu irmão Ricardo, que estava comigo e alguns amigos sentados nesta praça e, de repente, meu irmão se levantou e me chamou sorrateiro e falando baixo no meu ouvido: ‘André, eu acho que estou vendo um disco voador’. No momento não me preocupei, mas como ele tinha me chamado reservadamente, então lhe perguntei: onde?. Ele apontou para o horizonte sobre a copa de vários Iotizeiros gigantes, e lá ao fundo, bem distante havia algo que se assemelhava há uma nuvem solitária. Considerando a distância que a aparente nuvem se encontrava então considerávamos algo realmente gigantesco. Pois bem, eu olhava, olhava, olhava e aquela aparente nuvem não se mexia mas de repente ela começou a se movimentar lentamente em diversas direções, o que me fez realmente crer ser um OVNI. O que me chamou atenção também é que acontecia um fenômeno engraçado quando observávamos, simplesmente quando olhávamos direto para o objeto, ele sumia, mas quando olhávamos levemente para os lados, víamos claramente o seu contorno, e não mais uma aparente nuvem. Eu fiquei em êxtase com meu irmão e até chamei alguns dos amigos para ver também, mas eles acharam que se tratava de uma brincadeira e não se importaram. Esta observação durou aproximadamente uns 2 minutos, quando de repente o objeto veio numa velocidade incrível na nossa direção passando por cima da gente, e neste momento, até os nossos amigos viraram rapidamente a cabeça tentando acompanhar o movimento por ter percebido um vulto passar pelo céu de Mar Grande em uma velocidade que nem sei mensurar ou comparar com algo da terra. Foi uma grande experiência, mas não foi a única.”.

André Rocha      

disco voador gigante

 

 O dourado reluzente

“Tive muitos aviltamentos. O primeiro deles é um dos mais interessantes que presenciei. Foi a curta distância quando vi um objeto no formato esférico todo dourado reluzente com alguns metros de diâmetro flutuando bem silenciosamente o sobre à casa da minha vó na época no interior do Paraná era uma região sem luz sem energia elétrica em nada então era tudo escuro e eu tinha saído de casa para urinar na frente de casa aquela casinha longe da casa principal. Quando me virei para voltar para casa, avistei um objeto que estava em cima da casa de minha vó e ficou um tempo parado, depois sumiu numa velocidade muito alta em direção ao céu e daí desapareceu”.

Jackson Luiz Camargo