Ilhéus: fiscalização orienta comerciantes da Praia do Cristo


Fiscalização ocorreu na praia do cristo, em Ilheus. Foto Sedic Ilheus (1)
Fiscalização ocorreu na praia do cristo. Foto Sedic Ilheus

 

Uma força tarefa composta por funcionários do Serviço de Vigilância Sanitária da secretaria de Saúde (Sesau), da Fiscalização de Posturas da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Sema), acompanhada pelo secretário municipal de Indústria e Comércio, Roberto Garcia, realizou vistorias em pontos de vendas de alimentos e bebidas disponibilizados na Praia do Cristo, região central de Ilhéus. Segundo Garcia, o trabalho, realizado no último domingo, 6 de fevereiro, faz parte dos esforços para capacitar os comerciantes que atuam na orla do município.

O secretário informou que, dessa vez, não foi realizada apreensão ou aplicada multa aos comerciantes que tiveram problemas com armazenagem ou manipulação verificados naquela vistoria. “A nossa intenção, desde o ano passado, tem sido de orientar, capacitar, justamente para estimular a adequação desses trabalhadores e evitar penalizações”.

Durante a fiscalização, os agentes verificaram as condições em que alimentos e bebidas estavam armazenados e o modo de como os comerciantes manipulavam os alimentos, principalmente aqueles frescos, como pescados e frutos do mar. O secretário de Indústria e Comércio, Roberto Garcia, aalerta que está proibida, à beira mar, a comercialização de espetos para churrasco, assim como de bebidas em garrafas de vidro.

Reconhecimento – Esse trabalho de orientação prévia e fiscalização aos ambulantes têm sido realizado desde o ano passado, cujo projeto motivou a indicação do prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, à classificação para fase final do 9º Prêmio Prefeito Empreendedor, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae).

Roberto Garcia acrescenta que, nesse contexto de estímulo ao empreendedorismo, soma-se o esforço da administração municipal em formalizar essa categoria de trabalhadores. Até o ano passado, mais de 5 mil pequenos comerciantes já possuíam CNPJ no município.