Itabuna: Projeto Empreender deverá capacitar 700 pessoas


As aulas da segunda etapa do Projeto Empreender iníciaram na semana passada a, que destina cursos profissionalizantes às pessoas inscritas no Cadastro Único, principalmente os beneficiários do Bolsa Família e demais programas sociais executados pela Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Assistência Social. As aulas que são ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) acontecem na Unidade Móvel da instituição de ensino, instalada na praça Camacan, centro da cidade.

De acordo com a SAS, os primeiros cursos a iniciarem as aulas foram Confeitaria Básica (matutino) e Panificação Básica (vespertino). Ao informar que cada curso terá uma carga horária de 60 horas e que cada turma contempla até 20 alunos, a secretária Sandra Neilma comemorou o início das aulas e destacou a importância do projeto que visa gerar oportunidades de emprego e renda, promovendo a autonomia dos beneficiários dos Programas Sociais, a exemplo do Bolsa Família.

O Projeto Empreender deverá capacitar em torno de 250 pessoas neste primeiro momento e mais de 700 pessoas até o fim de 2019, deixando-as aptas para o mercado de trabalho ou para abrirem seus próprios negócios. Além das turmas já iniciadas, o projeto ainda formará profissionais aptos à produção de Pães Especiais: massa doce, Pães Especiais: massa salgada, Auxiliar na fabricação de pizzas, Produção de Salgados e Folhados, Produção de Sequilhos e Petit four.

De acordo com a diretora do Departamento de Combate à Pobreza, Carol Suzart, a carreta instalada na praça Camacan seguirá para outras localidades após a finalização de cada ciclo de 3 meses. Ela informa que ainda há vagas para algumas turmas que ainda não tiveram início. As inscrições podem ser realizadas apenas pela internet, através do link: https://www.even3.com.br/empreender_bolsa_familia_itabuna, até o dia 10 de maio. Os inscritos terão que entregar xerox (RG, CPF, NIS, Comprovantes de Residência e Escolaridade) no 1º dia do curso.