Itapé: Controladoria identifica fraudes no Bolsa Família


Uma auditoria da Controladoria-geral da União (CGU), no programa social Bolsa Família, divulgada na última quinta-feira 04, revelou fraude em cadastros em quase todos os municípios do sul da Bahia, com data base inicial de revisão de outubro de 2016. Para se ter uma idéia, na Bahia, Na Bahia, 55.675 famílias tiveram o cadastro cancelado. Em Itapé, segundo o levantamento, 34 benefícios foram fraudados nos últimos anos. Itapé têm atualmente 1.756 famílias recebendo o bolsa família.

A Prefeitura Municipal tem ajudado o governo federal no envio de informações e no aumento do número de cadastros do Cadunico, o que agiliza na identificação de fraudes.

Após o cancelamento dos cadastros fraudulentos, agora o CGU investiga quem são exatamente às 34 famílias que recebiam o benefício irregularmente. O governo federal promete acionar os beneficiários legalmente, pedindo a devolução do valor acumulado e a impossibilidade de retornar ao programa.

Para chegar a esses números, a CGU comparou a renda registrada em outras bases de dados oficiais, como a do Imposto de Renda e o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), com as que foram declaradas no Cadunico.

O Bolsa Família foi criado em 2003 para atender famílias em condições de extrema pobreza. Tem direito ao benefício a família que tem renda de R$ 170 por pessoa. Algumas famílias apontadas na fiscalização de forma geral da CGU tinham renda de mais de R$ 1.900 por pessoa.

fraude bolsa familia

Outros municípios da região também caíram na malha fina da CGU que encontrou irregularidades em cidade como Almadina (53), Aurelino Leal (61), Arataca (68), Barro Preto (57), Buerarema (67), Camacan (154), Canavieiras (127), Coaraci (147), Floresta Azul (42), Ibicaraí (117), Ibirapitanga (62) e Itacaré (106), Itajuípe (65), Itapitanga (40), Jussari (51), Mascote (58), Pau Brasil (52), Santa Luzia (52), Ubatã (46), Una (119), Uruçuca (98) e Ubaitaba (75).

Acesse o relatório na íntegra

Acesse os dados por Município

Fonte: Itapé Notícias