Itapé: presidente da Camara de Vereadores é acusado de falsificação


O ambiente político na cidade de Itapé (BA) está ainda mais tenso. No último dia 20 de julho, o juiz Murilo Staut, da 1ª Vara Criminal de Itabuna, decretou que o presidente da Câmara de Vereadores de Itapé, Nilton Rosa Pinto, mais conhecido como Neguinho de Maria Rosa fosse afastado do mandato por 120 dias por suspeita de falsificar a assinatura do primeiro secretário da Casa, Cledson Gomes Alves, o Pocado, em cheques. A ação foi solicitada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA).

De acordo com informações do MP-BA, foram dois cheques, sendo um no valor de R$ 2.400,00 e outro de R$ 2.480,00, ambos  repassados a terceiros. A fraude teria sido descoberta após o primeiro secretário ser procurado por populares com o cheque devolvido. (Foto: ilustrativa)