Maria da Penha inaugura sede do IMP


A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco (Seteq) abre as portas, nesta quinta-feira, 05/09, para receber, de forma inédita, a primeira unidade do Instituto Maria da Penha (IMP) do Estado,  um espaço que visa acolher, orientar e também inserir a mulher vítima da violência doméstica no mercado de trabalho. A promessa de abertura da sede foi anunciada pelo secretário Alberes Lopes à co-fundadora do IMP, Regina Célia, no dia 2 de julho passado. E o sonho está se tornando realidade nesta semana, em evento para convidados às 14h30, no mesmo prédio onde se localiza a pasta estadual, na Avenida Marquês de Olinda, 150. O IMP do Recife será o segundo do Brasil. O primeiro funciona atualmente em Fortaleza (CE).

A cerimônia em Pernambuco será prestigiada pela própria Maria da Penha, que inspirou uma das principais leis do País de combate à violência doméstica contra as mulheres após sobreviver a duas tentativas de homicídio, cujo protagonista, na época, foi o próprio marido. Também estarão presentes no evento a vice-governadora do Estado, Luciana Santos, bem como representantes da sociedade, da Polícia Civil e da Justiça estadual que apoiam o enfrentamento dos abusos contra as mulheres. Nomes ilustres como o de Luíza Brunet e Edna Vasselo Goldoni, presidente do Instituto Vasselo Goldoni, são aguardados na nova sala que ocupa o segundo andar do prédio da Seteq.

Segundo o secretário Alberes Lopes, a demanda da sede foi atendida após uma solicitação da deputada estadual Gleide Ângelo e da própria Regina Célia, concretizando-se após um processo de consulta à assessoria jurídica da Seteq. Até então, o Instituto Maria da Penha em Pernambuco não tinha um espaço físico para atender ao público alvo.

Em reunião de trabalho com o secretário Alberes Lopes, Regina Célia ressaltou o papel do IMP na conscientização sobre a violência contra a mulher, por meio do recrutamento de voluntários. O público-alvo são servidores públicos, setor privado/corporativo, meio acadêmico, comunidades e até mesmo crianças, que são as vozes e os influenciadores do amanhã.