Miguel, Gabriel e Rafael: os Arcanjos


Viviane Barcellos

Religioso ou não, com certeza, você já deve ter ouvido falar nos arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael. Cristãos, judeus e até os islãos rendem a eles homenagens. Cada um deles é reconhecido como integrantes dos sete espíritos puros de Deus. O arcanjo Miguel, ou São Miguel para os católicos, é o ‘anjo do arrependimento e da justiça’. Em hebraico, o significado de Miguel seria equivalente a “aquele que é similar a Deus”. Este arcanjo é considerado o padroeiro dos fuzileiros navais, marinheiros, motoristas de ambulância, paramédicos, policiais, paraquedistas, radiologistas e da Santa Igreja Católica Apostólica Romana.

De acordo com a descrição bíblica, o Arcanjo Miguel também é líder de exércitos celestiais de anjos, que defendem as pessoas das ações do demônio, sendo este manifestado através do ódio, da mentira e da violência.

São Gabriel, ou arcanjo Gabriel, é o anjo da anunciação. Atualmente, ele é considerado o padroeiro dos serviços de telecomunicação, dos mensageiros e dos correios. Este arcanjo seria o responsável por trazer importantes notícias e revelações de Deus para os seres humanos. De acordo com a Igreja Católica, a palavra “Arcanjo” é um título que significa “Anjo Principal”, ou seja, são os principais mensageiros de Deus.

Aliás, nos relatos bíblicos, o Arcanjo Gabriel é descrito como o mensageiro que anunciou a gravidez de Maria, que carregava em seu ventre o Messias, Jesus Cristo.

São Rafael, ou arcanjo Rafael é considerado o “anjo da Providência”.Etimologicamente, Rafael é formado pela junção do termo hebraico rafa, que significa “cura” e El, que quer dizer “Senhor” ou “Deus”, formando o significado de “Cura de Deus” ou “Curador divino”.

De acordo com as escrituras bíblicas, Rafael teria sido o único anjo a assumir a forma de um ser humano e viver entre os mortais durante alguns meses. São Rafael Arcanjo é o líder de todos os anjos da guarda, e é tido como o principal guardião da saúde e do bem-estar.

Em todo 29 de setembro, homenageamos esses representantes de Deus. Em tempos tão complicados como os que vivemos atualmente. É necessário fortalecer ainda mais nossa fé, bem como, nos apegarmos a tudo que seja positivo e possa nos fazer bem.

Viviane Barcellos é psicóloga graduada pela Universidade Federal da Bahia