Mostra DeAaZ Decor apresenta Quarto Montessoriano


Um quarto Montessoriano está em exposição na Mostra DeAaZ Decor, no Paço Alfândega, até o dia 27 de maio. Quem assina o ambiente são as arquitetas Malu Carvalho, Cyntia Luna, Almides Mendes e Vanessa Almeida.

O ambiente foi preparado para crianças desde o nascimento e durante a primeira infância. A proposta é permitir que o espaço seja vivenciado com liberdade. O principal objetivo é proporcionar acesso livre às descobertas, onde tudo esteja ao alcance, dando oportunidades adequadas para desenvolver a independência e autonomia.

Tudo acessível com aconchego e muita segurança. Um dos aspectos primordiais é a ausência do berço ou camas altas. Assim, as arquitetas utilizaram colchões num tablado no chão para que a criança possa se deitar e se levantar quando quiser.

Há um cantinho de atividades com uma árvore em Madeira Pinus, sustentável, elemento lúdico que permite a interação da criança, além da mesa e banquinhos e quadro negro com papel de parede que escreve com giz de cera. Há ainda o cantinho de leitura, com cabaninha e livros pendurados ao alcance da criança.

A proposta traz ainda nichos com brinquedos dispostos de forma que a criança possa pegá-los à vontade, uma cômoda que serve também como trocador e armário para pendurar as roupinhas. Nas paredes, um papel de parede pintável, onde a criança pode colorir e exercitar sua criatividade.

O espelho em forma de casinha serve para que a criança possa se conhecer e entender que é uma pessoa distinta da mãe. Assim, ao se enxergar, começa a se reconhecer como indivíduo, auxiliando no desenvolvimento da autonomia e da força de vontade.

Fixada abraçando o espelho temos a barra montessoriana com objetivo que o bebê se apoie para ficar de pé e começar a andar.

O Quarto Montessoriano foi totalmente pensado para a criança e não para o adulto. Onde o objetivo é oferecer um lugar com móveis e objetos na altura dos olhos da criança para que possa desenvolver a autonomia e liberdade com segurança para que ela sinta-se a vontade para explorar o espaço.