Nuvem de gafanhotos se aproxima e pode chegar no Brasil


A nuvem de gafanhotos que se movimenta em território argentino já está a apenas 130 km de distância do Brasil e do Uruguai, informou o país vizinho nesta quarta-feira.
O chefe do serviço de monitoramento da Argentina, Héctor Medina, publicou em seu Twitter um mapa que mostra a região ameaçada pela nuvem. De acordo com um estudo do governo argentino, os insetos podem viajar até 150 km por dia – logo, podem chegar no Brasil ainda próximas 24 horas.
Segundo Medina, “neblina e baixas temperaturas” podem influenciar na velocidade de chegada dos insetos.