Itabuna: SAS realiza atendimento por agendamento para o Cadastro Único


A Secretaria Municipal de Assistência Social de Itabuna segue realizando atendimentos por agendamento, como forma de dar continuidade aos serviços disponibilizados para o cidadão, sobretudo aqueles de baixa renda. Para as pessoas que necessitam de atendimento relacionado ao Cadastro Único (CAD Único), o atendimento está sendo feito por agendamento, das 08 às 14 horas.

O serviço está sendo disponibilizado para pessoas que estão com dificuldades no cadastro quando se trata de nascimento, óbito, inconsistências no Cad, tarifa social/Coelba para quem já tem CAD, NIS para escola, além de informações sobre o Auxílio Emergencial. Mais detalhes podem ser obtidos pelos telefones (73) 9 9964-0667 / 9 8119-5848.

Ilhéus: bloqueios nas rodovias de acesso começam hoje (13)


A Prefeitura de Ilhéus inicia na noite desta segunda-feira (13) a ação de bloqueio em rodovias de acesso ao município e rondas noturnas na cidade, por meio da atuação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente durante um período de 8 dias, das 21h às 5h, em conjunto com órgãos de fiscalização. Essa medida restritiva adotada pelo município, tem como objetivo evitar a disseminação do vírus na região, a contribuir com a prevenção e contingenciamento à Covid-19.

“Todos sabemos sobre o cenário Covid-19 de cidades vizinhas e na região sul, por isso, se faz necessária essa medida restritiva com o objetivo de diminuir a circulação do vírus na nossa cidade. Conto com a consciência e colaboração de cada cidadão para que não saia de casa sem necessidade, principalmente das 21h às 5h, a fim de contribuir com a proteção da própria saúde e de todas as pessoas”, destacou o prefeito Mário Alexandre.

Para o bloqueio em rodovias, integram a fiscalização efetivos da Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade de Ilhéus (Sutram), a Guarda Civil Municipal (GCM), as 68ª, 69ª e a 70ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPM). Já para as rondas na cidade, além da PM, Surtam e GCM, fiscais de posturas, fiscais ambientais e a Companhia Independente de Policiamento Ambiental (Cippa) colocarão suas equipes nas ruas para o monitoramento.

Gilmar Mendes critica omissão do Exército em relação a pandemia do coronavírus no Brasil


” O Exército está se associando a esse genocídio” declarou o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).  A  declaração foi dada no último sábado. Mendes avalia como não aceitável o vazio no comando do Ministério da Saúde em meio à pandemia de coronavírus e afirmou que, se o objetivo de manter um militar à frente da Pasta é tirar o protagonismo do governo federal na crise. O Brasil ultrapassou 1,8 milhão de casos confirmados de Covid-19 e 71,5 mil mortes por conta da doença, segundo o último boletim do consórcio de veículos de imprensa, formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo.

Sem titular desde a saída de Nelson Teich, em 15 de maio, que ficou menos de um mês no cargo após substituir Luiz Henrique Mandetta, o Ministério da Saúde está sob o comando do número dois da Pasta, general Eduardo Pazuello, sem, no entanto, ser efetivado no comando. A experiência do militar está ligada à área de logística e não à saúde.

 Gilmar Mendes fez a crítica quando falou sobre o direito à boa governança. Ele participou de uma live promovida pela revista Isto É no sábado, na qual estavam também Mandetta e o médico Drauzio Varella.

– Não podemos mais tolerar essa situação que se passa no Ministério da Saúde. Pode se ter estratégia e tática em relação a isso. Não é aceitável que se tenha esse vazio no Ministério da Saúde. Pode até se dizer: a estratégia é tirar o protagonismo do governo federal, é atribuir a responsabilidade a estados e municípios. Se for essa a intenção é preciso se fazer alguma coisa. Isso é ruim, é péssimo para a imagem das Forças Armadas. É preciso dizer isso de maneira muito clara: o Exército está se associando a esse genocídio, não é razoável. Não é razoável para o Brasil. É preciso pôr fim a isso – disse o ministro do STF.

Mendes, que disse na live estar em Portugal, citou que o Brasil está com a imagem ruim no exterior.

– Acho que, de fato, somos uma nas maiores nações do mundo. Vejo aqui em Portugal toda hora notas ruins em relação ao Brasil e em relação ao nosso processo civilizatório. É altamente constrangedor, as pessoas perguntam o que conteceu com o Brasil – disse, completando: – Agora, o Brasil é muito mal visto.

Mandetta reclamou do que chamou de aniquilação do Ministério da Saúde e afirmou que a União é a grande ausente na pandemia.

– Eu disse a eles: troquem o ministro, mas não troquem o corpo técnico porque ele é muito bom. Mas, parece que, na minha sucessão, trocaram metade e, depois, trocaram absolutamente todo o corpo ministerial técnico – disse, afirmando que fala-se sobre as declarações do ex-ministro Sérgio Moro sobre a intervenção na Polícia Federal, mas é preciso falar sobre a ingerência no Ministério da Saúde: – Acho muito importante que averiguemos a ingerência na Policia Federal. Agora, o desmanche do Ministério da Saúde na maior pandemia do século, e não é nem uma interferência, é uma aniquilação do Ministério da Saúde, é uma uma ocupação militar do Ministério da Saúde… Um Exército que, lá atrás, definiu nas suas bases pela ciência e pelo iluminismo não é esse Exército.

O ex-ministro disse ainda que “desligamos as luzes e estamos passando pelas grandes trevas da ciência”.

Vacina contra a gripe será liberada para o público geral em Itabuna


A vacina contra a Influenza e a Gripe H1N1 prossegue em Itabuna com baixa adesão dos grupos prioritários. Vale ressaltar que a Campanha Nacional de Vacinação foi prorrogada várias vezes pelo Ministério da Saúde, mas mesmo assim gestantes, crianças, adultos com idade entre 55 e 59 anos e puérperas não tem comparecido as unidades de saúde para se imunizar contra a gripe.

De acordo com a Coordenação de Imunização da Secretaria de Saúde de Itabuna, a campanha segue até o dia 24, mas a partir de segunda-feira (13) a vacina estará liberada para o público em geral, conforme estoque disponível. A imunização está sendo feita nas unidades de saúde de segunda a sexta-feira. Vale ressaltar que as pessoas devem comparecer a unidade mais próxima a sua casa, levando a caderneta de vacinação. É indispensável o uso de máscaras de proteção e adoção das medidas de segurança, como o uso do álcool em gel e manutenção do distanciamento social.

Itabuna: três lojas foram multadas neste sábado por aglomeração


Fiscais da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, multaram três lojas neste sábado por descumprirem o Decreto 13.738, que proíbe a abertura de estabelecimentos comercias aos sábados e domingos.

De acordo com Edvalado Alves, diretor de Indústria e Comércio, as lojas foram autuadas. “Foram duas lojas de acessórios e uma de confecções”, disse.

A fiscalização acontece desde a quinta-feira, 09, primeiro dia de reabertura do comércio. “Na quinta e na sexta-feira, 10, nosso trabalho foi também de orientação. Pedimos para os lojistas usarem álcool em gel, máscara e evitarem aglomeração nos espaços”, explicou Edvaldo Alves.

Toque de recolher
Na noite de deste sábado,11, fiscais de Indústria e Comércio, Polícia Militar e Guarda Municipal estarão realizando uma blitz para fechar os bares que estão infringindo o Artigo 7, do Decreto N. 13.738 , que determina o toque de recolher das 18h às 5 horas do dia seguinte. “Só é permitido o funcionamento de farmácias e hospitais”, disse Edvaldo Alves.

Ilhéus: prefeitura convoca agentes e entidades culturais para solicitar auxílio emergencial


A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), convoca os agentes e entidades culturais de Ilhéus, sejam pessoas físicas, com CNPJ ou entes despersonalizados  para a realização do Cadastro Municipal de Cultura na plataforma – disponível no link https://cutt.ly/ypdiGmW – da comissão especial exclusiva de análise, acompanhamento e implementação da Lei Federal nº 14.017/2020, para requerimento de auxílio emergencial, nominada Aldir Blanc em homenagem ao músico e compositor que morreu em maio, vítima da Covid-19.

De acordo com o prefeito Mário Alexandre, “o município está a envidar todos os esforços para pleitear ajuda financeira para os segmentos culturais de Ilhéus com o objetivo de minorar os efeitos da pandemia, que atendam aos critérios legais, seja por meio do recurso federal ou municipal do fundo de cultura”.

O Secretário de Cultura e Turismo, Fábio Manzi Júnior,ressalta a importância do cadastramento. “É fundamental que todo o segmento da cultura ilheense efetive logo o seu cadastro, tendo em vista que além de ser o meio de requerimento do auxílio financeiro emergencial, temos um prazo máximo de 60 dias, a partir do recebimento do recurso no fundo de cultura, para realizar a destinação de um milhão duzentos e oito mil reais. A Secult está à disposição para auxiliar o público na realização do cadastro na plataforma,”

Em conjunto com a Secretaria de Assistência Social (SDS), a pasta da Cultura realizará um mutirão de cadastramento nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) a partir do dia 20 de julho, nas unidades de Olivença, do Nossa Senhora da Vitória, do Teotônio Vilela, do Savóia e do Banco da Vitória para garantir o acesso ao cadastro aos agentes que não tem acesso à internet.

Fazem jus à inscrição, todos os artistas, contadores de histórias, produtores, agentes, gestores, técnicos, curadores, oficineiros, professores de escolas de arte e capoeira, grupos, coletivos, espaços, empresas, associações, instituições, cooperativas, manifestações e organizações que integram a cadeia produtiva da Cultura no Município de Ilhéus.

A renda emergencial corresponde ao valor de seiscentos reais e deverá ser pago mensalmente em 3 (três) parcelas sucessivas para pessoas físicas. Já para os agentes culturais com CNPJ ou entidades despersonalizadas, o recurso pode variar de 3 a 10 mil reais.

Do total do recurso federal destinado ao município, 20% deve ser aplicado em editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, de desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária, de produções audiovisuais, de manifestações culturais, bem como para a realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais.

Fiocruz detecta novo vírus que pode gerar nova pandemia no Brasil


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) detectou uma mutação do vírus influenza A H1N2, com potencial pandêmico. O fato ocorreu na cidade de Ibiporã, no Paraná. O anúncio foi feito na última sexta-feira (10), no site oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O vírus costuma circular em porcos e tem potencial para gerar uma nova pandemia. A paciente infectada é uma mulher de 22 anos, que trabalha em um matadouro.

Uma  jovem precisou de atendimento médico após um quadro respiratório complicado no mês de abril. A Fiocruz foi acionada e confirmou a infecção por A H1N2. A paciente está curada e o tratamento foi feito em domicílio.

Ainda não é possível saber se o vírus pode ser transmitido de pessoa para pessoa, segundo a Fiocruz. Até o momento, 26 casos de influenza A H1N2 foram registrados em todo o mundo desde 2005, com um total de três registros no Brasil.

Último dia para solicitar o Auxilio Emergencial


O governo federal  prorrogou por mais dois meses o pagamento deste benefício. O decreto que estabelece a medida foi publicado na edição de ontem, 1º de julho, do Diário Oficial da União. Sobre o valro ficou definido que seria o mesmo pago nas outras parcelas, ou seja, R$600,00. A informação é do Ministro da Economia Paulo Guedes, que também adiantou que seriam mais duas parcelas a serem pagas.

E, se você tem direito ao beneficio mas ainda não solicitou, não perca ais tempo pois a data limite se encerra hoje. Após esse prazo, só será possível solicitar informações e relizar contestações.

Governador do Amazonas, Wilson Lima é alvo da Polícia Federal


O governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima (PSC) é o novo alvo da Polícia Federal. O órgão cumpriu nesta terça-feira (30) mandados de busca e apreensão na casa e no gabinete do chefe de estado.

A ação faz parte da Operação Sangria, que investiga desvio de recursos federais usados no combate à epidemia do novo coronavírus. Além da residência de Lima e da sede de governo, a PF cumpre outros 18 mandados de busca e apreensão e oito mandados de prisão temporária.

Entre os presos está a secretária de Saúde, Simone Papaiz. Ela, no entanto, assumiu o cargo em 8 de abril, após a negociação do contrato sob investigação. Ex-secretária de Saúde de Bertioga (SP), ela entrou no governo pouco antes do pico da epidemia no Amazonas.

Wilson Lima Foto: Diego Peres
Wilson Lima Foto: Diego Peres

Ele é o terceiro governador sob investigação por suspeita de corrupção no uso de verbas para o combate da Covid-19. Wilson Witzel (PSC-RJ) e Helder Barbalho (MDB-PA) já foram alvo de ações semelhantes.

O principal foco da investigação é a compra de 28 respiradores de uma empresa importadora de vinho. Segundo perícia da PF, houve um sobrepreço de 133,67% em relação ao preço de mercado. O valor suspeito de desvio é de até R$ 2,2 milhões.

“Evidenciou-se o direcionamento da compra para empresa cuja atividade era/é a comercialização de vinhos. Os ventiladores mecânicos hospitalares entregues ao estado do Amazonas, pela referida empresa, não possuíam as especificidades técnicas necessárias para a adequada utilização no tratamento médico”, afirma a PF, em nota.

Em nota, o governado do Amazonas afirmou que “aguarda o desenrolar e informações mais detalhadas da operação”. “O governador Wilson Lima, que estava em Brasília para cumprir agenda de trabalho, está retornando para Manaus.”

A operação foi batizada “Sangria” em alusão à importadora de vinhos suspeita de te participado do desvio.

O manejo dos recursos e a gestão da crise da Covid-19 já provocaram a abertura de um processo de impeachment contra Wilson Lima e a criação da CPI da Saúde na Assembleia Legislativa do Amazonas.

O processo de impeachment, no entanto, foi suspenso em 26 de maio pelo Tribunal de Justiça do estado, que acatou o argumento do deputado Dr. Gomes (PSC) de que a tramitação não seguiu o regulamento interno.

O pedido de abertura havia sido feito no final de abril pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), que acusa Lima de crimes de responsabilidade e improbidade administrativa por mau uso de recursos públicos da saúde pública do Amazonas.

Fontes garantem que Bolsonaro quer que Decotelli peça demissão do MEC


A situação do novo ministro da Educação, Carlos Decotelli não anda nada boa. Na noite dessa segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro escreveu em rede social que “Decotelli não pretende ser um problema para a sua pasta, bem como está ciente de seu equívoco”

Apesar de ter recebido a sinalização de que deve permanecer no cargo, o recém-nomeado Decotelli, envolveu-se em uma nova polêmica, o que, para auxiliares presidenciais, tornou sua situação praticamente insustentável.

Em nota divulgada na noite de segunda-feira (29), a FGV (Fundação Getúlio Vargas) negou que o economista tenha sido professor ou pesquisador da instituição. A informação constava em seu currículo, inclusive no texto divulgado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) quando assumiu a presidência do fundo em fevereiro do ano passado.

A nova controvérsia irritou o Bolsonaro, segundo assessores. A permanência de Decotelli à frente da pasta foi debatida na manhã desta terça pelo presidente. Depois da nota da FGV, uma ala do Palácio do Planalto acredita que Bolsonaro pode tomar uma decisão sobre a saída do ministro até o final do dia.