Polícia Federal revela que fraudadores produziam carne com substâncias cancerígenas


O delegado da Polícia Federal responsável pela Operação Carne Fraca, Maurício Moscardi Grillo, afirmou nesta sexta-feira (17/2) que a investigação mostra que a preocupação das duas maiores empresas alimentícias, a JBS e a BRF, era com seus cofres em detrimento da saúde pública da população. A declaração foi dada durante entrevista coletiva sobre a operação em Curitiba.

A Operação envolve ainda outras empresas do ramo no País, segundo o delegado. Há cerca de 40 pessoas jurídicas envolvidas no esquema que incluía venda de produtos vencidos com a embalagem modificada.

“O que interessa para esses grandes grupos é o mercado independente da saúde pública da população. Há uma falsa preocupação das empresas com a sociedade”, disse o delegado. Em outro braço do esquema, grupos criminosos pagavam propina para partidos políticos.

Segundo Grillo, foi identificado envolvimento do PP e do PMDB. Mas, de acordo com ele, essa parte não foi aprofundada porque o foco da investigação era a saúde pública, corrupção e lavagem de dinheiro.

Grillo explicou que os proprietários das empresas se beneficiavam do esquema e estavam dentro da situação, portanto não eram vítimas, mas corruptores. Segundo ele, também estavam envolvidos o ex-superintendente do Ministério da Pesca e da Agricultura no Paraná, o superintende de Goiás e um alto funcionário em Minas Gerais.

No caso da Superintendência de Goiás, Grillo disse que havia facilitação para enviar mercadoria contaminada com Salmonella para o exterior. O delegado disse que havia pedido intervenção nessa fábrica no interior de Goiás, mas que o juiz solicitou que a investigação fosse realizada pelo Ministério da Agricultura.

carnecontaminada2

Itens cancerígenos

A operação Carne Fraca encontrou uma série de irregularidades na fabricação e comercialização de proteínas no País, com investigação concentrada no Paraná, mas também com desdobramentos em outros Estados, como Goiás e Minas Gerais.

A operação apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura em esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos, incluindo grandes empresas como BRF e JBS.

O delegado Moscardi Grillo disse na coletiva que as algumas das empresas investigadas usavam ácido e outros elementos químicos muito acima do permitido por lei para maquiar o aspecto físico de alimento vencidos e estragados. “Alguns são cancerígenos e usados para poder maquiar a característica física”, afirmou Grillo.

Ele disse que estas irregularidades foram encontradas principalmente em frigoríficos menores da Região Sul, mas não só. Ele disse ainda que algumas empresas injetavam água para aumentar o peso da carne.

O delegado afirmou ainda que também foi encontrada carne processada, em que na verdade não havia proteína animal e sim, soja. “Inclusive há uma destas empresas que forneciam merenda escolar no Paraná que não havia carne dentro, era proteína de soja”, disse afirmando se tratar do Frigorífico Souza Ramos.

A Polícia Federal citou ainda casos de Salmonella – bactéria que causa infecção em humanos e pode ser transmitida por alimentos. Neste casos, fiscais do governo federal recebiam propina para liberar a comercialização do produto contaminado. “Encontramos também pagamento de propina para fabricação de proteína em fábricas contaminadas com Salmonella”, afirmou.

Ele disse ainda que contêineres com alimento contaminado, com destino à exportação para Europa, também foram encontrados.

Fonte: A Tarde

IBGE abrirá 26,4 mil vagas temporárias


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi autorizado a contratar por tempo determinado até 26.440 profissionais para atuar no Censo Agropecuário 2017. O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão autorizou o processo seletivo por meio da portaria nº 45 publicada no “Diário Oficial da União”, desta sexta-feira (17).

Segundo o documento, as oportunidades serão para analista censitário (266), agente censitário regional (375), agente censitário administrativo (381), agente censitário municipal (1.285), agente censitário supervisor (4.946), agente censitário informativo (174) e recenseador (19.013). O nível de escolaridade dos cargos não foi divulgado.

ibge

As contratações deverão ser efetuadas por meio de processo seletivo simplificado, observados a ordem de classificação e os critérios e condições estabelecidas pelo Poder Executivo.

O prazo de duração dos contratos deverá ser de até 1 ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de 3 anos. Decorrido o período de 3 anos a partir da divulgação do resultado do final do processo seletivo, não mais poderão viger os contratos firmados com base na autorização da portaria nº 45.

O IBGE deverá definir a remuneração dos profissionais a serem contratados.

Na portaria não há informações sobre a previsão de publicação do edital de processo seletivo.

Grupos estrangeiros desembolsam R$ 3,7 bilhões por quatro aeroportos


Com o leilão dos aeroportos de Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre, realizado na manhã desta quinta na BM&FBovespa, o governo receberá R$ 1,46 bilhão dos lances mínimos, valor que terá de ser pago à vista no momento da assinatura do contrato, e garantiu uma arrecadação de R$ 3,72 bilhões no período da concessão.

O grupo alemão Fraport AG Frankfurt Airport Services arrematou duas ofertas: o aeroporto de Fortaleza (por R$ 425 milhões, com ágio de 18,5%) e o de Porto Alegre (por R$ 290, 5 milhões, ágio de 852,12%). O aeroporto de Salvador foi arrematado pela francesa Vici Airports, por R$ 660,9 milhões, com ágio de 113%.

O aeroporto de Florianópolis ficou com a suíça Zurich International Airport AG, por R$ 83, 3 milhões, ágio de 58%.

aeroporto de salvador

Governo

Por meio de sua conta no Twitter, o presidente Michel Temer comemorou o ágio obtido nos leilões de aeroportos realizados hoje. “Sucesso o leilão dos aeroportos de Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e Florianópolis. Reconquistamos credibilidade no cenário internacional”, disse o presidente.

“O leilão dos aeroportos teve ágio de R$ 700 mi. Acerto do programa de concessões #PPI a cargo da Secretaria Geral da Presidência da República”, acrescentou.

 

MPF relata ‘violações constitucionais’ no projeto de reforma da previdência


A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal, encaminhou, nesta quarta-feira ao Congresso, nota técnica sobre a reforma da Previdência e da Assistência Social que tramita por meio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016.

O documento é assinado pela procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat, e pelo procurador regional da República Walter Claudius Rothenburg, relator da Procuradoria para o tema Previdência e Assistência Social.

A nota traz uma análise detalhada das nove principais alterações sugeridas pela PEC da Previdência – aumento da idade mínima para aposentadoria, equiparação entre homens e mulheres, redução no valor do benefício, tratamento dado a trabalhadores rurais, restrição na concessão de pensões, fixação de tempo para aposentadoria especial, inacumulabilidade de benefícios e alterações nos benefícios concedidos a idosos e a pessoas com deficiência.

O texto destaca “violações constitucionais” nessas medidas e a possibilidade de questionamentos judiciais “em razão do nítido retrocesso legislativo que a PEC 287 representa”.

reforma-da-previdencia-sem-segredos-reinhold-l3-14385-MLB4377868217_052013-F

De acordo com a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, o aumento da idade mínima para a aposentadoria – 65 anos de idade e 25 anos de contribuição – viola o princípio da proteção aos idosos, previsto no artigo 230 da Constituição.

Segundo a Procuradoria, “a PEC utiliza como referência para o cálculo de idade países cuja expectativa de vida é bastante superior à brasileira”. A nota técnica também aponta que o cálculo de idade apresentado pela PEC “desconsidera as diferentes realidades regionais e de renda no Brasil, tornando a idade mínima de 65 anos muito severa nos locais mais pobres e afrontando o objetivo constitucional de erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades sociais e regionais, conforme previsto na Constituição Federal em seu artigo 3.º”.

Sobre a equiparação entre homens e mulheres no acesso ao benefício, a nota técnica ressalta que “esse tratamento jurídico desconsidera a diferente situação da mulher no mercado de trabalho e nas atividades domésticas”.

 

Projeto que regula a profissão de detetive particular é aprovado


Demorou um pouco, mas agora é para valer! O Senado aprovou, no último dia 15, um projeto que regulamenta a profissão de detetive particular. O texto, que segue para a sanção presidencial, delimita a atuação do profissional, além de estabelecer requisitos para o exercício da atividade.

De acordo com a proposta, o detetive particular poderá atuar em investigações de casos familiares, conjugais, de quebra de contrato, de desaparecimento e localização de pessoas ou animais.

O texto também prevê que o detetive particular pode apurar questões de idoneidade de empregados e violação de obrigações trabalhistas, entre outros tipos de investigação.

Ainda segundo o projeto, caso a investigação do detetive detecte indício de crime, o procedimento deve ser interrompido e a situação notificada à autoridade policial.

Defensores do texto argumentaram que é necessário diferenciar a função do detetive particular da atividade policial.

malaqui

Requisitos

Para o exercício da profissão, o postulante a detetive particular deverá ter nível médio e ter concluído curso de profissionalização, com carga de 600 horas, em “atividade de coleta de dados e de interesse privado”.

Ele também deve ter, no currículo, conhecimentos de direito. Pela proposta, o detetive particular não pode ter histórico de condenação penal.

 

São Paulo dará a professores e servidores da Educação R$ 290 milhões em bônus


Uma excelente notícia para os profissionais de educação de São Paulo. Os servidores da Secretaria da Educação do Estado vão receber durante o próximo mês de abril o pagamento do bônus por mérito. Estão na lista cerca de 200 mil profissionais, incluindo professores, diretores, agentes de organização e equipes técnicas das escolas e órgãos centrais que, este ano, vão receber quase R$ 290 milhões.

Como em 2016, o valor máximo do benefício que cada profissional receberá é proporcional a 0,7 salário extra. “Estamos fazendo um grande esforço num período de dificuldade econômica, de grande crise. O governo de São Paulo chegou a 32% no ano passado da sua receita corrente líquida investida em educação”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

O bônus é calculado a partir das notas do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo). Também é considerado se a unidade avançou, atingiu ou superou a meta estipulada para o período. Os servidores precisam ainda ter trabalhado, no mínimo, em dois terços do ano letivo. No caso de faltas, haverá desconto proporcional. São permitidas por lei apenas ausências decorrentes de licença-maternidade, licença-paternidade, adoção e férias.

Além dos professores, que receberão o bônus de acordo com o resultado do nível de ensino que atuam, serão contemplados diretores, supervisores, professores-coordenadores, agentes de organização escolar, agentes de serviços escolares, assistentes de administração, secretários de escola e demais profissionais da Educação. A equipe escolar recebe conforme a média da unidade, enquanto dirigentes de ensino e supervisores recebem pela média das escolas das respectivas regiões.

Professor-brasileiro2
Foto: divulgação

Ensino Médio avança no Idesp
Pelo quarto ano consecutivo, o Ensino Médio da rede estadual avançou no Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo). O ciclo alcançou na medição 2,30, contra os 2,25 registrados em 2015.

A pontuação é a mais alta desde 2008, quando a Secretaria adotou o indicador de qualidade da educação paulista. O desempenho dos Anos Iniciais do Fundamental (1º ao 5º ano) também superou a marca anterior. O ciclo atingiu 5,40 (uma diferença de 0,15 ponto em relação aos 5,25 de 2015). A pontuação conquistada é a melhor dos últimos nove anos. Os Anos Finais (6º ao 9º ano), por sua vez, tiveram queda: as notas foram de 3,06 para 2,93.

 

Saiu o concurso da Embasa


A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) publicou, nesta terça-feira (14), no Diário Oficial do Estado da Bahia, o edital de abertura de um concurso público para preenchimento de 600 vagas para 11 funções dos níveis médio, técnico e superior.

De acordo com a empresa, as vagas são destinadas a 64 municípios, contemplando unidades da Embasa em Salvador, região metropolitana e interior do estado. Os salários variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31.

As inscrições para o concurso deverão ser realizadas pela internet, por meio do site http://www.ibfc.org.br/ a partir da meia-noite de quarta-feira (15) até as 23h59 do dia 5 de abril, sendo 6 de abril o último dia para o pagamento do boleto bancário. As provas devem ser aplicadas no dia 7 de maio de 2017 e serão realizadas em Salvador, Barreiras, Feira de Santana e Vitória da Conquista.

água-torneira-embasa

As vagas de nível superior são oferecidas aos profissionais com formação em ciências contábeis; análise de sistemas, processamento de dados, ciência da computação, engenharia de computação ou sistemas de informação; engenharia civil ou engenharia de produção civil; engenharia sanitária ou engenharia sanitária e ambiental; e engenharia elétrica.

As vagas de nível médio-técnico são destinadas para técnicos em edificações e técnicos em eletromecânica. Já para o nível médio, há vagas para agente administrativo, agente operacional, assistente de laboratório e operador de processos de água e de esgoto.

 

O valor de inscrição será de R$ 60 para as funções de nível médio, R$ 80 para as funções de nível técnico e R$ 120 para as funções de nível superior.  O prazo de validade do concurso, organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), será de seis meses, contados a partir da data da homologação do resultado final, podendo, a critério da Embasa, ser prorrogado uma vez por igual período, por conveniência administrativa da empresa.

Clique aqui para baixar o edital do concurso e boa sorte!

Maior evento geek & gamer invade a terra do samba


anime pocket
Evento reuniu fãs de animes e mangás                  Foto: Canal Montezando

Nem Portela, nem Império Serrano. O bairro de Madureira (RJ) serviu de sede para a 3ª edição do Anime Pocket, um evento de anime, cosplay e games da Cidade do Rio de Janeiro. O objetivo do encontro, realizado este ano no Colégio Lemos Castro, é aproximar os otakus, termo utilizado para designar os fãs de animes e mangás, do universo lúdico oriental, representado, na contemporaneidade, pelo cenário cultural pop nipônico. Consolidado entre os maiores eventos do gênero no Estado do Rio de Janeiro, com uma média de 1.000 pessoas por edição, o Anime Pocket mostra que diversão e preço justo podem andar “de mãos dadas”.

O festival teve sete horas ininterruptas de atividades. Entre os principais destaques estão o torneio de vídeo games (PS4 e XOne) e o concurso de fantasias (cosplay), em que os fãs de animes se vestem como seus personagens preferidos. Uma das participantes do concurso é Mariana Queiroz, que usa fantasia de Madoka, do anime ‘Madoka Mágica’. O evento teve ainda palco com o game ‘Just Dance 2017’, torneio de dança K-POP (pop coreano), food trucks, caricaturista, videokê e distribuição de algodão doce.

 

Cuidado com a micose nos gatos


A doença cresce 400% em um ano no Rio

Você já ouviu falar em esporotricose? Ela é uma moléstia que ataca felinos, cães e até seres humanos. O número de gatos atingidos por ela cresceu 400% no Rio em 2016, de acordo com a Vigilância Sanitária. A esporotricose é causada por fungos da varieda Sporothrix, sendo o Sporothrix brasiliensis o mais comum no Brasil. Ao todo, a cidade teve 13.536 casos notificados em gatos e 580 em humanos somente no ano passado.

Raramente grave em humanos, a esporotricose pode gerar lesões severas nos gatos, especialmente na cabeça, atacando progressimente a pele, os músculos, os ossos e até órgãos internos do animal, resultando em mortes. Ela se alastra principalmente por meio da arranhadura de animais infectados, o que é acentuado pelo tratamento ser caro e prolongado (de ao menos seis meses). Por isso, a maior parte dos casos se concentra em bairros de periferia e comunidades carentes.

Histórico. Até ser identificado o aumento no Rio, o número de casos desse tipo de micose eram considerados esporádicos no País. O motivo para a infestação ainda não foi identificado, embora o fungo seja normalmente encontrado no solo. De 2013 a 2015, somente o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas da Fundação Oswaldo Cruz (INI/Fiocruz), na capital fluminense, atendeu 5 mil casos em pessoas e 4.703 em gatos, sendo 3.253 em 2015.

gatobrincando
Felinos também podem desenvolver a doença

Do Rio de Janeiro, a doença teria se espalhado por outras cidades e Estados. Na Região Metropolitana de São Paulo, 1.093 casos foram identicados nos últimos anos pela Unifest e o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). “A doença tradicionalmente acometia uma a duas pessoas ao ano. Mas em 1998 o total de casos no Rio de Janeiro começou a crescer”, disse o professor Zoilo Pires de Camargo, chefe do Laboratório de Micologia Médica e Molecular da Unifesp.

De acordo com o pesquisador, a epidemia carioca é única por envolver a transmissão a humanos em número expressivo. “Nos anais da medicina, o maior surto de esporotricose teria ocorrido nos anos 1940 entre mineiros na África do Sul. A origem da infecção nos 3 mil casos relatados estava no madeiramento de sustentação das galerias das minas, onde havia colônias de Sporothrix. Uma vez identificados os focos, a madeira foi tratada e a epidemia acabou”, disse Camargo.

Fonte: Agência Fapesp

 

Cidade gaúcha sofre com tempestade


A tempestade que atingiu São Francisco de Paula, na Serra Gaúcha, nesse domingo foi, na verdade, um tornado, segundo a Metsul. Os dados obtidos, analisados e as condições atmosféricas presentes na região no momento do episódio sustentam a conclusão sobre o registro do fenômeno sobre a cidade, diz a Metsul. O tornado veio acompanhado de uma super célula de tempestade severa. Em em razão da magnitude dos danos estruturais totais, o vento em alguns pontos da cidade pode ter atingido a velocidade de 150 km/h.

O fenômeno ingressou de Oeste para Leste a partir do sentido Canela-Litoral com atuação em parte da área urbana, afetando principalmente quatro bairros. O tornado foi resultado do avanço de uma frente fria sobre o Estado que organizou uma potente linha de tempestades com raios, granizo e vento forte. Sobre a Serra Gaúcha atuava uma corrente de jato – corredor de vento em baixos níveis – transportando ar quente. Este tipo de corrente costuma criar condições propícias à formação de tornados ao interagirem com sistema frontais de rápido deslocamento.

sao francisco de paula
Saldo foi de 500 casas destruídas Foto: Halder Ramos

Rastro de destruição

O município vai decretar estado de calamidade pública devido ao temporal que causou destruição em quatro bairros. Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, Maurício da Silva Borges, a medida será tomada porque uma pessoa morreu em decorrência da tempestade. A Defesa Civil do Estado divulgou na manhã desta segunda-feira um boletim sobre os danos causados informando que a cidade teve 500 casas destruídas e contabiliza 70 desalojados. Ao todo, 1,6 mil pessoas foram afetadas.

Os desabrigados estão sendo levados para o Ginásio municipal, que fica ao lado do corpo de Bombeiros, e a defesa civil pede auxílio de moradores de outras cidades da região que possam fazer a doação de lonas, telhas, alimentos, água, colchões e cobertores. “Estamos precisando de ajuda porque não conseguimos precisar 100% do desastre, que foi muito grande”, ressalta Maurício.

Fonte: Correio do Povo