A Jiló TV já está no ar


A criatividade de nossos jovens realmente não tem limites. Ainda bem! Um grupo formado por estudantes do Colégio Comunitário Alzair Martins Silva (CCAMS) e do Centro Educacional de Itapé decidiu criar um canal no Youtube e batizou-o de “Jiló TV”. Segundo Luan Barreto, um dos idealizadores do veículo, o objetivo é alegrar o dia a dia das pessoas que realmente se importam com a juventude. “Diferente dos jovens que se lançam nas drogas temos a proposta de animar as pessoas ou ao menos fazê-los sorrir um pouco”, explica o aluno do 2º ano do ensino médio do CCAMS.

Também compõem a equipe do Jiló TV, Matheus Neves, do 8º ano fundamental, do Centro.  Do CCAMS, Antônio Fernando e Ricardo Teixeira, ambos do 2º ano do ensino médio e Nicolas Silva, do 3º do ensino médio. “Não temos um roteiro propriamente dito, surgem ideias e, com elas, produzimos nossos vídeos. Tudo sem plágio, pois nosso produto é original”, garante Barreto.

13152878_575268599298037_1123529935_n
Luan (à frente) Antônio (E), Nicolas e Ricardo (D) Foto: divulgação

O pastor Eliudes Miranda é um dos espectadores canal. “Os vídeos são bem divertidos e os atores demonstram muito talento e criatividade. É uma pena que eles não possuem um local específico para realizar as gravações”, lamenta.

As postagens na Jiló TV ocorrem todas as sextas-feiras. “Às vezes, chegamos a preparar dois vídeos por semana”, garante Barreto Ficou curioso? Então, não perca mais tempo. Acesse Jiló TV e divirta-se!

 

 

 

Dirceu é condenado a 23 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro


O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, condenou o ex-ministro José Dirceu a 23 anos e três meses de prisão pelos crimes de corrupção, de lavagem e de pertinência à organização criminosa. A pena deverá ser cumprida inicialmente em regime fechado. Cabe recurso da condenação.

No mês passado, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça Federal do Paraná a condenação do ex-ministro José Dirceu, do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, e de mais 13 réus da ação penal decorrente da 17ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Pixuleco. O pedido foi feito nas alegações finais.

No pedido, o MPF acusa Dirceu dos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Na decisão, o juiz lembrou que o ex-ministro já foi condenado anteriormente pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por corrupção passiva, na Ação Penal 470, o caso do mensalão. Com relação à Lava Jato, a decisão diz que “a prática do crime corrupção envolveu o recebimento de cerca de R$ 15 milhões em propinas, considerando apenas a parte por ele recebida”.

“O mais perturbador, porém, em relação a José Dirceu de Oliveira e Silva consiste no fato de que recebeu propina inclusive enquanto estava sendo julgado pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal na Ação Penal 470, havendo registro de recebimentos pelo menos até 13/11/2013. Nem o julgamento condenatório pela mais Alta Corte do País representou fator inibidor da reiteração criminosa, embora em outro esquema ilícito. Agiu, portanto, com culpabilidade extremada, o que também deve ser valorado negativamente”, diz a decisão.

DF - MENSALÃO/JOSÉ DIRCEU/PRISÃO DOMICILIAR - POLÍTICA - O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado no processo do mensalão, é visto saindo do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), em Brasília, rumo ao seu trabalho em um escritório de advocacia. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou que Dirceu passe a cumprir em casa a pena a ele imposta. Condenado a 7 anos e 11 meses de prisão, ele cumpre a pena desde 15 de novembro do ano passado no regime semiaberto, em que tem permissão para sair durante o dia para trabalhar e retornar à noite para a prisão. 29/10/2014 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
José Dirceu Foto: Dida Sampaio

“Entre os crimes de corrupção, de lavagem e de pertinência à organização criminosa, há concurso material, motivo pelo qual as penas somadas chegam a vinte e três anos e três meses de reclusão, que reputo definitivas para José Dirceu de Oliveira e Silva. Quanto à multa, devem ser convertidas em valor e somadas”, diz a sentença de Moro.

Além do ex-ministro, a decisão de Moro traz também a sentença para mais 13 pessoas entre elas, João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, por corrupção passiva. Vaccari foi condenado a 9 anos de prisão. A pena será cumprida inicialmente em regime fechado.

“A prática do crime de corrupção envolveu o pagamento de R$ 46.412.340,00, um valor expressivo. Um único crime de corrupção envolveu pagamento de cerca R$ 28 milhões em propinas. Mesmo considerando que João Vaccari Neto não recebeu esses valores, os acertos se faziam com sua participação. Consequências também devem ser valoradas negativamente, pois o custo da propina foi repassado à Petrobras, através da cobrança de preço superior à estimativa, aliás propiciado pela corrupção, com o que a estatal ainda arcou com o prejuízo no valor equivalente”, diz a decisão de Moro.

Fonte: Agência Brasil

Prefeito de Ilhéus se afasta do cargo por licença médica


Prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro. Foto Secom Ilheus
Prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro. Foto Secom Ilheus

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, inicia período de licença médica de quinze dias, a partir desta quarta-feira, dia 18, durante o qual se dedicará à continuidade de tratamento oftalmológico, pós-operatório, no olho esquerdo. A comunicação foi feita durante entrevista coletiva concedida à imprensa no auditório do Centro Administrativo do Município, no bairro Conquista, ao lado do vice-prefeito Carlos Machado (Cacá).

Na oportunidade, Ribeiro apresentou atestado médico e explicou que se submeteu, no ano passado, a dois procedimentos cirúrgicos por conta de catarata, sendo que no olho direito não houve complicações. No caso do olho esquerdo, já passou por novas cirurgias, a situação foi agravada em virtude de um glaucoma herdado geneticamente.

O pedido de afastamento do prefeito de Ilhéus foi registrado em ata, na presença de secretários municipais e do vice-prefeito Carlos Machado (Cacá), que passa a responder interinamente pelo comando do Poder Executivo local a partir desta quinta-feira até o dia 1º de junho. Na oportunidade, o prefeito Jabes Ribeiro afirmou estar tranquilo e reforçou a confiança em seu vice para que coordene a equipe pelo período em que ausentará.

Sérgio Cabral: Supostas propinas representam, em dois mandatos, o emprego de 69 mil trabalhadores


Se for verdade o que o delatores da Operação Lava Jato afirmaram contra o ex-governador Sérgio Cabral – que ele recebia em torno de R$ 350 mil por mês em propina – um rápido cálculo do que teria sido gasto com corrupção mostra o tamanho do prejuízo para o país, e principalmente para o trabalhador.

Levando-se em consideração que o salário mínimo estava em torno de R$ 500 quando as propinas eram supostamente pagas, Cabral receberia um salário mínimo por hora, num turno de trabalho de 24 horas.

Isso representa 24 trabalhadores em um dia. Multiplicando por 30, significa que a suposta propina representava, em um mês, o emprego de 720 trabalhadores. Em um ano, o emprego de 8.640 trabalhadores. Em dois mandatos de Sérgio Cabral, o emprego de 69.120 trabalhadores.

cabral20101129_0001
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom

Se a Andrade Gutierrez não pagasse o que seus ex-executivos afirmam que pagavam ao ex-governador, hoje não precisaria ter demitido os 200 mil empregados que demitiram.

O crime do corrupto e do corruptor, se aconteceu, é muito maior do que os valores citados nos depoimentos. O que indica que o R$ 1 bilhão pagos em multa pela Andrade Gutierrez representam muito pouco diante de tamanho prejuízo.

Essa mesma empresa diz ter sido roubada por banqueiros portugueses, sócios da Portugal Telecom, em 1 bilhão de euros – que corresponde a 4,5 bilhões de reais. Mas mesmo com tamanho prejuízo, não reclamou nem na justiça brasileira, nem na portuguesa. Vale lembrar que aí há ainda dinheiro de acionistas brasileiros, como é o caso do BNDES.

É uma tristeza o povo brasileiro assistir a tudo isso e ficar calado. É uma tristeza que 69 mil trabalhadores engrossem a massa de 10 milhões de desempregados do país, enquanto os culpados são perdoados após singelas multas que nem de perto se aproximam do real dano que causaram.

Ainda magoada com Ximbinha, Joelma se cansa de ser chamada de brega


A cantora Joelma virou uma página de sua vida, mas ainda guarda muito rancor de Ximbinha.

Em seu primeiro disco solo, a cantora fez váriasssssss músicas falando de chifre, de falta de amor etc. Uma delas diz: “Eu não sou mulher de brincar/ Eu odeio traição/ Dividir amor, não vai dar/ O que fez não vai ter perdão”.

joelmA
Foto: divulgação

Sobre o seu visual, Jô não aguenta mais que a chamem de cafona e brega. Isso já virou uma tortura para ela.

A cantora agora quer passar outra imagem e resolveu dar uma repaginada no visual. O primeiro passo foi melhorar o figurino. Contratou até personal stylist.

Fora isso, tirou a cor de amarelo ovo dos cabelos, colocou botox, mexeu nos dentes e fez preenchimento labial (mas não tanto como Anitta).

Os dentes ficaram parecendo dentadura, mas isso tem acontecido direto com os famosos com essa mania que eles estão de mexer na boca.

HQs continuam a encantar brasileiros


O tempo passa, mas algumas coisas não mudam. A paixão do brasileiro por histórias em quadrinhos, por exemplo, é uma delas.  Esse passatempo possui mais de 18,3 milhões de leitores ativos no Brasil. Quem revela é o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE). Mas, quem são esses mestres das HQs em nosso país? Saiba as razões lendo a reportagem abaixo.

O mundo dos quadrinhos é mesmo envolvente. Poucos de nós nunca embarcou numa viagem alucinante lendo as aventuras dos Vingadores, Liga da Justiça (Super Amigos para os maiores de 35 anos), Batman, Super Homem e X Men. Claro que tem os que preferem a Turma da Mônica, Tio Patinhas, Mickey Mouse, Mangás etc.

Neicy Velloso Foto: divulgação
Neicy Velloso Foto: divulgação

Os alunos da Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (Esamc) de São Paulo realizaram um estudo bastante interessante sobre os leitores de brasileiros de histórias em quadrinhos (HQ). Segundo a pesquisa, 85% desse público é masculino, a maioria já completou o Ensino Médio (52%), outros 25% possuem formação universitária e 3,7% possuem ou fazem pós-graduação. Outro detalhe que chama atenção é, 61% dos leitores preocupam-se com o português das revistinhas. E, 8,1% começaram a ler os gibis como parte do processo de alfabetização, e 19,2% foram influenciados por desenhos animados e filmes. Estes dados foram colhidos e analisados pelos alunos Adriana Mesquita, Fernanda Segala, Francisco Lima, Maria Carolina Giacomelli e Rodolfo Scachetti, do curso de Comunicação Social.

A verdade é que os HQs agradam pessoas de idades variadas. A estudante Milene Kelly Avelar Santos admite que lê os gibis desde muito pequena. “Prefiro os da Turma da Mônica, pois vejo os desenhos desde pequena e acho muito engraçado”, justifica.

JWilson inker alta
José Wilson Magalhães   Fotos: divulgação

O personal Trainer, Neicy Velloso não esconde que é grande apreciador das HQ da Marvel e DC Comics. “Leio desde os seis anos de idade e sou fã do trabalho de Stan Lee, John Bucena e Jack Kirb”, derrete-se ele que também desenha nas horas vagas.

Às vezes não nos damos conta, mas o Brasil está muito bem servido de talentos no mercado dos quadrinhos.  O arte-finalista e professor de Arte Final, José Wilson Magalhães é um deles. Prestes a completar 29 anos de carreira, o profissional iniciou no estúdio Ely Barbosa.  “Comecei trabalhando numa fotocopiadora (máquina de xerox), e ali fui aprendendo como se produzia quadrinhos, aprendi letras, arte-final, cor, desenho, roteiro. Acabei optando por arte-final e me especializei, depois fui para a Editora Abril, redação Disney, onde até hoje faço trabalhos como freelancer”, conta ele, que fez arte-final de super-heróis para os Estados Unidos, ilustrações de livros didáticos para diversas editoras, livros infantis em parceria com o autor Luiz Carlos Sales, da Contos e Encantos Editora. Atualmente, Magalhães ensina desenho a nanquim em escolas de arte e centros culturais.

IMG_7064
Marcio Fiorito

O carioca Márcio Fiorito não iniciou sua carreira como desenhista.  “Para mim, tudo relacionado a quadrinhos era apenas um hobby, uma diversão, coisa de criança mesmo. Não era uma carreira viável”, acreditava. Ele se formou em Jornalismo e trabalhou com Publicidade e Marketing. Após  alguns anos, desiludido com o mercado e conhecendo mais sobre os bastidores dos quadrinhos, Fiorito resolveu trocar de carreira e realizar um sonho de infância. “Virei ilustrador de livros e passei alguns anos trabalhando apenas com isso, até decidir tentar a sorte nos quadrinhos. De lá pra cá (pelos idos de 2006) me tornei quadrinista “full-time” e sigo fazendo trabalhos para várias editoras estrangeiras”, conta com orgulho.

Veja também: O mundo das HQs exige empenho e dedicação

O colorista Carlos Lopez afirma que sempre laborou com arte, “já trabalhei em gráficas e agencias de publicidade” declara. A oportunidade de colorir uma HQ surgiu por volta de 2005 e, desde então, o profissional tem atuado como colorista. Lopez atua no mercado americano de quadrinhos desde 2006. Ele já trabalhou em várias editoras desde as menores até as maiores, e desde 2014 trabalha com a Marvel Comics. “Já colori personagens como Hulk, Homem de Ferro, Capitão América entre outros”, revela.

carlos lopez
Carlos Lopez

Formado em Design (Programação Visual e Projeto de Produto), Rafael Oliveira sempre direcionou sua carreira para ilustração e quadrinhos. Segundo ele, desde quando era criança ficava copiando os desenhos das hqs e sonhava em trabalhar como quadrinista. Mas só em 2013, quando publicou suas  primeiras hqs que resolveu se dedicar fortemente ao universo dos quadrinhos. Oliveira trabalhou como designer gráfico no Jornal da Cidade, em Bauru, onde fazia peças gráficas para serem publicadas, algumas ilustrações e hqs para o caderno infantil. “Trabalhando no jornal tive que aprender a ser rápido para desenvolver as ilustrações e isso me ajuda até hoje”, avalia. Desde 2015, o design atua como ilustrador freelancer e quadrinista. Entre um job e outro, procuro desenvolver algum projeto autoral de quadrinhos. Tenho como meta pessoal publicar um novo trabalho autoral a cada ano.

Publicados em 2013, “O Pagamento” e “Esperança” são os primeiros quadrinhos autorais de Oliveira. Em 2014, foi a vez de “A Busca”, junto com o coletivo Red Door HQs, “Feira Livre” e “Red Door HQs – Vol. 1”. Também em 2014, em parceria com o amigo e roteirista Alex Mir, ocorreu a participação no hq “Clássicos Revisitados – Monstros Noir”, com a história Capelobo, lançado pela editora Quadrinhópole.  No ano de 2015,  “Momentos” e, novamente junto ao coletivo, publicamos “Red Door HQs – Vol. 2”. “Para esse ano, estou envolvido em alguns projetos e trabalhando no roteiro da minha próxima hq”, adianta Oliveira.

12247196_10206742701180322_8545732505150894221_n
Rafael Lopes

Apaixonado pelos Cavaleiros do Zodíaco, Elyan Lopes (nome artístico de Elenildo Lopes) é autor, ator, publicitário e quadrinista. Formado em Produção publicitária propaganda e marketing e atualmente cursando a Faculdade de Artes Cênicas na Casa de Artes Laranjeiras.  “Entrei no ramo das HQs em 2007 lançando o site Meu Herói (www.meuheroi.com.br), que após quatro anos se tornou selo editorial), declara.

Em 2012, Lopes lançou seu primeiro herói ‘o Capitão R.E.D – Distrito de Risco e Emergência’ nas bancas de jornais e lojas do RJ e vizinhanças. Em 2014, ele cria o projeto junto com vários autores chamado: A Ordem que reúne mais de 30 autores, com os maiores heróis e super-heróis brasileiros incluindo o Capitão R.E.D em sua superaventura.  A revista foi lançada no site de financiamento coletivo Catarse, entretanto, a meta estabelecida não foi atingida. Em 2015, o projeto foi reformulado conseguindo enfim seu objetivo.

“Em maio, lançaremos a revista, agora batizada de Protocolo: A Ordem, em um evento simultâneo no RJ e SP. Ela possui 100 páginas coloridas em papel de ótima qualidade em tamanho 16×25.”, revela Lopes e acrescenta “Esse ano ganhamos um prêmio da ABRAHQ – Academia Brasileira de Quadrinhos por Melhor Talento por esse projeto”, orgulha-se.

Eduardo Cunha e Aécio Neves estão na mira do STF por crime de corrupção


O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, no último dia 11, a abertura de inquérito contra o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), por denúncias de corrupção em Furnas e autorizou o início da coleta de provas. Também no Supremo, o ministro Gilmar Mendes será o relator do pedido de abertura de inquérito contra o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), por suposto envolvimento no mesmo esquema. Se Gilmar definir que há elementos suficientes para autorizar a abertura do inquérito, Aécio será formalmente investigado no STF.

Os pedidos para investigar Aécio e Cunha foram feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base na delação premiada do ex-senador do PT, Delcídio Amaral. Ele apontava uma grande organização criminosa que tinha Cunha como um dos líderes. Delcídio afirmou que, “sem dúvida”, o tucano recebeu propina no esquema de Furnas e o caso envolvia inclusive as mesmas empreiteiras investigadas na Lava Jato.

Também na última quarta-feira  o ministro do STF, Edson Fachin, anunciou que pretende submeter em breve ao plenário da Corte o oferecimento da denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), no caso da jornalista Monica Veloso, com quem ele mantinha relacionamento extraconjugal. Se os ministros aceitarem a acusação, Renan passará a ser réu na denúncia por crimes de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso, o que pode afastá-lo da linha sucessória da presidência da República.

A denúncia tem como base um escândalo investigado desde 2007 e tramita em segredo de justiça na Corte. O caso chegou a ser liberado para julgamento pelo plenário em fevereiro, mas o ministro o retirou da pauta dias depois. “Estou examinando (os autos) porque acabei fazendo algumas diligências. O processo está no meu gabinete e pretendo em breve dar algum encaminhamento”, garantiu.

Propina para beneficiar ex-amante

A denúncia contra Renan chegou ao STF em 2013. A Procuradoria-Geral da República (PGR) considerou, na denúncia oferecida ao STF, que Renan recebeu propina da construtora Mendes Júnior para apresentar emendas que beneficiariam a empreiteira. Em troca, o peemedebista teria as despesas pessoais de Monica pagas pela empresa.

Na decisão da semana passada de afastar Eduardo Cunha da presidência da Câmara e do mandato eletivo, o STF entendeu ser inadmissível que um parlamentar, por ser réu em processo penal, ocupe cargo com prerrogativa de assumir a presidência da República na hipótese de vacância do titular e do vice. O mesmo entendimento pode ser aplicado a Renan, que também está na linha sucessória do cargo máximo do Executivo. Renan é investigado em outros dez processos, nove dos quais na Lava Jato. O décimo apura o envolvimento do senador em esquema de venda de emendas provisórias revelado pela Operação Zelotes.

Igreja Evangélica entra na mira da Operação Lava Jato


A Assembleia de Deus Ministério Madureira e seu presidente Samuel Cássio Ferreira entraram na mira da Lava Jato. O plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira manter a decisão do ministro Teori Zavascki de março que determinou a remessa para o juiz Sérgio Moro de investigação envolvendo a suspeita de lavagem de dinheiro para o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por meio da Igreja e do pastor.

No julgamento, os ministros da Corte rejeitaram o argumento da defesa da igreja, que alegou que o caso deveria ser analisado pela Justiça Federal em São Paulo, onde fica a sede da Assembleia de Deus presidida por Samuel Ferreira.

Essa investigação é um desdobramento da denúncia criminal contra Eduardo Cunha por corrupção passiva e lavagem de dinheiro que o Supremo já aceitou no ano passado.

Na denúncia, a Procuradoria-Geral da República aponta que o peemedebista teria usado a igreja para operacionalizar o repasse de parte da propina de US$ 5 milhões recebida por ele referente à contratação de dois navios-sonda da Petrobras.

Na ação contra o peemedebista, Janot detalha as negociações de Cunha e Fernando Falcão Soares, o Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB no esquema de corrupção instalado na Petrobras, para receber o pagamento. O procurador afirma que o lobista Julio Camargo foi orientado por Cunha a fazer “doações” para a igreja.

DF - CUNHA/JORNALISTAS - POLÍTICA - O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), concede entrevista aos jornalistas setoristas da Câmara fazendo um balanço do primeiro semestre do ano, em uma café da manhã oferecido no anexo IV na Câmara dos Deputados, em Brasília. 16/07/2015 - Foto: ANDRÉ DUSEK/ESTADÃO CONTEÚDO
Eduardo Cunha – Foto: André Dusek

 

A Polícia Federal e a Procuradoria identificaram duas transferências em agosto de 2012 para a Assembleia de Deus via empresas de Júlio Camargo, a Piemonte e a Treviso, no valor de R$ 125 mil cada. O dinheiro teve como destino uma filial da igreja em Campinas, no interior de São Paulo. Os repasses tiveram como “falsa justificativa pagamento a fornecedores”.

Na acusação, o procurador afirma que “não há dúvidas de que referidas transferências foram feitas por indicação de Cunha para pagar parte do valor da propina referente às sondas”.

O criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que defende o pastor evangélico Samuel Cássio Ferreira, considera desnecessário a abertura de inquérito para investigar supostas relações da igreja evangélica com o deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ).

“Bastaria ter mandado um ofício para que o pastor Samuel justificasse a doação. Evidentemente, ele não sabia a origem desse dinheiro. São feitas doações pelo Brasil todo”, declarou Kakay.

A assessoria do deputado afastado Eduardo Cunha disse desconhecer o caso e afirma, em nota, que o deputado não recebeu “qualquer vantagem indevida de quem quer que seja”.

Regalias de Cunha estão mantidas

A Mesa Diretora da Câmara decidiu que o deputado Eduardo Cunha, afastado da presidência da Casa por suspeita de corrupção, terá direito a salário integral de R$ 33.763,00, uso da residência oficial em Brasília, segurança pessoal, assistência médica, carro oficial reserva e transporte aéreo da Força Aérea Brasileira.

O peemedebista também terá R$ 92.053,20 para gastar com os funcionários. Só foi cortado de Cunha a verba adicional de R$ 35.759,20 para atividade parlamentar destinada ao pagamento, por exemplo, de aluguel de carros e passagens aéreas — e o auxílio-moradia de R$ 4.253,00 (recurso que ele já não utilizava por dispor da residência oficial).

Num primeiro momento, técnicos da Câmara do Deputados recomendaram que todos os benefícios oferecidos a quem está fora do exercício do mandato parlamentar fossem retirados.

No entanto, aliados de Cunha pressionaram para que as regalias fossem mantidas. Como o afastamento do peemedebista foi algo inédito e não havia regras preestabelecidas, foi negociado um critério de concessões que se assemelhasse ao oferecido à presidente Dilma, afastada não por acusação de corrupção, mas por pedaladas fiscais.

Japoneses não esperam pedido de desculpas de Obama em visita a Hiroshima


Os japoneses estão satisfeitos com a visita do presidente do Estados Unidos, Barack Obama, a Hiroshima, cidade devastada por uma bomba atômica jogada pelos norte-americanos no dia 6 de agosto de 1945, e não esperam um pedido de desculpas, revela uma pesquisa realizada nesta semana.

Essa será a primeira vez que um presidente norte-americano vai à cidade, onde cerca de 140 mil pessoas foram mortas. Obama visitará Hiroshima com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, no dia 27 de maio, depois de participar da Cúpula do G7 no Japão.

Mesmo aqueles que querem um pedido de desculpa, não se opõem à visita. “É claro que todos querem ouvir desculpas. Nossas famílias foram mortas. Mas decidimos eliminar as dificuldades que colocamos a líderes mundiais de visitar (o território). Nós primeiro gostaríamos que eles viessem e sentissem o solo de Hiroshima e Nagasaki (onde uma segunda bomba atômica foi lançada) e dessem uma boa olhada no que há em frente a eles para refletirem”, disse Terumi Tanaka, secretário da Confederação das Vítimas de Hiroshima.

obama
obama

Uma pesquisa feita nesta semana pela imprensa nacional mostrou que 70% dos japoneses querem que Obama visite Hiroshima e apenas 2% são contrários.

Nos Estados Unidos, a visita é controversa, porque muitos norte-americanos acreditam que a bomba atômica terminou a Segunda Guerra e salvou inúmeras outras vidas. A Casa Branca já informou que Obama não fará um pedido de desculpas.

“Ouvi dizer que a América continua dividida sobre bombas atômicas, mas são quase 71 anos desde que a guerra terminou e acho que já é tempo de Obama visitar Hiroshima”, afirmou o professor aposentado Kohachiro Hayashi.

O secretário da Confederação das Vítimas de Hiroshima declarou esperar que Obama se mantenha firme em eliminar as armas nucleares do mundo. “Para mim, essa seria uma verdadeira forma de se desculpar”, disse.

“Não moro em Hiroshima ou Nagasaki, mas sou tomada de emoção quando penso que alguém que quer mostrar compreensão chegará em breve”, afirmou Mieko Mori, 74 anos, que rezava em frente ao memorial das vítimas da bomba atômica em Tóquio. Fonte: Associated Press.

Rainha Elizabeth chama autoridades chinesas de “grosseiras”


A Rainha Elizabeth II foi ouvida em vídeo descrevendo as autoridades chinesas como “muito grosseiras” durante uma conversa com uma autoridade de polícia em um evento no Palácio de Buckingham em comemoração ao seu aniversário de 90 anos.

O vídeo mostra a rainha chegando na festa no jardim do Palácio e sendo apresentada à policial Lucy D’Orsi, que supervisionou as operações de segurança durante a visita de Estado do presidente da China Xi Jinping ao Reino Unido em outubro. Na ocasião, a oficial disse à rainha que tinha sido um “tempo de teste”. Elizabeth disse então que “eles foram muito grosseiros com o embaixador”.

O governo chinês e o Palácio de Buckingham disseram que a primeira visita de Estado do presidente chinês Xi Jinping ao Reino Unido em outubro tinha sido bem sucedida.

Esse tipo de comentário, que se tornou público nesta quarta-feira, é incomum porque a monarca sempre teve o cuidado com suas orientações políticas durante o seu longo reinado. O jornal The Guardian disse que a discussão foi registrada pelo cameraman oficial do Palácio.

650x375_rainha-elizabeth-china_1634546
Presidente chinês, Xi Jinping, e Rainha Elizabeth II fazem brinde durante banquete no Palácio de Buc Foto: Agência Reuters

Seus comentários vieram depois que primeiro-ministro britânico, David Cameron, também foi flagrado por uma câmera que estava ligada, dizendo a rainha que “os líderes de alguns países ‘fantasticamente’ corruptos” estavam vindo para a Inglaterra para uma conferência anticorrupção que o país está sediando. Ele acrescentou que a Nigéria e o Afeganistão são “possivelmente, os dois países mais corruptos do mundo”.

Um porta-voz da Downing Street disse nesta na quarta-feira que “tanto o presidente Buhari da Nigéria e quanto o presidente Ghani do Afeganistão reconheceram a escala do desafio de enfrentar a corrupção em seus países”, e que ambos os líderes foram convidados para a cúpula “porque eles estão liderando a luta contra a corrupção em seus países”. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.