Brasil é o quarto maior produtor de resíduos


A quantidade de resíduos sólidos urbanos gerada no país em 2015 totalizou 79,9 milhões de toneladas, 1,7% a mais do que no ano anterior. No período, foi registrado também aumento de 0,8% na produção per capita de resíduos sólidos: de 1,06 quilo (kg) ao dia em 2014, para 1,07 kg ao dia em 2105. Os dados foram divulgados hoje (4) pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

“O resultado coloca o Brasil como o quarto maior gerador de resíduos sólidos no mundo, é muita coisa, e o que nós percebemos é uma rota ascendente, que tem vindo dessa forma na última década, e que ainda não demonstrou uma linha de reversão. É um dado preocupante”, disse o diretor presidente da Abrelpe, Carlos Roberto Vieira.

residuos

De acordo com o levantamento, houve uma leve melhora nos números sobre a destinação final dos resíduos sólidos. Em 2015, 58,7% do lixo produzido foi destinado para locais adequados, como aterros sanitários. Em 2014, esse índice foi 58,4%. No entanto, os dados mostram que cerca de 60% das cidades brasileiras ainda destinam seu lixo inadequadamente, ou seja, para lixões ou para os chamados aterros controlados.

“Uma das pistas que temos para explicar esse problema, essa nossa deficiência e porque temos levado tanto tempo para avançar, está no volume de recursos aplicados no setor de resíduos sólidos, que em 2015 foi de R$ 10 por habitante por mês para fazer frente a todos os serviços de limpeza urbana”, ressaltou Vieira.

Os serviços de coleta mantiveram o alto índice observado nacionalmente nos anos anteriores, de 90,8%. No entanto, ainda persistem as diferenças regionais: no Sudeste, 97,4% do lixo produzido é coletado; em seguida vêm as regiões Sul (94,3%); Centro-Oeste (93,7%); Norte (80,6%); e Nordeste (78,5%).

Neta e avô são um casal


Uma recém-casada de 24 anos, que mora em Miami, na Florida, Estados Unidos, descobriu três meses depois de casar que o homem de 68 anos com quem havia se unido é seu avô paterno. A descoberta ocorreu ao olhar álbuns da família do marido e “dar de cara” com o próprio pai nas fotos, segundo o “The Sun”.

O casal se conheceu através de um site de namoro. O homem, que não quis se identificar, é milionário e buscava uma companheira. “Eu senti algo estranho quando vi as fotos. Foi como um deja vu, mas naquele momento não identifiquei por que ela parecia tão familiar”, disse ele ao “Florida Sun Post”.

hqdefault
Imagem da internet

Segundo o homem, os dois não pretendem se separar, mas fazer a relação dar certo, já que ele “fracassou” em outros dois casamentos.

Ele contou que perdeu o contato com os filhos do primeiro casamento após a separação. Já no segundo casamento, teve outros herdeiros, mas se separou em 2009 depois de ganhar na loteria.

 

Indignação de educadores em audiência da MP do Ensino Médio


A Medida Provisória (MP) do Novo Ensino Médio sofreu resistência na primeira audiência pública na Comissão de Educação na Câmara dos Deputados. Entidades da sociedade civil presentes pediram a rejeição da MP, tanto pela falta de discussão quanto pelo conteúdo.

Entre os pontos mais polêmicos estão a falta de formação de professores para se adequar à nova estrutura e a incapcidade das redes de ensino, sem recursos adicionais, oferecerem várias opções a seus estudantes, o que poderá restringir a formação a algumas opções técnicas. Além da possível retirada da obrigatoriedade das disciplinas de artes, sociologia, filosofia e educação física.

Apresentada pelo presidente Michel Temer no último dia 22, a MP do ensino médio flexibiliza os currículos e amplia progressivamente a jornada escolar. A reformulação da etapa já estava em discussão na Casa, no Projeto de Lei 6480/2013, e agora volta em formato de MP, com o prazo de 120 dias para ser votada.

A previsão é que a comissão mista que ficará encarregada de emitir parecer sobre a medida seja criada amanhã. Ao todo, a MP recebeu 568 emendas, que foram consolidadas em 566.

Presentes na audiência, professores e sindicalistas interromperam diversas vezes os discursos de representantes do Ministério da Educação e dos secretários estaduais de educação. “É mentira”, “Professores não foram ouvidos”, “Não há nenhum professor ou estudante na mesa” foram alguns dos gritos. As interrupções foram pontuais e não impediram o prosseguimento da audiência.

“Estamos perplexos ao receber uma MP para tratar desse tema. E a perplexidade é tanto quanto ao método de apresentação quanto no conteúdo, por isso as pessoas lá atrás estão muito inquietas”, diz a secretária-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Marta Vanelli. A CNTE foi uma das entidades que pediu a rejeição da MP.

1048611-041016pzzb000654
Foto: Fabio Pozzebom

Também contrário à MP, o coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, apresentou dados de pesquisas de opinião dos estudantes que apontam que os alunos querem no ensino médio justamente os conteúdos que a MP retira, como artes e educação física. Cara ressaltou ainda que a MP não prevê recursos sufientes para a ampliação da jornada.

“Em meio à crise econômica e arrecadatória, isso acaba sendo um problema que cria expectativa que não pode cumprir. A MP altera a lei do Fundeb [Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação], concentrando recursos para estados e redes estaduais, prejudicando o ensino infantil e fundamental, o orçamento dos municípios”, acrescenta.

O deputado Danilo Cabral (PSB-PE) chegou a citar a proposta de emenda à Constituição (PEC 241/16), que limita o crescimento do gasto público à inflação. “A MP [do ensino médio] diz que a União vai transferir recursos para estados em até quatro anos. Até quatro anos é o que? Pode ser um? E depois? A PEC 241 vai colocar uma trava. Como conciliar colocar um teto de gasto e o Plano Nacional de Educação?”, diz.

Novo Ensino Médio

De acordo com a medida provisória, cerca de 1,2 mil horas, metade do tempo total do ensino médio, serão destinadas ao conteúdo obrigatório definido pela Base Nacional. No restante da formação, os alunos poderão escolher entre cinco trajetórias: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas – modelo usado também na divisão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – e formação técnica e profissional.

A medida também amplia gradualmente a carga horária do ensino médio para 7h por dia ou 1,4 mil horas por ano.

Urgência

A secretária-executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, defendeu a urgência de uma reforma como justificativa para a edição de uma MP e ressaltou que a questão é discutida há anos. “A ideia de MP foi no sentido de coroar o processo de debate intenso que há muito se arrasta no Brasil”. Ela destacou também a importância de aprimorar a MP com o debate no Congresso.

Maria Helena diz que as disciplinas não foram excluídas e sim que a MP transferiu para a Base Nacional Comum Curricular – que está atualmente em discussão – o que deverá ser ensinado nas escolas. De acordo com o MEC, não há sinalização que os conteúdos deixarão de fazer parte do ensino médio ou que serão retirados da Base, que definirá também as diretrizes da formação dos professores.

Mais cedo, em coletiva de imprensa, Maria Helena ressaltou que a MP só será colocada em prática a partir de 2018, que isso só ocorrerá após a aprovação da Base.

Fonte: Agência Brasil

Itapé: Naeliton Rosa é o novo prefeito


Foi uma das disputas mais emocionantes dos últimos anos. Assim podemos definir a eleição para Prefeitura de Itapé (BA) de 2016. Dois candidatos fortes concorreram: Naeliton Rosa Pinto (Partido Progressita) e o delegado Humberto Matos (Partido Democrático Trabalhista). Naeliton Rosa saiu vitorioso, com 52,11% dos votos. Já Humberto Matos obteve 47,89%. Foi a vitória do “11”, como afirmaram os eleitores do novo chefe municipal, que assumira as rédeas da cidade, no primeiro dia do próximo ano. O blog dá os parabéns a Naeliton Rosa e deseja sucesso neste novo desafio.

marreta
Naeliton, prefeito eleito de Itapé durante passeata Foto: arquivo pessoal

Eli Alcântara deixa Cobra Kriada


A notícia pegou de surpresa boa parte dos fãs do grupo! O cantor Eli Alcântara, um dos vocalistas, da banda de forró Cobra Kriada, decidiu após um ano e meio dar outros rumos em sua vida profissional e partirá para carreira solo. O músico fará seus últimos shows ao lado de seus companheiros de Cobra Kriada durante o mês de outubro.

Eli Alcantara
Eli Alcântara        Foto: divulgação

Juri popular vai decidir o destino de acusados pela morte de cinegrafista


Lembra do caso do cinegrafista da TV Band morto após ser atingido por um rojão enquanto realizava a cobertura de um protesto, no Rio de Janeiro, em 2014? Pois é,  o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, no fim da tarde desta terça-feira (27), que Caio Souza e Fábio Raposo, acusados pela morte de Santiago Andrade, vão a júri popular.

De acordo com o órgão, “há indícios de dolo eventual, quando o agente, mesmo sem querer efetivamente o resultado, assume o risco” de matar. Os suspeitos, de 24 anos, estão soltos desde o ano passado, após o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) entender que eles não tiveram intenção de participar da morte. No entanto, a decisão do STJ contraria essa decisão.

Santiago Andrade
Fotos: divulgação

Eles estão respondendo por homicídio qualificado e, caso sejam condenados, podem ter que cumprir de 12 a 30 anos de prisão. Filha de Santiago, Vanessa Andrade acompanhou o julgamento em plenário na tarde desta terça-feira.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) havia pedido para a pena aumentar pelo uso de explosivo, por motivo torpe e pela impossibilidade de defesa de Santiago. No entanto, o STJ manteve apenas o uso de explosivo.

Pernilongo comum não transmite zika


Cientistas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) concluíram que o pernilongo ou muriçoca, mosquito de hábitos doméstico e noturno, de nome científico Culex quinquefasciatus, não transmite o vírus Zika. A pesquisa foi divulgada ao público nesta terça-feira (6), em conjunto com a revista científica PLoS (Public Library of Science) Neglected Tropical Diseases, e tem parceria do Instituto Pasteur de Paris.

Os trabalhos foram coordenados pelo médico veterinário Ricardo Lourenço, do IOC, e envolveram um total de 42 pesquisadores. Em uma primeira fase, no ano passado, eles coletaram cerca de 1.600 mosquitos, cerca da metade deles Culex e o restante Aedes aegypti, em quatro bairros da cidade do Rio: Copacabana, Manguinhos, Triagem e Jacarepaguá. Uma pequena parte, só 26 indivíduos, era de Aedes albopictus.

aedes_0

Os mosquitos foram testados e nenhum dos Culex era portador do vírus Zika. Em uma segunda fase, foi criada uma colônia de mosquitos no IOC e eles foram expostos, alimentados e contaminados com sangue contendo o vírus Zika. Os insetos foram minuciosamente examinados para detectar se havia vírus vivo neles, incluindo o estômago, a cabeça e a saliva, mas mesmo assim não foi identificado o causador da Zika nos pernilongos.

“Nós examinamos a saliva do mosquito, para ver se o vírus ativo infectante estava ali. Nós não encontramos nenhuma vez o vírus. Isto nos convenceu de que esse mosquito não era capaz de transmitir a Zika. Já os Aedes aegypti se infectavam de 80% a 100% das vezes, com uma quantidade de saliva com muitos vírus”, disse Ricardo Lourenço.

O cientista afirmou que o trabalho, que descarta a transmissão do Zika pelo pernilongo comum, representa um direcionamento importante para as políticas públicas de combate à doença, pois evitará desperdício de recursos financeiros e esforços de saúde no combate a esse inseto em particular.

Um bebe com dna de três pessoas nasce


Um bebê, de cinco meses, nascido no México foi fruto de uma nova técnica de fertilização que combina o DNA de três pessoas diferentes, segundo a revista científica “New Scientist”.

De acordo com o Daily Star, após consulta com o Dr John Zhang do Centro de Fertilidade New Hope, em Nova York e, devido a vários abortos e tratamentos para engravidar sem resultado, os pais tomaram a decisão de se submeter ao procedimento. Além do material genético do pai e da mãe, foi somado o DNA de uma doadora.

Tres dnas
Foto: divulgação

A Patrulha do Bem estar entra em ação


A tristeza de estar longe dos familiares deu lugar aos sorrisos estampados nos rostos dos 42 idosos que habitam o abrigo Nosso Lar, em Itapuã. Na tarde desta quinta-feira (22) a ‘Patrulha do Bem’, projeto social da Polícia Militar, levou apresentações musicais e teatro para a instituição.

Maria Damiana Oliveira, 60 anos, manteve a atenção na peça ‘A peleja de João para ser um cidadão’, que discutiu as dificuldades que a vida apresenta. Nativa do município de Alagoinhas, interior do estado, a idosa tirou o pé do chão enquanto a banda cantava antigos sucessos de forró. “Este ano tivemos uma festa junina no lar e me acabei de dançar”, lembrou.

Sucessos como evidências (Chitãozinho e Xororó) e Oceano (Djavan) foram entoados pelo músico Daniel Vieira nesta primeira visita ao local. A solidariedade dos policiais chamou a atenção do cantor convidado pela enfermeira, Nadja Barbosa, esposa do secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, que já conhecia o serviço prestado no abrigo.

Para ela, madrinha da ‘Patrulha do Bem’, os moradores do abrigo formam uma grande família e merecem momentos de descontração e alegria. “Este lar atende pessoas com diferentes histórias de vida. Algumas trazidas para receberem cuidados, pois seus familiares precisam trabalhar, outras esquecidas”, lamentou.

1 (1)
Foto: SSP

De acordo com o diretor do grupo de teatro da PM, o capitão Elton Santana, a arte deve ser usada para apresentar o trabalho da polícia e ferramenta de transformação. “Hoje usamos nosso dom para trazer alegria e afeto para aqueles que precisam”, concluindo que essa também é uma forma de fazer Segurança Pública.

Com dificuldade de andar, o aposentado, João Nogueira, 80, ficou ouvindo as apresentações no segundo andar do prédio. Ao ver os policiais fardados, ele rememorou os tempos em que usava uniforme, “cheguei ao posto de subtenente do exército”, falou orgulhoso.