O preconceito atingindo limites extremos


Parentes de grávida desaparecida recebem trotes e mensagens racistas

Familiares da grávida Rayanne Christini, de 22 anos, desparecida na Central do Brasil, no Centro do Rio, no dia 13 de dezembro, estão recebendo trotes sobre o paradeiro da jovem e mensagens de cunho racista. Rayanne desapareceu após marcar um encontro na Central do Brasil para buscar doações de roupas para a filha que está para nascer. O bebê está previsto para o início de 2017. A jovem havia marcado o encontro com uma mulher, identificada como Lídia, que conheceu em um grupo de doações no Facebook. Ela iria até Magé, na casa da doadora, na Baixada Fluminense, para pegar as roupas.

De acordo com a tia da jovem, Jupira Costa, todos os dias a família recebe ligações, comentários e mensagens sobre um suposto paradeiro da jovem. Algumas, no entanto, são ofensivas.gravidez

– Muitas pessoas estão dizendo que é mentira, outras escrevendo coisas horríveis sobre ela na internet. Comentaram na internet que, por ser negra, o ‘valor do bebê seria baixo’ e que ‘não vale nem R$ 100’. Teve gente que disse que ‘destrincharia para tentar conseguir um dinheiro maior’. São pessoas monstruosas. Já recebemos muitas ligações. Já perdemos até a conta. Tem gente dizendo que ela foi vista em Caxias, na Central, no Hospital da Lagoa, hospital no Centro. Já enviaram mensagens para a gente falando até que já haviam encontrado o corpo dela. Quem não pode ajudar, não atrapalha. Já é um momento de muita dor – disse Jupira.

Na última terça-feira (20/12), quando o desaparecimento da jovem completou uma semana, Jupira disse que a família ainda não recebe notícias e o telefone de Rayanne permanece desligado:

— Ninguém imagina o desespero e a dor. Já fizemos tudo. A polícia está investigando, nós colamos cartazes e divulgamos fotos nas redes sociais. Todo mundo está tentando ajudar, mas até agora, nada. Na segunda-feira, fui à Cidade da Polícia, e disseram que estão procurando. Mais de três grupos de amigos foram para a Central, eu fui até Magé.

 

Calafrio resgata clássico do terror nacional


Na sua edição 56 a revista Calafrio vai resgatar um clássico do terror nacional da década de 1990: a série “Zona do Crepúsculo”, de Gian Danton e Bené Nascimento (Joe Bennett).

A série foi publicada em dois números da própria Calafrio e uma edição especial da mesma revista no início da década de 1990 e chamou atenção por trazer influência dos autores britânicos, que um pouco antes haviam revolucionado o terror nos comics americanos com revistas como Monstro do Pântano, Sandman e Hellblazer.

Essas histórias marcaram uma fase de maturidade no desenho de Bené e apresentaram ao mercado o texto de Gian Danton, centrado principalmente no terror psicológico.

As histórias fizeram tanto sucesso que o editor, Rodolfo Zalla, pediu uma história para fechar a trama. Os autores resolveram contar a história de Assad, o velho lojista que era um ponto em comum entre todas as narrativas. Essa história foi desenhada por Bené com pincel branco em fundo preto, uma técnica rara. Mas era a fase final da revista e essa história acabou sendo publicada na primeira edição da revista Graphic  Gótica – A Hora do Crepúsculo, da editora Nova Sampa.

Assim, essa é a primeira vez que essas histórias são publicadas na íntegra na Calafrio e também a primeira vez que são reunidas em um único volume.

A edição ainda traz outras HQs clássicas, biografia dos dois autores, texto de Gian Danton contando o início da parceria e amizade da dupla, e ainda a seção de capas clássicas.

A revista tem 52 páginas ao preço de R$15,00. Os pedidos da edição e números atrasados podem ser feito pelo e-mail: [email protected].

Fogão não terá boa vida na Libertadores 2017


O sorteio da Copa Libertadores da América de 2017 foi realizado ontem (21/12), em Assunção, no Paraguai. Três clubes brasileiros – Atlético-MG, Chapecoense e Grêmio – já sabem os três adversários que enfrentarão na fase de grupos da competição continental. Pelos rivais, na teoria, a equipe catarinense terá tarefa mais difícil do que atleticanos e gremistas.

O Atlético-MG está no grupo 6, ao lado de Libertad-PAR, Godoy Cruz-ARG e Sport Boys-BOL. A Chapecoense integra o grupo 7, com os tradicionais Nacional-URU e Lanús-ARG, e o desconhecido Zuliá-VEN. Já o Grêmio encabeça o grupo 8, e terá que enfrentar o Guaraní-PAR, o Zamora-VEN e o Deportes Iquique-CHI.

Quem já sabe que terá verdadeiras pedreiras pela frente é o Flamengo. O time carioca caiu no grupo 4 da Libertadores, ao lado de San Lorenzo-ARG e Universidad Católica-CHI. Outras equipes brigarão nas fases preliminares para entrar nessa chave. São elas: Atlético-PR, Millonarios-COL, Universitário-PER, Deportivo Capiatá-PAR e Deportivo Táchira-VEN. O Atlético-PR encara o Millonarios na segunda fase.

O Santos é o cabeça de chave do grupo 2, que terá o Independiente Santa Fé-COL e o Sporting Cristal-PER. O outro componente do grupo ainda está indefinido. Atlético Cerro-URU, Unión Española-CHI, The Strongest-BOL, Universitario de Sucre-BOL e Montevideu Wanderers-URU tentarão ingressar no grupo santista.
libertadores

Já o Palmeiras está no grupo 5, com Peñarol-URU e Jorge Wilstermann-BOL. Carabobo-VEN, Junior Barranquilla-COL, Atlético Tucumán-ARG e El Nacional-EQU lutam nas fases previas para participar desse grupo.

O Botafogo, por sua vez, tem encontro marcado com o Colo-Colo-CHI na segunda fase da Libertadores. O ganhador do duelo vai enfrentar o vencedor de Olimpia-PAR x Deportivo Municipal-PER ou Independiente del Valle-EQU. Se avançar até a fase de grupos, o Botafogo duelará com Atlético Nacional-COL, Estudiantes-ARG e Barcelona-EQU.

A 58ª edição da Copa Libertadores da América terá o maior número de participantes da história. Serão 47 times, e pela primeira vez a competição terá duas fases preliminares.

O principal torneio do continente começará uma segunda-feira, em 23 de janeiro, e terminará ao fim de novembro, com jogos da decisão do título nos dias 22 e 29. As equipes que forem eliminadas antes de chegar à fase de grupos serão encaixadas na segunda fase da Copa Sul-Americana.

E outra novidade na Libertadores de 2017 é o novo sorteio que será realizado para confirmar os confrontos das oitavas de final, assim como acontece na Liga dos Campeões da Europa.

Oi pode ser vendida para bilionário egípcio


Depois de meses de suposições, a Oi deve receber no fim da tarde a primeira proposta formal de aporte de recursos. O empresário egípcio Naguib Sawiris e o grupo de credores internacionais (os chamados bondholders) vão apresentar à tele carioca um plano alternativo de recuperação judicial. De acordo com uma fonte, o egípcio deve apresentar um proposta para aportar entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,5 bilhão. Em reais, o valor pode chegar perto de R$ 5 bilhões, dependendo da taxa de câmbio.

Segundo essa fonte, a proposta tem dezenas de páginas. No plano alternativo de recuperação, o grupo, que é assessorado pela Moelis & Company, deve apresentar uma proposta apontando a necessidade de investimentos de cerca de US$ 10 bilhões por seis anos. Além disso, a proposta prevê que parte da dívida dos bondholders seja convertida em ações. Segundo essa fonte, será um percentual elevado e “que retrata a realidade”.

— A proposta é que a dívida de R$ 65,4 bilhões da Oi seja reduzida a um terço. E, para essa redução na dívida, haverá a conversão em ações da companhia — diz essa fonte, que prevê uma geração de caixa de cerca de R$ 6 bilhões por ano.

Egyptian entrepreneur Naguib O. Sawiris, Chairman and Chief Executive Officer of Orascom Telecom Holding, participates in a plenary session about the Challenges of going Global at the World Economic Forum (WEF) on the Middle East held in the resort town of Sharm el-Sheikh in Egypt 22 May 2006. The World Economic Forum-Middle East enters its third and final day, with some 1,200 business and political leaders expected to discuss regional issues. AFP PHOTO/MAHMUD TURKIA
Naguib Sawiris possível comprador da Oi      Foto: divulgação

CONVERSÃO DE DÍVIDAS

Segundo outra fonte, a conversão da dívida em ações deve ser o ponto mais polêmico entre credores e acionistas da Oi. Há quem diga que eles pretendem ter 90% das ações da Oi, mas o número ainda estava sendo discutido ontem. A tele havia proposto descontar a dívida em 70% e pagar em três anos. A conversão só iria ocorrer se a empresa não honrasse com o pagamento.

Entre alguns acionistas da tele, o bilionário egípcio é visto com “reservas”. Segundo uma fonte, Sawiris não virá ao Brasil, mas enviará representantes. O encontro deve ocorrer no fim da tarde na Oi com o presidente da companhia, Marcos Schroeder. A ideia do plano apresentado pela Moelis é fazer com que a tele consiga investir e cumprir com suas obrigações sem afetar sua geração de caixa operacional.

— Está se prevendo um investimento anual da ordem de R$ 6 bilhões. A Oi terá que investir mais que seus concorrentes para voltar a crescer no mercado. Por isso, é preciso um forte apoio dos bancos de fomento dos países que são fornecedores de equipamentos de infraestrutura. Sem isso, não tem como a Oi investir e modernizar sua rede — afirma essa fonte.

Essa fonte citou bancos de países como França, Finlândia, Coreia do Sul, Alemanha e China:

— Os bancos desses países estão dispostos a apoiar a companhia com crédito para fazer maiores investimentos em infraestrutura.

Para montar essa estratégia, a Moelis conta com o apoio da KPMG, Pinheiro Neto Advogados, além de ex-executivos da Oi, que ajudaram a fornecer dados da tele carioca.

CERBERUS ESTUDA PROPOSTA

Segundo uma fonte na tele, o grupo liderado por Sawiris vai fazer uma proposta sem nunca ter se reunido com a Oi.

— Eles não fizeram diligência na Oi. Acho que estão seguindo um fluxo que não é normal. Os fundos Elliot e Cerberus assinaram um acordo de confidencialidade com a Oi para ter acesso aos números da companhia — conta essa fonte.

O Elliot chegou a propor, de maneira informal, um aporte de R$ 9,2 bilhões para ter 60% das ações da concessionária, em uma oferta desenhada com o Boston Consulting Group e a gestora francesa Lazard. Já o fundo Cerberus, que tem o apoio de Ricardo K, ex-presidente da Brasil Telecom, conta com Deloitte e a consultoria Oliver Wyman para fazer uma proposta. Mas o grupo ainda está trabalhando nos detalhes, destacou uma fonte. Procuradas, as empresas não quiseram comentar o assunto.

Pastor Malafaia é alvo de condução coercetiva da PF


O pastor evangélico Silas Malafaia foi levado pela Polícia Federal para depor coercitivamente na manhã desta sexta-feira (16), no âmbito da Operação Timóteo. As informações são do jornal O Dia.

o-SILAS-MALAFAIA-facebook
Pastor Silas Malafaia Foto: divulgação

Malafaia é suspeito de ter “emprestado” contas correntes de uma instituição religiosa controlada por ele para ocultar dinheiro de origem ilícita proveniente de corrupção e cobranças de royalties.

Também foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva, doze de prisão temporária, bloqueio de três imóveis, bloqueio judicial de valores que podem alcançar R$ 70 milhões de reais.

A ação conduzida pelo juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara do Distrito Federal, está sendo realizada em 11 estados do país, dentre eles, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Sergipe, Tocantins e Rio de Janeiro.

Sônia Braga reencontra o caminho do sucesso com Aquarius


A carreira de Sônia Braga nos Estados Unidos está em alta mais uma vez. A eterna “Gabriela” ganhou mais um prêmio de melhor atriz, desta vez da Associação de Críticos de Cinema de San Diego, por seu trabalho no filme Aquarius. Sônia tinha um páreo duríssimo pela frente. Disputava com o favoritismo das americanas: Emma Stone, que ficou em segundo lugar por sua atuação em La La Land – Cantando as Estações; Nathalie Portman (De Cisne Negro, Thor e V de Vingança) pelo papel de primeira-dama em Jackie; Annette Bening por 20thCentury Women; e Ruth Negga, que nasceu na Etiópia, por Loving.

A conceituada revista Rolling Stone também se rendeu ao talento de La Braga. “A grande dama do cinema brasileiro voltou”, declara o texto da publicação que elegeu a atuação de Sônia Braga em Aquarius uma das 25 melhores performances de 2016 na sétima arte.

sonia-braga
Sônia Braga: interpretação elogiada Foto: divulgação

A Rolling Stone exaltou o trabalho de Braga no drama de Kleber Mendonça Filho, classificada como uma “performance de fogo e enxofre que você estava esperando desde “O Beijo da Mulher Aranha”.

Em Aquarius, Sonia Braga interpreta Clara, uma jornalista aposentada e viúva que se recusa a sair da casa onde passou sua juventude, viveu com seu marido e criou seus filhos, agora crescidos. O prédio onde vive Clara, na avenida Boa Viagem, orla de Recife, é assediado por uma construtura que deseja derrubar o condomínio, onde apenas ela restou como residente, que deseja erguer outro empreendimento no local.

Esta não é a primeira vez que Aquarius é reconhecido no exterior.  O longa-metragem entrou para a lista de melhores do ano de veículos de imprensa de renome como o jornal The New York Times e a tradicional revista francesa Cahiers Du Cinéma. O jornal britânico The Guardian listou a atuação de Sonia Braga entre as performances que são boa demais para serem ignoradas pelo Oscar 2017. A revista Variety elegeu o diretor Kleber Mendonça Filho um dos 10 diretores para se prestar atenção em 2017.

Exibido no Festival de Cannes deste ano, onde concorreu à Palma de Ouro, Aquarius foi premiado em diversos festivais internacionais, como o Prêmio Fénix (voltado ao cinema ibero-americano), o Festival de Sidney e o Festival de Biarritz. Pena que o filme não foi escolhido para nos representar na cerimônia do “Oscar 2017”.

Brasil no Óscar – Nosso representante na disputa, “Pequeno segredo”, de David Schurmann, infelizmente, não conseguiu estar presente na lista de nove pré-indicados ao Oscar de filme em língua estrangeira divulgada na noite desta quinta-feira (15/12) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. O longa dirigido por David Schurmann foi selecionado em setembro como representante oficial do Brasil para a disputa por uma comissão oficial formada pela Secretaria do Audiovisual.

FGTS pode ser liberado para pagamento de dívidas


O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou hoje (14) que o governo estuda flexibilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), permitindo o uso de parte dos recursos para o pagamento de dívidas. Segundo Meirelles, a questão será definida amanhã (15), antes do anúncio previsto de medidas de estímulo à economia.

“Estamos estudando, sim, a questão do FGTS, se é realmente justificável e quais os impactos econômicos de se permitir que o trabalhador use uma parcela para pagar dívidas de alto custo. Toda essa relação de medidas será discutida e decidida amanhã com o presidente da República. A mesma coisa em relação à regularização de débitos tributários”, declarou, referindo-se à possibilidade de novo Refis, programa que facilita o pagamento de dívidas das empresas com o Fisco.

Meirelles falou a jornalistas após um almoço com a bancada do PSDB no Senado. Segundo o ministro, no encontro, houve a programação de um esquema de trabalho entre a equipe econômica e o partido da base aliada, prevendo “consultas e sugestões constantes”.

Para o ministro, a aprovação em segundo turno da PEC do Teto de Gastos pelo Senado ontem (13) demonstrou que a agenda de reforma econômica continua forte apesar da crise política. A PEC vincula os gastos públicos à inflação do ano anterior por um período de 20 anos.

fgts pagamento

“Evidentemente [a crise] pode, de um lado, aumentar a incerteza. Mas, por outro, a aprovação da PEC mostra que a agenda continua forte, imperturbável e seguindo o cronograma. Hoje os mercados estavam relativamente calmos por causa da aprovação da PEC”, afirmou Meirelles.

O ministro também demonstrou confiança na aprovação da reforma da Previdência, enviada pelo governo ao Congresso este mês. Na avaliação dele, debater os termos propostos pelo governo é “legítimo”. A reforma formatada pelo Planalto prevê idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem e um tempo mínimo de contribuição de 25 anos.

“Esse tipo de reforma não se faz sem debate. Em dito isso, a avaliação que recebi dos senadores é que esse debate seguirá normalmente. O senso de responsabilidade dos congressistas em relação à situação do país e, principalmente, da insustentabilidade do presente ritmo dos gastos públicos é o que vai prevalecer neste momento”, disse o ministro da Fazenda.

Aumento de efetivo policial traz bons resultados para Itabuna


A chegada de 15 novos policias e a renovação da frota de 13 viaturas na cidade de Itabuna, distante a 426 km da capital baiana, trouxeram bons resultados para a segurança pública na região. Este ano, o município teve uma redução de 35% nos roubos a estabelecimentos comercial e de serviços. Entre janeiro a outubro de 2016, comparado com o mesmo período do ano passado, foram registrados 48 casos contra 74.viatura de policia

Para o comandante do 15º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Daniel Rício Teixeira, a ampliação do efetivo policial e a renovação da frota têm sido importantes para a redução criminal. “A gente tem trabalhado com viaturas posicionadas em locais estratégicos e um policiamento constante nos pontos com índices mais recorrentes de roubo no comércio”, ressaltou Rício, que também informou que as guarnições vêm realizando rondas nos horários de maior movimento comercial.

Segundo a titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Itabuna, delegada Lisdeilane Guimarães Dantas, a parceria com o DPT é fundamental para captura dos criminosos, ao lembrar que “as perícias, como coleta de impressão digital, feitas no local do crime têm facilitando bastante nossas investigações”.

 

Maior desmatador da Amazônia é denunciado à Justiça


O Ministério Público Federal do Pará (MPF) apresentou uma nova denúncia à Justiça Federal, na última sexta-feira (02/12), para tentar mandar de volta à prisão o empresário Antônio José Junqueira Vilela Filho, considerado o maior desmatador da Amazônia.

Desta vez, o MPF acusa o empresário Antônio Vilela Filho e outras 23 pessoas pelos crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, sonegação de documentos e invasão e desmatamento ilegal de terras públicas.

Em junho de 2016, uma operação prendeu a quadrilha comandada por Antônio Vilela Filho. Ele só se entrou à polícia no mês seguinte, mas em outubro ficou em liberdade por força de um Habeas Corpus.desmatamento2

Segundo o MPF e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama), o empresário é responsável pelo desmatamento de 330km² de área de floresta de Altamira, no sudoeste do Pará, no período de 2012 à 2015. A área desmatada é equivalente ao tamanho da cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

De acordo com as investigações, a quadrilha já movimentou quase R$ 2 bilhões e de prejuízo ambiental R$ 50 milhões. A Justiça Federal está analisando esses novos pedidos do MPF.

Fonte: G1

Monstro lovecraftiano vira tira de humor


Imagine que uma criatura ancestral responsável pelo ressurgimento dos antigos. Agora imagine que esse monstro é um garotinho na escola vivendo todas as dificuldades de todas as crianças normais. Foi essa ideia maluca que Gian Danton e Toninho Lima tiveram ao criar a tira de humor As aventuras do Pequeno Xuxulu.

A tira, publicada em página na internet, é uma referência à obra do escritor norte-americano HP Lovecraft. Lovecraft inovou ao colocar todos os seus contos em um mesmo universo e dessa forma criou uma das mais famosas mitologias modernas de terror incluindo o demônio Cthulhu e o livro maldito Necronomicon.14724528_1105772562874588_5923531777930092153_n

 

A ideia da tira surgiu da dificuldade de pronunciar o nome Cthulhu: “O próprio Lovecraft dizia que era um nome impronunciável por seres humanos, de modo que qualquer pronúncia seria possível. E, de brincadeira, eu pronunciava Xuxulu. Uma dia percebi que isso poderia ser uma deixa para fazer algo na linha de humor”.

O humor, aliás, surge exatamente do estranhamento, por misturar o terror das histórias originais com uma narrativa e traços infantis. Assim, Xuxulu enfrenta problemas de crianças normais, como acordar de mal-humor, ter dificuldades para decorar o livro Necronomicon e até ter que dar o dinheiro do lanche para o valentão da escola (no caso, Dagon, outra criatura lovecraftiana).

Gian Danton é roteirista de quadrinhos desde 1989 e ficou famoso por suas histórias de terror em parceria com Bené Nascimento e com a graphic novel Manticore, sobre o chupa-cabras, ganhadora de diversos prêmios. Foi um dos criadores do super-herói curitibano O Gralha. Para desenhar a história chamou o ilustrador Toninho Lima, que tem grande experiência em quadrinhos de terror e, ao mesmo tempo, em quadrinhos infantis.

As aventuras do pequeno Xuxulu podem ser acompanhadas pela página do facebook (https://www.facebook.com/pequenoxuxulu). A página é atualizada com uma nova tira toda sexta-feira.

Xuxulu tira 02 Gian Danton + Toninho Lima