Casa das Artes recebe programação voltada ao universo cênico


De 10 a 13 de maio a Secult e a Fundação Cultural do Pará (FCP), através de suas gerências de artes cênicas e Coordenadoria de Linguagem Corporal, promovem a primeira de uma série de atividades de aprimoramento acerca do pensamento e de práticas teatrais contemporâneas. O inicio da programação será com uma Oficina de Crítica Teatral, com Kil Abreu, seguida de um bate-papo com representantes da cena local e mediação do convidado.

Com extenso currículo, Kil Abreu foi coordenador pedagógico da Escola Livre de Teatro de Santo André, dirigiu o Departamento de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, foi crítico de teatro do jornal Folha de S. Paulo e da revista Bravo!. Foi jurado do prêmio Shell de teatro por oito anos e curador dos Festivais de Teatro de Curitiba, Recife, Fortaleza e Festival internacional de Teatro de São José do Rio Preto.

A oficina ocorrerá na Casa das Artes da FCP, de 10 a 13 de maio, iniciando pelo exercício de assistir, no dia 10 (terça-feira), às 20h, ao espetáculo “Jantar Zumbi”, no Teatro Margarida Schivasappa. “Esse será o ponto de partida da oficina por oferecer material em comum sobre o qual os participantes possam trabalhar sua escrita na oficina”, explica o diretor de Artes Cênicas da Secult, Nando Lima.

Em três encontros posteriores, a oficina abordará um breve histórico da crítica de teatro no Brasil, fará introdução aos métodos de análise, modos e impasses da crítica teatral contemporânea e exercícios de escrita. O instrutor, que tem artigos e ensaios publicados em diversos jornais e revistas especializadas no Brasil e no exterior, sendo crítico do site “Teatrojornal”, especializado em teatro, ainda deve compartilhar muito de sua experiência com os participantes.

foto - BOB SOUSA
Bob Sousa Foto: divulgação

Circulo de Debate – Cidade

A programação também estreia na Casa das Artes o “Círculo de Debate em Artes da Cena – CIDADE”, que ocorre dia 11 de maio, às 19h, com acesso livre e gratuito. Nele, haverá uma conversa com Kil Abreu, atuando como mediador, e artistas de três linguagens diferentes das artes cênicas, entre eles, Mayrla Andrade, da Cia de Dança Ribalta, e o performer Pedro Olaia.

A criação do Circulo de Debates, proposta da Coordenadoria de Linguagem Corporal da FCP, nasceu da necessidade de proporcionar aos artistas um espaço de discussão sobre a prática cênica, de modo que os debates levados possam acrescentar outras perspectivas. “É uma oportunidade de questionar a respeito do fazer cênico em nossa cidade, contribuindo de forma ímpar, na construção da cena na contemporaneidade”, destaca a técnica em gestão cultural/teatro da FCP, Keila Sodrack.

A intenção da instituição é manter uma programação periódica do “Cidade”, com pelo menos mais três encontros neste semestre. “Kil é um dos grandes nomes críticos da cena atual, perito em fazer análises dessa dramaturgia da contemporaneidade. Além disso, já esteve em vários eventos em Belém, então consegue traçar uma visão interessante, tem amplo arcabouço teórico e prático para debater com os artistas”, considera Keila.

Serviço: Oficina de Crítica Teatral, com Kil Abreu. Pré-inscrições abertas até 09/05 através dos e-mails: [email protected] [email protected]. É necessário uma carta de intenção e um breve currículo dos interessados, os selecionados para a oficina receberão comunicado de confirmação através do e-mail. Toda a programação é gratuita.

Mãe: alguém muito especial


No próximo domingo (08/05), comemoraremos o Dia das Mães.  No Brasil, a celebração ocorre sempre no segundo domingo de maio (de acordo com decreto assinado em 1932 pelo presidente Getúlio Vargas). É uma data especial, pois as mães recebem presentes e lembranças de seus filhos. Já se tornou uma tradição. Aproveite a oportunidade para dizer e demonstrar a sua mãezinha o quanto ela é importante para voce!

hanami_sakura_03

 

 

A história do Dia das Mães

Encontramos na Grécia Antiga os primeiros indícios de comemoração desta data. Os gregos prestavam homenagens à deusa Reia, mãe comum de todos os seres. Neste dia, os gregos faziam ofertas, oferecendo presentes, além de prestarem homenagens à deusa.

Os romanos, que também eram politeístas e seguiam uma religião muita parecida com a grega, faziam este tipo de celebração. Em Roma, durava cerca de três dias ( entre 15 a 18 de março). Também eram realizadas festas em homenagem a Cibele, mãe dos deuses.

Porém, a comemoração tomou um caráter cristão somente nos primórdios do cristianismo. Era uma celebração realizada em homenagem a Virgem Maria, a mãe de Jesus.MariaEnsinaJesus2

Mas uma comemoração mais semelhante a dos dias atuais podemos encontrar na Inglaterra do século XVII. Era o “Domingo das Mães”.  Durante as missas, os filhos entregavam presentes para suas mães. Aqueles filhos que trabalhavam longe de casa, ganhavam o dia para poderem visitar suas mães. Portanto, era um dia destinado a visitar as mães e dar presentes, muito parecido com que fazemos atualmente.

Nos Estados Unidos, a ideia de criar uma data em homenagem às mães foi proposta, em 1904, por Anna Jarvis. A meta era criar um dia em reverência a sua mãe que havia sido um exemplo de mulher, pois havia prestado serviços comunitários durante a Guerra Civil Americana. Seus pedidos e sua campanha deram certo e a data foi oficializada, em 1914, pelo Congresso Norte-Americano. A lei, que declarou o Dia das Mães como festa nacional, foi aprovada pelo presidente Woodrow Wilson. Após esta iniciativa, muitos outros países seguiram o exemplo e incluíram a data no calendário.

Após estes eventos, a data espalhou-se pelo mundo todo, porém ganhando um caráter comercial. A essência da comemoração estava sendo esquecida e o foco passou a ser a compra de presentes, ditado pelas lojas como objetivos meramente comerciais. Este fato desagradou Anna Jarvis, que estava muito desapontada em ver que o caráter de solidariedade e amor da data estavam se perdendo. Ela tentou modificar tudo isso. Em 1923, liderou uma campanha contra a comercialização do dia. Embora com muita repercussão, a campanha pouco conseguiu mudar.

Veja a nossa homenagem às mamães

Mãe romântica

Mãe romântica 2

Mãe pop

Mãe Soul, funk, hip hop

 

 

Quando a ignorância vence a solidariedade


O discurso de ódio fez uma mãe desistir do caminho mais eficiente para reencontrar a filha: a divulgação da informação e pedido de ajuda através dos meios de comunicação.

A menor de 15 anos desapareceu de casa no último dia 4. Desesperada, a família entrou em contato com o jornal e pediu ajuda. Imediatamente, o Extra publicou a notícia e os telefones para quem tivesse informações. A reação de parte dos internautas foi chocante: muitos leitores atacaram a menina pelo fato de ela ter uma namorada.

A mãe da garota fez um apelo:

“Boa tarde gente aqui é a mãe da adolescente,acho desnecessário os comentários de ofensa ela é uma menina de família criada na igreja,ela esta desorientada,ninguém sabe o que esta acontecendo sou uma mãe desesperada”.

Uma das leitoras do Extra sugeriu que o jornal suprimisse a informação de que a menina poderia estar com a namorada.

“Ana Clara Jabur Legal, Jornal Extra, expondo uma pessoa com menos de 18 anos pro Brasil inteiro com essa manchete em troca de um par de comentários criminosos que só disseminam ódio.”

É importante ressaltar: a leitora sustentou sua posição com argumentos e não com ofensas ou preconceito. Apenas discordou da linha editorial. O jornal, por sua vez, discordou da leitora. Entendeu que omitir a informação seria adotar o mesmo procedimento que está na raiz dos comentários que ofenderam a família, o preconceito. E mais: como a família sabe onde a suposta namorada mora, a informação poderia ser importante na localização. O jornal respondeu:

“Jornal Extra Oi, Ana Clara Jabur.  Tudo bem? Estamos expondo a foto e a história a pedido da família, para facilitar a busca. Nós noticiaríamos exatamente do mesmo jeito caso ela tivesse fugido com um namorado, ou com um amigo, ou com uma amiga, ou…. Enfim. Mas, infelizmente, não podemos conter o olhar homofóbico das pessoas.”

Muitos leitores apoiaram a postura da família em não ter vergonha ou preconceito em divulgar a informação. Mas no final da tarde, a mãe jogou a toalha. Assustada com os comentários agressivos a família pediu para tirar a reportagem que noticiava o desaparecimento do ar.

– Lamentamos ter que tirar a matéria do ar por causa de ataques de homofobia, por causa das agressões que estamos sofrendo – disse o padrasto.

O Extra, mais uma vez, atendeu ao pedido da família e retirou a matéria do ar.

Fonte: Jornal Extra

Dilma diz que Temer é ‘cúmplice’ de Eduardo Cunha


A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira que o vice-presidente Michel Temer é “cúmplice” de Eduardo Cunha e do “golpe”, pois beneficia-se do processo de impeachment. Dilma associou Temer a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afastado do mandato de deputado federal – e, por tabela, da presidência da Casa – pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Dilma anunciou, em cerimônia no Planalto, a contratação de 25 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida.
— O pecado original desse processo não pode ficar escondido. Todos aqueles que são beneficiários desse processo, o senhor vice-presidente da República, são cúmplices de um processo extremamente grave — disse Dilma, referindo-se diretamente a Eduardo Cunha como “pecado original” por várias vezes no discurso.

Em tom de ameaça, a presidente falou a uma plateia de beneficiários do programa que o eventual governo Temer – que pode assumir a Presidência já na semana que vem, caso o plenário do Senado votar pelo afastamento de Dilma – vai tirar 36 milhões de pessoas do Bolsa Família. Disse também que esse possível governo usa “desculpas” para cortar programas sociais.
— A tese é que se você pagar só para 5%, o que dá 10 milhões de pessoas, você gastaria menos. O Bolsa Família hoje contempla 47 milhões de pessoas. Seria como, então, para fazer só com 10 milhões, tirar 36 milhões e deixá-los à margem – declarou, insinuando que o eventual governo vai adotar o discurso de “Assim que eles conseguirem uma ocupação, eles que se virem”.

Temer e Cunha Foto: André Coelho
Temer e Cunha                             Foto: André Coelho

Dilma aproveitou para atacar o “Estado mínimo”, defender impostos para programas sociais e contabilizar feitos dos dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva às metas do seu próprio governo. Ignorando a possibilidade de ser afastada pelo Senado do cargo de presidente nos próximos dias, disse que, até 2018, um em cada oito brasileiros será beneficiário do Minha Casa Minha Vida – contando as moradias feitas por Lula desde 2003.
— Eles são contra os direitos sociais, contra a capacidade da senzala levantar e dizer: “Casa Grande nunca mais” — disse Evanisa Rodrigues, coordenadora da União Nacional por Moradia Popular.
— O jogo não está jogado. Uma coisa é o jogo jogado no carpete da Câmara e Senado. Outra coisa é o jogo jogado nas ruas desse país. E aí o papo é outro — disse Guilherme Boulos, coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).
Inês Magalhães, que foi nomeada ministra das Cidades depois que Gilberto Kassab deixou o posto às vésperas da votação do impeachment de Dilma pelo plenário da Câmara, falou que querem “depor” a presidente.

Fonte: Jornal Extra

Tânia Britto é afastada da Prefeitura de Jequie


O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia caçou a liminar que mantinha Tânia Britto (PP) no cargo de prefeita de Jequié. A decisão foi publicada no início da manhã desta sexta-feira (06/.05) na edição do Diário Oficial do TJBA. A prefeita, que está na sede do 19º Batalhão da Polícia Militar, recepcionando o governador Rui Costa, que está em visita oficial a nossa cidade, ainda não foi notificada.
tania
Foto: divulgação
O vice-prefeito Sérgio da Gameleira (PSB) assume a prefeitura hoje. Segundo o blog Jequié e Região, em razão da visita do governador a cidade as notificações a ambos deverão ser feitas somente após a visita do governador, o que deverá ocorrer logo depois do meio-dia. A queda de Tânia Britto está relacionada as graves denúncias relacionadas a área da educação. Ela o então secretário de educação, João Magno Chaves chegaram a ser afastados de suas funções no fim de dezembro de 2015, mas a prefeita retornou ao cargo via justiça.

Quadrilha é capturada com armas e drogas em Itatim


Através de denúncia, policias da Delegacia Territorial de Itatim, município distante 132 quilômetros de Salvador, prenderam no último dia 4, Junival Brito, Alex Brito, Érico Lima e Érica Lima, integrantes de uma quadrilha que vinha cometendo assaltos em cidades da microrregião de Feira de Santana, no Centro Norte baiano.

Fotos: SSPBA
Fotos: SSPBA

Ao realizar buscas na residência onde se encontrava o quarteto, os investigadores encontraram cinco espingardas de fabricação artesanal adaptadas para o calibre 12 com grande quantidade de munição, um revólver 32 com numeração parcialmente suprimida, além de 54 pedras de crack, quatro aparelhos de telefone celular, duas facas tipo peixeira e R$ 385,00.

A quadrilha foi apresentada e autuada em flagrante pelo delegado titular da DT de Itatim, Alex Wendel, e já. se encontra recolhida na carceragem da unidade, à disposição da Justiça.

Ilhéus: revezamento da tocha vai contar com Virada Esportiva


No dia 21 de maio, sábado, a Tocha Olímpica chegará a Ilhéus. Para recepcionar um dos símbolos dos jogos Olímpicos do Rio 2016, a Secretaria Municipal de Turismo e Esporte prepara um percurso de cerca de 9 quilômetros pelas ruas da cidade, além de celebrações, como shows musicais e a Virada Esportiva, entre os dias 21 e 22, para marcar ainda mais esse momento histórico.

Entre os eventos esportivo estão disputa de basquete 3×3, corrida noturna, vôlei de praia, futevôlei, beach tênnis, apresentações de karatê e tae-kwon-do. A programação ocorrerá ao longo da Avenida Soares Lopes, como na quadra poliesportiva, Praça Dom Eduardo (Catedral de São Sebastião), e na praia. De acordo com o titular da Setur, Josenaldo Cerqueira, essas atividades coroam a passagem da tocha por Ilhéus, criando um clima esportivo de incentivo aos atletas locais, além da recreação à comunidade em geral.Tocha Olímpica passa por Itabuna em 21 de maio

A participação nos eventos acontecerá mediante inscrições prévias. Para participar do basquete 3X3, os integrantes das equipes precisam ter 18 anos ou mais e podem se inscrever pelo email [email protected] e pagar taxa de R$ 40 por time, até o dia 13 de maio. Já nos demais eventos as inscrições serão feitas na Secretaria de Turismo e Esportes, até o dia 15 de maio, e o registro nas atividades será gratuito.

Itabuna: Museu Itinerante “Se Prepara Brasil” já recebe visitas


Uma manhã de conhecimento e descobertas sobre as Olímpiadas. Foi assim que a estudante Samanta Santos, 9 anos, classificou sua visita ao Museu Itinerante “Se Prepara Brasil — O Caminho do Esporte até o Rio de Janeiro” sobre uma carreta estacionada na Praça Otávio Mangabeira (Camacan), no centro de Itabuna. A menina, acompanhada da avó Wanuzia Martins, foi uma das primeiras itabunenses a interagir com a avançada tecnologia que exibe histórias e fatos sobre o maior evento esportivo mundial. A visitação foi aberta hoje às 9 horas e prossegue até às 18 horas de amanhã com acesso gratuito ao público.

A exposição reúne peças dos acervos do Comitê Olímpico Internacional (COI), do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do Comitê dos Jogos Rio 2016, além de coleções particulares. “O Museu é muito lindo. Aqui tem os mascotes das Olimpíadas Rio 2016, chuteiras dos jogadores de futebol, mas o que mais gostei foi da mesa digital, que a gente pode mexer para ler as informações sobre os jogos olímpicos e também sobre a cidade do Rio de Janeiro”, a pequena Samanta, que não continua sua felicidade.

O Museu Itinerante também foi visitado por um grupo de 34 crianças do Centro Comunitário de Assistência Social da Legião da Boa Vontade (LBV). As crianças e adolescentes, entre cinco e 14 anos, assistiram com atenção os vídeos exibidos com relatos e caracterização das Olimpíadas ao longo da história e a exposição. O grupo esteve acompanhado da educadora Nilma Lucas, que também se mostrou bastante entusiasmada. “Os alunos estão encantados com esta visitação que, além de diversão, é conhecimento, já que é um museu bastante interativo. Puderam manusear a mesa digital e aprender sobre a história das Olimpíadas e do Brasil e das cidades por onde a Tocha Olímpica passará”, comentou.

Para o estudante William Gonçalves, que se disse apaixonado por tecnologia, a visita despertou muito interesse pela história do Maracanã, um dos estádios onde os jogos olímpicos serão realizados. “Li as informações exibidas pela mesa digital sobre o Maracanã, que para receber as Olimpíadas foi ampliado e agora tem espaço 60 mil pessoas. Antes tinha capacidade para 45 mil lugares”, relatou. “Também vi os novos modelos de chuteiras coloridas usadas pelos jogadores muito diferentes daqueles do passado que pareciam duras e desconfortáveis”, acrescentou.

Além da carreta com Museu Itinerante, os estudantes da LBV também visitaram os estandes montados pelo 4º Grupamento de Bombeiros Militares e a Secretaria Municipal para um trabalho de divulgação e prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) pelo pessoal do Centro e Referência, Assistência e Tratamento (CERPAT). A exposição estará aberta ao público das 9 às 18 horas.

A coordenadora do Comitê Olímpico em Itabuna Dinamar Guimarães informou que as escolas da rede pública e particular podem agendar a visita com as consultoras da Bradesco Seguros, na Praça Otávio Mangabeira. Também visitaram a carreta olímpica, os quatro condutores da Tocha Olímpica indicados pelo prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, os atletas de futebol Paulo Roberto Rezende (Paulão); do atletismo Pedro Sebastião Filho, o Pedro das Medalhas; da natação Maruse Dantas Xavier; e a professora aposentada de Educação Física Oscarlina Magalhães Silva (Kalila).

Também prestigiou a abertura do evento o vice-prefeito Wenceslau Junior, que representou o prefeito Claudevanen Leite, o secretário municipal de Esportes e Recreação, José Evaristo Cardoso Neto, a presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania, Nilmecy Gonçalves, o ex-secretário Evans Maxwel Silva, o representante da Polícia Rodoviária Federal, 4º Grupamento de Bombeiros e 15º Batalhão de Polícia Militar e desportistas.

Fotos: Gabriel de Oliveira

 

Cunha é afastado da presidência da câmara


A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu agora há pouco manter a decisão do ministro Teori Zavascki que determinou a suspensão do mandato parlamentar do deputado federal Eduardo Cunha e o afastamento dele da presidência da Câmara.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Até o momento, seis dos 11 ministros acompanharam o relator, Teori Zavascki. Os votos foram proferidos pelos ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber; Luiz Fux e Dias Toffoli.

Mais cedo, o ministro Teori Zavascki determinou a suspensão do mandato parlamentar do deputado federal Eduardo Cunha e o afastamento da presidência da Câmara. O ministro atendeu a um pedido liminar do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Paula Giordano chega à Galeria Theodoro Braga com “Entre Luz e Escuridão”


“Entre Luz e Escuridão – Fotografias de Paula Giordano” trata-se de uma exposição de 16 fotografias ‘fineart’ – o termo refere-se à fotografia feita puramente por impulso artístico e estético em oposição à fotografia feita com objetivo documental ou publicitário. O conjunto de imagens leva o espectador a mergulhar na temática da religião, mais precisamente dos cultos de umbanda e candomblé.

O projeto foi um dos selecionados pelo edital “Pauta Livre 2015” do Programa de Incentivo à Arte – Seiva, da Fundação Cultural do Pará (FCP). A exposição inaugura dia 04 de maio, às 19h, na Galeria Theodoro Braga, e seguirá aberta para visitação gratuita até o dia 30 de maio, de segunda a sábado, das 09h às 19h, incluindo agendamento para visitas escolares.

“As imagens apresentadas trazem de forma poética – e quase etérea – a atmosfera que envolve esses ritos religiosos, o homem na sua relação com a fé, o divino, com seus signos e representações marcantes, porém de uma maneira subjetiva, misteriosa, insinuativa, que desperta o olhar, interroga”, assinala Paula Giordano.

O desejo de estudar o tema, ela conta, emergiu em 2013, quando teve contato com o trabalho de José Medeiros e Pierre Verger – fotógrafo e etnólogo autodidata que após alguns anos assumiu o nome religioso Fatumbi, passando a assinar Pierre Fatumbi Verger. “Foram suas fotografias que me marcaram enormemente e fizeram despertar esse desejo, esse caminho, essa busca. Meu trabalho prossegue, contudo, trago neste momento ao público, imagens marcadas pela transcendência dos rituais”, diz ela.

IMG_0132
Foto: divulgação

“Vale ressaltar também, a admiração e o respeito que tenho pelo trabalho do fotógrafo Guy Veloso, tendo me influenciado com sua generosidade a seguir na fotografia, adotando-a como forma de expressão artística, pessoal e de sensibilidade”, completa. Está será a segunda exposição individual de Paula Giordano. Sua estreia foi 2013, quando selecionada para a 22ª Mostra de Artes Primeiros Passos CCBEU, com a fotografia “Sem Farinha Não Há Trabalho”. E em 2014 teve sua primeira individual, “Casa de Farinha”, também selecionadas no edital da Galeria Theodoro Braga.

De acordo com Eliane Moura e Renato Torres, da Fundação Cultural do Pará e que assinam o texto curatorial da mostra, com este novo trabalho, Paula Giordano “aprofunda sua pesquisa na imagem fotográfica, construindo imagens que nos revelam significativos fragmentos de um ritual afro-religioso popular de mais de 40 anos: o Festival de Iemanjá da Praia Grande, na ilha de Outeiro, e da Praia do Cruzeiro, no distrito de Icoaraci, no Pará”.

A artista sempre teve como enfoque do seu trabalho: o homem e suas diversas formas de expressão. “Fotografia precisa ter emoção”, define. Além disso, sempre manteve relação com diversas formas de arte como pintura, dança e teatro; contudo, é no estudo da fotografia e no desenvolvimento de suas habilidades nesse universo, há cerca de cinco anos, que vem encontrando espaço para seu amadurecimento artístico, pessoal, e a expressão de sua sensibilidade.

Ela também sofre certa influência da temática social e cultural das obras de Portinari e Di Cavalcanti, do retratar a emoção. E ainda, o cotidiano, a espontaneidade presentes na fotografia de Henri Cartier Bresson. Ela própria declara que procura não se prender a regras ou estéticas simplesmente, busca desafios a cada novo trabalho, o que lhe faz produzir trabalhos diversificados. Investe seu olhar qualificado na procura incansável pelo que há de sentimento na imagem.

Exposição “Entre Luz e Escuridão – Fotografias de Paula Giordano”

Abertura: Dia 04 de maio (quarta), às 19h;

Visitas: Até 30/05, de segunda a sábado, das 9h às 19h;

Onde: Galeria Theodoro Braga, subsolo do Centur, Gentil Bittencourt, 650 – Nazaré.

Informações: (91) 3202-4313

Entrada franca