Maria: o café produzido de forma sustentável


Investir em sustentabilidade e responsabilidade social gera retorno financeiro? A produtora de cafés especiais Daterra prova que sim. Eleita a fazenda mais sustentável do Brasil em 2015, a Daterra acaba de quebrar o recorde de preço na história do café brasileiro.

No dia 22 de novembro a fazenda realizou seu quarto leilão de micro e nanolotes, atraindo compradores das Américas do Norte e do Sul, Europa e Ásia. O grande destaque do evento foi o nanolote batizado de Maria, em homenagem às trabalhadoras do campo. Com a saca vendida por mais de R$26 mil, Maria tem muita história para contar. Foram disponibilizadas menos de duas sacas, garantindo uma disputa acirrada: o lote recebeu mais de 500 lances e foi arrematado por compradores da Argentina e Espanha pelo valor de U$58/libra. Para efeitos comparativos, uma saca de café especial brasileiro custa em média R$620,00, ou U$1,39/libra.

Como nasceu Maria?

O café chamou a atenção por seus atributos exóticos: Maria combinou intensos aromas de frutas e flores com acidez fosfórica e doçura acentuada. Estas características, nada comuns no café brasileiro, foram conquistadas após 5 anos de pesquisa em genética, processos e controle de qualidade.

A Daterra, que vem conduzindo estudos e experimentos em parcerias com clientes e institutos de pesquisa, conta que o resultado não apareceu do dia para a noite: “Em todos estes anos, foram mais erros do que acertos. Fizemos inúmeros experimentos e grande parte não trouxe resultados, mas graças a eles temos hoje uma enorme base de dados e muitos estudos sobre nossos cafés”, comenta o coordenador de marketing Gabriel Agrelli, responsável pelo projeto.

MariaA

Os fatores humanos e ambientais

A fazenda adicionou recentemente às suas certificações o selo Sistema B, que certifica empresas empenhadas em realizar transformações sociais e ambientais, garantindo que a valorização do trabalhador e do meio ambiente faça parte do modus operandi em todos os setores da produção agrícola.

Tão importante quanto produzir cafés de qualidade, também é fundamental a responsabilidade sobre o Cerrado e o meio ambiente” – explica Isabela Pascoal, diretora de sustentabilidade da Daterra. Recentemente a Daterra inaugurou a Fundação Bioterra com o objetivo de promover estudos de recuperação de solo. A fazenda irá destinar 200 hectares para pesquisas e análises profundas sobre a microbiologia do solo. O projeto conta com a parceria de cientistas da Esalq e do Instituto Agronômico de Campinas. “A Fundação é uma articuladora de conhecimento sobre a importância do solo e de como devemos cuidá-lo. Queremos abrir o diálogo e a troca de conhecimento sobre a importância da organicidade e recuperação de cada tipo de solo, como a ferramenta mais importante para enfrentar as mudanças climáticas”, conclui Isabela.

O preço expressivo atingido por Maria é uma conquista não só para a Daterra, mas para todo o mercado de cafés especiais brasileiro: prova que o produtor está empenhado em produzir qualidade, contribuindo para quebrar o paradigma de que o Brasil produz café em grande volume, mas sem foco em qualidade.

Empresas brasileiras também participaram do leilão:  a torrefação Nossa Casa Café de Amparo, interior de São Paulo, arrematou um lote de Opus Exotic – café que possui naturalmente baixo teor de cafeína. A novidade estará disponível para o consumidor a partir de janeiro. No exterior, o Opus segue para países como França, Grécia e Taiwan.

Assassinato de PM: seis testemunhas já foram ouvidas


Equipes da Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública que investiga morte de policiais já ouviram seis testemunhas que presenciaram a morte do soldado PM Jaílson César dos Santos Mendes, lotado na 53ª Companhia Independente da Polícia Militar (Mata de São João). As primeiras informações são de que dois homens, um deles aparentando ser ainda adolescente, entraram no coletivo na região do Iguatemi e anunciaram o assalto na Avenida Paralela.

“Segundo as testemunhas, no momento que o roubo foi iniciado o militar reagiu e acabou atingido por disparos de arma de fogo. Socorrido para o Hospital Roberto Santos, não resistiu. Chegamos no local do crime às 7 horas, pouco depois da ocorrência do fato, e obtivemos importantes detalhes que certamente nos ajudarão na elucidação do caso”, explicou o coordenador da Força-Tarefa, delegado Odair Carneiro.

Ele acrescentou que outras informações podem ser repassadas para a polícia, através do Disque-Denúncia da SSP (3235-0000).

Elaborando um bom curriculo


A equipe de Seleção da Agência Estadual do Trabalho da Boa Vista vai oferecer orientação gratuita para os trabalhadores que precisam preparar um currículo. As palestras começam nesta segunda-feira, dia 16h, às 8h, no auditório da Agência (Rua da Aurora, 425, Boa Vista, Recife). As palestras estão marcadas para os 16, 17, 23, 24, 30 e 31 de janeiro de 2017, sempre as 8h e as inscrições podem ser feitas na hora.

Em dois anos, o uso da energia solar cresceu 70%


A geração de energia solar está experimentando um boom, como ocorreu anos atrás com a energia eólica, tendo crescido mais de 70% a capacidade de geração nos últimos dois anos. Cerca de 90% das unidades existentes foram instaladas neste período, segundo dados da SER Energia, empresa do setor. Apesar da perspectiva de forte crescimento, o governo federal cancelou o leilão de energia renovável, que seria realizado em 19 de dezembro e que incluía projetos de energia solar.

O presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Rodrigo Sauaia, disse que o setor, que se preparava para participar do leilão, foi surpreendido com a suspensão. Para o executivo, foi um sinal ruim aos investidores. O executivo calculou que poderiam ter sido contratados pelo menos 1.500 megawatts (MW) em projetos de energia solar, que representariam investimentos de R$ 9 bilhões até 2019:

— Foi um golpe duro para o setor no momento em que está em fase de desenvolvimento. É um sinal muito ruim para atrair novos investimentos, seja na ampliação da geração ou na fabricação de equipamentos. A energia solar está se tornando fonte complementar de geração à energia hidrelétrica, que é limpa e renovável.

Apesar da suspensão do leilão de energias renováveis, empresários e especialistas acreditam que a energia solar vai continuar crescendo a taxas elevadas no país nos próximos anos. Segundo a Absolar, com base nas projeções feitas pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), os projetos de energia solar podem chegar a 25 gigawatts (GW) em potência instalada até 2030. Eles poderão representar investimentos de R$ 125 bilhões.

Com essa expansão, se estima que a participação da energia solar na matriz energética vai passar do 0,02% em 2015 para mais de 10% em 2030.

A expectativa é que dos 25 GW de energia solar previstos para serem instalados até 2030, 17 GW sejam de geração centralizada (usinas de grande porte) e 8,2 GW de geração distribuída (em casas, edifícios comerciais e públicos, condomínios e na área rural, como em fazendas). A expectativa de o país atingir 25 GW de energia solar em 2030 integra um dos cenários construídos pela EPE, que serviu de base para o compromisso do Brasil na definição das metas nacionais de redução das emissões de gases do efeito estufa.

placasdeenergia
Projetos de energia solar são a solução inteligente para problemas de abastecimento Foto: divulgação

Há 111 projetos em andamento

Ao todo, existem 111 projetos em andamento, dos quais 12 em construção, com um total de 346 mil quilowatts (KW), e outros 99 empreendimentos que ainda não foram iniciados, de 2.634.397 KW. Com esses projetos, a Absolar estima que, já em 2018, a participação da energia solar na matriz energética ficará entre 2% e 3%.

De acordo com dados da Absolar, o segmento de microgeração solar cresceu 320% em 2015, com mais de seis mil sistemas em todo o país, com 42 MW em potência instalada, representando investimentos de R$ 375 milhões.

Na geração centralizada, a gigante italiana de energia Enel (controladora das distribuidoras de energia Ampla, que atua em 66 municípios Estado do Rio, a Coelce, no Ceará, e recentemente a Celg, que serve ao estado de Goiás) tem fortes inve’stido em energia solar no país. Por meio de sua subsidiária Enel Green Power Brasil, a empresa está desembolsando cerca de US$ 980 milhões em quatro plantas solares (Nova Olinda, no Piauí, Ituverava, Horizonte e Lapa, na Bahia) que somam 807 megawatts (MW). A usina de Nova Olinda é a maior planta solar atualmente em construção na América Latina, com uma capacidade de 292 MW.

Uma vez concluídas, as quatro usinas serão capazes de gerar mais de 1,7 Terawatt/hora (TWh) por ano, o suficiente para atender a mais de 845 mil lares brasileiros por 12 meses.

Adley Piovessan, diretor executivo da SER Energia, do grupo SER-Tel, que executa projetos de energia solar e comercializa energia, disse que o crescimento das fontes renováveis na China e na Alemanha vem reduzindo drasticamente os custos dos equipamentos:

— Essa redução de preços fez o prazo de retorno do investimento em um projeto de geração solar cair de 25 anos para cerca de oito anos. O crescimento da geração de energia solar tem sido exponencial, e o potencial de expansão é absurdo. Estão vindo investimentos de fora do Brasil, além dos que estão sendo feitos por concessionárias no país.

Piovessan diz que o governo tem que aumentar linhas de crédito para compra de equipamentos no exterior e reduzir impostos. Cyro Boccuzzi, membro sênior do Instituto dos Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), diz que há avanços na regulação sendo elaborada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), permitindo a chamada geração remota por microempreendedores:

— Agora podem se formar condomínios de consumidores que implementem um projeto em qualquer outra parte da região atendida pela mesma concessionária. Antes só era possível gerar energia no seu próprio local de consumo.

O especialista estima que, por R$ 20 mil, é possível instalar uma unidade para gerar 2 KW, o suficiente para suprir mais de 90% do consumo de uma família de quatro pessoas:

— Em alguns anos, o consumidor tem o retorno do investimento e passará a gerar sua própria energia limpa, a um baixo custo de manutenção dos equipamentos e se livrando das elevadas tarifas de energia, que subiram mais de 50% em 2015. Acredito que o país poderá ter mil MW instalados de energia solar em oito a dez anos.

Mais financiamento do BNDES

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Barroso, afirma que já vêm sendo adotados vários tipos de estímulos para o desenvolvimento da energia solar no país. Ele cita o convênio com o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que autoriza os governos estaduais a isentarem de ICMS a energia que é liberada para a rede devido ao insumo obtido com a minigeração distribuída.

A redução de mais de 70% no preço da energia solar nos últimos dez anos e o aumento de mais de 50% nas tarifas de energia elétrica em 2015 impulsionaram a geração solar no Brasil, de acordo com a Absolar. Segundo dados da Aneel, são 5.525 sistemas de micro e minigeração, dos quais 5.437 (98,4%) são de fonte solar, sendo 78% de uso residencial, 15% comercial e o restante, implementado nas indústrias, em edifícios públicos e em propriedades rurais, entre outros.

A Aneel projeta que a minigeração crescu cerca de 800% em 2016. O BNDES também ampliou sua fatia de financiamento em projetos solares de 70% para 80%.

 

Fonte: Ramona Ordonez

A biônica e a maravilhosa


Momento Retrô (2)

Se você é amante das séries clássicas ou nasceu nos anos de 1970 ou de 1980, com certeza deve se recordar de dois seriados que fizeram muito sucesso. São eles: A Mulher Biônica (The Bionic Woman) e Mulher Maravilha (Wonder Woman), estrelados pelas atrizes norte americanas Lindsay Wagner e Lynda Carter.

A Mulher Biônica foi transmitida originalmente de 14 de janeiro de 1976 a 13 de maio de 1978. Foram 58 episódios divididos em três temporadas. A personagem apareceu pela primeira vez em um especial de 2h no seriado O Homem de Seis Milhões de Dólares (The Six Million Dollar Man).

musas
Lindsay Wagner e Lynda Carter      Fotos: divulgação

Na história, a noiva de Steve Austin  (Lee Majors) sofre um acidente e Austin convence seu chefe a colocar os implantes biônicos nela também. Seu corpo rejeita, e ela morre na cirurgia de remoção. No entanto, a personagem caiu no gosto do público, o que fez os produtores a criarem um spin-off só dela. A explicação para seu retorno é que ela ficou em animação suspensa até ter seu corpo recuperado, porém sem memória. Assim a personagem pôde ter liberdade de roteiro, sem necessitar do Steve Austin sempre próximo, o que seria impossível se eles ainda fossem noivos.

Já a Mulher Maravilha foi ao ar, originalmente, de 07 de novembro de 1975 a 11 de setembro de 1979. O número total de episódios foi de 59, divididos em três temporadas. A série protagonizada por Lynda Carter, que obteria imenso sucesso, teve início com um longa piloto (“The New Original Wonder Woman”) baseado na primeira história da personagem, passada durante a II Guerra Mundial, mostrando suas origens na Ilha Paraíso, localizada (porém não-cartografada!) no centro do “Triângulo das Bermudas” e habitada pelas amazonas por milênios. As amazonas, refugiadas ali do patriarcalismo da Antiguidade, conservaram consigo os segredos da imortalidade e poderes divinos.

bionicwomanatual
Lynda e Lindsay atualmente       Foto: divulgação

Ambas as séries fizeram um sucesso estrondoso. E elevando Lynda Carter, que foi ex-Miss América e Lindsay Wagner ao status de estrelas. As atrizes, que se tornaram amigas naquela época, mantém a amizade até hoje. Lynda, com 65 anos, está no seriado Supergirl, interpretando a presidente dos Estados Unidos. Já Lindsay, 67 anos, escreveu alguns livros sobre acupuntura e viaja pelo país fazendo palestras.

Fechamento de bancos transfere vencimentos de hoje para segunda-feira


As agências bancárias fecharam hoje (30) para balanço de ano e não tiveram atendimento ao público. Com isso, quem tem contas e carnês com vencimento nesta data ou no fim de semana poderá fazer os pagamentos no dia 2 de janeiro, quando os bancos reabrem, sem cobrança de multa por atraso.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) lembra que no dia em que não há atendimento nos bancos o cliente pode utilizar os caixas eletrônicos, internet banking, banco por telefone e correspondentes bancários como casas lotéricas e agências dos Correios.

Preenchimento de cheques

Quem costuma utilizar cheques deve ficar atento com a virada do ano, no próximo domingo, para não errar no preenchimento, colocando a data do ano anterior. A Febraban alerta que o cheque preenchido com a data errada pode ser devolvido. Portanto, para garantir que a compensação seja feita corretamente, a recomendação é ter atenção para datar com o ano de 2017.

DH de Feira triplica número de homicidas capturados


A Delegacia de Homicídios (DH) de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, triplicou o número de assassinos presos entre janeiro e dezembro (até o dia 15) de 2016, numa comparação com o mesmo período do ano passado. O número saltou de 16 flagrantes para 59, representando um aumento de 268%. A unidade, subordinada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, sediado em Salvador, tem como titular o delegado Gustavo Ameno. Neste ano o município recebeu 28 novos policiais civis (9 delegados e 19 investigadores) para reforçar as ações de inteligência naquela região.

Entre os principais homicidas presos em 2016 estão Aldair José Azevedo de Santana, o ‘Dai Gordo’, e Marcus Vinícius Vitória Ramos, mais conhecido como ‘Vini’. Ambos tinham envolvimento com o tráfico de drogas e participação em assassinatos e em alguns casos de tentativa de homicídio. Outra captura relevante foi a de Ronílson de Jesus Souza, o ‘Toré’, que trabalhava como segurança e atuava em um grupo de extermínio.

1 (3)
Feira Santana: ações de inteligência e prisões de homicidas Foto: Carlos Augusto Oliveira da Silva

Foi um ano de muito trabalho e quero agradecer o empenho de todos os policiais desta unidade e dos colegas das delegacias de Tóxicos e Entorpecentes, Repressão a Furtos e Roubos e da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior, além da parceria com a Polícia Militar”, ressaltou Ameno. Acrescentou que o diálogo e bom relacionamento motivou os efetivos a se unirem para melhoria do serviço prestado à população feirense.

Outros dados que comprovam o bom trabalho desempenhado pela DH/Feira são os de inquéritos remetidos geral e com autoria. Eles aumentaram, respectivamente, em 58,3% e 102,8%. “Sabemos que a maioria destas mortes têm ligação direta com o tráfico de drogas e em 2017 fecharemos ainda mais o cerco contra essas organizações criminosas”, concluiu o delegado.

Enfim, Xuxa é contratada por Sílvio Santos


Em baixa na Record, muitas pessoas acreditavam que Xuxa logo iria para o SBT, mas isso não aconteceu. Porém, agora a loira acaba de ser contratada por Silvio Santos, mas não para ter um programa em sua emissora.

Após Rodrigo Faro e diversos outros artistas, a apresentadora Xuxa Meneghel terá uma fragrância na Jequiti. O perfume que ela usa no dia a dia, já há algum tempo, agora vai chegar ao mercado pela empresa de Silvio Santos, como informa o jornalista Flávio Ricco.wpid-xuxa

O lançamento acaba de ser confirmado para abril, como novidade para o Dia das Mães. Trata-se de uma fragrância até aqui conhecida como marca pessoal da apresentadora.

Ainda na mesma área de licenciamentos, em breve chegará ao mercado uma linha de esmaltes licenciados pela Xuxa, com um total de 24 cores. No entanto, trata-se de um projeto independente que nada tem a ver com a Jequiti.

Grávida desaparecida na Central do Brasil é encontrada morta


Desaparecida há 13 dias, a Polícia Civil descobriu que Rayanne Christini, de 22 anos, grávida de sete meses, e o bebê estão mortos. Ela foi sequestrada no último dia 13, após sair de casa para buscar o enxoval da criança oferecido por Thainá Silva Pinto, 21.

Os corpos foram encontrados carbonizados em uma casa em Magé, na Baixada Fluminense. Na residência havia muitas marcas de sangue, e a polícia acredita que lá tenham tentado fazer o parto da jovem. Uma faca suja de sangue foi achada no local.

Policiais também encontraram pedaços do vestido e os restos mortais de Rayanne na lixeira da casa. Uma perícia comprovou ainda que ossos femininos foram encontrados no quintal da residência.

Thainá e o marido, Fábio Luiz Souza Lima, 27 anos, estão presos acusados do crime. Segundo as investigações da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), ela e o homem tramaram o crime para ficar com o bebê. Thainá usou o nome “Lídia” para se encontrar com a vítima.

De acordo com a Polícia Civil, Rayanne foi lavada para a casa de Thainá em Magé, onde foi morta por três homens no mesmo dia, por volta das 13h. Todos estão com a prisão pedida, mas estão foragidos. Eles vão responder por duplo homicídio e ocultação de cadáver.

A violência do crime chocou até mesmo os policiais da DDPA. “Foi um dos casos mais chocantes tendo em vista a brutalidade do crime. Foi de uma maneira medieval que o crime foi praticado. O parto certamente se deu dentro da casa dela. Uma coisa tosca, uma mente doentia”, afirmou a delegada Elen Souto.

Rayanne Grávida

“Os envolvidos não demonstraram remorso. Há várias denúncias de que o Fábio teria saído com mochilas de dentro casa de Thainá. Acreditamos que as bolsas foram usadas para ocultar os corpos. A Thainá tinha certeza que a Rayanne estava grávida de oito meses e ia dar à luz a qualquer momento. Ela é fria e dissimulada. Já o Fábio não disse nada sobre o crime. Esse grupo procura por grávidas, preferencialmente de meninas”, disse Ellen.

A especializada analisou mais de 1.500 imagens de câmeras, da Central até Magé, para chegar ao local do crime. A vítima recarregou seu celular no município, o que permitiu aos agentes encontrarem a casa. Os corpos estão no Instituto Médico-Legal (IML) e serão submetidos a exame de DNA com material colhido da mãe da vítima.

Uma equipe de policiais foi até a casa da mãe de Rayanne informá-la da notícia. A reação foi de desespero, já que ela tinha esperança de encontrar a filha viva.

Rayanne participava de um grupo das redes sociais para ganhar doações e foi assim que conheceu Thainá. As duas se encontraram na Central do Brasil onde a vítima foi vista pela última vez, as câmeras de segurança do local flagraram o momento. As duas, entretanto, foram de carro à Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

A família da vítima não sabia que ela havia saído para buscar o enxoval. Ela falou apenas para uma amiga que chegou a alertá-la sobre o perigo de se encontrar com uma pessoa desconhecida. Rayanne e Thainá foram reconhecidas por parentes nas imagens. .

A vítima deixa uma filha de 3 anos. A Comissão de Direitos Humanos da Alerj vai oferecer acompanhamento psicológico à família.

Entenda o caso passo a passo

Na manhã do dia 13 de dezembro, Rayanne levou a filha de 3 anos, à creche. De lá, sozinha, pegou um trem com destino à Central do Brasil para buscar o enxoval para o bebê prometido por Thainá, que exigiu que ela fosse até Magé pegar as roupinhas e fraldas. As duas se conheceram pelo Facebook em um grupo para grávidas onde Thainá fez a oferta.

O bebê, que se chamaria Maria Luísa, nasceria entre janeiro e fevereiro.
Às 16h, Rayanne não apareceu para buscar a filha ma creche como fazia todos os dias. A família achou estranho e ligou para o celular da jovem, que estava desligado.

Desesperados, parentes decidiram registrar o desaparecimento na polícia. Na ocasisão, para ajudar nas buscas, a Polícia Civil disponibilizou um cartaz com o rosto da mulher e telefones para contato.

Quem era Rayanne

Filha de pais separados, a jovem morava com a mãe, a primeira filha de 3 anos e dois irmãos, um de 7 e 13 anos, respectivamente, em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. Rayanne, que aos 19 anos parou de estudar para dar à luz a primeira filha, passava os dias revezando os cuidados com os da avó, que sofre de Alzheimer.

Manifestação e procura

Cinco dias depois do sumiço, no dia 18 de dezembro, familiares e amigos de Rayanne fizeram uma manifestação em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Eles cobravam da polícia mais empenho nas investigações do caso. Com cartazes e faixas eles percorreram várias ruas do bairro. Um dia antes, no dia 17, parentes da moça estiveram na Central do Brasil, no Centro do Rio, procurando pelo paradeiro na jovem.

No mesmo dia, eles estiveram também em Duque de Caxias e Magé, na Baixada Fluminense, para tentar localizar a jovem. À ocasião, uma testemunha contou ter visto Rayanne na rodoviária da cidade.

Na mesma semana, a família da vítima encontrou um antigo celular da vítima e conseguiram acessar o seu Facebook, no entanto, nada de entranhou teria sido achado. Já entre os dias 17 e 19, um amigo da família conseguiu rastrear o telefone dela até Caxias, onde o aparelho teria perdido o sinal. Parentes foram até à cidade em vão.

Informações falsas e mensagens racistas

Durante a investigação da Polícia Civil, parantes e amigos de Rayanne receberem várias mensagens falsas sobre o paradeiro da jovem. Muitas delas foram de cunho racista. Jupira Costa, uma das tias da moça, contou que tem recebido, todos os dias, ligações, mensagens e comentários do suposto paradeiro da mulher.

No entanto, segundo ela, muitas mensagens eram de cunho racista. “Nesta semana recebemos a seguinte mensagem de uma pessoa: ‘Esse bebêzinho não custa mais que R$ 10 mil no mercado negro. Ainda mais prematuro. O valor vai uns 15%, ou seja, vai valer no máximo R$ 8 mil. É melhor destrinchar os órgãos e vende-lós avulso. O lucro triplicaria'”, dizia uma mensagem que a tia recebeu. “Isso é um absurdo, estamos sofrendo. Estamos recebendo diversas ligações. Não tenho nem mais a conta que quantas pessoas nos ligaram para informar o suposto paradeiro da Rayanne”, diz.

assassina
Thaina da Silva Pinto, de 21 anos, está presa 

Comissão da Alerj cobrou resposta da polícia

No dia 22, a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) informou, que atuaria no caso junto à Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) para cobrar mais agilidade a respeito do sumiço de Rayanne. À ocasião, o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) disse que marcaria um encontro com familiares da vítima e que entraria em contato com a delegada Elen Souto, responsável pelas investigações.

Prisão de suspeita

Após investigação,Thainá da Silva Pinto, 21, foi presa em casa, em Magé, mas não revelou o paradeiro da vítima. Na gravação entregue para a Polícia Civil, Rayanne, que havia chegado ao local de trem, vindo de Padre Miguel, na Zona Oeste, não teria deixado a estação. Na imagem é possível observar que vítima espera pela suspeita. Elas conversam por alguns instantes, trocam de plataforma e embarcam em um trem que seguiria para Duque de Caxias. A suspeita estava de roupa listrada e camiseta branca.

‘Família vive um inferno’

A vida dos familiares de Thainá da Silva Pinto virou pelo avesso após a polícia confirmar a autoria da acusada no sumiço de Rayanne. Um irmão da acusada chegou a dizer que não acredita na participação da irmã no crime. No entanto, ele contou que, caso fosse culpada, deveria pagar pelo crime. De família humilde, Thainá cresceu e morou a vida inteira em Magé. Sem passagem pela polícia, elaa é a filha do meio de três irmãos. O pai e a mãe são diáconos de uma igreja evangélica.

Outras vítimas

Thainá da Silva Pinto, suspeita de sequestrar Rayanne Christini, teria mentido para a família e disse que estava esperando um bebê. Inclusive, parentes chegaram a comprar berço, carrinho e várias roupinhas para a suposta criança da acusada, que se chamaria ‘Laura’. Já nas redes sociais, Thainá contava uma outra história. De acordo com depoimento de pessoas que chegaram serem procuradas pela suspeita, ela anunciou roupinhas em um grupo de Facebook e disse que estava fazendo as doações porque os itens não cabiam mais em sua filha, que havia nascido de sete meses.

Bambu chinês da sorte, uma planta muito especial


As plantas além de alegrarem qualquer tipo de ambiente, colaboram para torna-los ainda mais bonitos e agradáveis. Uma dela em especial está se tornando muito popular ao longo dos anos. Estamos nos referindo ao Bambu Chinês da Sorte.

O vegetal é utilizado há milênios para energizar e harmonizar os ambientes. Segundo teoria chinesa, o Bambu atrai prosperidade, sorte, fortuna e ativa energia na casa se for preciso.

Uma das principais vantagens da planta é ser durável e prática, perfeita para ambientes internos. Pode ser colocada na mesa da sala, do escritório ou num móvel próximo a entrada da casa. Outro detalhe interessante é que o Bambu pode durar anos com manutenção mínima, ou seja, uma troca de água por semana e sem exposição direta à luz do sol.

bambu3O especialista em Feng Shui, Márcio Torres, explica que o bambu da sorte tem o poder de transmutar as energias do local, ativando as que se encontram estagnadas. “O bambu chinês deve ser decorado com componentes que representem cada um dos cinco elementos: terra, fogo, metal, água e madeira”, explica.

Segundo Torres, o caule da planta representa a madeira, e a água com a qual ele cresce simboliza a água. Para denotar a terra, é necessário coloca-lo nas pedras. Para garantir que o metal também seja representado, escolha um vaso de cerâmica que tenha uma moeda ou um simples vaso de vidro. “O vidro ou a moeda no vaso de cerâmica significa o metal”, esclarece, finalizando “Por fim, amarre uma fita vermelha envolta do vaso para representar o elemento do fogo”.

bambu2

Curiosidades

O número de hastes tem diferentes significados:
– 2 hastes amor e sorte em dobro;
– 3 hastes – fu (felicidade), Soh (vida longa), Lu (prosperidade);
– 5 hastes prosperidade (cobre todas as áreas que podem lhe trazer prosperidade: emocional, intuição, mental, física, espiritual);
– 6 hastes prosperidade e vantagens para trazer fortunas;
– 7 hastes traz boa saúde;
– 8 hastes como o som da palavra oito em chinês crescimento, também ligado a fertilidade;
– 9 hastes grande sorte;
– 10 uma vida plena;
– 21 hastes simbolizam benção divina (grande saúde e prosperidade).

*Obs: Nunca presenteie com apenas 1 haste ou 4, seu significado está ligado a morte.