Carrossel 2 é uma das produções que estão em cartaz nos cinemas


Veja as produções que estão em cartaz no cinema

Carrossel 2- O Sumiço de Maria Joaquina

carrossel dois

Famosas por conta do sucesso do clipe de PanáPaná na internet, as crianças chamam a atenção de uma estrela da música brasileira, que decide convidar toda a galera da escola Mundial para um de seus shows. No entanto, o que tinha tudo para ser uma ótima excursão ganha ares de filme de terror quando os vilões Gonzales (Paulo Miklos) e Gonzalito (Oscar Filho), recém-saídos da prisão, decidem sequestrar Maria Joaquina (Larissa Manoela). Veja o trailer aqui

Caça Fantasmas

caça fantasmas

Atualmente uma respeitada professora da Universidade de Columbia, Erin Gilbert (Kristen Wiig) escreveu anos atrás um livro sobre a existência de fantasmas em parceria com a colega Abby Yates (Melissa McCarthy). A obra, que nunca foi levada a sério, é descoberta por seus pares acadêmicos e Erin perde o emprego. Quando Patty Tolan (Leslie Jones), funcionária do metrô de Nova York, presencia estranhos eventos no subterrâneo, Erin, Abby e Jillian Holtzmann (Kate McKinnon) se unem e partem para a ação pela salvação da cidade e do mundo. Veja o trailer aqui

 

A Última Premonição

a ultima premonição

Uma jovem mulher (Isla Fisher) sofre um grave acidente de carro, e sobrevive por pouco. Enquanto se recupera, começa a ter estranhos pesadelos, que os médicos descrevem como consequências comuns do trauma que viveu. Pouco depois, ela se descobre grávida, e muda para uma nova casa com o marido. Mas as visões tornam-se cada vez mais graves e violentas, ameaçando todos ao redor. Veja o trailer aqui

Agnus Dei

agnus deiDurante o fim da Segunda Guerra Mundial, na Polônia, a enfermeira francesa Mathilde (Lou de Laâge) descobre que as freiras moradoras de um convento vizinho foram estupradas por soldados invasores. Muitas delas estão grávidas. Apesar da ordem de prestar socorro apenas aos franceses, Mathilde começa a tratar secretamente de todas as freiras e madres. Ela deve enfrentar os julgamentos das próprias pacientes, que se sentem culpadas por terem violado o voto de castidade, e se recusam a ter o corpo tocado por quem quer que seja, mesmo uma enfermeira.Veja o trailer aqui
La Vanité
David Miller (Patrick Lapp) deseja morrer e escolhe a eutanásia assistida como uma saída. Com lugar, hora e maneira, ele deixa tudo planejado. Porém, nada dá certo. Na sua última noite, ele sai com totais estranhos. Veja o trailer aqui
 la vanite

 

 

Participe do V CONJOPAZ


O Ministério Batista Missionário da Paz promoverá mais uma edição do seu CONJOPAZ. O evento será realizado no Entroncamento de Itapé, Avenida Ibicaraí BR 415 s/nº, de 15 a 17 de julho, sempre a partir das 19h. Trata-se de uma excelente oportunidade para evangelizar, agradecer pelas graças alcançadas e louvar a Deus. O Congresso terá a presença da pastora Eliane Gusmão, Philippe Ferreira, pastor Hélder Carlos, além de, Kalwin Benvenuto e Ministério GratosSoul. Camisas serão vendidas no local por R$25,00.

IMG-20160701-WA0081 (1)

 

A marchand Soraia Cals fala sobre arte


soraia
Soraia Cals                               Foto: divulgação

Se o assunto é arte, Soraia Cals é referência. A marchand e colecionadora fluminense entende como poucos sobre o tema. Ela já trabalhou com o paisagista Roberto Burle Max, apresentou programas de entrevistas, produziu exposições e editou livros. Professora de História e formada em Arquitetura, a marchand divide seu tempo entre sua galeria de arte e os leilões que organiza no Rio de Janeiro. Que saber mais? Leia a entrevista abaixo:

Blog Carvalho News– O que faz uma marchand?

Soraia Cals – O marchand sempre é um artista sem talento, reprimido. No meu caso, estudei História, depois Arquitetura por gostar de arte. Tive ótimos professores na Faculdade de Arquitetura: Lygia Pape, Nelson Felix, e muitos outros. Como você não tem talento para produzir, ai começa a vender. Esse foi o meu caso.

CN – Essa profissão é reconhecida no Brasil?

Cals – É reconhecida por poucos. Muitos não entendem o que significa marchand, é muito subjetivo.

CN–  O que é necessário que se tornar um marchand?

Cals – Gostar muito do que faz. Não sei fazer mais nada além disso.

CN – Qual a formação acadêmica da Soraia Cals?

Cals – Sou professora de História e fiz Arquitetura.

CN – Soraia Cals apresentadora de TV. Conte-nos como foi essa experiência?

Cals – Foi muito rica, fiz entrevistas com vários marchands, colecionadores, artistas. Nessa época conheci, além do Evandro Carneiro, Iberê Camargo, Rubem Valentim, Roberto Burle Marx. Enfim, foi um grande divisor de águas na minha vida profissional.

CN – De 1989 e 1994, você trabalhou com o paisagista Roberto Burle Marx. Como utiliza o que aprendeu nesse período em seu atual momento profissional?

Cals – Burle Marx foi meu grande professor, Hoje tenho muita pena de não ter aproveitado mais essa época. Ele é o grande Artista Brasileiro. Vendia seus quadros e tinha um contato diário com ele. Foi muito enriquecedor.

CN – Seu escritório de artes completa uma década este ano. É complicado viver de arte num país como o nosso?

Cals – É muito complicado, porem muito gratificante.Devo a arte tudo que sou hoje.

CN – Quais nos artistas brasileiros que mais a impressionam?

Cals – Roberto Burle Marx, sempre..Iberê Camargo, Antonio Bandeira, enfim, todos que conseguem sobreviver de arte nesse pais.

 

CN – Qual a importância da arte para o desenvolvimento humano?

Cals – Toda. Você consegue através da arte enxergar um mundo que você não viu. As cores, as texturas, mudam através da pintura, você nunca mais consegue enxergar a vida da mesma maneira.

CN– Como você avalia o artesanato brasileiro?

Cals – O artesanato brasileiro é da melhor qualidade.E a arte popular também. Os artistas encontram uma força telúrica enorme.

Referencias nunca antes ensinada formalmente.

CN – Existe algum país que devemos nos espelhar em termos de valorização da cultura?

Cals – Todos os países desenvolvidos já perceberam a importância da arte na divulgação da Cultura e preservação dos valores .Estamos caminhando a passos lentos. Mas chegamos la…Tenho fé.

 

Saiba mais:

http://www.soraiacals.com.br/

https://www.facebook.com/soraiacalsescritoriodearte

 

CME de Itapé participa de Encontro Estadual em Juazeiro


O Conselho Municipal de Educação de Itapé (CME Itapé), através de seu presidente o professor Sandro Lyra Santos, participou da XVI reunião conjunta do Conselho Estadual com os Conselhos Municipais de Educação da Bahia, e do XVIII Encontro Estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação da Bahia, em Juazeiro (BA), nos dias 04 e 05 de julho de 2016.IMG-20160707-WA0057

A reunião teve como temas: O Plano Estadual e os Planos Municipais de Educação no estado e desafios e perspectivas, monitoramento e avaliação, ainda com círculos de debates sobre os tópicos: Educação de Campo, Leis Brasileiras de Inclusão, Educação Infantil, Financiamento de Educação dos Planos de Carreira e Remuneração do Magistério.

O encontro teve por objetivo a formação continuada dos conselheiros nas demandas educacionais, regionais e nacional. Sendo órgão normativo, fiscalizador, deliberativo e propositivo o CME tem como obrigação dialogar com os entes responsáveis pelo cumprimento das leis sobre a educação. Os conteúdos trabalhados serão estudados e analisados nas reuniões ordinárias dos Conselhos, objetivando estimular a qualidade da educação em cada município.

IMG-20160707-WA0063

O CME Itapé se prepara para fazer audiência pública sobre educação inclusiva: um direito social e uma obrigação do estado, para todos os educandos.

Apresentador Leão Lobo revela que foi estuprado na adolescência


Leão Lobo, com 43 anos de carreira, é um dos mais famosos jornalistas de celebridades do Brasil. O apresentador já viu e ouviu as histórias mais curiosas no meio artístico. Em uma entrevista ao Diário de São Paulo, divulgada neste domingo (10), ele contou sobre o preconceito com o trabalho: “Você tem de estar ali, em cima da fonte, dá tanto trabalho quanto qualquer notícia de economia”.

O “fofoqueiro” da TV possui diversos processos, mas nada que lhe tire a paz. No entanto, ele revela um trauma na adolescência, o de ter sido abusado sexualmente. Leão Lobo conta que os agressores o perseguiram com um revólver quando ele tentava fugir e que não sabe como escapou com vida.

“Eu sofri um estupro quando tinha 16 anos. Foi na praia em Mongaguá. Uns rapazes me levaram para uma casa, me trancaram e fizeram o diabo que você possa imaginar. Arrancaram muitas peças minhas, roupas, um cinto que a minha mãe tinha feito pra mim, com muito carinho, me lembro dele até hoje. Foi uma coisa horrorosa. Não sei como estou vivo, pra dizer bem a verdade. Eu lembro que eu fugi, o desespero foi tanto que eu arranquei a porta com os pregos e tudo e saí correndo. Aí, eu caí, um dos caras veio com o revólver atrás de mim e fui salvo por um casal de caiçaras, que tomava conta da casa. Nem agradeci o casal, porque não tinha condições na época. Eu era um menino, estava descobrindo a sexualidade, então foi muito traumático pra mim”

Ainda sobre a sua adolescência, o apresentador conta que sofreu muito bullying por ser gay: “Sofri muito preconceito, de apanhar na rua, de olhar pro cara, vir uma turma e me deixar ensanguentado no chão… Então, quer dizer, foi mais do que um preconceito levezinho. Fora essa coisa de xingar quando você passa”.

leao lobo 2
Leão Lobo           Foto: Divulgação

“Tive namorados que deram golpe, roubaram meu dinheiro… Tive tudo que você pode imaginar. Eu fico quietinho, na minha, mas teve de tudo. Se eu tinha de viver essa vida de homossexual no Brasil, vivi por todos os ângulos, de todos os jeitos”.

O jornalista contou como foi a decisão de ter tido uma filha, e afirma que na verdade foi a criança que o adotou, na época.

“A Ana Beatriz nasceu na minha casa, a mãe dela trabalhava comigo e estava grávida. Aí ela falou que ia fazer um aborto e eu não deixei, disse que ia ajudar a criar. Na verdade, não imaginava ser pai, imaginava que fosse ajudar a cuidar. Só que você vai se envolvendo, se apaixonando e, quando ela nasceu, eu já era o pai (risos). Com oito meses ela falou: “Mamã, papá”… A partir desse dia, ela me adotou (risos). Ela está com 24 anos, é minha paixão, tudo na minha vida. E agora tem minha neta, Laura. Uma bonequinha, de 10 meses”.

Feijão tropeiro mineiro a moda do Chef Belarmino


Para quem aprecia ou tem vontade de conhecer a saborosa comida mineira, esta receita do chef Belarmino chegou em boa hora! Feijão tropeiro mineiro!

EdsonBelarmino

Ingredientes:

Meio quilo de feijão;

250 g de bacon;

250 g de calabresa;

5 ovos inteiros;

1 molho de couve;

200 g de farinha de mandioca, e

Tempero (cebola, salsa e cebolinha) a gosto.

IMG-20160709-WA0040

Como preparar

Cozinhe o feijão em uma panela de pressão (com uma colher de colorau, para “a cor ficar mais bonita”) por 20 minutos.

Escorra Em outra panela, coloque um pouco de óleo e acrescente o tempero, o torresmo, a linguiça, o  bacon e a calabresa (ambos já fritos ). Em seguida, adicione o feijão sem o caldo, a couve e a farinha de mandioca e misture. O prato está pronto.

Decore com ovos cozidos, linguiça e torresmo. Fica uma delícia!

Gostou da receita? Alguma dúvida relacionada a culinária? Pergunte ao Chef Belarmino através do e-mail: [email protected]

 

A violência psicológica e afetiva e algumas das suas consequências


Violência psicológica é um tipo de agressão que, em vez de machucar o corpo da vítima, traz danos a seu psíquico e emocional, fere o equilíbrio afetivo, a capacidade de tomar decisões e o estado de bem-estar necessário que para que o indivíduo possa viver com dignidade.Esse tipo de hostilidade não deixa sinais físicos, por isso não é tão perceptível, mas, por vezes, imprime marcas negativas tão profundas em quem a sofre, que abalam e traumatizam pelo resto da vida.

Um fator que está geralmente ligado à violência psicológica é a dependência afetiva da vítima. De alguma forma, o agredido vê, na brutalidade do agressor, um tipo de segurança para ele. A carência afetiva o faz manter uma certa cumplicidade com tais sofrimentos, associa que o parceiro com temperamento explosivo é o protetor, o ciume patológico como demonstração de quem quer manter o relacionamento a todo custo e as ameaças como que gestos desesperados de amor.

Outro ponto é que a pessoa dominada, na maioria das vezes, tem baixa autoestima, um provável reflexo de opressões e angústias vivenciados em seu histórico.

A violência psicológica é crime, está lá no artigo 7º da lei Maria da Penha: “Constrangimentos, ridicularização e perseguição, entre outras ações causadoras de danos emocionais”. Contudo, a complexidade em definir, por exemplo, o que é uma crise de relacionamento da agressão moral e psíquica, torna difícil trazer à tona provas que a identifiquem.

Não somente os casais vivem esse tipo de problema, mas crianças, pessoas deficientes e idosos que dependem dos cuidados de outros. Estes, não raramente, sofrem por negligência, impaciência e intolerância dos seus responsáveis. Também eles podem sofrer os tipos de violência abaixo relatados.

violencia psicologica2
Fotos: divulgação

Agressões

– Violência verbal: caracteriza-se por proferir xingamentos, obscenidades ou palavras que desclassificam e julgam o outro incapaz.

– Indiferença: é o comportamento neutro, a omissão ou o descaso com a vida e as necessidades do outro, o que, por vezes, machuca mais do que o ódio declarado.

– Intolerância ou discriminação: despreza as características, a cultura, os valores e a crença do outro.

– Perseguição: disposição em causar dano ou mesmo só o escárnio a alguém de forma sequencial, quando não basta agredir ou ridicularizar apenas uma vez. Numa palavra mais moderna, é o famoso bullying.

– Chantagem: condicionar o bem que se pode fazer ao outro, isentá-lo de punição ou suprir uma de suas necessidades mediante uma retribuição ou satisfação imoral para o agressor.

– Causar dependência do outro: acontece quando uma pessoa identifica (ainda que inconscientemente) a carência afetiva do outro e usa disso para oprimir, sufocar e impor suas vontades na vida dele. Não esqueçamos que angustia termina quando partimos para a ação.

Partir para a ação ou não só depende de você

Edson Henrique é enfermeiro e ministra palestras sobre comportamento humano.

Revisão nos benefícios do INSS será feita a partir de agosto


O pente-fino que o governo federal pretende fazer em benefícios por incapacidade concedidos pelo INSS há mais de dois anos vai começar em agosto, segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. O processo começará com o envio de cartas aos segurados, convocando-os a fazerem perícias médicas. Além de auxílios-doença, aposentadorias por invalidez serão incluídas na revisão. A Previdência Social tem, hoje, 840 mil auxílios-doença e três milhões de aposentadorias por invalidez pagas há mais de 24 meses.

As revisões serão feitas, principalmente, no caso de benefícios liberados por via judicial porque, quando os segurados entram com ações pedindo a concessão, os juízes obrigam o INSS a pagar os auxílios, mas não determinam prazos para que os valores deixem de ser pagos. Assim, esses pagamentos entram na lista dos que são feitos por tempo indeterminado, sem que os beneficiários passem por perícias nas agências previdenciárias.

agencia inss
Foto: divulgação

Prazo de quatro meses

Uma medida provisória fixará em 120 dias o prazo máximo de pagamento de um auxílio-doença quando o benefício for concedido pela Justiça, sem que o juiz fixe uma data de cessação. Se o segurado não pedir a continuidade do benefício, o pagamento será automaticamente cancelado. A MP também revogará a regra atual pela qual o segurado que volta a contribuir pode pedir um novo auxílio-doença em apenas quatro meses.

Outra medida adotada será a revisão de inscrições do BPC/Loas, que paga um salário mínimo (R$ 880) a idosos com mais de 65 anos e a pessoas com deficiência (com renda familiar de 25% do piso nacional por pessoa da casa e que comprovem não ter outra fonte de recursos).

A convocação para atestar a necessidade do benefício é uma tentativa de reduzir os gastos do INSS. O governo espera suspender 5% das aposentadoria por invalidez e 30% dos auxílios-doença, com economia de R$ 6,3 bilhões em dois anos.

Uma limpeza do box sem sacrifícios


O box deixa o banheiro lindo, mas, caso não tenha manutenção correta, imprime um ar desleixado ao ambiente. O vidro pode ficar com manchas e as armações, enferrujadas, envelhecendo a aparência do conjunto.

Além disso, a falta de limpeza e de manutenção pode acarretar na oxidação do conjunto e em problemas com o trilho, dificultando o abrir e fechar o box devido ao acumulo de sujeira. Veja, abaixo, mais sugestões.

Faxina

A limpeza do box pode ser dividida em duas fases. A primeira, mais superficial, deve se dar após cada banho. Isto porque é comum que resíduos da água e sabonete fiquem no vidro, provocando manchas que podem ser difíceis de retirar. Já a segunda é uma limpeza mais aprofundada, que deve ser feita uma vez por semana e engloba vidros, armações e o espaço que fica nas frestas entre os trilhos inferiores.

faxineira_cansada

Tira manchas

As manchas brancas no vidro ocorrem pelo sabonete seco que respinga durante o banho. No entanto, se o box não for limpo após o uso, esses respingos de sabão acabam secando e manchando o blindex. O mercado ainda não tem um produto especifico para evitar o aparecimento de manchas, por isso a solução mais prática e econômica é o uso da água corrente. Mas quando as manchas já estão impregnadas no box, a limpeza deverá ser feita à base de solvente ou com o uso de um pano úmido com detergente. Para evitar mofo, pode se aplicar bicarbonato com uma esponja suave.

Esponja de aço

As esponjas de aço (vulgo bombril) não são indicadas para armações feitas de inox, pois podem riscar as peças. Aconselha-se, portanto, o uso de panos úmidos e esponjas comuns.

Produtos ideais

Para que não ocorram problemas a longo prazo, deve-se evitar alguns produtos de limpeza. Lixas, buchas, palha de aço e água sanitária podem danificar o box durante a limpeza. Além disso, é preciso cuidado ao abrir e fechar a porta de vidro para que não ocorram impactos violentos — este recado vale, especialmente, em casas com crianças

 

Festival LEM Gastronomia chega a sua terceira edição


0
Web Design BangladeshWeb Design BangladeshMymensingh