Atletas tiveram laptops furtados em Vila Olímpica


A abertura oficial da Vila dos Atletas é apenas neste domingo, quando as primeiras das mais de 200 delegações participantes dos Jogos chegarão. Mas os problemas já começaram. Entre eles, o furto de equipamentos.

Apesar de todos os cuidados, a Rio-2016 registrou o roubo de três laptops no local. As máquinas pertenciam ao próprio comitê organizador dos Jogos Olímpicos.

Além disso, segundo o site “Globoesporte.com”, itens diversos foram roubados dos apartamentos. São objetos dos mais variados, como lâmpadas, espelhos e até tampas de vasos sanitários.

Lenovo-Y50

Os furtos aconteceram apesar do forte esquema de segurança que já está em vigor. Já na entrada da Vila Olímpica é possível notar que a preocupação é alta: agentes do Exército fazem a proteção do local, que tem 3.600 apartamentos, além de áreas comuns de recreação.

Para entrar na Vila não é fácil. É preciso passar por um detector de metais para ter o acesso autorizado. Além disso, as bagagens são submetidas a aparelhos de raios-X similares aos de aeroportos.

Para controlar a entrada e a saída de qualquer tipo de equipamento — seja uma ferramenta ou um aparelho eletrônico —, é exigido dos frequentadores que preencham um termo de posse. Nele, é necessário assinalar todos os detalhes do objeto, como o nome do fabricante e o número de série. O documento ainda precisa ter a assinatura do responsável pelo setor.

Mesmo assim, o aparato não foi suficiente para evitar a ação de ladrões…

Ilhéus: cuidados com a saúde de homens do terreiro em pauta


O Primeiro Encontro Homens de Axé de Ilhéus foi realizado no último fim de semana, dias 15 e 16, na Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho, sendo uma promoção do Núcleo Homens de Axé – Renafro/Ilhéus. A iniciativa recebeu apoio da Secretaria de Cultura (Secult) de Ilhéus e discutiu, entre outros assuntos, temas relacionados à saúde dos homens adeptos das religiões de matriz africanas.

Na abertura, alunos da Associação de Capoeira Liberdade apresentaram uma roda de capoeira, em seguida, foram entoados cânticos de boas vindas e de louvor à vida e natureza. A mesa contou com a presença do prefeito em exercício de Ilhéus, Carlos Machado (Cacá), do titular da Secult, Paulo Atto, do secretário de relações Institucionais, Frederico Vésper, da professora Simone Flores, representante da Secretaria de Educação e do coordenador do Centro de Referência Nelson Mandela, em Salvador, Walmir França.

Abertura do 1° Encontro dos homens de Axé de Ilhéus - Foto Alfredo Filho Secom Ilheus (1)
Abertura do 1° Encontro dos homens de Axé de Ilhéus – Foto Alfredo Filho

Durante a abertura, o prefeito Cacá ressaltou a importância de momentos como esse, que trazem à tona questões que envolvem a saúde do homem, muitas vezes considerada tabu, e também a relação do público masculino inserido nos terreiros com os cuidados médicos.

Após a abertura, Walmir França palestrou sobre o tema “As práticas de cuidados e a promoção da saúde dos homens de terreiros: o olhar da tradição religiosa afro-brasileira para as políticas públicas”, apresentando dados e estatísticas sobre casos de intolerância religiosa recebidos no centro que coordena.

No sábado, a programação seguiu durante todo o dia e foram discutidos os temas “Homens de Axé: Praticas de Saúde e Vivências nos Terreiros de Ilhéus”; “A política de atenção à saúde do homem no Brasil: Os paradoxos da medicalização do corpo masculino”; “O cuidado da saúde dos Homens nos Terreiros: Qual o papel do Terreiro na Saúde dos Homes”; “Jovens Homens de Terreiros: Drogas, o que os Jovens homens de terreiro têm a ver com isso”; “Por uma agenda de saúde para os homens de terreiros de Ilhéus”, além de debates que foram propostos.

Vem aí uma nova versão de “Os Trapalhões”


Suzana Vieira e Miguel Fababella e a polêmica das mensagens


Ficou um clima meio tenso nos bastidores do Vídeo Show depois que Miguel Falabella  esbravejou ao perceber que aquelas mensagens que ele fala ao final do programa estavam sendo ignoradas pelo pessoal da produção e do estúdio.

52477707-susana-vieira-e-miguel-falabella-699862530
Foto: divulgação

Ele até reclamou que ficavam falando com ele no ponto eletrônico sem prestar atenção ao que ele dizia.

Susana Vieira entregou, ao vivo, que ai tais mensagens são realmente ignoradas.

A atriz disse que ninguém presta atenção, nem os próprios apresentadores, pois todos começam a se preparar para ir embora.

Falabella ficou sem graça, tadinho, e depois tentou descobrir se isso era verdade mesmo.

Não resolveu muito a Globo tentar emplacar o cansado Vídeo Show colocando a dupla na bancada. O programa perdeu para a Record e ficou em segundo lugar.

Em alguns momentos, quase ficou em terceiro, atrás do SBT.

Fonte: R7

Em 2016, a polícia prendeu um assaltante de ônibus por dia


O combate aos criminosos que atuam roubando ônibus em Salvador e Região Metropolitana alcançou a marca em 2016 de um assaltante capturado por dia. Nos 204 primeiros dias desse ano (1 de janeiro à 22 de julho) o Grupro de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) e a Operação Gêmeos prenderam 232 pessoas por essa prática criminosa. No ano de 2015 foram mais de quinhentos assaltantes detidos.

A prisão de Alex Cruz da Silva, realizada nesta sexta-feira (22), horas depois de roubar os passageiros em um ônibus na localidade conhecida como Jaqueira do Carneiro, foi mais uma feita durante diligências integradas entre as polícias Militar e Civil. “O patrulhamento ostensivo nas ruas através das blitze e o trabalho de inteligência dos nossos investigadores nos garantiu uma redução de 10,9% desses crimes em 2016. É importante que esses números sejam divulgados para valorizar o trabalho que vem sendo feito e a população saber que a polícia está trabalhando diuturnamente para prevenir e prender os criminosos que os realizam”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

O coordenador do Gerrc, José Nélis, por sua vez, destacou que existe um ótimo relacionamento entre a polícia e os rodoviários e também um reconhecimento do trabalho que vem sendo feito. “Esse ano fomos homenageados pela categoria com os nomes da Gerrc e da Gêmeos nos trofeus de primeiro e segundo colocados num campeonato de motoristas e cobradores”, contou Nélis. Ressaltou ainda que o trabalho poderia ter ainda melhores resultados se a taxa de reincidência fosse menor. “Cerca de 80% dos presos por roubos a ônibus voltam a praticar o crime em pouco tempo. Necessitamos de leis mais duras para esses criminisos”, completou.

 

O delegado finalizou informando que equipes do Gerrc e da Gêmeos continuam realizando diligências para capturar o comparsa de Alex no assalto ao ônibus nesta manhã.

bandido armado 1

Pernil à Pururuca do chef Belarmino


O Chef Belarmino separou uma receita deliciosa para voce! Trata-se de um suculento pernil a pururuca! Quer aprender a preparar? Então fique atento a essa prática receita. #acesse#leia#curta#comente#compartilhe

EdsonBelarmino editado

Pernil à pururuca

Ingredientes:

Um pernil com o couro

Uma cebola

Uma cabeça de alho

Três copos de vinagre

Suco de dois limões

Uma colher de sopa rasa de sal, para cada quilo de pernil

Pimenta do reino a gosto

Um copo de óleo

Dois copo de vinho branco seco

Uma colher de alecrim

IMG-20160721-WA0019

Como preparar

Bata no liquidificador: a cebola, o alho, o vinagre, o suco dos limões, o sal e apimenta.

Coe essa mistura em um pano ( utilize um pano de prato limpo ).

Coloque esse líquido em uma seringa grande e injete no pernil.

A parte pastosa deste tempero, passe sobre o pernil, em especial, na parte da carne.

Deixe o tempero agir por 48 h. Leve ao forno para assar, com a parte do couro para cima, coberto com papel alumínio em fogo médio. ( Uma hora para cada quilo de carne). Uma hora antes de retirar do forno, remova o papel alumínio, deixe em fogo alto, para dourar. Depois de dourado, jogue o óleo fervendo sobre o couro. Depois é só saborear!

Gostou da receita? Alguma dúvida relacionada a culinária? Pergunte ao Chef Belarmino através do e-mail: [email protected]

Amizade não correspondida existe?


Outro dia, um colega me perguntou se pode existir uma amizade mesmo quando a outra pessoa não corresponda ao sentimento, e justificou explicando que seria um tipo de amigo virtual ou platônico. Eu nem pensei no assunto, imediatamente disse que “não”, porque acredito que a amizade é, antes de tudo, um sentimento partilhado. É o amigo que nos ajuda a ser quem realmente somos porque nos conhece profundamente e o conhecimento é fruto da partilha e companheirismo, o qual não se dá de uma hora para outra, muito menos se a segunda pessoa em questão não está disposta a viver a experiência.

Amigo é alguém que dar mais brilho e cor para tudo que vivemos, porque conhece nossas capacidades e limites e nos faz ir além do que imaginamos conseguir. Faz-nos rir e, às vezes, chorar; diz o que gostaríamos de ouvir e também o que não gostaríamos, mas está sempre conosco e é isso que o torna tão importante. Para o amigo não exitem segredos nem mistérios, somos livres e, portanto, plenos e felizes ao seu lado. Estão aí algumas das razões pelas quais eu não posso afirmar que uma amizade não correspondida seja real. Entre os milhares que nos seguem pelas redes sociais, por exemplo, alguns são amigos, mas não posso afirmar que todos o são, pois amizade é coisa séria e exigente, necessita de cultivo e dedicação, vai além do virtual, tem suas raízes na realidade do que sou. Em Eclesiático 6, 6, lemos: “Dá-te bem com muitos, mas escolhe para conselheiro um entre mil. Se adquirires um amigo, adquire-o na provação, não confies nele tão depressa… Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, descobriu um tesouro”.

amizade2

Quando comparo a amizade com uma árvore, consigo definir melhor este sentimento, pois ambas necessitam de cuidados especiais para lançar raízes, crescer, florescer e dar frutos.

Observo que, com o passar do tempo e o desenrolar dos acontecimentos, as raízes que traçam o chão da minha história e me sustentam firme durante os ventos e vendavais da vida são provas de que verdadeiros amigos, ao passarem por mim, deixam marcas que nem o tempo nem a distância conseguem apagar. Quem não se lembra, por exemplo, daquele amiguinho da escola, cúmplice em todas as horas? Ou da turma do bairro, aqueles com os quais dividíamos sonhos, lanches, brinquedos, lágrimas e sorrisos?

Amigo de verdade é uma espécie de irmão! Ao seu lado é fácil ser feliz. Mesmo em momentos difíceis, o amigo tem o dom de trazer leveza aos nossos sentimentos. É alguém que dá e não espera retorno, ou melhor, se dá sem esperar recompensas. Sente o que sentimos, compreende o que pensamos, mesmo quando nem nós conseguimos expressar. O amigo é o sol que enxuga nossas lágrimas. É aquele que percebe, pelo olhar, nossos desejos, disfarces, alegrias e medos. Tem a palavra certa na hora certa, ou o silêncio certo na hora certa. Além disso, tem também o dom de nos fazer ser quem somos, nos conhece tanto que nos leva sempre de volta à nossa essência.

É difícil continuar definindo a amizade, mas isso não vem ao caso agora. Basta saber que cada amigo é um dom de Deus em qualquer tempo e lugar. Quando viajo e conheço lugares bonitos, por exemplo, em fração de segundos, vou identificando, em algum recanto das minhas lembranças, a presença de meus amigos. Lembro-me dos que se identificariam com aquele lugar, aquele clima, entre outros. Sinto vontade de tê-los ao meu lado nas diversas fases da vida e vou procurando um jeito para isso, já que a vida segue seu rumo. De vez em quando alguma cena, música, flor, fase da lua, mar, comida, paisagem tornam-se meios para avivar a lembrança de meus amigos.

E você gosta de cultivar suas amizades? Que lugar este sentimento ocupa em suas lembranças?

Hoje talvez seja um dia propício para identificar as raízes da verdadeira amizade que estão dentro de cada um de nós. É dia de agradecer a Deus por cada amigo que temos, e agradecer a cada amigo por tornar nossa vida melhor. Expressar nosso afeto, quebrar a distância, reavivar a chama do amor puro e sincero, próprio da amizade.

Conquistar novos amigos é bom e importante; ter muitos seguidores virtuais nas redes sociais e cultivar um relacionamento sadio com cada um também tem seus méritos, porém, amizade, como dom de Deus, vai além disso. É arvore que um dia era semente e germinou no solo do nosso coração, foi cultivada e cresceu. Lançou raízes no solo da nossa história, por isso, faz parte de nós.

Aproveite este dia para fortalecer os laços de amizade que fazem parte da sua história, agradeça aos seus amigos pelo bem que lhe fazem sem se esquecer de lhes dizer o quanto são importantes.

Edson Henrique é enfermeiro e ministra palestras sobre comportamento humano.

Todos unidos por um ideal


IMG-20160718-WA0016

 

A caridade é uma das mais lindas virtudes do ser humano. Num mundo com tantas desigualdades, ajudar ao próximo é uma iniciativa essencial para o bem estar de todos. Esse ato nos torna melhores como indivíduos, sendo pré-requisito para todo cidadão de bem. Pensando nisso, nesse Dia da Caridade (19 de julho), decidimos apresentar o trabalho desenvolvido pelo grupo Unidos Por Um Ideal (UPI), da cidade de Itapé (BA). Seu presidente, José Adriano Pereira revela que em um ano de atividades cerca de 230 famílias já foram beneficiadas. “Nosso grande desafio é mostrar as pessoas que não temos fins lucrativos”, garante. Conheça melhor essa bela iniciativa lendo a entrevista a seguir. Quem sabe, voce não descobre uma forma de ajudar ao próximo em sua cidade! Tenho certeza que essa iniciativa pode fazer a diferença!

Blog Carvalho News – Como surgiu a ideia de criar a Unidos por Um Ideal?

José Adriano Pereira – Sempre tive o desejo de realizar um trabalho social. A partir daí, comecei a frequentar, com a Valéria, locais carentes e este desejo foi aumentando. Gostaríamos de poder fazer algo para ajudar o próximo.

 CN – Qual a proposta da Unidos por um ideal?

Valéria Souza – Realizar um trabalho com famílias em situação de vulnerabilidade e risco em parceria com a comunidade, através de ações que visam resgatar a dignidade em situações emergenciais.

unidos14
José Adriano e Valéria Souza, respectivamente, presidente e vice da UPI                                            Fotos: arquivo pessoal

 CN – Quantas pessoas estão envolvidas com esse trabalho social e quantas pessoas já foram auxiliadas até agora por vocês?

José Adriano – Somos onze envolvidos no projeto, que já beneficiou 230 famílias aproximadamente.

CN – Como sua entidade é mantida?

Valéria – Através de doações da comunidade local e mensalidades dos integrantes do grupo.

CN -Quais os grandes desafios que vocês têm enfrentado ao longo dos anos?

José Adriano – O nosso grupo tem apenas um ano. O nosso grande desafio é mostrar as pessoas que não temos fins lucrativos.

CN – Como a população tem encarado o trabalho da Unidos por um Ideal?

Valéria – O trabalho está sendo bem aceito, ate porque nós não visamos interesses próprios.

CN – Quais os projetos que a entidade está envolvida atualmente?

José Adriano – Desenvolvemos o Arraiá Vinde e Vede ( com o objetivo de arrecadar alimentos),  o Sopão Solidário, o Almoço solidário, o Natal solidário ( também com o objetivo de arrecadar alimentos) e  a Campanha do agasalho.

CN – Como as pessoas podem ajudar a iniciativa de vocês?

Valéria – Através de doações. Também com a participação em reuniões semanais para que dessa forma tenhamos mais divulgações do trabalho solidário que desenvolvemos.

Saiba mais:

Facebook/Unidos Por Um Ideal

E-mail: [email protected]

 

Sempre é hora de ajudar ao próximo


Hoje, 19 de julho, comemoramos o Dia da Caridade. Há quem a considere um sentimento, outros uma virtude. Para falar a verdade, não estou muito preocupado com a definição da palavra. O mais importante é descobrir como podemos exercitar a nossa benevolência diariamente.

Acredito que todas as religiões estimulem atos de solidariedade. E não poderia ser de outra forma. É dever moral de todos os indivíduos compartilhar o bem aos que precisam de nossa ajuda. Sem esperar qualquer tipo de reconhecimento ou retribuição pela ação. Afinal, temos tanto a agradecer a Deus pelas graças que recebemos a todo o momento, mas nem sempre nos damos conta disso.

Artigo Caridade

Irmã Dulce, Madre Thereza de Calcutá, Chico Xavier são algumas referências quando o assunto é caridade, seguindo o exemplo de Jesus. Essas pessoas dedicaram suas vidas ao próximo literalmente e tudo por amor. Isso só vem comprovar a máxima de que o desejo de amar o próximo deve vir de dentro do coração.

De acordo com informações da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), ainda existem 20 milhões de brasileiros que vivem na mais extrema pobreza. Sendo uma oportunidade para por em pratica projetos assistenciais.

Então, que tal exercitar sua solidariedade?  Voce pode começar com pequenas ações. Há um mundo de possibilidades para escolher. Pode ser, por exemplo, visitas a asilos para conversar um pouco com idosos, a hospitais e orfanatos. Garanto que em todos esses lugares, haverá os que aguardam ansiosos por um pouco carinho e atenção. E uma coisa é certa quem ganha é você.

Marcelo Carvalho é jornalista profissional especializado em Marketing Empresarial e Comunicação Corporativa.

Bolo de banana caramelizada do Chef Belarmino


Quer aprender a preparar um delicioso e pratico bolo de banana caramelizada? O Chef Belarmino ensina para voce!

EdsonBelarmino

Bolo de banana caramelizada

Ingredientes

Para a calda

Duas xícaras (chá) de açúcar;

Meia xícara (chá) de água;

Seis bananas maduras,

Decoração a gosto.

 

Para Massa

Duas xícaras e meia(chá) de farinha de trigo;

Uma xícara e meia de açúcar;

Três colheres (sopa) de margarina;

Três ovos (claras separadas);

3/4 de xícara (chá) de leite,

E uma colher (sopa) de fermento em pó.

 

IMG-20160715-WA0029 (1)

Como preparar

Em uma panela coloque o açúcar, a água e mexa. Ferva até obter ponto de caramelo (de 10 a 12 minutos). Coloque a calda em assadeira retangular. Sobre a calda distribua as bananas cortadas no sentido do comprimento; reserve. Prepare a massa: na vasilha da batedeira, coloque o açúcar, a margarina e as gemas. Mexa com o auxílio de uma colher e bata a seguir. Junte o leite e torne a bater. Acrescente a farinha e bata novamente. Agregue as claras em neve e o fermento em pó. Coloque a massa na assadeira com a calda e as bananas. Leve ao forno preaquecido a 180° C por 20 a 30 minutos. Desenforme quente.

Gostou da receita? Alguma dúvida relacionada a culinária? Pergunte ao Chef Belarmino através do e-mail: [email protected]