Covid-19: Prefeitura de Ilhéus testa profissionais das emissoras de rádio da cidade


Atendendo a uma solicitação feita pelo Sindicato dos Radialistas de Ilhéus, a  Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) iniciou a aplicação de testes rápidos em profissionais das emissoras de rádio da cidade para detectar a Covid -19, doença causada pelo novo coronavírus. A Sesau aplicou os testes rápidos (in loco), em 41 colaboradores, das rádios Bahiana, Santa Cruz, Gabriela, Cultura e Ilhéus FM.

“Redobramos os cuidados com a saúde dos profissionais, especialmente daqueles que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus. A testagem do grupo indica se as medidas de proteção adotadas têm sido eficazes, pois sabemos a importância do trabalho exercido por eles, em um momento no qual a boa informação é aliada crucial para conscientização da população e combate às fake news”, pontuou o prefeito Mário Alexandre.

“Queremos agradecer ao prefeito Mário Alexandre por atender prontamente ao nosso pedido. Isso demonstra o cuidado, a sensibilidade e o apoio que ele tem tem dado à nossa classe”, destacou Manoelito Puentes, presidente do Sindicato dos Radialistas. Todos os testes deram negativos para a Covid-19.

Ilhéus: município comemora 486 com live solidária


A cidade de Ilhéus (BA) completou 486 anos de fundação no último dia 28 de junho. Para comemorar, a prefeitura do município organizou uma Live Solidária Viva Ilhéus. A ideia era seguir as recomendações para combate a pandemia de Covid-19 que aflige o mundo e, ao mesmo tempo, angariar alimentos em prol da classe artística e de comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica do município.

A comemoração foi transmitida, no domingo (28), através do canal oficial da Prefeitura de Ilhéus, no YouTube. O prefeito Mário Alexandre expressou o contentamento em ter promovido mais uma edição do Viva Ilhéus, que fomenta e valoriza a cultura local.

“O evento se transformou em uma rede de solidariedade. Embora o momento seja desafiador, vamos atravessar essa crise com a força do trabalho, que sempre impulsionou o desenvolvimento da nossa cidade. Continuarei lutando diuturnamente para que nossa terra seja referência na Bahia e no Brasil”.

A edição especial reuniu artistas locais em um palco montado no Morro de Pernambuco e levou entretenimento, descontração e alegria ao público que acompanhou a programação de casa, devido às recomendações para manter o isolamento social, medida de prevenção ao coronavírus. Além das apresentações, foi disponibilizada uma plataforma virtual para o recebimento das doações.

A transmissão contou com a apresentação de Michele Docio; Top Gan; Tony Canabrava; Xote Apimentado; Via de Acesso; Lê Bandê; Beto Villaça e Neto LX.

Governo divulga calendário de pagament da terceira parcela do Auxilio Emergencial


O governo publicou na noite desta quinta-feira (25), em edição extraordinária do Diário Oficial, portaria com o calendário de pagamento da terceira parcela de R$ 600 do auxílio emergencial instituído em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Pelo texto do decreto, os pagamentos serão disponibilizados a partir de sábado (27) e vão até setembro.

Assim como as parcelas anteriores, os pagamentos serão escalonados pela data de nascimento do beneficiário.

Para quem recebe por meio de crédito na poupança social digital da Caixa aberta em seu nome, os pagamentos vão deste sábado (27) até o próximo (4).

Os nascidos em janeiro e fevereiro recebem no dia 27; março e abril, na terça (30); maio e junho, na quarta (1º); julho e agosto, na quinta (2); setembro e outubro, na sexta (3); e novembro e dezembro, no sábado (4).

“Nas datas indicadas, os recursos estarão disponíveis apenas para o pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual ou QR Code”, afirma a portaria.

O calendário para saque em dinheiro e transferências bancárias vai de 18 de julho a 19 de setembro, também a depender da data de nascimento do beneficiário.

Nessas datas, serão pagos também lotes das primeiras e segundas parcelas do auxílio, para quem ainda não as recebeu.

Abaixo as datas para saque em dinheiro:

Nascidos em

Saque em dinheiro a partir de

Janeiro

18 de julho

Fevereiro

25 de julho

Março

1º de agosto

Abril

8 de agosto

Maio

15 de agosto

Junho

29 de agosto

Julho

1º de setembro

Agosto

8 de setembro

Setembro

10 de setembro

Outubro

12 de setembro

Novembro

15 de setembro

Dezembro

19 de setembro

Oscar Pilagallo da Folha de São Paulo ministra curso sobre a Ditadura Brasileira


Muito se fala sobre a o período de Ditadura que ocorreu em nosso país. Entretanto, ainda há uma parcela da população que, erroneamente, afirma que a mesma não ocorreu. Tal fato só comprova o quando nossos cidadãos ignoram a própria história. Tentando reverter esse quando o Jornal A Folha de São Paulo, lançará no próximo domingo (28) um curso online gratuito com quatro aulas, de uma hora de duração cada, sobre a ditadura brasileira. As aulas serão ministradas peloo jornalista e escritor Oscar Pilagallo.

Segundo informações do veículo, o objetivo é explicar didaticamente as várias fases do período autoritário de 1964-85, dos antecedentes do golpe de 31 de março de 1964 até a transição para a democracia. As inscrições podem ser feitas em oquefoiaditadura.folha.uol.com.br.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 54,2% da população brasileira nasceu após o ano de 1985, quando o regime militar terminou. Somando os que eram crianças de até 10 anos nessa data, o percentual sobe para 69,4%.

Ou seja, 7 em cada 10 brasileiros não viveram a ditadura, ou eram muito jovens para terem fixado na experiência o que foi aquele momento.

Jornalista e escritor Oscar Pilagallo. Foto|:divulgação
Jornalista e escritor Oscar Pilagallo. Foto:divulgação

Em quatro aulas, Pilagallo falará sobre a armação do golpe, a escalada autoritária, o endurecimento do regime a partir do Ato Institucional nº 5 (1968) e a retomada da democracia (1985).

Ele explicará ao que significou a ausência de eleições presidenciais diretas, a interferência do regime nos Poderes Legislativo e Judiciário, a censura e repressão violenta à oposição, com assassinatos e tortura como políticas de Estado. A semente para hiperinflação, o aumento da desigualdade e endividamento externo, o caminho Da corrupção em grandes obras públicas.

Segundo o jornalista, o discurso de justificar o golpe e a repressão da ditadura para evitar um mal maior, no caso uma suposta ameaça comunista, tem crescido nos últimos anos, propagado sobretudo por Jair Bolsonaro e seus aliados.

 

Professor Carlos Alberto Decotelli é o novo ministro da Educação


O professor Carlos Alberto Decotelli da Silva é o novo ministro da Educação. Ele sucederá Abraham Weintraub, que, após 14 meses no cargo, anunciou demissão na semana passada para assumir um posto de diretor representante do Brasil no Banco Mundial, em Washington (EUA). Decotelli será o terceiro ministro da Educação no governo Bolsonaro. Antes de Weintraub, Ricardo Vélez Rodríguez permaneceu pouco mais de três meses no comando da pasta.

Carlos Alberto Decotelli da Silva presidiu o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) entre fevereiro e agosto do ano passado. Depois, passou para a Secretaria de Modalidades Especializadas do Ministério da Educação.

Decotelli é bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), mestre pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), doutor pela Universidade de Rosário (Argentina) e pós-doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha.

Ele sucederá Abraham Weintraub, que, após 14 meses no cargo, anunciou demissão na semana passada para assumir um posto de diretor representante do Brasil no Banco Mundial, em Washington (EUA). Decotelli será o terceiro ministro da Educação no governo Bolsonaro. Antes de Weintraub, Ricardo Vélez Rodríguez permaneceu pouco mais de três meses no comando da pasta.

Carlos Alberto Decotelli da Silva presidiu o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) entre fevereiro e agosto do ano passado. Depois, passou para a Secretaria de Modalidades Especializadas do Ministério da Educação.

Decotelli é bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), mestre pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), doutor pela Universidade de Rosário (Argentina) e pós-doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha.

 

Denúncia das “rachadinas” podem envolver mais um político


As primeiras denúncias do Ministério Público estadual (MP-RJ) contra os envolvidos no esquema da rachadinha da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) devem atingir mais de um político. Para evitar críticas a um eventual direcionamento de investigações, as acusações a serem encaminhadas ao Judiciário, para abertura de ação criminal, vão focar em pelo menos dois gabinetes: o do ex-deputado e hoje senador Flávio Bolsonaro Republicanos-RJ), incluindo o seu suposto operador, Fabrício Queiroz, e de um outro deputado que figura na lista original do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), cujos relatórios de inteligência deram início às investigações em 2018.

As denúncias, aguardadas para os próximos dias, terão como principal fundamento o suposto crime de peculato, uma vez que os favorecidos teriam se apropriado de dinheiro público ao obrigar os servidores da Alerj a transferirem parte de seus vencimentos. Outros crimes tipificados deverão ser o de organização criminosa e de lavagem de dinheiro. No caso de Fabrício Queiroz e sua mulher, Márcia, também estará incluída a obstrução de Justiça, razão da prisão preventiva do casal .

Nuvem de gafanhotos se aproxima e pode chegar no Brasil


A nuvem de gafanhotos que se movimenta em território argentino já está a apenas 130 km de distância do Brasil e do Uruguai, informou o país vizinho nesta quarta-feira.
O chefe do serviço de monitoramento da Argentina, Héctor Medina, publicou em seu Twitter um mapa que mostra a região ameaçada pela nuvem. De acordo com um estudo do governo argentino, os insetos podem viajar até 150 km por dia – logo, podem chegar no Brasil ainda próximas 24 horas.
Segundo Medina, “neblina e baixas temperaturas” podem influenciar na velocidade de chegada dos insetos.

Sara Winter terá de usar tornozeleira eletrônica


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes mandou soltar a extremista Sara Fernanda Geromini, a  Sara Winter. Ela está presa no presídio feminino do Distrito Federal desde a semana passada. Sara Winter é líder do grupo 300 do Brasil, de apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Moraes acatou o pedido da Polícia Federal (PF) e da Procuradoria-Geral da República (PGR) para substituir a prisão por medidas cautelares, como uso de tornozeleira eletrônica, proibição de manter contato com outros investigados e manter um quilômetro de distância do Congresso Nacional e do STF.

Na segunda-feira (15), Sara foi presa pela PF por determinação do ministro Alexandre de Moraes, a pedido da PGR na investigação que apura ataques a instituições, como pedidos de intervenção militar e o fechamento do Congresso e do Supremo.

A ativista já foi denunciada pela Procuradoria da República no Distrito Federal pelos crimes de injúria e ameaça ao ministro.

A ministra Cármen Lúcia na semana passada negou um habeas corpus para libertar a ativista. Na petição, a defesa alegou que houve abuso de poder e ilegalidade na decretação da prisão. Para os advogados, Sara é vítima de perseguição política.

“Se pessoas condenadas por tráfico de drogas podem ser beneficiadas por HC [habeas corpus] para ficarem em prisão domiciliar com seus filhos menores, qual o motivo a ora paciente deverá, duplamente, permanecer encarcerada, se não cometeu crime algum, não é condenada, não é autoridade com foro de prerrogativa, e possui um filho de 5 anos de idade?”, questionou a defesa no STF.

 

Ex-comandante da Guarda Civil de Itabuna morre de Covid-19


Faleceu, no dia de ontem (24), o ex-comandante da Guarda Civil de Itabuna, José Domingos, de 64 anos. Ele havia ficar internado por  10 dias em um hospital de Salvador. Domingos testou positivo para o Covid-19 em Itabuna e seguiu para fazer o tratamento na capital baiana.policial (1)

Ele era diabético e o quadro de saúde se agravou. Por meio de nota, a Secretaria de Transporte e Trânsito (Sesttran) da cidade lamentou a morte do ex-comandante.

Já são 64 mortes por Covid-19 em Itabuna, de acordo com o boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). No total, 1.915 casos foram confirmados e 985 pessoas conseguiram se recuperar.

Vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford começa a ser testada no Brasil


No último fim de semana, iniciaram os testes em voluntários brasileiros, com uma vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, contra a Covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus. O estudo vem sendo promovido na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A informação foi, através de nota, divulgada na noite de segunda-feira pela Fundação Lemann, que financia o projeto.

Os testes da vacina ChAdOx1 nCoV-19 no Brasil foram anunciados no início do mês e deverão contar, de acordo com a Unifesp, com 2 mil voluntários em São Paulo e com outros mil no Rio de Janeiro, onde os testes serão realizados pela Rede D’Or. Os resultados devem ser concluídos até setembro, segundo informou a AstraZeneca, farmacêutica que conduz o desenvolvimento da vacina em parceria com Oxford, no início deste mês.vacinacovid2020

De acordo com a Unifesp, os voluntários em São Paulo serão profissionais de saúde de entre 18 e 55 anos e outros funcionários que atuam no Hospital São Paulo, ligado à Escola Paulista Medicina, da Unifesp. No início do mês, a Unifesp informou que os testes com voluntários brasileiros contribuirão para o registro da vacina no Reino Unido, previsto para o final deste ano. O registro formal, entretanto, só ocorrerá após o fim dos estudos em todos os países participantes, disse a universidade.

A vacina, cujo pedido de testes no Brasil foi feito à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pela farmacêutica AstraZeneca, está atualmente na Fase 3 de testes, “o que significa que a vacina encontra-se entre os estágios mais avançados de desenvolvimento”, disse a Unifesp.

O Brasil é o primeiro país fora do Reino Unido a iniciar testes com a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e um dos motivos que levaram à escolha foi o fato de a pandemia estar em ascensão no país.

Outra vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac, deverá começar a ser testada no Brasil no mês que vem em parceria com o Instituto Butantan, vinculado ao governo do Estado de São Paulo. Este teste, de acordo com o instituto, será financiado pelo governo paulista e deverá contar com 9 mil voluntários. Caso a vacina seja bem-sucedida, o acordo prevê a possibilidade ser produzida localmente pelo Butantan.