Valor do seguro-desemprego tem aumento de 11,28% e teto chega a R$1.542


Com o aumento do salário mínimo, o seguro desemprego também sofreu aumento. Foram 11,28%, com teto mensal do benefício passando a R$ 1.542,24. O valor da parcela que cada segurado recebe depende do salário que tinha antes da demissão.

Segundo informações do Ministério do Trabalho e Previdência Social, os novos valores já estão em vigor. O reajuste foi calculado com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) nos 12 meses de 2015.

Mais de oito milhões de trabalhadores receberam o benefício em 2015. Desse total, 1,9 milhão de pessoas tinham média salarial que lhes dava direito à parcela máxima. Cerca de 670 mil segurados tiveram direito ao piso do benefício em 2015, na época R$ 788, equivalente ao salário-mínimo vigente.

Têm direito ao seguro-desemprego todos os trabalhadores desempregados sem justa causa, pescadores artesanais em período do defeso, trabalhadores resgatados em condições análogas a de escravo e profissionais com contratos de trabalho suspenso. Com informações da Agência Brasil.

O valor da parcela varia de acordo com a faixa salarial. Quem recebia até R$ 1.360,70 no último emprego deve multiplicar o salário médio por 0,8. Para salários entre R$ 1.360,71 e R$ 2.268,05, o segurado deve multiplicar por 0,5 a quantia que ultrapassar R$ 1.360,7 e, em seguida, somar R$ 1088,56 ao cálculo. Aqueles que tinham salário acima de R$ 2.268,05 receberão o novo teto do seguro-desemprego, de R$ 1.542,24.

Com o aumento do salário mínimo, o seguro desemprego também sofreu aumento. Foram 11,28%, com teto mensal do benefício passando a R$ 1.542,24. O valor da parcela que cada segurado recebe depende do salário que tinha antes da demissão.

Segundo informações do Ministério do Trabalho e Previdência Social, os novos valores já estão em vigor. O reajuste foi calculado com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) nos 12 meses de 2015.

Mais de oito milhões de trabalhadores receberam o benefício em 2015. Desse total, 1,9 milhão de pessoas tinham média salarial que lhes dava direito à parcela máxima. Cerca de 670 mil segurados tiveram direito ao piso do benefício em 2015, na época R$ 788, equivalente ao salário-mínimo vigente.

Têm direito ao seguro-desemprego todos os trabalhadores desempregados sem justa causa, pescadores artesanais em período do defeso, trabalhadores resgatados em condições análogas a de escravo e profissionais com contratos de trabalho suspenso. Com informações da Agência Brasil.

O valor da parcela varia de acordo com a faixa salarial. Quem recebia até R$ 1.360,70 no último emprego deve multiplicar o salário médio por 0,8. Para salários entre R$ 1.360,71 e R$ 2.268,05, o segurado deve multiplicar por 0,5 a quantia que ultrapassar R$ 1.360,7 e, em seguida, somar R$ 1088,56 ao cálculo. Aqueles que tinham salário acima de R$ 2.268,05 receberão o novo teto do seguro-desemprego, de R$ 1.542,24.

Lavagem do Bonfim terá segurança reforçada


Na próxima quinta-feira, dia 14, será realizada “A Lavagem das Escadarias Bonfim”. Considerada a segunda maior manifestação popular do Estado da Bahia, o evento só perde para o Carnaval. O ritual, que se repete todos os anos desde 1754, reúne milhares de pessoas e acontece sempre na segunda quinta-feira do mês de janeiro.

Para que nada atrapalhe essa grande festa, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia montou um esquema especial Mais de 1500 policiais, entre civis, militares e bombeiros vão garantir a paz na a Lavagem do Bonfim, que acontece nesta quinta-feira (14). O trajeto entre a Conceição da Praia e a Colina Sagrada terá o policiamento reforçado, bem como os principais acessos ao tradicional cortejo e os corredores de tráfego.  O secretário Maurício Barbosa participará da procissão, acompanhando o trabalho realizado pelos profissionais da segurança pública.

O esquema especial da Polícia Militar tem início já às 6 horas, com o acompanhamento da Corrida Sagrada, que percorrerá o trajeto entre a Igreja da Conceição da Praia e a Igreja do Bonfim. O policiamento ostensivo será reforçado com policiais do Esquadrão de Motociclistas Águia, das companhias independentes do Comando Baía de Todos os Santos, das operações Apolo e Gêmeos e da Companhia Independente de Policiamento e Tático (CIPT).

2
Lavagem do Bonfim atrai milhares de turistas todos os anos

Contribuir para o INSS está mais caro


As contribuições previdenciárias de trabalhadores com carteira assinada e dos autônomos subirão este mês. Pela portaria 1/2016, publicada ontem no Diário Oficial da União (DOU), a contribuição para o empregado da iniciativa privada se aposentar vai variar de R$ 70,40 a R$ 570,88 por mês. Para os autônomos, o desconto será de R$ 176 a R$ 1.037,96, conforme a faixa salarial.

A contribuição previdenciária com os novos valores deve ser feita no começo do mês de fevereiro, enquanto que os recolhimentos a serem efetuados em janeiro — relativos aos salários de dezembro — ainda seguem a tabela anterior.

A portaria das duas pastas também reajusta benefícios pagos pela Previdência. De acordo com o ministério, o valor mínimo de aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte e pensões especiais pagas às vítimas da síndrome da talidomida será de R$880. Também terá correção a cota do salário-família que subirá a R$ 41,37 para o segurado que tem dependente e recebe mensalmente até R$ 806,80. Vai a R$ 29,16 para quem ganha entre R$806,80 e R$ 1.212,64 e mantém dependentes com até 14 anos de idade.

A faixa para o pagamento de auxílio-reclusão também foi corrigida. Segundo o ministério, o benefício é devido aos dependentes do segurado que está preso e teve salário-de-contribuição igual ou inferior a R$ 1.212,64.

12-inss

Dengue: o combate ao mosquito não pode parar


O Ministério da Saúde ainda não terminou de compilar todos os casos de dengue registrados em 2015, mas até 5 de dezembro o número de vítimas do vírus havia chegado a 1,59 milhão.

Segundo o mais recente boletim epidemiológico de dengue do Ministério da Saúde, foram 1.463.776 casos prováveis da doença registrados de 4 de janeiro até 26 de setembro no Brasil. O recorde anterior, de 2013, era de 1.452.489 pessoas infectadas.

O número, de acordo com o ministério, é quase o triplo do registrado no mesmo período do ano passado, quando 524.441 pessoas ficaram doentes.

De acordo com o boletim, a alta de registros foi puxada pelo Sudeste, que concentra 64% dos casos. Os quatro Estados da região somaram 937.599 pessoas infectadas.

Em todo o Brasil, apenas os estados do Piauí, Roraima, Sergipe, Maranhão, Amazonas, Rondônia, Pará, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, não registram nível epidêmico da doença, ou seja, quando o número de casos por 100 mil habitantes é superior a 300. Em terras gaúchas, o clima frio atrapalha a reprodução do mosquito Aedes aegypti e o índice de incidência da dengue é o menor do País: 14,5 casos por 100 mil habitantes.

Na outra ponta do ranking, de Estados com as mais altas taxas de incidência da doença, estão Goias, com 2.120 casos por 100 mil habitantes, e São Paulo, cujo mesmo índice chegou a 1.561. Entre as capitais com as maiores taxas da doença estão Fortaleza, Maceió, Salvador, Rio e BeloHorizonte.

Casos graves

Os casos graves de dengue e as mortes por complicações da doença também aumentaram em relação ao ano passado. Segundo o boletim, 1.350 pessoas desenvolveram a forma mais severa da dengue até setembro. O número representa quase o dobro do registrado no mesmo período do ano passado: 693 pessoas. Nos nove primeiros meses do ano, 739 pessoas morreram de dengue no País, número 75% maior do que o notificado no mesmo período de 2014.

O Ministério da Saúde afirma que fez, em dezembro de 2014, repasse adicional de R$ 150 milhões para Estados e Municípios reforçarem as ações de prevenção. Diz ainda ter feito visitas técnicas nos Estados para auxiliar nos planos de contingência contra a doença. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais rigor contra crimes envolvendo homossexuais


Familiares do professor de inglês assassinado brutalmente em Brotas no final de dezembro de 2016, Rodrigo Lapa, acompanhados pelo presidente do Grupo Gay da Bahia, Marcelo Cerqueira, se reuniram, na tarde desta quinta-feira (07), com o coordenador LGBT e a superintendente de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Vinícius Alves e Anhamona de Brito, respectivamente, e com a delegada de polícia e diretora de Direitos Humanos da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Marita Souza.

Segundo uma das primas da vítima, Juliana Lapa, toda a família está empenhada na solução do caso e reunindo forças para elucidar o crime. “Viemos nos colocar à disposição para o que for necessário na elucidação do crime, para que outros não se repitam”, salientou Juliana.

A reunião com os representantes do poder público, de acordo com o presidente do GGB, teve como objetivo unir os esforços na apuração da responsabilidade do crime e combater a impunidade. “Foi um crime brutal, com requintes de crueldade, que obriga a comunidade gay a reconhecer a evidência do caráter de tortura e da motivação odiosa. São fatos terríveis porque fragilizam nossa população e reforçam uma premissa da nossa cultura que diz que somos indivíduos de segunda categoria”, constatou Cerqueira.

Acompanhamento – Na reunião, Anhamona de Brito comentou sobre dados divulgados pelo GGB que dão conta do aumento de incidências de mortes entre as pessoas LGBT nos primeiros dias do ano, na Bahia e no Brasil. “A nossa secretaria tem acompanhado de perto os passos para a elucidação do crime, por meio da coordenação LGBT, em conjunto com a Superintendência de Prevenção à Violência (Suprev/SSP)) e, de forma alguma podemos aceitar que argumentos como comportamento de risco sirvam para justificar crimes de ódio. As pessoas, independentemente da sua orientação sexual e identidade de gênero, são livres e devem ser respeitadas”, enfatizou.

A delegada Marita Souza informou que a polícia tem ouvido várias pessoas, entre elas parentes, amigos, vizinhos e síndicos, para levantar mais informações que ajudem a resolver o caso. “A polícia já foi nos locais que ele frequentava, está buscando imagens, continua a investigar e vai até o final. O que a gente quer é a conclusão do fato que acontece quando se identifica o autor do crime”, concluiu.

Falso papai Noel que roubou helicóptero é preso


1 1
Falso papai Noel, que roubou helicóptero é preso                                        Foto: DCS-PM

Você se lembra daquele roubo de helicóptero que ocorreu numa cidade do interior de São Paulo? Sim. Aquele com um bandido disfarçado de papai Noel! Pois bem. O indivíduo foi enfim preso em uma operação conjunta das polícias dos estados da Bahia e de São Paulo, na manhã de hoje (08/01), no município de Queimadas (BA). O falso papai Noel, Nabiel Cordeiro da Silva, 30 anos, executou o roubo no último dia 27 de novembro.

Após contato com o secretário da Segurança Pública do Estado da Bahia, Maurício Teles Barbosa, uma equipe composta por uma delegada e dois investigadores paulistas, se deslocou para Salvador e acompanhou as diligências. Nabiel escolheu Queimadas para local de refugio por possuir parentes na região. “A polícia baiana estará sempre disposta a colaborar com as forças de segurança de outros estados, na busca pela desarticulação de organizações criminosas”, ressalta o secretário de Segurança.

Complexo policial de Itapé será inaugurado em breve


complexo

O ano de 2016 começou bem movimentado em Itapé (BA). Está programada para este mês a esperada inauguração do Complexo Policial da cidade. Fruto de uma parceria entre os governos municipal e estadual, a unidade promoverá uma maior sensação de segurança à população, já que lá estarão instalados órgãos das polícias Militar e Civil. O evento de lançamento do complexo ainda não tem uma data definida, mas contará com a presença do chefe do executivo estadual Rui Costa.

(Fonte e Foto: Itapé Notícias)

Cirurgia para reverter Alzheimer é realizada com sucesso na Paraíba


Felizmente uma esperança contra o Alzheimer: foi realizada no Brasil uma cirurgia que pode combater o mal. O procedimento, chamado de estimulação cerebral profunda, funciona como um marca-passo cerebral – microcorrentes elétricas são descarregadas no cérebro, estimulando seu funcionamento. Um paciente de 77 anos teve o aparelho colocado este mês, em um hospital da Paraíba.

Esse tipo de operação vem sendo realizada de forma experimental no país desde 2013, quando médicos neurologistas começaram a testar o aparelho em pacientes de Alzheimer, para tentar frear o avanço da doença e ajudar na recuperação da memória. Antes disso, o estímulo era utilizado apenas nos portadores do mal de Parkinson – com melhora significativa nesses casos há mais de 20 anos.

Conforme informado pelo jornal Correio da Paraíba, que não revelou a identidade do paciente a pedidos da família, uma possibilidade era levá-lo ao Canadá para a realização da cirurgia, onde ela já é feita com sucesso há cerca de cinco anos. Entretanto, a equipe do Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa, garantiu que o idoso pudesse ser operado na instituição, no último dia 11 de dezembro.

Apesar de tudo ter ocorrido dentro do esperado, só é possível começar a perceber como cérebro reagiu 30 dias após a realização do procedimento. O paciente já não reagia mais às medicações receitadas.

O que acontece no cérebro?

A estimulação cerebral profunda – Deep Brain Stimulation, em inglês – é um método utilizado contra males neurológicos, desde 1987. Os impulsos elétricos emitidos pelo marca-passo são enviados para a área afetada do cérebro. No caso do Alzheimer, eles proporciam aumento do hipocampo, área responsável pela memória.

Os pacientes submetidos ao estímulo são acompanhados com exames de PET-Scan, em que é possível visualizar a atividade cerebral. Após a cirurgia, áreas relacionadas à memória se mostram mais ativas em relação ao que apresentavam antes, sem o controle da doença. Isso quer dizer que, além de frear o mal, o procedimento pode ajudar a reaquecer as lembranças.

Apesar de o tratamento promissor e de já ser utilizado a vários anos para doenças como o mal de Parkinson, seu uso contra o Alzheimer ainda é muito recente. Além disso, existem efeitos colaterais severos, como alucinações, hiperssexualidade e até mudança de personalidade em alguns casos. Uma vez sentidos os avanços, médicos normalmente propõem o desligamento do aparelho e a utilização de um método menos invasivo.

Informações adicionais

Serviço

Hospital Napoleão Laureano – João Pessoa/Paraíba

Telefone: 83-3042-4974

Neurologista Rodrigo Marmo: [email protected]

(Fonte: Só Notícia Boa e Correio da Paraíba)

Contribuintes baianos têm até 5 de fevereiro para pagar IPVA com 10% de desconto


A Sefaz-Ba ressalta que não encaminha boleto de pagamento do IPVA para os contribuintes. Dúvidas podem ser esclarecidas com o call center da Secretaria, pelo 0800 071 0071 FREE.

 

Os motoristas baianos têm até o dia 5 de fevereiro para aproveitar o desconto de 10% no pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) de 2016. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba), para fazer jus ao desconto, o pagamento deve ser feito em cota única.

No site da Sefaz-Ba (www.sefaz.ba.gov.br), os valores podem ser consultados no canal Inspetoria Eletrônica=>IPVA=>Base de Cálculo dos Veículos Automotores. A Sefaz-Ba ressalta que não encaminha boleto de pagamento do IPVA para os contribuintes. Para efetuar o pagamento, o proprietário de veículo deve dirigir-se a uma agência ou caixa eletrônico do Banco do Brasil, Bradesco ou Bancoob, com o número do Renavam.

O pagamento é integrado: é necessário quitar ainda a taxa de licenciamento e eventuais multas relacionadas ao Renavan informado. Em caso de dúvida, o contribuinte pode entrar em contato com o call center da Sefaz, pelo 0800 071 0071 FREE.

Outras opções de pagamento

Além do desconto de 10% no IPVA para quitação em cota única até 5 de fevereiro de 2016, existe ainda a opção de pagar com 5% de abatimento. Para isso, é só quitar o valor integral do imposto no dia do vencimento da primeira cota, data que varia de acordo com o número final da placa do veículo.

Os proprietários de veículos podem optar também por parcelar o imposto em três vezes, observando o vencimento da primeira cota na tabela, de acordo com o número final da placa do automóvel.

Os débitos referentes à taxa de licenciamento e a multas de trânsito deverão ser pagos até a data de vencimento da terceira parcela, e os débitos anteriores do IPVA também podem ser divididos em três vezes, juntamente com o IPVA 2016. Vale ressaltar que o proprietário que perder o prazo da primeira cota deixa de ter o direito ao parcelamento em três vezes.

As datas de quitação das cotas e placas podem ser conferidas no calendário do IPVA 2016, disponível no site da Sefaz-Ba (www.sefaz.ba.gov.br => Inspetoria Eletrônica => IPVA => Calendário).