Romero Ferro lança álbum e lyric video


O cantor e compositor, pernambucano, Romero Ferro lança o seu segundo álbum: Ferro. “Esse é um trabalho em que realmente permiti que meu coração fosse aberto de forma muito honesta, falando sobre meus sentimentos, minha sexualidade, meus posicionamentos políticos sem medo”, diz Romero.

Romero Ferro Foto: Lana Pinho
Romero Ferro Foto: Lana Pinho

Em porções acentuadas de funk, rock e r&b, com Arsênico (produzido pelo baixista e guitarrista carioca Diogo Strausz, com co-produção do pianista e tecladista pernambucano Amaro Freitas) Romero abriu nova trilha no pop na vertente brega, que expande consideravelmente no segundo álbum. Repleto de hits potenciais, este é bem mais eletrônico e dançante (ainda que o primeiro também o fosse), com maior diversidade rítmica e grande soma de referências que incluem David Bowie, Kraftwerk, Depeche Mode, Reginaldo Rossi, Ritchie, axé music, tecnopop, reggaeton, bolero, house, tecnomelody, funk, pagode, trap e Zezé di Camargo & Luciano.

Em cinco das nove composições autorais e inéditas, Romero conta com parceiros: os conterrâneos Barro, Duda Beat e Leo D. (também responsável pela mixagem e masterização do álbum), além do paraense Felipe Cordeiro. Há também uma reinterpretação estilosa de “Você Vai Ver” (Elias Muniz e Carlos Colla), lançada por Zezé di Camargo e Luciano em 1994, que remete à infância de Romero. Além de Otto, Duda Beat (outra expoente da brega wave), a cantora trans Mel (Banda Uó) e o rapper gay baiano Hiran dividem os vocais com ele em outras duas canções. A música de trabalho Música de trabalho traz manifesto em lyric video com participações de MEL e Hiran.