Segurança nas Olimpíadas foi pauta de reunião da Coesge


A Comissão Estadual de Segurança para Grandes Eventos (Coesge), definiu, na manhã desta terça-feira (21), no auditório da Secretaria da Segurança Pública, as atividades que irá desempenhar durante os Jogos Olímpicos 2016 na Bahia, no período de 4 a 13 de agosto.

Serão ministrados exercícios em conjunto com os três eixos da comissão (inteligência, segurança publica e defesa) e, para colocar em prática situações que poderão acontecer, haverá simulados, treinamentos e ensaios de campo, com o objetivo degarantir um ambiente pacifico e seguro para a realização dos jogos.

Fazem parte da Coesge representantes das principais frentes de trabalho da Secretaria da Segurança Pública, como as polícias Militar, Civil e Técnica e o Corpo de Bombeiros, além de efetivos das Forças Armadas, Polícia Federal, Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e guardas municipais.

A reunião, que contou com a presença da segurança viária e de ordenamento urbano das esferas federal, estadual e municipal e das forças de segurança pública de defesa civil, foi classificada pelo tenente-coronel Marcos Oliveira, superintendente de Gestão Tecnológica e Organizacional da SSP e coordenador estadual de Segurança para Grandes Eventos como “muito proveitosa”.

“Ali, estiveram presentes os eixos de segurança, oportunidade em que ficaram definidos o nível de responsabilidade e o papel a ser assumido pelos governos federal, estadual e municipal”, afirmou, observando a necessidade de todos estarem integrados, para que se alcance um resultado positivo.

2 (3)

“A expectativa para a segurança dos Jogos Olímpicos”, disse ele, “é repetir o sucesso do policiamento executado quando da Copa do Mundo de 2014”.

As principais áreas de atuação em Salvador durante as Olimpíadas serão o Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães, a Arena Fonte Nova, os estádios de Pituaçu e Barradão, o Gran Hotel Stella Maris, onde ficarão alojadas as delegações, e o Sheraton, o Golden Tulip e o Ibis, que receberão as famílias olímpicas e a imprensa nacional e internacional.