Sempre é hora de ajudar ao próximo


Hoje, 19 de julho, comemoramos o Dia da Caridade. Há quem a considere um sentimento, outros uma virtude. Para falar a verdade, não estou muito preocupado com a definição da palavra. O mais importante é descobrir como podemos exercitar a nossa benevolência diariamente.

Acredito que todas as religiões estimulem atos de solidariedade. E não poderia ser de outra forma. É dever moral de todos os indivíduos compartilhar o bem aos que precisam de nossa ajuda. Sem esperar qualquer tipo de reconhecimento ou retribuição pela ação. Afinal, temos tanto a agradecer a Deus pelas graças que recebemos a todo o momento, mas nem sempre nos damos conta disso.

Artigo Caridade

Irmã Dulce, Madre Thereza de Calcutá, Chico Xavier são algumas referências quando o assunto é caridade, seguindo o exemplo de Jesus. Essas pessoas dedicaram suas vidas ao próximo literalmente e tudo por amor. Isso só vem comprovar a máxima de que o desejo de amar o próximo deve vir de dentro do coração.

De acordo com informações da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), ainda existem 20 milhões de brasileiros que vivem na mais extrema pobreza. Sendo uma oportunidade para por em pratica projetos assistenciais.

Então, que tal exercitar sua solidariedade?  Voce pode começar com pequenas ações. Há um mundo de possibilidades para escolher. Pode ser, por exemplo, visitas a asilos para conversar um pouco com idosos, a hospitais e orfanatos. Garanto que em todos esses lugares, haverá os que aguardam ansiosos por um pouco carinho e atenção. E uma coisa é certa quem ganha é você.

Marcelo Carvalho é jornalista profissional especializado em Marketing Empresarial e Comunicação Corporativa.