Sábado tem Super Fã


Conheça as novidades do mundo dos super heróis brasileiros

Marcelo Carvalho

Atenção leitor dos quadrinhos! Sábado tem Super Fã! Para os que ainda não sabem, o O Super Fã são lives, onde são apresentadas novidades e possibilidades que surgirão no mundo dos super heróis brasileiros.

A atração será comandada pelos apresentadores Elyan Lopes, Vanderley Sadrack e Raphael Gomide, que ao lado de especialistas analisarão os projetos que surgem de Super Heróis Brasileiros em diversas áreas como, por exemplo, games, audiovisual, quadrinhos etc.

As lives serão apresentadas no próximo dia 26, a partir das 19h, no canal Meu Herói www.youtube.com/elyanmeuheroi

Os produtores de super-heróis que quiserem divulgar seu material para o evento é só enviar vídeos de até 5 minutos se apresentando e falando sobre os personagens/história e finalizar com informações de contato. Lembrando que o vídeo precisa estar no formato horizontal com boa iluminação e som. 

Os videos podem ser enviados para o email: [email protected]

Link da live: https://youtu.be/3kO5ke7ixs0
Link do canal www.youtube.com/elyanmeuheroi

Você sabia? C&A lança edital para empreendedores LGBTI+; veja como participar


Coleção temática também será lançada 

Thais Paim

Diversas atividades estão sendo desempenhadas pela varejista C&A e a frente social Instituto C&A em prol da diversidade, inclusão e fomento ao empreendedorismo. Dentre as novidades, está o lançamento do edital #TodesNaModa do Instituto C&A, voltado para a capacitação e o desenvolvimento de negócios de moda protagonizados por empreendedores da comunidade LGBTI+.

Se você se interessou pela oportunidade, as inscrições para o edital serão abertas no dia 28 de junho, quando se comemora o Dia do Orgulho LGBTI+. Para participar é só acessar o site do Instituto C&A. É válido lembrar que os candidatos podem se inscrever até o dia 17 de julho e início das atividades será em agosto.

Quem pode participar 

O edital é voltado para empreendedores LGBTI+ de moda autoral nos segmentos de roupas, calçados e acessórios e que tiveram seus negócios impactados pela pandemia precisando criar novas estratégias para suas marcas. Outros critérios, como maturidade do negócio, qualidade do produto e diversidade do público empreendedor, também serão avaliados para a seleção dos participantes.

“Sabemos que o varejo de moda sofre na pandemia da covid-19 e isso afeta muito os pequenos empreendedores LGBTI+. Investir em capacitação e desenvolvimento deste público é benéfico para todo o mercado”, diz Gustavo Narciso, gerente executivo do Instituto C&A. 

O #TodesNaModa vai promover uma trilha online de formação e desenvolvimento somando cerca de 30 horas de conteúdos focados em marketing digital, identidade e gestão da marca. Ao longo de três meses, os empreendedores selecionados receberão o investimento total no valor de R$ 4.000 como aporte aos negócios e ajuda de custos.

Vai Turismo: programa pretende desenvolver destinos nacionais


Lançamento oficial foi realizado através webinar on-line

Thais Paim

Acreditando que desenvolver os destinos turísticos brasileiros de forma sustentável é desenvolver toda a indústria, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) criou o Vai Turismo – Rumo ao Futuro, que pretende “valorizar, apoiar e impulsionar” esse setor essencial para a economia do Brasil.

O programa teve seu lançamento oficial nesta terça-feira (22), por meio de webinar on-line com a participação de especialistas em destinos. A ideia é unir experiência e conhecimento de diversos setores para sugerir políticas públicas e impulsionar o segmento. 

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, e o coordenador do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da mesma, Alexandre Sampaio, prometem levar as questões levantados pelo Vai Turismo aos presidenciáveis e aos candidatos aos governos estaduais em 2022.

Sobre o programa 

Dentre os comprometimentos do programa está o compromisso em compreender o Turismo de uma forma ampliada e desenvolver destinos brasileiros como um todo. A GKS Inteligência Territorial e a Strategia Consultoria se unem em um consórcio ao lado de todas as Fecomercio estaduais, Sesc, Senac, CNC e outras instituições em prol do Turismo.

A professora e sócia da Strategia Consultoria, Gleice Guerra, avaliou a situação atual e afirmou: “Se tem alguma coisa de positiva da pandemia no Turismo é a profusão de iniciativas que vem acontecendo para discutirmos o setor. A intenção da CNC ao criar esse projeto é que essa não seja mais uma iniciativa, mas seja diferente. A intenção é oferecer uma oportunidade diferenciada de integrar propostas. Por isso esse projeto articulado, participativo, com diálogos. Queremos que esse projeto abrigue outros projetos, que se conectem”. 

Projetos técnicos já em produção, com as demandas de cada Estado, ações serão estudados e, a partir de outubro, o Vai Turismo dará inícios a oficinas e capacitações gratuitas.

Novo trailer do ‘O Esquadrão Suicida’ coloca Superman na UTI; entenda a referência


Fãs repercutem revelações da trama 

Thais Paim

Os fãs de Esquadrão Suicida tiveram motivos para comemorar, nesta terça-feira (22), já que um trailer inédito da trama foi lançado. Além de alguns detalhes sobre a história, a prévia também revelou uma curiosa ligação entre Sanguinário, o vilão vivido por Idris Elba, e o Superman.

Nos segundos iniciais do trailer, Amanda Waller (Viola Davis) afirma que o criminoso está preso após mandar o Homem de Aço para a UTI com uma bala de kryptonita. Além de revelar uma surpreendente conexão entre o personagem e o herói vivido por Henry Cavill, esse momento faz uma referência direta às HQs.

O Sanguinário apareceu pela primeira vez na HQ Superman #4. Escrita e desenhada por John Byrne, a história apresentou o vilão como alter-ego de Robert DuBois, um habilidoso atirador que atacou a população de Metrópolis. Ao chamar a atenção do Superman, o mercenário atira no herói com uma bala de kryptonita e só não o mata pois Jimmy Olsen surge no último segundo.

Relação entre Sanguinário e Superman: confronto 

O trailer de O Esquadrão Suicida trouxe sequelas mais severas em Kal-El do que as indicadas nos quadrinhos. Apesar de passar por uma delicada operação, o herói não chega a ficar internado em uma UTI e logo parte em busca de DuBois, que parecia motivado a promover caos na cidade. 

 A revelação de que Robert não é veterano, pois fugiu do alistamento e sua real motivação é a culpa que sente por seu irmão ter ido à guerra em seu lugar, é feita no segundo confronto. Com isso, ainda não se sabe se o Sanguinário de Idris Elba terá uma motivação similar, com ligações à Guerra do Vietnã.

 A prévia mostra que o vilão tem uma forte ligação com sua filha e, portanto, indica uma nova origem para o personagem nos cinemas.

Com direção de James Gunn, O Esquadrão Suicida tem estreia prevista para 5 de agosto de 2021 no Brasil.

Em Salvador, empreendedoras criam primeiro absorvente 100% biodegradável do Brasil


Iniciativa pretende vender o produto em preço acessível

Thais Paim

Pensando em uma ação sustentável e também mais saudável para a saúde da mulher, a publicitária baiana Hellen Nzinga, de 24 anos, teve a ideia de criar a EcoCiclo e junto com ela o primeiro absorvente biodegradável do Brasil. 

O processo de criação e desenvolvimento não foi feito de forma independente, Hellen conheceu outras mulheres para a parceria e desenvolvimento da startup. A ideia do grupo é desenvolver um produto mais barato que o tradicional, com decomposição na natureza mais rápida e que traga mais benefícios à saúde das usuárias.

História do produto 

Hellen Nzinga, gestora de projetos da EcoCiclo, revela que conheceu Patricia Zanella e Karla Godoy, responsáveis pelo marketing e pela gestão financeira do produto, no programa Prolíder, em São Paulo, há dois anos. A primeira mora em São Paulo e a segunda em Recife.

A quarta integrante da Ecociclo é Adriele Menezes, que também mora em Salvador. A engenheira química é amiga de Hellen e foi convidada para assumir a questão mais técnica do produto.

O empenho vai bem além de ter um absorvente biodegradável, vegano e hipoalergênico, o objetivo das empreendedoras é ter um projeto social que ofereça emprego para as mulheres na produção do produto.

“Um absorvente normal é feito de plástico, derivado do petróleo, ou seja, ele demora de 100 a 500 anos para se decompor e é tóxico, porque é um plástico, então pode causar doenças, infecções e alergias”, explicou Hellen.

Segundo Hellen, o absorvente da EcoCiclo demora cerca de seis meses para se decompor. “O nosso é feito de material biodegradável, que vai levar até seis meses para se decompor em descarte comum. Ele também é atóxico e hipoalérgico. Ele não traz malefícios, só traz benefícios à saúde. Um normal demora até 500 anos para decompor e o nosso seis meses”.

Vantagens e desenvolvimento 

De acordo com a publicitária, um pacote de absorvente biodegradável de origem inglesa custa R$ 50. Já o absorvente da EcoCiclo custaria cerca de R$ 10. O pedido de patenteação também já foi feito e o resultado deve sair em junho. Entretanto, Hellen contou que o direito do produto já é do grupo, pois o critério para patenteação é ordem de chegada.

Segundo Hellen Nzinga, a ideia de produzir um absorvente biodegradável veio na segunda etapa do programa de liderança, empreendimento e impacto social. A missão do grupo era criar um produto que impactasse na vida de um milhão de pessoas.

A ideia é de que os absorventes da EcoCiclo sejam produzidos por mulheres no bairro de Fazenda Coutos, em Salvador.

Stan Lee tinham um personagem favorito na DC? Confira


Criador acreditava que poderia aproveitar melhor personagem da concorrência

Thais Paim

Para os fãs pode até parecer absurdo, mas mesmo o nome de Stan Lee sendo sinônimo de Marvel, nem por isso o homem por trás da Casa das Ideias deixava de apreciar os heróis da DC.

Mesmo sendo criador dos Vingadores, do Homem-Aranha e de tantos personagens icônicos, ele também tinha seu próprio personagem favorito da “Distinta Concorrência”, inclusive acreditando que ele deveria pertencer à Marvel, que poderia aproveitá-lo melhor.

Se você achou que a preferência de Stan Lee seria por um dos “medalhões” da DC, está enganado.

História e afinidade

Mas afinal de contas, quem seria esse personagem? Nada de Batman, Superman, ou Mulher-Maravilha, o favorito de Lee na DC era ninguém menos do que o Lobo, o último czarniano.

Se você ficou surpreso, vale lembrar que essa opinião foi dada pelo lendário quadrinista em uma sessão de perguntas e respostas feita por ele no Reddit em 2008.

Ele também repetiu a informação em um evento, em 2016, onde deu mais declarações sobre o personagem, lembrado por seu perfil anti-heroico e violento ao extremo, apesar de confundi-lo com um humano.

“Eu pensava que ele era um personagem que deveria ser da Marvel. Ele era o pior ser humano na Terra e era tão vil e mau, forte e feio, e eu o amava! Mas ele pertencia à DC. Eles nunca souberam o que fazer com ele”, disse Lee, segundo o site ComicBook.

O Lobo

Para quem não conhece, o Lobo é um dos personagens mais amados da DC, principalmente pelas histórias descompromissadas, violentas e extremamente divertidas.

Os seus criadores foram Roger Slifer e Keith Giffen e teve sua primeira aparição nos quadrinhos em 1983. Dentre as suas habilidades estão: superforça, superinteligência e um fator de cura altíssimo, sendo essencialmente imortal.

Personagem totalmente caótico, ele é o último membro da raça dos czarnianos, simplesmente pelo fato de que ele matou todos os outros e destruiu o planeta Czarnia, motivado por pura diversão.

O Lobo viaja pelo universo como um caçador de recompensas, às vezes atuando como vilão, as vezes ao lado dos heróis, mas sempre por interesses próprios.

Fora dos quadrinhos, ele já apareceu em animações e sua única versão oficial em live-action foi na segunda temporada da série Krypton, interpretado por Emmett J. Scanlan.

Secretário de Turismo de Maceió faz postagem sobre símbolo do nazismo e gera polêmica no Twitter


Prefeitura anunciou no último dia 18 que Ricardo Santa Ritta foi exonerado do cargo

Thais Paim

A capital do estado de Alagoas acabou virando assunto no Twitter, após o secretário de Turismo, Ricardo Ritta, fazer comentários polêmicos sobre o episódio do jovem expulso de um shopping em Caruaru, em Pernambuco, que usava uma faixa com uma suástica (símbolo nazista) em um dos braços.

Em sua conta no Twitter, Ricardo afirmou: “Hoje descobri que usar qualquer elemento com a “suástica” é crime federal no Brasil. Pensava que a liberdade de expressão permitisse”.

A postagem do secretário, que também é empresário e aliados de políticos alagoanos, provocou grande repercussão e gerou diversas críticas. A polêmica ganhou tamanha proporção que o assunto acabou indo parar nos assuntos mais falados da rede social.

Repercussão e posicionamento

Mesmo após Ricardo ter apagado sua conta do Twitter, onde havia sido feita a postagem, os efeitos do seu posicionamento já tinham ganhado repercussão nacional. No último dia 18, a Prefeitura de Maceió decidiu exonerar o secretário.

A exoneração foi comunicada pela Prefeitura de Maceió por meio do Twitter, horas após a polêmica, que começou na noite da última quinta-feira (17), dia em que um jovem foi expulso de um shopping em Caruaru-PE, por estar usando a suástica, o que é crime no Brasil.

Políticos e personalidades públicas também comentaram sobre sua opinião e demonstraram indignação com o posicionamento do ex-secretário. Esse foi o caso da deputada estadual Cibele Moura, que afirmou:

“Com todo respeito que te tenho, não poderia deixar de dizer o quão assustadora é sua fala, Secretário. Defendo a liberdade como bandeira de vida e essa mesma liberdade é atingida diretamente pelo nazismo. Dessa vez você errou feio”, comentou a parlamentar.

Programa Brasil Mais oferta 6.600 vagas para quem é pequeno empreendedor


Ciclo de acompanhamento de empresas com foco em inovação e produtividade terá início a partir de 1º de julho

Thais Paim

Se você é um pequeno empreendedor e pensa em adquirir mais conhecimento sobre o assunto: essa oportunidade é sua! O Sebrae está com inscrições gratuitas para o programa Brasil Mais em todo o estado de São Paulo e estão sendo ofertadas 6.600 vagas para todas as regiões do estado.

Para basta ser ME (microempresas) ou EPP (Empresas de Pequeno Porte).

Sobre o programa

O Brasil Mais é uma iniciativa do governo federal e executada pelo Sebrae, visando aumentar a produtividade e competitividade das empresas brasileiras com a promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e alto impacto.

Ficou interessado(a) e deseja participar? As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de junho pelo site e para mais informações Ligue 0800 570 0800.

O programa oferece aos empreendedores participantes o acompanhamento de um agente de local de inovação gratuitamente que faz diagnóstico inicial e traça um plano de inovação para o negócio.

Adriano Nakamura, gestor estadual do programa explica um pouco de como funciona o processo e a necessidade da realização do projeto. “Entre as principais melhorias relatadas pelas empresas participantes estão produtividade, gestão de indicadores, aplicação de ferramentas para inovação, Interação com o ecossistema de inovação e inovação em processos, produtos, serviços e métodos de marketing”, destaca.

O programa já atendeu, entre 2020 e início de 2021, mais de 12 mil empresas. Foi o caso de Hairton Oliveira, dono da Essencial Certificadora que conseguiu aumento de 100% em seu faturamento desde a participação no programa. “Descobrimos ferramentas que nos ajudaram a estabelecer nosso posicionamento e bolamos estratégias para nosso cliente principal. Implementamos um fluxo de relacionamento com esses clientes e nosso crescimento tem sido exponencial”, comemora.

Para quem deseja participar, a empreendedora Martha Gabriel vai realizar uma apresentação online com o tema “Criatividade para superar desafios” no dia 21 de junho, às 17h, que será transmitida pelo YouTube e Facebook do Sebrae-SP.

O programa Brasil Mais é coordenado pelo Ministério da Economia , com gestão operacional da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e execução pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

É fã de Rick and Morty? Veja quando será lançada a 5ª temporada


Fãs esperam ansiosos por mais uma estria do seriado

Thais Paim

Para os fãs da série Rick and Morty, a semana é de muita comemoração. O motivo? A estreia da quinta temporada ganhou data para chegar ao Brasil e promete muitas novidades para o público.

O quinto ano da produção vai contar com uma estreia simultânea aqui no país e a data está prevista para o próximo domingo (20). Segundo a Warner Channel, o episódio será exibido na faixa da meia-noite com exclusividade.

Além do episódio inédito, também serão exibidos dois curtas especiais de Rick and Morty. O primeiro imagina as aventuras da dupla como um game em pixel art, já o segundo coloca Rick e Morty como samurais em uma aventura em estilo mangá.

Para os fãs que aguardaram ansiosos as novas aventuras dos personagens, essas produções extras prometem dar uma emoção a mais para quem acompanha a produção.

Sobre a série

Os fãs tiveram que esperar mais de 2 anos pelo lançamento da 4ª temporada. A demora fez com que o público ficasse impaciente, até uma boa notícia ser confirmada: o futuro da série não está em jogo.

Na confirmação da quarta temporada, um total de 70 episódios foram encomendados, em maio de 2018. O que, em teoria, garantiria que a série para, ao menos, nove temporadas. Ou seja – muito caminho pela frente.

O co-criador da série, Dan Harmon, concedeu uma entrevista em julho de 2019 e prometeu que a espera entre as temporadas “nunca será tão longa novamente”. Seu co-criador Justin Roiland disse que a equipe de produção estava “indo direto para a próxima parcela”, e isso significa que o trabalho na 5ª temporada começou antes mesmo de a 4ª temporada estrear e o resultado poderá ser acompanhado em breve pelos fãs.

Conheça a história da mulher empreendedora mais jovem do setor varejista da BA


Na contramão de um mercado majoritariamente masculino, Daniela Lacerda se destaca 

Thais Paim

Dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), realizada pelo IBGE, revelam que cerca de 9,3 milhões de mulheres estão à frente de negócios no Brasil. Apesar dos resultados, a luta por uma maior representatividade das mulheres no empreendedorismo segue sendo uma importante aliada na busca por igualdade social e mais espaço no mercado de trabalho. 

Na Bahia, Daniela Lacerda, 29 anos, vem caminhando na contramão de um mercado que possui uma maioria masculina e acaba de se tornar a mulher mais jovem do setor varejista alimentício, de acordo com a Associação Baiana de Supermercados (ABASE).

A empreendedora Dani Lacerda. Foto: Taila Silva

História de sucesso 

Ceo da rede Corujão, localizada em Feira de Santana, a empresária possui BA em Gestão de Empreendedorismo e Pessoas e graduação em Direito pela UNIFAN. A empresária revelou as dificuldades de ocupar um lugar de liderança em um ambiente majoritariamente masculino. “No meu âmbito profissional, lido com muitos homens que, por eu ser mulher, mãe e casada, diversas vezes questionam a minha competência e capacidade de gerir grandes negócios”, revela. 

Lacerda conta que em sua trajetória profissional, percebeu que o empreendedorismo despertava a sua atenção ao enxergar o quão longe conseguiria ir e quantas transformações poderiam se realizar na sociedade. “O empreendedorismo com propósito sempre foi meu alvo. Não enxergar apenas números, mas o sucesso e a possibilidade da construção de negócios, apostando em sustentabilidade, geração de empregos e crescimento socioeducativo está na minha história”. 

A história de Dani, assim como de muitas empreendedoras, começou de maneira informal, como “sacoleira”, e em menos de um ano conquistou o faturamento de 100 mil reais, vendendo roupas e acessórios. “Sempre busquei diferencial no que proponho ao consumidor/cliente, e nesse período já fazia importação de vestidos de bandagem, que na época era uma grande tendência com escassez no mercado local”, explica. 

Filha de uma dona de casa e de um comerciante com berço no sertão, ela conta que o reconhecimento pela ABASE lhe proporciona novos desafios.  “No cenário supermercadista, o meu destaque como mulher mais jovem à frente do setor foi realmente sensacional. Saber que sou relevante em um ramo ainda tão voltado para o público masculino, com certeza me impulsiona a abrir ainda mais frentes de trabalho para que outras mulheres se sintam encorajadas e motivadas”, finaliza.