Consumo de carne reduziu em 67%, segundo Datafolha


Marcelo Carvalho

Pesquisa Datafolha realizada de 13 a 15 de setembro mostra que 85% dos brasileiros reduziram o consumo de algum item alimentício desde o início do ano, com destaque para carne de boi, refrigerantes e sucos e laticínios. No sentido contrário, cresceu o consumo de ovo como proteína substituta.
 

De acordo com o levantamento, 67% cortaram o consumo de carne vermelha; 51% o de refrigerantes e sucos e 46% o de leite, queijo e iogurte. Pão francês, pão de forma e outros pães aparecem com 41% de redução.
 

Outros itens básicos, como arroz, feijão e macarrão, estão sendo menos consumidos por 34%, 36% e 38% da população, respectivamente.
 

O consumo de frango, porco e outros tipos de carne e do grupo frutas, legumes e verduras também teve queda relevante. Nesses casos, no entanto, também se destaca o percentual de entrevistados que disse ter aumentado a compra desses itens (ver tabela neste texto). Isso pode indicar uma substituição de itens da cesta básica.
 

Esse fenômeno é percebido melhor na questão dos ovos: 50% das pessoas aumentaram o consumo do produto e 20% reduziram.
 

O índice de inflação ao consumidor em 12 meses está próximo de 10%, mas a alta da alimentação em domicílio chega a 17%, com destaque para produtos como arroz (33%), carnes (31%), ovos (14%) e leites e derivados (12%).
 

De acordo com a pesquisa Datafolha, não há grande diferença entre o percentual de pessoas com redução no consumo de itens alimentícios na abertura por idade ou escolaridade, todos com percentual em torno da média de 85%.
 

Por faixa de renda, os percentuais são altos mesmo nas famílias com renda acima de dez salários mínimos: 67% relatam ter cortado algum desses produtos. Na faixa até dois salários, são 88%.
 

Por ocupação, destacam-se abaixo da média os empresários (67%).
 

O percentual fica em 75% no Sul e 89% no Nordeste. Há diferenças também entre homens (82%) e mulheres (87%); pretos (91%) e brancos (82%); pessoas que avaliam o governo positivamente (73%) e negativamente (89%).
 

A perda de renda causada pelo aumento do desemprego na pandemia também pressiona o poder de compra dos mais pobres.
 

Há 19 milhões de brasileiros em situação de fome no Brasil, segundo dados de 2020 da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Penssan). A comparação com 2018 (10,3 milhões) revela que são 9 milhões de pessoas a mais nessa condição.

Pesquisa aponta que homens são os principais transmissores da Covid-19


O artigo ainda não tem revisão por pares 

Thais Paim

Um levantamento epidemiológico com 1.744 casais brasileiros levou cientistas a identificarem que os homens são os principais transmissores do coronavírus. Ainda de acordo com os resultados, eles também são mais susceptíveis a apresentar quadros graves de Covid-19 e a morrer em decorrência da doença. 

A constatação foi feita em um estudo do Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco. Os resultados do trabalho foram divulgados na plataforma medRxiv, em artigo ainda sem revisão por pares e as informações foram publicadas em reportagem da Agência Fapesp.

Os pesquisadores do Centro publicaram estudo na revista Diagnostics no início de agosto com base em um exame de detecção do Sars-CoV-2 pela saliva. De acordo com a reportagem da Fapesp, a pesquisa mostrou que os homens apresentam carga do vírus no fluido cerca de dez vezes maior do que mulheres, particularmente até os 48 anos de idade. 

O estudo revelou que essa diferença de carga viral não foi detectada em testes com amostras nasofaríngeas. A responsável por coordenar essa pesquisa é a professora Maria Rita Passos-Bueno.

“Como o vírus é transmitido principalmente por gotículas de saliva, deduzimos que isso explicaria por que os homens transmitem mais vírus do que as mulheres”, sinalizou Mayana Zatz, professora do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo e coordenadora do Centro de Estudos do Genoma, um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão financiados pela Fapesp.

Em entrevista à Fapesp, a pesquisadora também comentou que ouviu relatos dos que apontavam que a mulher foi infectada pelo vírus e apresentou sintomas leves ou moderados, enquanto o homem permaneceu assintomático. A maioria dos casais ouvidos eram de médicos, e alguns meses depois, o cônjuge também foi infectado após o contato com pacientes do sexo masculino, o que reforçou a teoria de que homens transmitem mais o novo coronavírus.

Fonte: Bahia Notícias 

Menino de 12 anos ganha R$ 2 milhões com coleção de imagens de baleias


Pai afirma que está completamente orgulhoso 

Thais Paim

Em um ramo que se apresenta como muito promissor, um menino de 12 anos, morador de Londres, no Reino Unido, ganhou cerca de £ 290 mil (aproximadamente R$ 2 milhões) durante as férias escolares, depois de criar uma série de obras de arte pixeladas chamadas Weird Whales e vender como NFTs (“token não fungível”, em tradução livre) .

Se você nunca ouviu falar sobre, deixa que a gente te conta. Através dos NFTs, uma obra de arte pode ser “tokenizada” para criar um certificado digital de propriedade que pode ser comprado e vendido. Eles geralmente não fornecem ao comprador a obra de arte propriamente dita ou seus direitos autorais.

Benyamin Ahmed, o garoto de 12 anos, está mantendo seus ganhos na forma de Ethereum — a criptomoeda em que foram vendidos. O que isso significa? Que o valor pode aumentar ou diminuir — e não há respaldo das autoridades se a carteira digital em que ele guarda o montante for hackeada ou comprometida. Ahmed destaca ainda que nunca teve uma conta bancária tradicional. 

Extremamente orgulhoso

Mesmo tendo adquirido sua recém cripto fortuna e ele tendo feito vídeos no YouTube sobre seu hobby, que ele gosta tanto quanto natação, badminton e taekwondo, os colegas de escola de Benyamin ainda não sabem. 

“Meu conselho para outras crianças que talvez queiram entrar neste espaço é não se obrigar a fazer codificação, talvez porque haja pressão dos colegas — assim como se você gosta de cozinhar, cozinhe, se gostar de dançar, dance, apenas faça o melhor que puder”, diz ele.

O pai de Benyamin, Imran, um desenvolvedor de software que trabalha com finanças tradicionais, incentivou Benyamin e seu irmão, Yousef, a começar a codificar aos cinco e seis anos. Ele conta que  os meninos tiveram a vantagem de ter uma forte rede de especialistas em tecnologia para pedir conselhos e ajuda.

“Era meio que um exercício divertido — mas percebi muito cedo que eles eram muito receptivos e muito bons nisso”, conta Imran. Os meninos faziam 20 ou 30 minutos de exercícios de codificação por dia — inclusive nos feriados.

Weird Whales é a segunda coleção de arte digital de Benyamin, lançada na sequência de uma coleção anterior inspirada no videogame Minecraft que vendeu menos.

Desta vez, ele se inspirou em uma imagem bem conhecida de um meme de baleia pixelada e em um estilo popular de arte digital — mas usou seu próprio programa para criar a coleção de 3.350 baleias do tipo emoji.

Fonte: G1 

Pensando em fazer intercâmbio? Veja quais são os melhores destinos


Trabalhar e estudar pode ser uma excelente opção para quem busca economizar 

Thais Paim

O sonho de fazer intercâmbio faz parte da realidade de muitos brasileiros e com tantos lugares para conhecer, a escolha de qual destino investir pode ser uma tarefa bem difícil. 

Intercâmbio é um programa no qual estudantes ou profissionais passam um determinado tempo morando em outro país. Seja para realizar um curso de idiomas, um voluntariado, imergir em uma nova cultura, ou se profissionalizar em uma determinada área, existem inúmeras variedades de destinos disponíveis e por isso trouxemos algumas opções para te auxiliar. Confira! 

O país mais barato para os intercambistas 

O sonho de conhecer outras culturas, criar novos vínculos e viajar pelo mundo faz parte da lista de desejos de muitos brasileiros. Entretanto, com a oscilação do dólar e do euro, muitos acreditam que fazer intercâmbio se tornou um luxo impossível. 

Em partes, isso se torna verdade quando buscamos viajar para os destinos mais badalados. Mas o que poucos sabem é que existem países menos conhecidos que oferecem a mesma experiência que esses centros, mas com um custo que cabe dentro do orçamento. 

Essa é a realidade de viajantes que escolhem o país Malta como destino. Localizado no continente Europeu, Malta é um pequeno país formado por um conjunto de três ilhas, localizado entre o Sul da Itália e o Norte do continente africano. Malta oferece um custo de vida baixo, alta qualidade de vida, lazer, moradia e alimentação. 

Como a língua oficial da ilha é o inglês, existem diversas escolas de idiomas para estrangeiros, o que torna Malta um destino ideal para estudantes que queiram se aperfeiçoar na língua ou aprendê-la. Conhecida por suas paisagens de tirar o fôlego, Malta é o destino perfeito para aqueles que querem economizar e curtir.

Estudando e trabalhando no exterior 

O intercâmbio work study é a opção ideal para aqueles que querem conhecer novas culturas sem gastar muito. Para aqueles que querem aprender a língua espanhola, o melhor destino é a cidade de Valência, na Espanha. A economia espanhola é desenvolvida e o país permite que você trabalhe 20 horas por semana a partir de apenas 4 semanas de estadia. 

Além de Malta, outro país preferido dos estudantes intercambistas é a África do Sul. O país possui a língua inglesa como oficial e um custo de vida razoável em comparação ao do Brasil. 

O destino é uma escolha perfeita para aqueles que querem estudar e explorar a rica biodiversidade desse país africano. Além das paisagens, a população sul-africana é receptiva, a culinária diversificada e as oportunidades de voluntariado são variadas: o que torna a experiência na África do Sul única. Fonte: Fala Universidades! 

Inscrições para concurso do Banco do Brasil terminam neste sábado


São oferecidas 4.480 vagas 

Thais Paim

Se você deseja participar do concurso público do Banco do Brasil e ainda não se inscreveu, tem até este sábado (07) para realizar a sua inscrição. Estão sendo ofertadas 4.480 vagas, sendo 2.240 imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva, para todos os estados e o Distrito Federal. 

A seleção é para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia. Para se inscrever basta acessar o site da Cesgranrio até as 23h59 deste sábado, e têm valor de R$ 38,00.

Confira a divisão das vagas:

2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercial, mais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios em todos os estados e no Distrito Federal;

240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 para cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI, para vagas somente no Distrito Federal.

Exigências e remuneração

Para participar da seleção, é preciso ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, e idade mínima de 18 anos completos, até a data da contratação.

A remuneração inicial é de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais. O banco oferece ainda ajuda alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês e, cumulativamente, concede cesta alimentação no valor mensal de R$ 654,87.

Há possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros ou resultados; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência e previdência complementar. Os funcionários do BB possuem ainda acesso à Universidade Corporativa Banco do Brasil (UniBB).

Sobre as vagas 

5% do total das vagas são reservados para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

O concurso terá provas objetivas e redação, previstas para o dia 26 de setembro, e seguirá os protocolos de prevenção à Covid-19.

As provas objetivas terão questões de Conhecimentos Básicos (25 questões): Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro; e Conhecimentos Específicos (45 questões), de acordo com a vaga pretendida:

Fonte: G1 

WhatsApp lança programa para capacitar gratuitamente 10 mil empreendedores


Iniciativa é uma parceria com o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS)

Thais Paim

O Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS) e o WhatsApp lançaram uma grande oportunidade para quem busca uma capacitação. O programa Conecta+ Brasil pretende dar suporte a profissionais formais e informais de comunidades e periferias do país.

O lançamento foi realizado na última sexta-feira (23). Lembrando que as inscrições são gratuitas e estão abertas para empreendedores de todo o Brasil. 

Sobre a iniciativa 

O objetivo é apoiar a retomada econômica de um dos grupos mais afetados pela pandemia. O programa vai trabalhar conteúdos sobre empreendedorismo, boas práticas comerciais, além das ferramentas gratuitas do WhatsApp Business. A estimativa é de que cerca de 10 mil empreendedores sejam atendidos.

“Num momento em que já se discute o pós-pandemia, é muito importante levarmos em consideração os mais afetados pela crise. O Conecta+ Brasil tem esse objetivo de capacitar trabalhadores de todos os tipos, para que eles também sejam protagonistas nessa fase de retomada”, comenta Vandré Brilhante, presidente do CIEDS. “Acreditamos que o empreendedorismo vai além de abrir um negócio, tem também o potencial de ser um forte agente de mudança”, completa.

Além da capacitação para um uso mais abrangente das funcionalidades do WhatsApp Business, os participantes também vão poder participar de treinamentos exclusivos voltados para o cenário empreendedor como inovação, criatividade, finanças pessoais e finanças para negócios, a fim de otimizar o desenvolvimento destes pequenos negócios.

Dados e cenário atual 

Pesquisa realizada pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) mostra que 66% das micro e pequenas empresas brasileiras ainda estão em um nível analógico ou emergente, buscando tecnologias e melhorias para seu modelo de negócio.

 “Um programa como esse permitirá que as empresas tenham mais possibilidades para engajar-se com seus clientes, entrando no mundo tão importante da economia digital”, afirma Igor Calvet, presidente da ABDI.

Para o presidente do Sebrae Carlos Melles, o programa é importante para o cenário dos empreendedores no Brasil. “As pesquisas nos mostram a força do WhatsApp como ferramenta fundamental para os pequenos negócios nesta pandemia. O aplicativo ajudou os donos de micro e pequenas empresas a manter contato com clientes e fechar vendas. A utilização do WhatsApp pelo empreendedor foi transformadora e muito positiva”, ressalta Melles.

Fonte: IstoÉ 

Professor de história faz sucesso com audios de WhatsApp e cativa os alunos


Cenário de pandemia fez com que profissional precisasse se adaptar 

Thais Paim

O professor da rede estadual do Ceará, Octavianus Cesar, acabou se destacando pela forma que se adaptou e passou a lhe dar com os seus alunos através do WhatsApp. “Na escola que trabalho, cada turma ficou com um professor responsável como padrinho para encaminhar as atividades dos outros professores. Ou seja, esse professor assumiu o papel de intermediador entre os alunos e a escola, para a realização das atividades. Esse foi o meu caso e sentia que precisava otimizar os canais de comunicação com os estudantes”, explica ele. 

O desejo de mudar e inovar nessa comunicação veio da experiência do ano passado e que também precisou ser realizada de forma online. Segundo Cesar, ele teve a ideia de mandar áudios para os alunos todos os dias quando abria o grupo e no início, a intenção era somente começar as atividades com um áudio positivo, alegre e lembrando as atividades do dia, mas depois, tentando melhorar o formato, passou a fazer áudios com músicas e sempre tentando relacionar as músicas com os estudos ou com a época em que estavam: dia das mães, dia da mulher, dia dos namorados, músicas temas de filmes ou séries como “A Casa de Papel”, “Rock: o lutador”,  “Missão Impossível”, “A Pantera Cor de Rosa” e, por último, um mês inteiro com temas juninos.

Os áudios são curtos, a maioria não passa de dois minutos e contém mensagens que misturam bom humor e motivação, sem esquecer de salientar que os alunos devem entrar na plataforma do Google Sala de Aula e fazer as atividades, mantendo o foco nos estudos. 

O professor explica como essa interação dinâmica tem desempenhado um importante papel no desempenho da turma: “Perguntam sobre o que falei, sobre as atividades, riem, comentam, e, dos 35 alunos da turma, com exceção de dois com necessidades educacionais especiais que não interagem muito e um desistente, todos os outros 32 entregam as provas parciais e bimestrais – sendo que a maioria entrega as atividades propostas pelos professores”, pontua ele.

De acordo com Cesar, a iniciativa trouxe resultados tão positivo que com o passar dos meses, outros professores começaram a querer utilizar os seus áudios em outras turmas também. Atualmente, ele todos os dias dois áudios pela manhã, um para a sua turma e outro mais geral, para ser usado indistintamente por outros professores. 

“Isso sem falar nos parentes de outros estados que também envio para reforçar o vínculo, já que a presença física ainda está difícil. Acredito que nessa pandemia todos tivemos que nos reinventar, mas o principal foi reaprender a utilizar os nossos sentidos. Ver quem gostamos ao vivo, ficou sendo pelo celular ou pela tela do computador, beijar, também ficou mais difícil, um abraço, o toque, esse também não pode, mas o que mais foi exercitado, foi o escutar”, conclui ele. 

Fonte: Por Vir 

Evento-teste é adiado pela Prefeitura de Salvador


Expectativa era de que evento acontecesse no dia 29 de julho

Thais Paim

A Prefeitura de Salvador informou que o evento-teste que seria realizado neste mês de julho foi adiado. O evento havia sido anunciado para o próximo dia 29, mas no momento não há previsão para uma nova data. 

O presidente da Empresa Salvador Turismo, Isaac Edington , falou sobre o processo de planejamento. “Acho que assim que tiver tudo ajeitado, assim que tudo isso tiver validado pelos órgãos competentes, e tem todo interesse da gente está debruçado em cima disso, a gente deve anunciar juntamente com as entidades”, pontou ele. 

Ele também admitiu a dificuldade de definir uma nova data neste momento, uma vez que a decisão está condicionada à definição de protocolos e a situação da pandemia. “Eu não posso já estabelecer uma data, mas tudo nos leva a crer que acontece em agosto ou no máximo até setembro, tudo sendo validado pelos órgãos competentes, isso seja realizado”. 

Algumas semanas atrás quando o evento foi anunciado, ele dividiu opiniões e provocou polêmica. O governador Rui Costa (PT), por exemplo, que até o momento tem agido de forma coordenada com o prefeito Bruno Reis (DEM), desaprovou a ideia. “Se acabamos de pedir para que as pessoas não façam eventos juninos, como é que agora vamos juntar 500 pessoas ou mil pessoas para fazer um evento-teste? Então, não acho adequado, a mensagem não é boa nesse momento”, criticou Rui.

De acordo com o que foi divulgado pela gestão municipal, o plano era realizar um evento para 500 pessoas, todas elas vacinadas ao menos com a primeira dose, e monitorar esse público depois. 

Fonte: Bahia Notícias 

Governador da Bahia diz que salário de professor que não comparecer às aulas poderá ser cortado


Posicionamento foi dado após anúncio do retorno das aulas semipresenciais 

Thais Paim

O governador Rui Costa (PT) disse que os professores poderão ter o salário cortado pelos dias que não comparecerem às unidades de ensino. A informação foi anunciada após a determinação de que as aulas sejam retomadas em modo semipresencial na rede pública da Bahia. 

 A decisão não está sendo bem avaliada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia, que protesta contra o retorno às escolas antes que toda a categoria esteja imunizada com as duas doses da vacina contra a Covid-19, o que a entidade estima que vá acontecer até a primeira quinzena de agosto.

Durante entrevista, o governador afirmou: “Dia 26 as aulas retornam e, a partir daí, será contabilizada as presenças para, evidente, implicar na remuneração dos professores que serão remunerados com os dias que derem aula, assim como todo trabalhador é remunerado com os dias que comparece ao seu trabalho”. 

Rui Costa também foi questionado se isso significaria corte de salário para os faltantes e ele foi enfático ao afirmar: “exatamente”. 

“No caso do servidor público, ele precisa faltar 30 dias seguidos para, eventualmente, responder por um processo administrativo por abandono de emprego e, eventualmente, não ter mais seu emprego”, alertou. 

O presidente do sindicato, professor Rui Oliveira, disse que os colegas não vão atender ao chamado da Secretaria de Educação do Estado (SEC) enquanto todos não estiverem completamente imunizados.

Quanto a isso, o governador afirmou que eles estão em situação de privilégio se comparados a outras categorias profissionais. “Todos os trabalhadores do Brasil inteiro já estão trabalhando e outros que ainda não estão, que organizam shows, eventos, estão ansiosos pra trabalhar, então precisamos dar nossa parcela de contribuição”. 

Além disso, Rui afirmou disse que: “os professores, eu diria, têm reunido uma condição que nenhum outro trabalhador reuniu. Ou seja, de ir à aula já vacinado. Muitos, eu vou dizer a grande maioria, já com a segunda dose porque vários tomaram a segunda dose e mesmo que uma parcela [esteja] como eu, que só tomei a primeira dose, e continuo trabalhando”, comparou. 

Fonte: Bahia Notícias 

Instituto oferta vagas para 11 cursos gratuitos; saiba como participar


Inscrições são voltadas para pessoas em vulnerabilidade social 

Thais Paim

Para quem sempre está buscando uma oportunidade de se profissionalizar e adquirir mais conhecimento, essa pode essa a oportunidade ideal para você. O Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) está com inscrições abertas para 11 cursos gratuitos online. 

As vagas foram disponibilizadas nesta segunda-feira (11) e terminam amanhã ou até o término das vagas. Para participar é só acessar o site do instituto.  

As formações são voltadas para cearenses a partir de 16 anos em situação de vulnerabilidade social – desempregados, com renda mensal de até um salário mínimo e/ou beneficiários do cartão Mais Infância. 

Se você se interessou e gostaria de saber um pouco mais sobre os cursos ofertados, confira abaixo: 

Técnicas de negociação e vendas

Eletricidade básica residencial

Excelência no atendimento ao cliente

Noções de liderança e gestão de pessoas

Técnicas do assistente administrativo

Ferramentas digitais

Noções de higiene e segurança no trabalho

Formação inicial em Linux

Fundamentos do empreendedorismo

Noções de informática

Prevenção e controle de verminoses em ovinos e caprinos

A escolaridade necessária varia entre ensino fundamental e ensino médio.

Requisitos para participar 

Os alunos que desejam participar precisam ter acesso a um computador ou celular com internet. Apenas os cursos de Formação inicial em Linux e Noções de informática só podem ser realizados pelo computador. 

Só é permitida uma inscrição por pessoa. A relação dos aprovados será divulgada na sexta-feira (16). Após a divulgação, o professor de cada curso entrará em contato com os alunos por e-mail, para fornecer informações sobre as aulas.

Os cursos são ofertados pelos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) do Centec em 12 cidades do Ceará, em parceria com a Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece). Como são formações remotas, é possível participar de qualquer município.

Fonte: Diário do Nordeste