Mais de 50% da população brasileira adulta já recebeu as duas doses da vacina contra Covid


Marcelo Carvalho

O sistema do Ministério da Saúde já computa mais de 222 milhões de doses das vacinas contra a Covid-19 aplicadas na população brasileira. De acordo com a pasta, o país alcançou nesta segunda-feira (20) a marca de 50% da população adulta, estimada em 158 milhões de pessoas, com o esquema vacinal completo com as duas doses ou a dose única da vacina Covid-19. O número corresponde a 80,5 milhões de brasileiros.

Na última semana, o Ministério da Saúde recomendou a redução do prazo entre as duas doses da Pfizer, de 12 para oito semanas. Com a medida, deve acelerar o processo de imunização da população.

Segundo o Ministério, a visão é de que com cada vez mais brasileiros protegidos, o sistema de saúde fica menos sobrecarregado, podendo atender com mais eficiência pacientes com outros tipos de enfermidades. Mais de 22 estados apresentaram taxa de ocupação abaixo de 50%, parâmetro considerado como dentro da normalidade.

Desde o começo da campanha, em janeiro deste ano, cerca de 141 milhões de pessoas já tomaram a primeira dose da vacina, o que equivale a quase 90% da população maior de 18 anos.

É MEI? Confira prazo máximo para regularização de dívidas


Emissão de guia de pagamento pode ser feita pelo Portal do Simples Nacional

Thais paim

Se você é um microempreendedor individual (MEI) e está devendo impostos têm o prazo de até 31 de agosto para regularizar suas dívidas. Após essa data, a Receita Federal encaminhará os débitos apurados nas Declarações Anuais Simplificada dos MEIs para inscrição em Dívida Ativa. Essa dívida será cobrada na justiça com juros e outros encargos previstos em lei.

A regularização pode ser feita utilizando o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), ou parcelamento. Tanto a emissão do DAS para pagamento, como a realização do parcelamento, pode ser efetuada diretamente no Portal do Simples Nacional. O DAS também pode ser emitido pelo App MEI, disponível para celulares Android ou iOS.

Os débitos em cobrança podem ser consultados na página PGMEI, com certificado digital ou código de acesso.

Ministério do Trabalho e Previdência explica que, ao regularizar sua situação até 31 de agosto, o MEI com débitos evitará consequências como:

deixar de ser segurado do INSS, perdendo assim os benefícios previdenciários, tais como aposentadoria, auxílio doença, dentre outros;

ter seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelado;

ser excluído dos regimes Simples Nacional e Simei pela Receita Federal, Estados e Municípios;

ter dificuldade na obtenção de financiamentos e empréstimos;

Inscrição em Dívida Ativa da União, Dívida Ativa Municipal e/ou Estadual, com acréscimo de encargos.

Sobre o MEI

Se você quer começar um negócio e não sabe como, o Microempreendedor Individual (MEI) é a modalidade mais simples para quem quer começar um negócio. Com a sua formalização, o trabalhador tem acesso ao Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e pode emitir notas fiscais.

A formalização do MEI é gratuita, mas existe uma taxa mensal a ser paga. Seu valor varia de R$ 56 a R$ 61, dependendo da atividade exercida, e é recolhido por meio do DAS – Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

Fonte: G1 

Intelectuais judeus acusam governo Bolsonaro de nazismo


Manifesto não é o primeiro direcionado ao presidente

Thais Paim

Apesar das polêmicas recentes, não é a primeira vez que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se envolve em críticas relacionadas ao seu posicionamento e afinidade com os ideais nazistas. O presidente foi alvo no mês de maio de mais um manifesto contrário ao governo dele.

Por meio de uma carta, assinada por 230 profissionais e intelectuais judeus, o presidente é apontado no texto com “fortes inclinações nazistas e fascistas’”. “É preciso chamar as coisas pelo nome”, afirma o documento.

Os termos usados e relacionados ao nazismo e ao holocausto em alusão ao governo de Bolsonaro – não referendados por entidades judaicas -, tem lugar nesse documento assinado pelos profissionais e intelectuais judeus por que, conforme a carta, “é chegada a hora de nós, intelectuais, livres-pensadores, judeus e judias progressistas, descendentes das maiores vítimas do regime nazista, nos posicionarmos, como atores sociais diante do debate público, sobre o atual momento nacional”.

O texto também destaca que “é perceptível que o governo encabeçado por Jair Bolsonaro tem fortes inclinações nazistas e fascistas”.

Confira a carta na íntegra:

“É preciso chamar as coisas pelo nome. É chegada a hora de nós, intelectuais, livres-pensadores, judeus e judias progressistas, descendentes das maiores vitimas do regime nazista, posicionarmos, como atores sociais diante do debate público sobre o atual momento nacional. É perceptível que o governo encabeçado por Jair Bolsonaro tem fortes inclinações nazistas e fascistas. É preciso chamar as coisas pelo nome. Perspectivas conspiratórias e antidemocráticas produzem, tal qual o fascismo e o nazismo, inimigos e aliados imaginários. Se não judeus, como o caso do Terceiro Reich, esquerdistas; se não ciganos, cientistas; se não comunistas, como na Itália fascista, feministas. A ideia de uma luta constante contra ameaças fantasmagóricas continua. Porém há mais. As reiteradas reportações racistas e nazistas do governo B olsonaro, o uso de símbolos fascistas e referência à extrema-direita não podem deixar dúvidas. O projeto de poder avança. Genocídio, destruição das estruturas democráticas do Estado e práticas eugênicas estão escancaradas. Cabe a nós brasileiros e brasileiras impedir que cheguemos a uma tragédia maior. O Fora Bolsonaro deve ser o chamado uníssono da hora. É o chamado contra o genocídio.”

Fonte: Estado de Minas

Encontro de presidente com neta de ministro de Hitler provoca grande repercussão


Jair Bolsonaro posou para foto ao lado da líder da ultradireita alemã

Thais Paim

O encontro entre o presidente Jair Bolsonaro e a líder da ultradireita alemã, Beatrix von Storch, neta de Ludwig Schwerin von Krosigk, que foi ministro das Finanças de Adolf Hitler no regime nazista, tem provocado uma grande polêmica.

A reunião ocorreu na semana passada e, além de Bolsonaro, os deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF) também estiveram com a parlamentar alemã.

Sobre a reunião

A parlamentar postou sua foto abraçada com Bolsonaro e Sven von Storch, marido da deputada. Além disso, acrescentou uma mensagem na qual afirma que seu partido quer “fortalecer suas conexões e defender nossos valores cristãos e conservadores em nível internacional”.

Reunião gerou muita polêmica. Foto: divulgação

O partido de Beatrix, o AfD, é conhecido pelo discurso radical anti-imigração e recentemente se alinhou ao discurso negacionista em relação à pandemia. Já a deputada alemã é uma representante da ala ultraconservadora e em 2014 ajudou a levar a legenda, inicialmente uma agremiação eurocética, a adotar posições de extrema direita.

Beatrix von Storch carrega em sua história uma ligação com o nazismo, já que  é neta de Johann Ludwig Schwerin von Krosigk, que serviu como ministro das Finanças de Hitler por mais de 12 anos. Ele foi julgado e condenado pelo Tribunal de Nuremberg.

Críticas ao encontro com nazista

Ainda na semana passada, o Museu do Holocausto, em Curitiba, se manifestou contra o encontro de Beatrix com autoridades brasileiras e afirmou que a AfD é “um partido de extrema direita com tendências racistas, sexistas, islamofóbicas, antissemitas, xenófobas e com um forte discurso anti-imigração”.

“É evidente a preocupação e a inquietude que esta aproximação entre tal figura parlamentar brasileira e Beatrix von Storch representam para os esforços de construção de uma memória coletiva do Holocausto no Brasil e para nossa própria democracia”, disse a organização em nota, referindo-se à deputada Bia Kicis.

O perfil Judeus pela Democracia repudiou o encontro de Bolsonaro com a neta do nazista. “Pela terceira vez em dias a vice-presidente do partido extrema-direita alemão aparece com governistas brasileiros: presidente da CCJ, filho do presidente e agora o presidente do Brasil. Posam sorrindo e citando semelhanças com o partido xenófobo alemão. Sem rodeios: nazistas”, tuitou.

Fonte: Rede Brasil Atual

Inscrições para concurso do Banco do Brasil são prorrogadas; confira


Candidato precisa ter nível médio de escolaridade e a remuneração inicial é de R$ R$ 3.022,37

Thais Paim

Para quem deseja participar do concurso do Banco do Brasil, mas ainda não conseguiu fazer sua inscrição, essa é uma excelente notícia. O processo de inscrição foi prorrogado até o dia 07 de agosto e conta com um total de 4.480. 

São 2.240 imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva, para todos os estados e o Distrito Federal. A seleção é para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia.

Antes desse anúncio, as inscrições iriam ser encerradas nesta quarta, mas agora podem ser feitas pelo site da Cesgranrio até as 23h59 de 7 de agosto, e têm valor de R$ 38,00.

Veja como será a divisão das vagas:

2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercial, mais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios em todos os estados e no Distrito Federal;

240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 para cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI, para vagas somente no Distrito Federal.

Lembrando que para participar da seleção, é preciso ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, e idade mínima de 18 anos completos, até a data da contratação.

A remuneração inicial é de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais. O banco oferece ainda ajuda alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês e, cumulativamente, concede cesta alimentação no valor mensal de R$ 654,87.

Do total, 5% das vagas são reservados para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

Sobre o processo 

O concurso terá provas objetivas e redação, previstas para o dia 26 de setembro, e seguirá os protocolos de prevenção à Covid-19.

As provas objetivas terão questões de Conhecimentos Básicos (25 questões): Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro; e Conhecimentos Específicos (45 questões), de acordo com a vaga pretendida.

Serão ofertadas vagas em dependências situadas em todos os estados e no Distrito Federal. No momento da inscrição, o candidato deverá escolher a UF/Macrorregião/Microrregião e a cidade de realização das provas.

Ou seja, ao optar por concorrer à determinada UF/Macrorregião/Microrregião, o candidato estará automaticamente vinculado a ela para fins de realização de provas, de classificação e de contratação.

A seleção tem validade de um ano, a contar da data de publicação do edital de homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogada, uma única vez, por igual período. Ou seja, é nesse período que o banco pode chamar os candidatos aprovados.

No caso das dentro do cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Fonte: G1

Veja como se inscrever no curso de empreendedorismo para pessoas trans


Aulas começam na próxima segunda-feira (26) 

Thais Paim

Começa nesta segunda-feira (19) o curso gratuito de empreendedorismo voltado à população trans. Se você se interessou pela oportunidade é só se inscrever através da internet. Lembrando que as aulas acontecem até sexta (23), das 19h às 22h, no canal do Youtube da Agência Besouro.

A coordenadora dos Direitos da Diversidade Sexual e de Gênero, Camila Rodrigues, explica um pouco sobre a iniciativa. “O objetivo do projeto é tirar as boas ideias do papel e fazer com que a comunidade trans conquiste, cada vez mais, sua autonomia”. 

A proposta do curso é usar a vivência de cada um dos participantes para a criação de um negócio com baixo ou nenhum custo. Ao final das 11 etapas do método, o aluno está pronto para tirar o negócio do papel. Nas aulas, são abordados temas como: produto/serviço, ações de divulgação, pesquisa de mercado, projeção de vendas, fluxo de caixa e comunicação.

O material didático inclui apostila, matriz e cartões, que auxiliam na visualização e organização da abertura e manutenção do negócio. Após o curso, o novo empreendedor e a nova empreendedora contam com acompanhamento por 90 dias (mentoria), para tirar dúvidas e assegurar a continuidade do negócio.

As aulas são uma parceria da coordenação dos Direitos da Diversidade Sexual e de Gênero da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), com o programa IGM Impulsiona, do Instituto General Motors (IGM), e executado pela Agência Besouro.

Fonte: G1 

6ª edição do Prêmio Kindle Literatura está com inscrições abertas


Prêmio para vencedor é de R$ 50 mil

Thais Paim

Para quem é escritor e busca uma oportunidade de reconhecimento na profissão, essa é uma excelente oportunidade. A Amazon e o Grupo Editora Record anunciaram a 6ª edição do Prêmio Kindle de Literatura. 

O vencedor dessa edição receberá um prêmio de R$ 50 mil. Sendo R$ 40 mil e um adiantamento de direitos autorais de R$ 10 mil pelo contrato de publicação da versão impressa do livro pelo Grupo Editorial Record em qualquer de seus selos editoriais.

Assim como já aconteceu nas edições anteriores, os títulos participantes serão avaliados por especialistas editoriais, selecionados pela própria Amazon em parceria com o Grupo Editorial Record. A iniciativa tem o objetivo de reconhecer autores brasileiros independentes e suas obras literárias.

Serão escolhidos cinco finalistas a serem avaliados por um júri especial. Os selecionados vão receber um selo de “livro finalista” para inserir na capa da versão original não editada do eBook. Além disso, uma versão em audiolivro da obra também será disponibilizada no Audible.

Os autores que desejem participar da 6ª edição do Prêmio Kindle de Literatura devem publicar suas obras inéditas pelo KDP entre os dias 15 de julho e 15 de setembro de 2021. É necessário incluir #PrêmioKindle no campo de metadados de palavras-chave durante o processo de autopublicação e cadastrá-lo na categoria Ficção.

Mais informações sobre o prêmio estão disponíveis no site oficial.

O anúncio dos finalistas será feito até dezembro deste ano e a previsão é de que o reconhecimento do vencedor seja feito no início de 2022.

Fonte: Jovem Nerd 

Produtora de Xand Avião demite DJ Ivis após artista aparecer em vídeo agredindo ex-mulher


As imagens foram compartilhadas nas redes sociais neste domingo (11)

Thais Paim

A internet foi tomada por uma grande repercussão neste domingo após vídeos gravados por câmera de segurança interna mostrarem Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, agredindo a ex-mulher na frente da filha e de outras duas pessoas.

Apesar de não ser possível identificar nas imagens quais os dias das agressões, a vítima, Pamella Holanda, divulgou os registros em seu perfil neste domingo. 

Logo após a notícia tomar conta da internet, a produtora Vybbe, responsável pelo gerenciamento da carreira do DJ Ivis, informou que desligou o artista da empresa. Além disso, Xand Avião também informou no seu perfil que o artista teria sido desligado da empresa e destacou ainda que não compactua com nenhum tipo de violência. 

Ivis era produtor de Xand Avião desde a época do Aviões do Forró e, neste ano, se lançou como artista, tendo sucesso nacional com músicas como “Volta Bebê, Volta Neném” e “Esquema Preferido”.

No seu perfil, além dos vídeos, Pamella também postou fotos de como o seu rosto teria ficado após as agressões. Depois da publicação, ela não comentou mais o caso nas redes sociais.

A arquiteta e influenciadora havia feito um boletim de ocorrência contra o ex-marido há pouco mais de um mês. A Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSPDS) informou que Pamella registrou ocorrência de lesão corporal no âmbito da violência doméstica em 3 de junho, no Eusébio, município da Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo informações, o inquérito policial foi instaurado, mas não foi possível prender Ivis em flagrante, porque as agressões ocorreram no dia 1º. Com isso, a Polícia Civil solicitou ao Poder Judiciário medidas protetivas de urgência em favor de Pamella. 

DJ Ivis se pronuncia sobre o caso 

Após a divulgação dos vídeos, DJ Ivis se pronunciou por meio de nota e nas redes sociais. No comunicado, o artista foca no término com Pamella e não menciona as agressões.

“Infelizmente não temos vivido uma relação saudável há algum tempo e já faz uma semana que estamos separados de fato. Estamos tentando de todas as maneiras que tudo isso tenha uma solução. Temos uma filha que não precisa viver no meio de conflitos. Desde a separação, semanalmente, envio um valor para as despesas, já deixei pago pediatra e vacinas da nossa filha”, comentou DJ Ivis.

Já em uma série de vídeos publicados numa rede social, o artista falou do relacionamento conturbado que tinha com Pamella, confirmou as agressões e disse que vinha sendo ameaçado. Ele não dá detalhes sobre o teor das ameaças, nem os motivos.

2ª Semana do Empreendedorismo Musical começa nesta segunda


Evento será transmitido através do Instagram 

Thais Paim

Um tema que desperta grande interesse das pessoas é como empreender no mundo da música, tão cobiçado e também tão concorrido. Para trazer um debate sobre esse assunto de forma ampla, a 2ª Semana do Empreendedorismo Musical acontecerá do dia 12 a 16 de julho, a partir das 19h. 

Para quem deseja acompanhar os conteúdos, o evento será totalmente online, gratuito e transmitido pelo perfil do Instagram @gugagoncalvesoficial.

Motivação para o projeto 

O organizador do evento, Gustavo Gonçalves, também conhecido como Guga Gonçalves, contou que o objetivo da iniciativa é inspirar estudantes e profissionais a enxergarem a música como um negócio altamente lucrativo. 

De acordo com Gonçalves, a música é um processo intangível, difícil de mensurar se fará sucesso ou não, fazendo com que seja um pouco mais difícil dos profissionais se destacarem. Apesar dessas circunstâncias, é também altamente lucrativo, uma vez que é um espaço onde empresas e marcas conseguem patrocinar e anunciar.

“Por exemplo, no Rock in Rio, há diversas marcas grandes patrocinando, além de fazer a economia girar, gerando empregos para produtores, pessoal da limpeza, segurança, gastronomia, técnicos e etc.”, explica o empreendedor. “Inclusive, no início da pandemia houve um investimento alto na música, laboratórios farmacêuticos, lojas de shopping e outros empreendimentos de campinas e região patrocinaram Lives e até mesmo convidaram músicos para participar das suas próprias Lives”, relata ele. 

Gustavo conta que com o evento, quer mostrar para os profissionais e estudantes de música as várias etapas presentes, desde a pré-produção, produção e pós-produção, além de abordar também assuntos como monetização no mercado musical, principalmente com as tecnologias streaming. Além disso, o organizador também destaca que percebeu uma mudança no cenário atual da música durante a pandemia. 

Confira abaixo as atrações do evento online:

Marcello Pompeu, da banda Korzus; Gustavo Missola, sócio proprietário da SALA V; Daniel Neves, curador e diretor da Conecta+ Música & Mercado; José Celso Rodrigues Guida, sócio fundador da CulturaXchange; Célio Ramos, dono e atual Diretor do IG&T-Instituto de Guitarra e Tecnologia; Marcelo Claret, fundador do Instituto de Áudio e Vídeo; a cantora Feh Simionato; Neila Abrahão, guitarrista e jurada do Reality Canta Comigo da TV Record; Maurício Adorno Cunha, CEO da Odery Drums, Jonas Henrique Campedelli e Silva, diretor da Timbres Instrumentos Musicais e Guga Gonçalves, produtor multimídia e coach personal branding.

Além dos conteúdos apresentados ao longo da semana, no último dia do evento será realizado um sorteio de uma guitarra. Para quem deseja participar, é só seguir o perfil @gugaconcalvesoficial no Instagram ou confirmar presença através do evento criado no Facebook, dessa forma você terá acesso ao link redirecionando para o Instagram no horário da transmissão.

Fonte: A Cidade ON 

Programa oferece curso gratuito de marketing e empreendedorismo a pequenos negócios


As aulas serão iniciadas na próxima terça-feira (13)

Thais Paim

Se você tem um pequeno negócio e não sabe o que fazer para conquistar novos clientes ou tornar seu empreendimento conhecido, essa pode ser a oportunidade de adquirir novos conhecimentos no ramo do empreendedorismo. O Ensino a Distância, Dominando o Marketing e Empreender ao Sucesso da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo do Estado (Aderes) está com algumas vagas abertas para novas turmas. 

As aulas estão sendo ofertadas através do Programa Capacitar para Empreender e serão iniciadas na próxima terça-feira (13), em formato on-line, no endereço eletrônico www.ead.aderes.es.gov.br, para quem já fez sua inscrição.

Se você não conseguiu se inscrever, novas turmas serão formadas e as inscrições permanecem abertas. Os interessados em realizar os cursos podem acessar o site do Aderes para fazer a inscrição. De acordo com a instituição, serão ofertadas 100 vagas e os candidatos serão selecionados de acordo com a ordem de inscrição até o preenchimento total do número de vagas de cada curso.

É preciso ter no mínimo 16 anos, acesso à internet e noções básicas de informática e de navegação na web para participar. 

Segundo a professora Luciana Stabile, o curso tem a finalidade de ajudar o empreendedor a melhorar o seu negócio. “O aluno pode fazer o curso no seu tempo, no conforto de sua casa, utilizando de um computador a um celular, então, não perca tempo e vamos rumo ao sucesso”, ressaltou.

A proposta da autarquia é colocar à disposição da sociedade cursos de Ensino a Distância em diversas modalidades, possibilitando maior comodidade para os participantes. 

“Isso vai permitir que as pessoas possam fazer uma atividade de formação, na comodidade de suas casas e, com isso, preparar empreendedores para o mercado, principalmente nesse tempo de pandemia. “Essa é mais uma ação do Governo do Estado que vai permitir que as pessoas se qualifiquem, tenham o seu trabalho e gerem sua própria renda, por meio do empreendedorismo”, afirmou o diretor-presidente da Aderes, Alberto Farias Gavini Filho.

Fonte: Jornal Fato