Com setor em crise, Alagoas é o único estado do Nordeste que mantém cinemas fechados


Atividades estão paralisadas desde março do ano passado

Thais Paim

Tendo se destacado no início da pandemia pelas medidas adotadas para prevenção do novo coronavírus, agora Alagoas segue uma marcha lenta para a retomada e é o único estado do Nordeste que ainda não reabriu as salas de cinema. 

Alguns setores da economia ainda não retornaram às atividades, desde a suspensão em março de 2020, provocada pela pandemia da Covid-19.  Por essa razão, representantes do ramo se reuniram com a coordenação geral do Gabinete Integrado de Prevenção à Covid-19, da Prefeitura de Maceió, para cobrar medidas da gestão. 

De acordo com eles, as dificuldades financeiras os obrigam a demitir funcionários. Além disso, a crise fez com que custos com aluguel, energia, taxas e folha salarial ficassem ainda mais pesados. 

Negociações 

Durante reunião nesta terça-feira (5), foram discutidos os protocolos de segurança para o retorno dos cinemas na capital. Mesmo não possuindo uma data precisa para a reabertura, o processo corre em celeridade. 

A expectativa é de que as medidas discutidas sejam apresentadas aos órgãos sanitários, e as empresas vão precisar que se adequar às exigências estabelecidas pela prefeitura.

O coordenador geral do Gabinete Integrado de Prevenção à Covid-19, Claydson Moura, falou sobre o encontro e garantiu que a gestão municipal vai fiscalizar e adotar as medidas necessárias para garantir o cumprimento das normas. 

“O prefeito quer que a gente encontre um caminho seguro, mas a tônica dele é tudo para já”, afirmou o coordenador. Moura também destacou que o novo decreto vai ser construído de forma integrada, em consonância com outras secretarias.

A presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Mirian Monte, também participou da reunião e destacou a necessidade de ampliar os cuidados visando à saúde mental da população. 

“O cinema representa um cuidado com a alma, não podemos deixar a população maceioense desamparada nesse sentido, mas claro, vamos tomar todos os cuidados necessários para impedir o curso de contaminação do vírus”, afirmou ela.