Coronavírus: 16 pacientes são transferidos de Manaus para Hospital Universitário em Maceió


A previsão é que 1,5 mil pacientes sejam removidos do AM  

Thais Paim

Na noite da última terça-feira (26), outros 16 pacientes com Covid-19 transferidos de Manaus, desembarcaram no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Rio Largo. Segundo o ministro da Saúde, a previsão é de que mais 1,5 mil pacientes sejam transferidos para outros estados. 

Os pacientes chegaram num avião aeromédico da Força Aérea Brasileira (FAB) e vão ficar internados no Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes (HUPAA), órgão suplementar da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

De acordo com o médico e superintendente do Hospital Universitário, Célio Fernando Rodrigues, o pedido para que a unidade hospitalar recebesse os pacientes foi feito pelo Ministério da Saúde aos hospitais que compõem a rede federal.

Ao falar sobre o estado de saúde dos pacientes, o médico explicou que considera moderado mas que podem ter sofrido alterações por causa da viagem e da pressurização da aeronave. Oito ambulâncias, sendo 3 do próprio HUPPA e as demais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram preparadas para levá-los do aeroporto até o hospital.

Também foi informado que os pacientes ficarão internados numa ala que foi adaptada para manter o isolamento total deles. A previsão de permanência é até o recebimento de alta médica.

Transferências para a rede estadual

Essa não é a primeira vez que o estado de Alagoas consegue oferecer suporte para outras regiões. Na última quinta-feira (21), foram recebidos 14 pacientes transferidos de Manaus com Covid-19 que ocupam leitos colocados à disposição pelo governador de Alagoas, Renan Filho (MDB).

Atualmente, a capital do Amazonas vive uma crise com o avanço dos casos da doença. As internações bateram recordes e unidades de saúde ficaram sem oxigênio.