Elizangela é cortada de novela por ser antivacina


Murillo Torres

A informação é do colunista Gabriel Perline do Portal IG. A atriz Elizângela teria perdido seu personagem na nova novela das nove da Rede Globo: Travessia. A veterana teria se recusado a tomar a vacina contra a Covid-19.

A atriz já esteve em polêmicas ligadas ao assunto, quando se demonstrou radicalmente contrária ao imunizante, e negou ter ficado internada acometida pela doença. Perline apurou que a atriz teria sido cortada do projeto por ser antivacina.

A novela substituirá Pantanal no horário nobre da Globo, e tem grandes nomes em seu elenco, como Giovanna Antonelli, Alexandre Nero, Drica Moraes e outros.  

Ainda segundo o colunista, Elisangela teria sido convidada pela própria autora Glória Perez, por serem amigas de longa data. No entanto, a emissora não autorizou a escalação por razões de saúde.

A assessoria da atriz Elizangela confirma o convite, que foi feito quando a novela ainda estava em fase de pré-produção. Segundo o empresário da veterana, o assunto ficou parado e não foi retomado, sendo assim, nenhuma parceria concreta foi firmada. A Globo não se manifestou sobre o caso.

Parece que as confusões envolvendo Elizangela e vacina contra covid estão longe de ter fim. Em janeiro deste ano, ela precisou ser internada por complicações da doença, e afirmou que não se tratava do vírus, e sim de outra doença. Vale destacar que ela não tomou nenhuma dose do imunizante, e garante que não o fará. 

A atriz já atua há anos em novelas da Rede Globo, participando de tramas aclamadas pelo público, como O Clone e Salve Jorge. Iniciou sua carreira ainda criança, em 1965 na extinta TV Tupi. A atriz já participou de mais de 30 novelas, e seu último trabalho foi em “A dona do pedaço”, também de Glória Perez