Mais um golpe na praça: Projeto Am


Outra artimanha de golpistas para roubar dados, pix e muito mais.

Marcelo Carvalho

Fiquem atentos pois os espertalhões continuam querendo limpar os bolsos dos menos atentos. O mais novo golpe da praça é o Protejo Am. Se vocês nunca ouviram falar dele, fico muito feliz. E para falar a verdade, até o Carvalho News já recebeu uma mensagem pelo WhatsApp oferecendo uma proposta tentadora se fosse verdadeira é claro.

A oferta pode vir através de SMS também é diz o seguinte: “ quem fala é fulano e sou ‘gerente de projetos’ ou ‘gestor’ da  Am, Amazon ou Mercado Livre.” No conteúdo da mensagem, a pessoa afirma que você foi selecionado para uma vaga de emprego de meio período com ganhos de R$500,00 a R$1.500,00.

No roda pé da mensagem há um link leva para uma nova mensagem no aplicativo que esconde um esquema de phishing – que significa enganar as pessoas para que compartilhem informações confidenciais, como senhas e números de cartões de créditos, feito para roubar dados pessoais e até dinheiro via Pix.

Veja como é a mensagem do golpe:

Olá, sou o gerente geral do projeto Am e atualmente estou recrutando uma equipe de meio período. 
Você pode trabalhar meio período no seu telefone. 
Um trabalho de meio período leva de 10 a 20 minutos! 
Os recém-chegados ganham imediatamente 50 reais. Salário diário: 500-1500 reais. 
Este trabalho exige que você tenha pelo menos 20 anos de idade.
Responder 1 Clique no link para nos adicionar

Fique sempre atento

melhor forma é ignorar, apagar e bloquear o remetente, assim evita que novos golpes possam chegar à sua caixa de entrada.

Algumas dicas de segurança para evitar ser enganado por golpes de falsas vagas de emprego:

  • Evite clicar em links de fontes desconhecidas, especialmente os que forem compartilhados via aplicativos de troca de mensagem e redes sociais;
  • Crie o hábito de duvidar das informações compartilhadas na internet, principalmente quando se tratar de supostas promoções, brindes, descontos ou promessas de emprego;
  • Nunca informe dados sensíveis em links de procedência duvidosa;
  • Procure sempre confirmar a veracidade das informações nas páginas e sites oficiais das marcas.