O que é preciso para ingressar na carreira de palhaço?


Após ler depoimentos de tanta paixão pela profissão, ficou se perguntando como se torna um palhaço? Apesar de muitas pessoas acreditarem que basta se vestir de forma engraçada para exercer tal função, a realidade é bem diferente. Um verdadeiro palhaço precisa de muitos treinos e estudo.

Nos dias atuais, é possível encontrar diversos cursos que ensinem a arte da palhaçaria, tanto de forma presencial como online. O tempo da formação pode variar bastante, levando alguns meses ou até dois anos.

Um ponto importante destacado por todos os profissionais é sobre não só o desejo de ser palhaço, mas estar disposto para isso, porque a profissão exige um encontro profundo com o seu interior e os defeitos que você possui. A arte de se mostrar para os outros exatamente como se é pode representar um processo doloroso, mas é extremamente necessário.

Curiosidades e principais personagens

Não se sabe ao certo quando o palhaço surgiu e muitas vezes a história desse personagem é confundida com a história do circo. Mas estimasse que os primeiros profissionais com características mais próximas do que temos hoje, surgiram no Antigo Egito, em 2.500 a.C.

Já o palhaço nos moldes que conhecemos hoje, surgiu por volta de 1758, na Inglaterra. Unindo apresentação de homens em pé em cavalos, malabares e palhaços, essa seria a referência mais próxima do palhaço e da visão do circo que temos atualmente.

Um dos personagens mais famosos quando o assunto é palhaço, Bozo começou sua carreira na televisão. Criado nos Estados Unidos, em 1946, ganhou uma versão brasileira por iniciativa de Silva Santos, através do SBT, e acabou se tornando um dos maiores clássicos infantis da TV brasileira, tendo seu lançamento em 1991. O grande forte da programação era a realização de diversas brincadeiras que muitas vezes podia contar com a participação do telespectador.

Outra personalidade que figura na memória de muitos é o palhaço Carequinha, conhecido pelo seu famoso bordão: “Tá certo ou não tá?”. O seu sucesso na TV durou por muito tempo e garantiu a diversão de diversas gerações. Atuando em diversos circos nacionais e internacionais, gravou 26 discos, participou de filmes e lançou diversos produtos infantis com sua marca.  

Apesar da lista de personagens com destaque ser bem grande, o último citado aqui é o Piolin, um famoso palhaço brasileiro que se destaca pela criatividade e habilidade com malabares. Por ser magro e de pernas compridas, tem o apelido de um tipo de barbante, o mesmo que representa o seu nome.