Alesp abre comissão de ética contra o deputado Cury


O deputado anunciou hoje que contratou um especialista em gestão de risco para ajudar a prosseguir com o caso

O caso do Deputado estadual, Fernando Cury, que assediou a deputada Isa Penna do PSOL, na ultima quinta feira em sessão Pública na Alesp (Assembleia legislativa do estado de São Paulo), foi um dos principais assuntos da semana passada. 

A comissão de ética da Alesp abriu uma cessão extraordinária e alcançou o quórum que era preciso para iniciar apuração sobre o caso. Isa Penna em entrevista ao UOL falou sobre o processo de apuração e sobre querer a cassação do mandato do deputado Cury pela justiça.   

É muito importante a cassação, porque assediador e assediada não podem conviver juntos no mesmo espaço, E a notícia de que agora nós temos o quórum e as assinaturas necessárias para abrir o Conselho de Ética dia 7 de janeiro é fruto de um trabalho coletivo da deputada Mônica (Seixas), Érica (Malunguinho) e Carlos Giannazi”.

A deputada do PSOL ainda falou sobre o apoio que recebe dentro da Alesp de todos os partidos, também citou o presidente da Câmara dos deputados Cauê Macris e do governador do estado João Doria, ambos do PSDB, que não foram solidários com a vítima do crime ocorrido na quinta feira passada.

No decorrer da entrevista a deputada conta que não foi nem a primeira nem a trigésima vez que isso ocorreu com ela, não só na Alesp mas também na época como vereadora, ela já passou por diversos casos do tipo. Relembrou da vez que o parlamentar Camilo Cristófaro xingou a parlamentar de vagabunda e terrorista, antes disso ele assediou ela dentro do elevador, durante messes ele distribuiu indiretas e piadinhas de mal gosto, e ela que era assessora na época não podia falar somente ouvir os ataques preconceituosos. Isa ainda disse:  

“São homens que são herdeiros do poder no Brasil há séculos. São homens que não foram criados com limites na vida. É a minha única explicação. Para você ter uma ideia, na Câmara Municipal tiraram foto da minha bunda e ficaram circulando em grupo de homens. Já perguntaram o meu preço.”

Nessa segunda feira o caso teve um novo capítulo hoje, o deputado acusado Fernando Cury anunciou que contratou um especialista e gestão de crises para lidar com o caso e proteger sua imagem. O especialista é o diretor da empresa CDN desde abril de 2012, Milton Abrucio  Junior, que é certo e de crises segundo seu perfil no LinkedIn. 

O deputado estar afastado do seu partido, Solidariedade, até o fim do processo. O partido organizou uma comissão de ética para apurar o caso e tomar uma decisão sobre o futuro do deputado estadual no partido. A comissão da Alesp estar composta por Adalberto Freitas (PSL), Emidio de Souza (PT), Barros Munhoz (PSB), Wellington Moura (Republicanos), Delegado Olim (PP), Alex de Madureira (PSD),  Campos Machado (Avante) e a presidente, Maria Lúcia Amary (PSDB). O deputado Carlos Giannazi  cedeu sua vaga para a deputada Erica Malunguinho (PSOL). 

Fernando Cury foi proucurado pela imprensa para se explicar, mas não aceitou dar entrevista e se resumiu a emitir uma nota para esclarecer seu posicionamento.

“Também ressalto que não houve qualquer notificação de procedimento interno do Conselho de Ética, e por isso, tão logo seja formalmente comunicado, irei apresentar a versão dos fatos, exercendo assim meu direito de defesa…”

Prefeitos são alvos de investigação no estado do Rio de Janeiro


Rodrigo Neves e Marcelo Crivella tiveram que prestar contas com a justiça, Crivella foi preso e foi de viatura para a delegacia

André Lucas

Rodrigo Neves

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, é alvo de investigação da polícia federal e do ministério publico federal. O atual prefeito é investigado por contratos duvidosos e suspeita de desvio de dinheiro público. A polícia cumpre mandato de busca apreensão no Rio e em São Paulo. A operação começou na ultima quarta dia 16 de dezembro, o TRF ( Tribunal Regional Federal) que emitiu os mandatos, ao todo são 11, 8 no Rio de Janeiro e 3 em São Paulo.   

O prefeito da cidade de Niterói está na lista com outros nomes que são suspeitos na, ação essa que mira irregularidades nas obras do BRT Transoceânica Charitas-Engenho do Mato e em contratos de publicidade firmados pela Prefeitura de Niterói. A PF e o MPF, até o momento, não divulgaram mais detalhes da investigação.   

Neves estar nos últimos dias de mandato, ele governou a cidade de Niterói durante 2 mandatos e agora entrega a cadeira para seu colega de partido Axel Grael que foi eleito pelo povo esse ano e será o sucessor de Rodrigo Neves em 2021.  

O prefeito já tinha sido preso em 2018 por conta de uma investigação sobre o desvio de mais de 10 milhões de reais. A polícia federal disse que o prefeito cobrava 20% do retorno do reembolso das gratuidades do ônibus, referente ao consórcio entre empresas e Municípios. Neves ficou 3 messes preso, foi solto em março e reassumiu o cargo chefe do executivo da cidade de Niterói. 

Marcelo Crivella 

Crivella também foi alvo de investigação, o MP do Rio de Janeiro e da polícia Civil, que investiga o caso que ficou conhecido como “QG da propina”, esquema que cobrava propina para liberar contratos do município com empresas que prestam algum serviço de forma terceirizada.

 

No caso do prefeito do Rio de Janeiro, ele foi preso na manhã de hoje e afastado do seu cargo, a 9 dias do fim do seu mandato, em seu lugar assume o presidente da Câmara do vereadores Jorge Felippe, Já que o vice eleito com Fernando Mac Crivela morreu em 2018 por conta de um infarto. 

O caso vem sendo investigado dês do começo do ano no inquérito chamado de Hades  que apura o chamado QG da propina. Ao chegar na delegacia da fazenda o prefeito declarou:  “Fui o prefeito que mais combateu a corrupção na Prefeitura do Rio de Janeiro”, e concluiu dizendo que espera justiça.

Políticos da oposição usaram as redes sociais para comentar o caso.  

Marcelo Freixo: 

“Tenho que me desculpar com meus amigos do Porta dos Fundos [produtora de vídeos no YouTube]. Sempre disse que Crivella terminaria seu governo saindo pela porta dos fundos. Errei! Foi na viatura”, escreveu Freixo no Twitter.  

Martha Rocha:

“Demorou mas Crivella acaba de ser preso a nove dias do fim do seu mandato, e por denúncias graves de corrupção que não são surpresa pra ninguém. Espero que os fatos ligados ao prefeito e o seu QG da Propina sejam apurados e que a justiça seja feita, de verdade.” Escreveu a deputada.

Alessandro Molon: 

“Crivella foi preso. Durante esses quatro anos, quem mais sofreu foi o carioca, que viu o Rio ser sucateado em meio a inúmeras denúncias e escândalos envolvendo a prefeitura. Crivella é mais um prefeito investigado, que prejudicou a população e não honrou nossa cidade. Justiça!”

Joice Hasselmann

“O corrupto apoiado pelos bolsonaristas foi em cana. Muitos apagaram os posts com Crivela, mas os prints são eternos. Aqui Carla Zambelli, Jordy, Márcio Labre, Flavio Rachadinha Bolsonaro e mamãe, Major Fabiana. Só tenho uma coisa a dizer: KKKKKKK. O próximo é o Flávio, talkei”

Operação Anóxia: PF investiga desvio de verbas em empresa responsável por ações de combate à Covid-19 em Ilhéus


Nove mandados foram cumpridos nesta terça (22)

Thaís Paim

A Polícia Federal deflagou nesta terça-feira (22) a Operação Anóxia em Ilhéus, no Sul, e em Itororó, no Médio Sudoeste. De acordo com informações, foi apurado que houve superfaturamento de mais de R$ 110 mil em um único mês, o período analisado teria sido junho desse ano, no estado da Bahia.

As investigações começaram em agosto e indicaram direcionamento, por parte da Secretaria de Saúde de Ilhéus, à empresa responsável pela contratação de mão de obra especializada (médicos, enfermeiros, psicólogos), sem ter sido realizado o processo licitatório, de acordo com a Polícia Federal. 

Ao todo foram cumpridos nove mandados no estado e a operação tem o objetivo de combater o desvio de verbas públicas da Saúde. As investigações foram feitas em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU) e foram iniciadas em agosto de 2020. 

A empresa – HSC, sediada em Itororó – teria recebido mais de R$ 2,5 milhões do Fundo Municipal de Saúde. Indícios de outros crimes, como o não pagamento de encargos trabalhistas e a apropriação indébita previdenciária, pelo não repasse ao INSS das contribuições descontadas dos contratados também foram identificados pela PF. 

Os investigados vão responder pelos crimes de fraude a licitação (arts. 89 e 90 da Lei nº 8.666/93); apropriação indébita previdenciária (art. 168-A do Código Penal); estelionato (art. 171 do Código Penal) peculato (art. 312 do Código Penal); e corrupção passiva (art. 317 do Código Penal). 

Coronavírus: governador da Bahia anuncia compra de 50 mil testes rápidos


Informação foi confirmada através das redes sociais do gestor

Thais Paim

Diversos estados no Brasil têm registrado aumento no número de casos do novo coronavírus. Na Bahia, como forma de mapear o avanço do vírus, o governador Rui Costa anunciou a compra de 50 mil testes rápidos para detecção da Covid-19. 

A informação foi confirmada nesta terça-feira (22), através das redes sociais do governador.  “Estamos comprando mais 50 mil testes rápidos de antígeno para detecção do coronavírus. Ele tem precisão similar ao RT-PCR e o resultado sai em apenas 30 min. A testagem em maior escala e velocidade será essencial neste momento em que enfrentamos a segunda onda da Covid19”, afirmou ele.

 

Rui explicou que os testes serão usados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e unidades de emergência, para que os profissionais da saúde possam estabelecer como será feito o internamento de pacientes. Além disso, ele disse que a testagem em grande escala será imprescindível para esse momento de segunda onda do coronavírus no estado.

Em publicação nas suas redes sociais, Rui afirmou: “Os testes rápidos serão utilizados nas UPAs e unidades de emergência para que os profissionais de saúde possam definir sobre a necessidade de internamento dos pacientes. Estamos fazendo a nossa parte, continue fazendo a sua: use máscara sempre que sair de casa e evite aglomerações”.

Segundo os dados da Central Integrada de Comando e Controle da Saúde da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), atualizados às 7h29 desta terça, a o estado tem 471.177 casos de Covid-19 desde o início da pandemia.

Desses casos, 10.707 seguem ativos e 8.835 pessoas morreram em decorrência do coronavírus no estado.

Segunda onda de Covid-19 em Alagoas é confirmada por pesquisadores da Ufal


Crescimento no número de casos tem provocado alerta

Thaís Paim

O relatório da 51ª Semana Epidemiológica (de 13 a 19 de dezembro) foi divulgado nesta segunda-feira (21) pelo Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid-19, da Universidade Federal de Alagoas. O documento confirma a segunda onda de casos do coronavírus em Alagoas.

Apesar do crescimento no número de casos e a divulgação do levantamento da semana epidemiológica, foi neste mesmo dia em que o governador Renan Filho anunciou o retorno das aulas presenciais a partir do dia 21 de janeiro.

“Após um período de quase dois meses com baixa incidência de casos, o estado voltou a registrar aumento de casos, seguido da alta de óbitos, tendência que deve se manter nas próximas semanas segundo predições realizadas por diversos grupos de pesquisa que têm se dedicado ao tema, como o Observatório de Síndromes Respiratórias da UFPB”, afirma o relatório.

O agravamento da situação diante do alto número de casos suspeitos de Covid-19 em todo estado foi apontado pelos pesquisadores. Além disso, segundo eles, houve um forte crescimento na incidência de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, bem como de óbitos. Os números da última semana epidemiológica apontam mais 2.801 casos e 32 óbitos.

“Quando comparados com a semana anterior, esses números representam um aumento de 49% e 52%, respectivamente. Além disso, o estado continua apresentando um alto número de casos suspeitos [9.429 em 20/12], o que indica mais uma evidência do agravamento da situação”, diz trecho do relatório.

Capital alagoana concentra crescimento de casos

O estudo aponta que o cenário atual é semelhante ao dos primeiros meses da pandemia quando os casos se concentraram em Maceió. Mas, na semana avaliada, os casos também têm se expandindo pelas demais regiões do estado.

Os pesquisadores avaliaram a situação e afirmaram que: “Assim, espera-se que nas próximas semanas a incidência de casos no interior do estado volte a ultrapassar a da capital, fenômeno semelhante ao ocorrido em maio, quando houve a ascensão da primeira onda de contágio do novo Coronavírus”.

O estudo conclui que a volta à normalidade está condicionada a uma imunização coletiva através de um amplo programa de vacinação. Os pesquisadores reforçam que é preciso redobrar a atenção para o cumprimento das medidas de prevenção, como a utilização da máscara, higienização das mãos e distanciamento social.

Cientistas afirmam que nova cepa do coronavírus pode ser mais capaz de infectar crianças


Variante tem se espalhado rapidamente no Reino Unido

Thaís Paim

Com muitos lugares enfrentando ainda a segunda onda da Covid-19, uma notícia recente tem feito com que diversos países adotem medidas mais restritivas. O motivo para o alerta seria o surgimento de uma nova variante do coronavírus que tem se espalhado rapidamente pelo Reino Unido. 

De acordo com cientistas, essa variante apresenta mutações que podem significar que as crianças estão tão suscetíveis a serem infectadas com ela quanto os adultos, diferentemente de cepas anteriores. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (21). 

Pesquisadores do Grupo de Aconselhamento sobre Novas Ameaças de Vírus Respiratórios (Nervtag, na sigla em inglês), que estão rastreando a variação, afirmaram que a nova cepa se tornou rapidamente dominante no sul do Reino Unido, e que poderia em breve fazer o mesmo no resto do país.

O professor de doenças infecciosas emergentes na Universidade de Oxford e diretor do grupo, Peter Horby, falou sobre a situação: “Agora temos um grau alto de confiança no fato de que essa variedade tem uma vantagem de transmissão em relação a outras variedades que estão atualmente no Reino Unido”.

Professor Peter Horby, da Universidade de Oxford. Foto: divulgação

O aparecimento da nova variante mutada de Sars-CoV-2, que segundo os cientistas é até 70% mais transmissível do que cepas anteriores detectadas, levou alguns países a fecharem suas fronteiras com o Reino Unido e colocou grandes áreas do território britânico sob restrições severas durante o período das festas de fim de ano. 

Neil Ferguson, que também faz parte do grupo de aconselhamento e é professor e epidemiologista de doenças infecciosas do Imperial College de Londres, afirmou que “há uma indicação de que há uma maior propensão para a infecção de crianças”.

“Ainda não estabelecemos qualquer tipo de causalidade sobre isso, mas podemos enxergar isso nos dados”, disse Ferguson. Para concluir seu posicionamento, o professor afirmou que: “Vamos precisar reunir mais dados para ver como essa nova cepa se comporta daqui em diante”. 

Um estado tranquilo, rodeado pelo verde, que no futuro pode se tornar completamente industrializado


Júlia Vitória

Rondônia é um das 27 unidades federativas do Brasil. E, se localiza na Região Norte fazendo fronteira ao norte e ao nordeste com o Estado do Amazonas, a leste e sudeste com o Mato Grosso, a sudeste e oeste com a Bolívia e o Acre. Sua capital é a cidade de Porto Velho.

A região que hoje é o estado de Rondônia, pertenceu à Espanha. Segundo as definições do tratado de Tordesilhas,  de 1722 a 1747, houve uma redefinição dos limites entre Portugal e Espanha, realizada através dos Tratados de Madri e de Santo Ildefonso. Portugal passou então a ter a posse definitiva da região. As demarcações da área ocorreram a partir de 1781.

O difícil acesso à região só permitiu que a mesma fosse povoada a partir do século XIX, quando a Ferrovia Madeira-Mamoré foi construída e o ciclo da borracha começou, causando um grande desenvolvimento da cidade de Porto Velho. O ouro também encantou os bandeirantes que subiram o Rio Guaporé.

 

Rondônia oferece verde e qualidade de vida a população. Foto: divulgação

Em 1956, Rondônia foi denominado território Federal de Rondônia, para homenagear  Marechal Rondon. Somente em 22 de dezembro de 1982 o estado foi emancipado. Na época, não eram eleitos prefeito, governador, muito menos senador, somente deputado federal, pois o povo precisava saber o que era democracia. O estado foi criado, através de uma lei complementar, porém até atingir este patamar e ser reconhecido como um estado, Rondônia percorreu um longo caminho.

Sendo a única unidade da federação a ter todas as regiões povoadas, e a dar certo com a reforma agrária no país. Quando se tornou estado, Rondônia já tinha 590 mil habitantes. Hoje a população ultrapassa os 1 milhão de habitantes. Trata-se de um estado que continua em crescimento, apresentando desenvolvimento fora da média. Tendo uma agricultura diversificada se desenvolve cada vez mais com o agronegócio. A imigração na época que o estado começou também foi muito importante para o crescimento. 

O carro chefe da economia rondoniense é o agronegócio, porém há grandes chances de se tornar uma terra industrializada. Suas produções diversas como com laticínios entre outros movimentam a economia e fazem o estado crescer cada vez mais. 

Rondônia teve um gigante  impacto na história do Brasil, com o processo de migração.  Entre 1970 e 1982 mais de 500 pessoas chegaram lá, nunca se viu algo assim no Brasil.  Porém isso também provocou impactos ambientais e culturais.

 

Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, o Marechal Rondon, sertanista que atuou na integração do oeste e norte do Brasil e na defesa dos povos indígenas. Foto: divulgação

Apesar disso, Rondônia  também passou por diversos ciclos além do da borracha, como o da abertura da BR 364 sendo muito importante para para o Estado e o ciclo do ouro que se estendeu  até 1992, e que contratou com Porto Velho. 

Diversas famílias de vários lugares, principalmente do Nordeste e Sul do país, se instalaram no estado e até hoje trabalham nos diversos setores que que fortalecem a economia de Rondônia e desenvolvendo cada vez mais o estado. A emancipação de Rondônia ocorreu em 22 de dezembro de 1982, contudo é comemorado somente no dia 4 de janeiro devido a posse do governador, coronel Jorge Teixeira de Oliveira. O dia é celebrado como feriado de aniversário de Rondônia. O site Carvalho News (CN) felicita aos rondonenses pelos 38 anos de emancipação do estado. Um estado rodeado por terras verdes, sendo ideal para os que tentam fugir da correria dos grandes centros!

Flamengo vence em jogo com 7 gols, e segue na briga pelo título.


O time rubro negro venceu por 4 a 3 em jogo com polêmicas, acusações de racismo e muitos gols.

André Lucas

Jogo do Flamengo foi “confuso e acelerado”, essa foi a definição de um torcedor nas redes sociais. O Fla entrou em campo ontem ( 20/12) pela 26 rodada do campeonato Brasileiro, o time carioca buscava uma vitória para se aproximar do São Paulo que é o líder do campeonato, a Vitória veio em um jogo eletrizante com 7 gols, 2 viradas, 2 grandes polêmicas e uma denúncia de racismo.   

Índio Ramirez (E) e Gerson, combate intenso e acusação de racismo. Foto: divulgação

Um jogo doido que terminou com o Bahia tendo mais pose e tocado mais a bola, com 52% de bola para o time baiano e 48% para o rubro negro. O Fla abriu o placar cedo, aos 5 minutos do primeiro tempo, com um golaço de Bruno Henrique, em uma bela jogada de contra ataque, a bola foi enfiada para o melhor jogador da libertadores do ano passado, que dominou, cortou para o meio e acertou um belo chute na gaveta. Aos 10 minutos Gabigol caía na área do adversário nada foi marcado, e o 9 do time revoltado falou uma palavrão para o juiz, e foi expulso direto, essa a primeira polêmica do jogo. Aos 33 o lateral Isla fez o segundo, e trouxe tranquilidade para o time da casa, que encaminhava bem a vitória mesmo com um a menos, pelo menos até o segundo tempo. O Fla ganhava de 2 a 0 e tudo corria muito bem parecia um Vitória muito bem encaminhada. O jogo vai para o intervalo, e quando volta, volta o segundo tempo mais intenso de toda a campanha do Bahia na temporada 2021, primeiro aos 5 minutos o meio campo Ramirez faz o primeiro, um bonito gol com um corte dentro da área e a finalização por baixo do goleiro Diego Alves, e diminui para o Bahia. Depois aos 11 minutos do segundo tempo foi a vez do atacante Gilberto acertar um golaço com G maiúsculo, de muito longe ele acerto no ângulo, sem chances para o geleiro rubro negro, e empatou o jogo para o time baiano. O atacante Gilberto que já virou carrasco do Flamengo, também foi o autor do terceiro gol, aos 14 do segundo tempo o 9 do Bahia subiu e fez de cabeça Bahia 3 Flamengo 2. O time do Nordeste fez 3 gols em um intervalo de 9 minutos, voltou elétrico para o segundo tempo. A reação do time da casa veio com o atacante Pedro aos 38 do segundo tempo, o camisa 21 da uma voadora na bola e empata tudo. Aos 90 minutos um herói improvável aparece para virara o jogo, o camisa 11 da gávea Vitinho recebeu um passe lindo de Pedro e ficou na cara do gol, finalizou por cima do goleiro e fez o quarto para o Flamengo, o gol da virada, dos três pontos. E terminou assim, Flamengo 4 x 3 Bahia.  

Polêmica da expulsão do Gabigol.

Logo aos 9 minutos o jogo teve um interferência direta pela arbitragem. Após um lance próximo a área do Bahia, o camisa 9 da Gávea reclamou de uma falta do meio campo Gregore, o Juiz mandou o jogo seguir, o atacante do Fla ficou indignado e xingou um palavrão, e tomou um cartão vermelho direto pelas reclamações. Na sumula o Juiz da partida Flávio Rodrigues de Souza   afirmou ter expulsado o atacante por ele ter desrespeitado o árbitro. Gabigol inconformado demorou mais de 5 minutos para deixar o campo, em entrevista o jogador disse Agora eu mando mesmo. Como eu vou jogar futebol assim?   

A denuncia de racismo contra o Gerson

A maior polêmica do jogo foi a denuncia de Gerson contra o jogador Índio  Ramirez, segundo o camisa 8 rubro negro,  jogador do Bahia disse ‘cala a boca seu negro.” A denuncia estar na mão da CBF, que vai definir a punição para o jogador. O Bahia afastou o jogador Índio Ramirez até o final da apuração e demitiu Mano Menezes. O clube baiano declarou apoio a Gerson nas redes sociais. 

“O Esporte Clube Bahia vem a público se manifestar sobre a denúncia de racismo feita pelo atleta Gerson, do Flamengo, ocorrida na noite deste domingo (20).

O atleta Índio Ramírez nega veementemente a acusação e a ele está sendo dada a oportunidade de se defender de algo tão grave.”

O Flamengo ganhou o jogo e garantiu os 3 pontos, foi a 48 e se aproximou do líder São Paulo que estar com 53 pontos, com um jogo a menos contra o Grêmio (partida adiada), o Fla ver possibilidade de colar de vez no time paulista e retomar luta pelo título Brasileiro:

Próximos jogos do Flamengo: 

Flamengo x Fortaleza – sábado – 19:00 (26/12)

Flamengo x Fluminense – Quarta feira – 21:30 (06/01

Flamengo x Ceará – Domingo – 16:00 – (10/01) 

Países suspendem voos do Reino Unido após mutação do coronavírus; saiba mais


OMS confirma surgimento do vírus na Dinamarca, Holanda e Austrália

Thaís Paim

Nos últimos dias uma grande preocupação tem surgido após a confirmação de uma nova cepa do novo coronavírus – que, de acordo com as próprias autoridades britânicas, se espalha mais rápido que as outras variantes do vírus. 

Como forma de medida de prevenção e evitar a disseminação dessa nova cepa, diversos países do mundo estão interrompendo o fluxo de voos com o Reino Unido após a descoberta. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a mutação também já foi identificada na Dinamarca, Holanda e Austrália.

Até o início da madrugada desta segunda-feira, na América do Sul, Argentina, Chile e Colômbia já haviam suspendido todos os voos diretos de e para o Reino Unido. Além deles, o Equador também está considerando fortalecer as medidas de prevenção. 

Os Ministérios da Saúde e do Interior da Argentina emitiram comunicado em conjunto afirmando que o país só permitirá que mais um voo da Grã-Bretanha pouse no aeroporto internacional de Buenos Aires na manhã de hoje (21). Após isso, todos os outros voos foram cancelados.

Já no Chile, o governo anunciou no Twitter que todos os voos de e para o Reino Unido serão suspensos, a partir de amanhã (22) e que os viajantes que estiveram no Reino Unido nos últimos 14 dias precisarão entrar em quarentena. 

Confira outros países que já tomaram medidas semelhantes:

– Hong Kong 

– Argentina

– Chile 

– Índia 

– Itália

– Canadá

– Irã

– Noruega

– Dinamarca

– Polônia

– Colômbia 

– Marrocos

– Bulgária

– França

– Alemanha 

– Turquia 

– Bélgica

– Holanda

– Letonia

– Portugal

– Irlanda

– El Salvador 

– Arábia Saudita 

– Rússia

– Suíça

– Áustria

– Israel

O Governo do Canadá anunciou que vai proibir a maioria das viagens de passageiros vindos ou com destino ao Reino Unido a partir da meia-noite de domingo por no mínimo 72 horas.

Por sua vez, a França anunciou que suspenderia as viagens de e para o Reino Unido por 48 horas a partir da meia-noite, horário local, devido ao “novo risco para a saúde”, disse o primeiro-ministro francês, Jean Castex. 

A Irlanda anunciou que proibirá voos da Grã-Bretanha ao menos na segunda e terça-feira. “No interesse da Saúde Pública, as pessoas na Grã-Bretanha, independentemente da nacionalidade, não devem viajar para a Irlanda, por via aérea ou marítima”, afirmou o governo irlandês em um comunicado.

A Itália também suspenderá os voos de e para o Reino Unido, bem como proibirá a entrada de qualquer pessoa que esteve no Reino Unido nas últimas duas semanas, disse o ministro da Saúde, Roberto Speranza, no Facebook no domingo.

O primeiro-ministro Boris Johnson irá presidir uma reunião governamental que vai ocorrer nessa segunda. O motivo é a onda de proibições de viagens que tem isolado viajantes do Reino Unido e boa parte da Europa, além de diversas localidades do mundo. 

A reunião se concentrará nas restrições ao movimento internacional e “em particular no fluxo constante de carga de entrada e saída do Reino Unido”, disseram eles. “Mais reuniões estão acontecendo esta noite e amanhã de manhã para garantir que planos robustos estejam em vigor.”

Verão: crescimento de doenças ligadas ao Aedes aegypti causam alerta


Professor de epidemiologia fala sobre medidas de prevenção

A chegada do verão no Brasil traz consigo uma grande preocupação de saúde pública. A ocorrência de chuva em diversas regiões nessa época, cria uma alerta para o crescimento da circulação do mosquito Aedes aegypti e das doenças associadas a ele (chamadas de arboviroses urbanas), como dengue, zika e chikungunya.

O Ministério da Saúde divulgou um boletim epidemiológico sobre o tema, em dezembro, e revelou que entre janeiro e novembro foram registrados 971.136 casos prováveis de dengue no Brasil, com 528 mortes. 

Ainda segundo as informações, as maiores incidências aconteceram nas regiões Centro-Oeste (1.187,4 por 100 mil habitantes), Sul (931,3/100 mil) e Nordeste (258,6/100 mil).  Avaliando o mesmo período, as autoridades de saúde notificaram 78.808 mil casos de chikungunya, com 25 óbitos e 19 casos em investigação. 

O maior número de casos foi registrado no Nordeste (99,4 por 100 mil habitantes) e Sudeste (22,7/100 mil). Já os casos de zika, até o início de novembro, totalizaram 7.006, com incidência mais forte no Nordeste (9/100 mil) e Centro-Oeste (3,6/100 mil).

De acordo com o professor de epidemiologia da Universidade de Brasília, Walter Ramalho, é preciso debater sobre o problema do Aedes aegypti e quais medidas são necessárias para impedir sua proliferação. 

“Todos esses materiais, que podem durar muito tempo na natureza, podem ser criadouros do mosquito. A gente tem que olhar constantemente o domicílio, não somente na terra como nas calhas. Este é um momento do começo da chuva. Se não fizermos esse trabalho e se a densidade do mosquito for elevada, não temos o que fazer”, explica Ramalho.

Os dados apontam que o Aedes está no Brasil há mais de 100 anos, mas em alguns momentos já chegou a ser erradicado. Nos últimos 30 anos o inseto vem permanecendo e, segundo o professor Ramalho, se adaptando muito bem ao cenário de urbanização do país.

Ele lembra que não se trata apenas de um cuidado com a própria pessoa e sua casa, mas com o conjunto da localidade, uma vez que domicílios com foco de criação acabam trazendo risco para toda a vizinhança.

O professor da UnB acrescenta que o cuidado no combate aos focos não pode ser uma tarefa somente do Poder Público. Uma vez que qualquer residência, terreno ou imóvel pode concentrar focos, é muito difícil que as equipes responsáveis pela fiscalização deem conta de cobrir todo o território.

“A zika causou microcefalia no Nordeste e em algumas cidades de outras regiões. E precisamos nos preocupar com a chikungunya. Ela causa sintomatologia de muitas dores articulares. Muitas pessoas passam dois, três anos sentindo muitas dores. Isso causa desconforto na vida durante todo esse período”, explica ele. 

Campanha e prevenção

No mês passado, o Governo Federal lançou uma campanha contra a proliferação do Aedes com o lema “Combater o mosquito é com você, comigo, com todo mundo”.  A iniciativa visa conscientizar os cidadãos sobre a importância de limpar frequentemente estruturas onde possa haver focos e evitar a água parada diariamente.