Sem dores de cabeça para alugar um imóvel


Lucas Santos

Alugar um imóvel é algo que ainda gera muitas dúvidas e transtornos para as pessoas. Afinal, o que devemos fazer para não termos dores de cabeça nesse tipo de transação? Pensando nisso, decidimos separar algumas dicas que podem ser muito úteis na hora de fechar o seu contrato.

Primeiramente, se você pretende locar um imóvel para morar, temporada ou instalar a sua empresa, é necessário planejar. O planejamento de cada passo é crucial para que haja um caminho a ser seguido. Este caminho, por fim, resultará em uma experiência mais tranquila. Separamos algumas dicas para auxiliá-los nessa importante tarefa.

Entenda sua necessidade

Identifique qual o tipo de imóvel você precisa. Vale destacar que, cada um deles possuirá suas próprias características, sendo elas que definirão a urgência e darão base a sua escolha. Portanto, pense bem antes de iniciar suas pesquisas por imóveis.

Verba para alugar o imóvel

Ter em mãos o orçamento para alugar o novo imóvel é uma grande prioridade.

Verifique suas condições e faça os cálculos para se assegurar que terá condições de arcar com os custos do imóvel. É preciso lembrar também das outras finanças para não se endividar.

Busque também sempre manter com alguma folga financeira. É ela quem te trará mais segurança em momentos de imprevisto.

Região onde o imóvel está localizado

Tenha em mente em qual bairro deseja se estabelecer. Caso você queira um imóvel para temporada, com certeza irá procurar um local mais  tranquilo para poder relaxar.

Sendo assim, certamente você não irá querer alugar um imóvel no centro da cidade. O mesmo vale para vias movimentadas.

Essa correlação também acontece com o imóvel comercial. Se você quiser um, provavelmente não irá querer que ele seja isolado de tudo e todos, por exemplo.

Encontrando um imóvel para alugar

Atualmente há diversas formas de encontrar imóveis para alugar. Além de haver as corretoras, há também diversos anúncios espalhados pelos próprios locadores.

Essa divulgação pode ser feita com placas publicitárias pela cidade, no imóvel, jornais, redes sociais e diversos outros locais.

É importante estar sempre atento ao seu redor e, se possível, conversar com outras pessoas sobre. Desse modo você encontrará mais rápido um imóvel para alugar.

Não escolha qualquer imóvel. Busque sempre sua segurança! Vale destacar que se procurar imóveis apenas pelo custo, há a possibilidade de se deparar com locais perigosos, má estrutura ou problemas sociais nos arredores.

Antes de fechar o negócio, visite o imóvel e observe sua estrutura e vizinhança. Se possível, converse com moradores ou outros comerciantes com negócios por perto.

Documentação necessária

Ao assinar o contrato é importante ler todas as informações com calma. Desse modo você assegurará sua segurança financeira e entenderá outros termos do locador.

Observe detalhes de obras e manutenções, cláusulas de renovação ou cancelamento de contrato, multas e demais detalhes.

Não consegui alugar um imóvel sozinho, e agora?

Por fim, caso não encontre algo sozinho, há ainda as imobiliárias. Procure empresas idôneas e corretores de imóveis. Eles poderão lhe oferecer as melhores e mais seguras opções de acordo com sua necessidade, podendo fazer o trabalho de pesquisa por você. Desse modo, mostram-se como uma excelente alternativa à procura independente.

E aí, preparado para encontrar seu imóvel dos sonhos?

Lucas Santos é graduando em Psicologia pela UNESA-NF e estudante de fotografia e tecnologia, possuindo alguns certificados nestas áreas.

É um aficionado por tecnologia, Cultura Geek, Linkin Park e pelo Botafogo de Futebol e Regatas. Desde a infância sempre gostou muito de falar e escrever. Não demorou muito para que começasse a escrever suas próprias poesias, as quais você encontra hoje em @PoemasVivazes no Instagram.

Nas horas vagas você o encontra escrevendo, jogando futebol, se entretendo com jogos online e cultura nerd ou ao lado de quem o faz bem.

A estreia de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura e os próximos passos do Universo Marvel


A aventura divide opiniões mas vai indo muito bem nas bilheterias.

Isabelle Carvalho

O novo filme da Marvel mal estreou e já arrecadou cerca de 185 milhões de dólares e isso só nos cinemas norte-americanos. No Brasil, não poderia ser diferente. Doutor Estranho no Multiverso da Loucura levou os fãs ao desespero na expectativa sobre a produção, ainda mais sobre os rumos da fase 4 da Marvel nos cinemas.

Até agora já foram lançados Viúva Negra, Os Eternos, Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, Homem-Aranha: Longe de Casa e, na última semana, a sequência de Doutor Estranho. Além dos filmes, também foram promovidas algumas séries: Wandavision, Falcão e o Soldado Invernal, Loki, What it…?, Gavião Arqueiro e Cavaleiro da Lua. Todos esses títulos estão disponíveis na plataforma de streaming Disney Plus

Para compreender o contexto do segundo filme do Doutor Estranho, não é totalmente imprescindível ter visto outras obras, mas torna a experiência mais interessante. Assistir o primeiro Doutor Estranho, Homem-Aranha 3, Wandavision, Loki e What if…? possibilita um maior entendimento sobre o filme, mas ler um resumo também te ajudará a entender melhor esse multiverso da loucura. 

Até agora o filme em questão dividiu opiniões entre os espectadores. Há tanto críticas quanto elogios à trama. Pode-se dizer até que faltou história, no sentido de que o multiverso da loucura teve pouco de loucura e pouco de multiverso. O conceito foi pouco explorado, no entanto, é fato que o longa abre caminhos para os próximos projetos da Marvel. 

É interessante o desenrolar da trajetória de Wanda como Feiticeira Escarlate e é, de longe, a personagem mais bem desenvolvida na obra. Suas motivações fazem sentido e, mais do que isso, são passíveis de identificação por parte de quem assiste. Conseguimos entender de onde vem sua dor (principalmente quem viu Wandavision).

Já a introdução de América Chavez, que será a heroína Miss America, foi um tanto superficial. Apesar do seu potencial, a personagem torna-se quase uma figurante. Esperamos que seu perfil seja mais desenvolvido nas próximas histórias. 

O futuro do MCU

E quais são os caminhos que virão em 2022  dentro do Universo Marvel? Os próximos títulos a serem lançados incluem Mrs. Marvel, Thor: Amor e Trovão, Pantera Negra: Wakanda Para Sempre, She-Hulk e um Especial de Natal dos Guardiões da Galáxia. Mas para além de 2022, a Marvel tem muitos planos pela frente. The Marvels (2023),  Os Guardiões da Galáxia – Vol. 3  2023), Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania (2023), X-Men ’97 – Série Animada (2023), Eu Sou o Groot, Marvel Zombies, Homem-Aranha: Freshman Year , Agatha: House of Harkness, Armor Wars, Echo, Ironheart, Secret Invasion, Loki: Segunda Temporada, What If…?: Segunda Temporada, Blade, O Quarteto Fantástico , Sequência de Capitão América, Deadpool 3 e uma Série sobre Wakanda.  

São muitas as expectativas para as próximas fases do MCU (Universo Cinematográfico Marvel). A grande novidade tem sido o formato das séries, que têm atraído uma boa quantidade de espectadores e fãs. Wandavision (primeira série lançada) foi um sucesso estrondoso que combinou estilos e fez referências a clássicos sitcoms, como A Feiticeira, Modern Family e The Office. Podemos aguardar grandes projetos para o futuro. Além disso, temos uma infinidade de universos de possibilidades com a introdução do multiverso (muito desenvolvido em Loki) e sua apresentação “oficial” em Doutor Estranho 2. 

Isabelle Carvalho é carioca, tem 27 anos, sendo formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Também é graduada em Cinema. Além de possuir especialização em Jornalismo Cultural, é apaixonada por cultura, cinema, ciência e atualidades.

Itabuna muda secretariado


Prefeito Augusto Castro promove mudança de cadeiras

Saulo Santos

Itabuna possui um novo Secretário da Educação. Trata-se do ex-secretário de Governo, o professor Josué Brandão Júnior. Tudo indica que o prefeito, Augusto Castro (PSD), está promovendo novas mudanças na estrutura do secretariado municipal. 

Também ocorreu a nomeação da engenheira agrônoma Cilene Nascimento Souza para o cargo de diretora-presidente da Fundação Marimbeta – Sítios de Integração da Criança e Adolescente. Anteriormente, ela ocupava o cargo de diretora de o Departamento de Meio Ambiente e Gestão dos Recursos Hídricos, da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente (SEAGRIMA).

Tudo começou no mês de abril

As mudanças na estrutura de governo foram iniciadas no mês de abril com a saída do então secretário de Gestão e Inovação, José Alberto Lima Filho, que deixou a pasta e é pré-candidato a deputado estadual pelo PSB.

Agora em maio, também foram nomeados os novos titulares da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEMEL) e da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Emprego e Renda (SICER), respectivamente, Maico Franco Miranda Souza e José Raimundo Araújo. 

O novo secretário de Esportes e Lazer foi nomeado em substituição ao vice-prefeito Enderson Guinho, que se afastou da Administração pública municipal para concorrer ao cargo de deputado federal nas eleições deste ano. Já o novo titular da SICER substitui  Ricardo Xavier, que solicitou exoneração do cargo para assumir sua vaga de vereador na Câmara Municipal.

A importância das energias limpas


Menos poluentes, elas podem auxiliar na preservação do nosso Planeta

Lucas Santos

Em pleno século 21, a sociedade moderna ainda está refém das fontes de energias geradas através da decomposição de animais e vegetais. Ou, seja, do gás natural, o petróleo e o carvão, conhecidos como combustíveis fósseis, não renováveis, utilizados em automóveis, meios de transporte em geral, em residências e indústrias.

As diferenças entre o carvão mineral e o natural

O carvão mineral é mais eficiente energeticamente pois possui a característica de poder produzir calor, mas também é o tipo de combustível fóssil mais poluente do mundo.

Ele agride ecologicamente desde sua fase de extração até a etapa de produção de outros produtos.

Já o carvão natural (ou vegetal) é uma fonte de energia renovável. Além disso, possui usos medicinais, é pouco poluente e ajuda a eliminar toxinas. Entretanto, sua capacidade calorífica é menor do que a do carvão mineral. Outro aspecto negativo, é o fato de poder contribuir para o desmatamento indiretamente, caso seja produzido através do uso de vegetação nativa ao invés do reflorestamento.

Gás natural

O gás natural é outro tipo de combustível fóssil. Ele é composto pelo composto orgânico metano, sendo derivado, principalmente, de grandes jazidas de petróleo. Também pode ser utilizado como combustível.

O gás natural tem a vantagem de agredir menos a nossa atmosfera, mas possui problemas para ser armazenado e deslocado de um local para o outro.

O chamado ouro negro

O petróleo é um composto por carbono e hidrogênio. Sua origem de matéria orgânica, sendo produzido devido a ação de bactérias ao longo de milhões de anos.

Acumulado no fundo de lagos, mares e oceanos e a partir de outros processos, forma-se o que todos conhecemos como sendo o petróleo. Esse é o combustível fóssil mais utilizado.

Prejuízos ao planeta

O uso indiscriminado dos combustíveis fósseis para geração de energia tem suas consequências negativas. Uma delas é uma série de malefícios para o planeta.

Para se ter uma ideia, esses produtos dispersam na atmosfera uma série de gases que poluem e degradam nossa camada de ozônio, a qual é importantíssima para filtrar a radiação ultravioleta B (UV-B), nociva aos seres vivos.

Esses e outros fatores têm feito cientistas discutirem soluções para o futuro do planeta, buscando outras formas de produzir energia com menos impactos ambientais. As considerada limpas.

As energias limpas

Elas não são exatamente perfeitas, mas ainda assim causam menos malefícios à natureza, impactando apenas a região de uso e não dispersando poluentes na atmosfera.  Existem diversos tipos delas. A energia Solar, a Eólica, a Nuclear dentre outras.

A energia Solar é gerada por meio de painéis solares que captam a energia do sol. Seu uso vem se popularizando entre residências em geral, podendo ser usada de várias formas além de produzirem energia elétrica.

A energia Eólica utiliza a força dos ventos. Ela consegue gerar energia elétrica por meio de aerogeradores. Uma forma rápida, simples e efetiva de gerar eletricidade e não poluir o meio ambiente.

Já a energia nuclear possui urânio e tório como recursos de geração de energia. Ela não dispersa gases poluentes devido ao seu processo ser diferente do de combustíveis fósseis.

É possível notar então que há diversas formas de produzir energia menos agressivas ao meio ambiente. Investir nessas formas de produção pode colaborar para uma vida mais saudável.

Além disso, utilizando-as em larga escala, aumentam a longevidade da humanidade na Terra, evitando desperdício de recursos e ajudando a diminuir aspectos poluentes em larga escala.

Lucas Santos é graduando em Psicologia pela UNESA-NF e estudante de fotografia e tecnologia, possuindo alguns certificados nestas áreas.

É um aficionado por tecnologia, Cultura Geek, Linkin Park e pelo Botafogo de Futebol e Regatas. Desde a infância sempre gostou muito de falar e escrever. Não demorou muito para que começasse a escrever suas próprias poesias, as quais você encontra hoje em @PoemasVivazes no Instagram.

Nas horas vagas você o encontra escrevendo, jogando futebol, se entretendo com jogos online e cultura nerd ou ao lado de quem o faz bem.

Qual o destino da sua próxima viagem?


Isabelle Carvalho

Qual é a sua viagem dos sonhos? Muitos podem ter respondido a essa pergunta com algum destino internacional. Sem dúvida, o mundo abriga lugares incríveis, com povos riquíssimos culturalmente e paisagens deslumbrantes. No entanto, é possível encontrar isso aqui mesmo no Brasil, lar de uma imensa biodiversidade, isso sem falar na cultura tão heterogênea. 

Quando falamos em viajar pelo Brasil, os locais mais comuns podem incluir a Bahia, Fernando de Noronha, Curitiba e Rio de Janeiro. Mas existem outras rotas que prometem passeios inesquecíveis. Confira algumas sugestões para as próximas férias:

Floresta Amazônica

A Amazônia pode não ser a primeira ideia de viagem devido a suas paisagens exóticas, ambientes mais rústicos e atividades mais aventureiras. No entanto, a escolha é certeira. Este destino te deixará boquiaberto diante de tantas maravilhas e uma natureza estonteante. Trata-se da maior floresta do mundo somada a uma riqueza sem igual de culturas. Você pode reservar alguns dias para conhecer as capitais Manaus e Belém, mas a recomendação aqui é uma imersão na floresta. 

Todavia, nesse tipo de experiência, a selva e o visitante coexistem sem que seus limites sejam desrespeitados e, ao mesmo tempo, é possível mergulhar profundamente no ambiente. Existem alguns hotéis tradicionais que irão proporcionar conforto e proximidade com o mundo natural como, por exemplo, o Anavilhas Eco Lodge, o Amazon Ecopark Jungle Lodge ou o Juma Amazon Lodge. 

O Amazen Viva oferece uma “vivência amazônica” com a máxima “ouviu o chamado da floresta? Conexão ecológica. Imersão ribeirinha”. Visitas a aldeias indígenas, a praias de água doce, momentos meditativos, banhos de ervas, noites de dança, contemplação da natureza são algumas das atividades ofertadas pelo estabelecimento. Com certeza, seus visitantes sairão transformados.  

Álter do Chão

Nossa segunda recomendação, no Pará, foi eleita pelo jornal The Guardian como um dos mais belos destinos entre as praias brasileiras, na frente até de Fernando de Noronha. Suas praias constituem paisagens de belezas naturais de tirar o fôlego e tudo cercado pelo verde amazônico. Além disso, também é possível se banhar em águas doces nos rios paraenses Tapajós e Arapiuns. A melhor época para conhecer Álter do Chão é o chamado verão amazônico, de agosto a dezembro. 

Os dias em Álter do Chão são ocupados com passeios a praias, rios, lagoas e florestas, comunidades ribeirinhas. A Ilha do Amor, por exemplo, é um dos principais destinos dos turistas. É uma praia com bastante infraestrutura para quem busca uma experiência mais “confortável”, como quiosques, serviços e aluguel de caiaques. Outro programa interessante é assistir ao pôr do sol na Ponta do Cururu ou na Ponta do Muretá. Algumas opções de hospedagem são a Vila de Alter, Villa Arumã Pousada, Beloalter Hotel e, para um bom custo benefício, Pousada Coração Verde. 

Aurora do Tocantins

Por último, nossa terceira e última recomendação está no estado do Tocantins. Trata-se de uma cidadezinha com pouco mais de 3 mil habitantes com atmosfera bucólica. Lá encontramos o Rio Azuis com águas extremamente azuis cristalinas e é um pequeno oásis. O destino também abriga outras opções de passeios, como cavernas, cachoeiras e até dunas. A região encontra-se bem próxima da Chapada dos Veadeiros, um lugar também incrível. O ideal é combinar as duas viagens. Algumas sugestões de hospedagem são o Hotel Japão, a Pousada Carnaúba e o Serra Verde Hotel. 

E aí? Gostou das nossas sugestões? Já visitou algum destes lugares? Se já, qual deles é o seu preferido?

Isabelle Carvalho é carioca, tem 27 anos, sendo graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Também é graduada em Cinema. Além de possuir especialização em Jornalismo Cultural, é apaixonada por cultura, cinema, ciência e atualidades.

Reality show: um fenômeno que conquistou o Brasil


Definitivamente, eles chegaram para ficar.

Andie Carolina

Na última terça-feira, 26 de abril, a 22° edição do reality show Big Brother Brasil terminou. No ar desde 2002 o programa continua a ser um dos maiores fenômenos de audiência da Rede Globo. Isso explica a insistência do canal em renovar a exibição da atração ano após ano. Para se ter uma ideia, é estimado que uma média de 5 milhões de pessoas assistiram à produção comandada por Tadeu Schmidt, todas as noites durante os 100 dias em que esteve no ar.

Porém, o sucesso do BBB, e de outros realitys (No Limite, Power Couple, A Fazenda, De Férias com o Ex, etc.), não se limita apenas aos números de audiência na televisão. O fenômeno se estende e toma proporções ainda maiores na internet.

Domínio das redes sociais

Os fãs dos participantes levantam discussões sobre os mais mínimos detalhes ocorridos no dia a dia destes programas, fazendo com que plataformas como o Twitter, por exemplo, fiquem repletas de assuntos relacionados às atrações. Além disso, esse tipo de produto ganha as manchetes até mesmo nas emissoras concorrentes, vira pauta para canais no Youtube, Podcasts, artigos jornalísticos (como esse que você está lendo agora), e levanta a torcida de figuras públicas, que agitam as suas próprias redes sociais a fim de demonstrar favoritismo para algum ou outro participante.

Diante destes fatos, fica a pergunta: por que reality shows fazem tanto sucesso no Brasil e no mundo?

A resposta não é tão difícil de ser encontrada, segundo estudiosos da psicologia. Para estes profissionais, o fascínio está justamente em ver essas figuras televisionadas vivendo coisas comuns do dia a dia. Afinal, quer coisa mais fascinante do que ver a Jade Picon (empresária, youtuber e influenciadora digital com mais de 20 milhões de seguidores) fazendo tarefas domésticas? O famoso “gente como a gente.”

Aliado a isso, também entra a questão da identificação. Como geralmente realitys juntam um grande número de pessoas dentro da mesma casa, é natural que seja um conjunto de diferentes histórias e personalidades.

Adrine Galisteu comanda o Power Couple Brasil na Rede Record. Foto: divulgação

Desta forma, o telespectador sempre acaba se identificando com as vivências e o jeito de ser dos participantes, o que leva a uma torcida apaixonada e o desejo de seguir acompanhando aquela jornada dia após dia. Por se tratar de situações e sentimentos reais, esses realitys também costumam produzir, graças à visão do público, os “vilões” e os “mocinhos” em todas as edições. Então, novamente, seja para defender o mocinho ou para atacar o vilão, o público encontra mais um motivo para fazer do reality um foco de grande atenção.

Competidores por natureza

Fugindo de roteiros como acontece nas novelas, por exemplo, há um outro elemento fundamental para o sucesso de realitys: o surgimento de casais dentro das atrações. Quem não gostaria de ver nascer uma história de amor de forma natural e ainda poder acompanhar o dia a dia dos dois, com todos os seus altos e baixos?

Por fim, é muito importante salientar uma característica muito presente na psique humana, que é a competição. Sim, seres humanos são competidores por natureza. E do momento em que acontece o apego com determinado participante, cresce no coração daquele torcedor o desejo de ver o seu favorito ganhando as provas, ganhando vantagens dentro do jogo, se destacando em enfrentamentos com outros participantes e claro, em alcançar o objetivo final, que é se consagrar o campeão. Isso porque, o sentimento que fica é que a vitória do seu favorito, é como se fosse a sua própria vitória.

Andie Carolina é graduada em Publicidade e Propaganda. E, apaixonada por música, séries, televisão e cinema. Instagram: @AndieCarolinaP

Mitos e verdades sobre a amamentação


Muitos ainda desconhecem os benefícios do aleitamento materno

Isabelle Carvalho

O Dia das Mães vem chegando e o que não falta na internet, televisão e nas ruas são propagandas exaltando as mulheres que são mães. Mostra-se uma maternidade quase glamourizada, no entanto, poucos são os conteúdos que exibem a realidade. Quais os mitos que envolvem o ato de gerar, dar à luz e criar uma criança? Um dos principais tabus acerca do assunto é a amamentação. 

Existe muito senso comum sobre o tema, o que pode dificultar o acesso a informações reais e relevantes. Não se pode esquecer que, mesmo com tantos avanços sociais em relação ao preconceito de gênero, ainda temos muito o que evoluir. Vivemos em uma sociedade patriarcal marcada por uma opressão em diversos setores contra mulheres. Mais ainda contra essas figuras que sustentam o Brasil: as mães

Benefícios surpreendentes

Amamentar é um ato de promoção à saúde, porque diminui as chances de desnutrição e obesidade, além de fortalecer o sistema imunológico. O leite materno é rico em proteínas e nutrientes feitos sob medida para cada fase de vida da criança. Os benefícios são muitos: evita a diarréia, reduz cólicas, previne anemias e alergias, facilita a digestão, desenvolve o sistema nervoso,  entre outros.

 Poucos devem estar cientes, mas o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde orientam que não sejam oferecidas mamadeiras e chupetas porque atrapalham a amamentação e podem causar doenças e problemas na dentição e na fala do bebê. Infelizmente, ainda há muitas influências que sugestionam o abandono da amamentação pela mãe. Todos os dias, essas mulheres são bombardeadas de propagandas sobre chupetas, mamadeiras e fórmulas como se a aquisição desses produtos pudesse melhorar suas performances como mães. O que é extremamente cruel. 

Amamentar previne diversas doenças e é um ato de amor. Foto: divulgação.

Amamentação e saneamento básico

Existe hoje a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância, Bicos, Chupetas e Mamadeiras e pode ser apontada como um avanço na proteção, promoção e apoio ao aleitamento materno. Ainda há um caminho longo a percorrer. Muitas famílias são aconselhadas todos os dias, por diferentes fontes, a iniciar a alimentação com fórmula. Mas quem são as famílias que realmente podem pagar por isso? Outra questão importante, que água será utilizada na mistura quando uma grande parte da população nem tem acesso a saneamento básico?

Muitas podem ser as armadilhas que uma mãe pode cair que a faça desistir da amamentação. Indicação precoce de fórmula, falta de estímulo, palpites da família, choro do bebê, desmame para retorno ao mercado de trabalho, entre muitas outras. Esta última em especial levanta outras questões pertinentes sobre os direitos das mulheres que são mães. A própria licença maternidade varia de quatro a seis meses. Isso para não falar da licença paternidade. Como essa mãe pode amamentar seu filho em livre demanda, por exemplo? Ou seja, quando e quanto a criança quiser. Prática que é extremamente saudável e favorável tanto à mãe quanto o bebê. 

Quando o assunto é maternidade, direito à amamentação, inclusão da mãe na sociedade, precisamos falar sobre políticas públicas. Quais lugares você, leitor, frequenta que não somente permite crianças em seus espaços, mas garante à mãe e à criança conforto e liberdade? Esse debate precisa ser politizado. As eleições vêm aí e todos, mesmo quem não é mãe, precisam atentar às propostas de seus candidatos sobre maternidade. A mãe e seu filho não podem existir apenas dentro de casa, então há muito o que se conquistar em espaços públicos.

Isabelle Carvalho é carioca, tem 27 anos, sendo graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Também é graduada em Cinema. Além de possuir especialização em Jornalismo Cultural, é apaixonada por cultura, cinema, ciência e atualidades.

Star Wars: um fenômeno mundial


Franquia acumula a impressionante marca de 1 bilhão em bilheteria.

Andie Carolina

Em maio de 1977, um filme que misturava humanos, robôs e diferentes criaturas fazia a sua estreia no mundo do cinema. Tratava-se de Star Wars – Episódio IV: Uma Nova Esperança, assinado por George Lucas. Inicialmente desacreditado pela crítica especializada, pela mídia hollywoodiana e até mesmo pelo público, o longa acabou calando muitas bocas ao fazer um estrondoso sucesso e acumular a impressionante marca de 1 bilhão em bilheteria. Com isso, entrou para a história como a segunda maior arrecadação nos Estados Unidos de todos os tempos, perdendo apenas para E o Vento Levou. Mas longe de ser um êxito passageiro, Star Wars se tornou pioneiro em diversos aspectos e definiu boa parte do caminho a ser percorrido por toda indústria cinematográfica ao longo dos anos.

Um exemplo disso, é que antes de Star Wars, não era comum a criação de sequências para os filmes, por mais bem-sucedidos que eles fossem. Hoje essa é uma das estratégias mais usadas pelos produtores e com toda certeza, uma das mais rentáveis. Uma outra coisa antes rara, mas que se popularizou graças ao sucesso deste universo muito, muito distante, foi a criação de produtos licenciados. Além dos filmes, hoje os fãs podem colecionar livros, histórias em quadrinhos, séries de animação e jogos. Como se fosse pouco, a saga ainda originou a abertura de um hotel de luxo na Flórida, o Star Wars: Galactic Starcruiser e diversos parques temáticos. Ademais, essa trilogia ainda carrega o título de ter sido a primeira produção em utilizar o sistema de som Dolby Stereo no cinema.

Com figurinos, cenários, efeitos especiais e trilha sonora impecáveis, Star Wars se tornou queridinho na cultura popular mundial. Afinal, que garota nunca quis ser parecida com a Princesa Leia, imortalizada pela lendária e inesquecível Carrie Fischer? Que garoto nunca quis usar as icônicas armas Jedi e os inconfundíveis Sabres de Luz? Que outro filme produziu um vilão tão amado e reverenciado quanto Darth Vader?

“Que a Força esteja com você”

Conhecido como um dos primeiros e hoje como um dos maiores Fandons do mundo, os fãs de Star Wars realmente não brincam em serviço.  A devoção é tão grande, que eles chegaram a criar uma data comemorativa para celebrar o amor que sentem por essa produção: 4 de maio, o Dia Star Wars.

A data é uma referência à frase “May the force be with you” (“Que a força esteja com você”), dita pelos jedis desde o primeiro filme da saga. A primeira comemoração aconteceu em 2011 no Canadá e desde então, se repete a cada ano, com fãs agitando as redes sociais e promovendo eventos em diversas partes do mundo.

´

Uma curiosidade sobre os fãs brasileiros de Star Wars é que alguns dos nomes mais escolhidos para animais de estimação são inspirados nos personagens da saga. Centenas de pais de pets no Brasil costumam batizar seus filhos de quatro patas como Luke, Chewie, Yoda, Anakin, Padmé, Obi, Kylo e Han. Muito legal, né?

Mais de 40 anos depois do lançamento, Star Wars além de continuar a ser um fenômeno entre as mais diversas gerações, também continua a ser extremamente rentável para o seu criador. Em 2012, por exemplo, George Lucas faturou 4 bilhões de dólares ao vender os direitos de exibição da saga para a poderosa Disney. E os fãs agradecem! Pois graças a isso, toda a franquia está disponível no aplicativo Disney Plus.

E aí? Que tal comemorar o mês de Star Wars maratonando toda a história?

Andie Carolina é graduada em Publicidade e Propaganda. E, apaixonada por música, séries, televisão e cinema. Instagram: @AndieCarolinaP

Turismo ecológico: um respiro da urbanidade


Segmento cresce 25% ao ano, utilizando patrimônios naturais de forma sustentável, incentivando a evolução da economia combinada com a preservação do meio ambiente.

Isabelle Carvalho

Em meio à rotina estressante na cidade grande, buzinas, obras, trânsito caótico, quem não gostaria de um escape? Um final de semana com mais contato com a natureza tem se popularizado cada vez mais e é fácil entender porquê. Cercar-se de árvores, silêncio, comida caseira e cores pode ser a solução para recuperar as energias perdidas no cotidiano urbano. 

Economia forte e consciência ambiental

Segundo dados da Organização Mundial do Turismo (OMT), o chamado turismo ecológico é uma das áreas do turismo que mais cresce no mundo, com um aumento de 25% ao ano. Tal segmento utiliza de patrimônios naturais de forma sustentável, incentivando a evolução da economia combinada com a preservação do meio ambiente. Através dessa atividade, é possível formar cidadãos mais conscientes e conectados com a natureza. 

Chapada dos Guimarães (MT), um dos locais preferidos para o turismo ecológico. Foto: divulgação.

No turismo tradicional, não há uma interação das pessoas com os lugares, é uma participação mais observativa. Em contrapartida, no turismo ecológico, a graça é se envolver e se tornar parte do ecossistema visitado. Existem diversas práticas que podem ser realizadas, como acampamento, ciclismo, caminhada, rapel, escalada, mergulho, entre outras. Diversas cidades, que contam com essas paisagens mais rústicas, têm investido em se tornarem destinos que atraem perfis de viajantes mais aventureiros ou apenas quem deseja escapar da rotina. 

O turismo ecológico pode alavancar bastante a economia de tais regiões. Dados estimam que em 2019 parques naturais brasileiros receberam mais de 13 milhões de visitantes. Com a chegada dos turistas nessas áreas, haverá mais gastos com alimentação, hospedagem, passeios e outros serviços. Além de gerar empregos. 

Outro impacto muito relevante quando falamos em ecoturismo é a influência dos visitantes nas comunidades locais. Entende-se que parte do dinheiro gerado pela atividade seja devolvido a esses ambientes através de esforços de conservação, como reflorestação e repovoamento de espécies ameaçadas de extinção. E a partir do momento que os habitantes locais veem que seus espaços podem ser fonte de renda, eles mesmos vão se dedicar a proteger esses ambientes. Esses moradores estarão, então, sempre bem-informados, compreendendo melhor o lugar que se encontram e suas necessidades e especificidades.

 

Gruta do Lago Azul, Bonito (MT). Foto: Ichiro Guerra Rico

Bonito, Floresta Amazônica e Jalapão

O Brasil é um dos destinos mais procurados por viajantes brasileiros e também estrangeiros. Há muitos locais maravilhosos para se conhecer, que aliam paisagens de tirar o fôlego e culturas ricas e diversas. Veja abaixo alguns dos lugares mais populares para quem deseja embarcar no turismo ecológico:

Bonito, no Mato Grosso do Sul, é perfeito para quem busca uma imersão total na natureza. São paisagens paradisíacas do pantanal, como cachoeiras, cavernas submersas e corredeiras. 

A Floresta Amazônica, no Amazonas, é outra experiência marcante pois abriga uma infinidade de espécies da fauna e flora, isso sem falar na cultura local que é extremamente rica e interessante. 

O Jalapão, no Tocantins e a Chapada Diamantina, na Bahia, são outros dois destinos de sucesso entre os viajantes. São cenários deslumbrantes da natureza que reúnem praias, cachoeiras e grutas de uma beleza extraordinária. Que tal experimentar o turismo ecológico na sua próxima viagem? 

Para ouvir está notícia clique no link abaixo https://carvalhonews.com.br/wp-content/uploads/2022/05/Soar-turismo-ecologico-um-respiro-da-urbanidade-ix0t6-speed-1.1x-1.mp3

A jornalista

Isabelle Carvalho é carioca, tem 27 anos, sendo formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Também é graduada em Cinema. Além de possuir especialização em Jornalismo Cultural, é apaixonada por cultura, cinema, ciência e atualidades.

Meia Maratona do Descobrimento terá a participação de mais de 3 mil atletas


A 6ª edição da Meia Maratona do Descobrimento será realizada no próximo dia 24 de abril. A prova terá quatro distâncias:3k, 5k, 10k e 21k (corrida principal do evento), sendo disputada na orla norte. 

Porto Seguro será o ponto de partida, para correr e conhecer as primeiras páginas da História do Descobrimento Brasil. Além de passear, comer bem, ou simplesmente relaxar.

A Meia Maratona do Descobrimento terá a participação de mais 3 mil atletas inscritos e contará com a participação do cantor Marcos Val, recepcionando os atletas com sua banda. O aquecimento será ao som de muito axé e música baiana. “Venha você também fazer parte dessa festa ao som de Marcos Val”, convida o cantor.