Itabuna: Ita Pedro terá atrações como Bell Marques e Harmonia do Samba


Marcelo Carvalho

Está confirmado, pelo próprio prefeito Augusto Castro (PSD), o Ita Pedro “o maior São Pedro de todos os tempos”. A festa junina vai reunir 24 atrações locais, regionais e nacionais. Entre elas, Cacau com Leite, L/ordão, Sinho Ferrari, Cris Mel e Trio da Huana, João Gomes, Tarcísio do Acordeon, Kaio Oliveira e Neto LX e Kart Love, Solange Almeida, Batista Lima, Harmonia do Samba e Bell Marques.
O evento será promovido pela Prefeitura de Itabuna, por meio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), sendo realizado de 30 de junho a 3 de julho na Avenida Princesa Isabel, com o apoio do Governo do Estado, através da Bahiatursa.
A expectativa dos organizadores é de que serão criados mais de 600 empregos diretos, o que inclui movimento de barraqueiros, distribuidoras de bebidas, restaurantes, bares, além de taxistas e motoristas de aplicativos e no shopping pela maior circulação de pessoas.

Itapé: município recebe mais de R$ 3 milhões para recuperar ruas destruídas por chuvas fortes


Marcelo Carvalho

A Prefeitura Municipal de Itapé conseguiu a liberação de recursos no valor total de R$ 3.795.594,56. Esse valor será destinado para a execução das obras de asfaltamento de todas as ruas danificadas pelas chuvas fortes.

Essa verba foi conquistada graças a uma parceria com o Governo do Estado da Bahia, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). Vale destacar, que os investimentos são resultados de demandas protocoladas pelo  gestor de Itapé junto ao Estado.

“Desde as fortes chuvas que causaram grandes prejuízos em nossa cidade, temos trabalhado incansavelmente em busca de recursos para atender às demandas de nossa população. Estas obras de Asfaltamento vão significar bem-estar junto aos moradores das áreas atingidas, e ainda mais desenvolvimento e transformação para nossa cidade”, destacou o prefeito Naeliton Rosa Pinto.

Em suas páginas oficiais, o prefeito também aproveitou para agradecer ao Governador Rui Costa por atender os anseios da comunidade Itapeense e aos constantes apoios dos deputados Ronaldo Carletto e Rosemberg Pinto, sempre atuantes em defender os interesses de Itapé.

As Ruas beneficiadas serão a Agnaldo Severo; Bernado de Andrade; Av Itajuípe; dentre várias outras, e o processo licitatório para contratação da empresa para início das obras está previsto para ocorrer já nos próximos dias.

Direita x Esquerda – Uma briga histórica


Desde a Revolução Francesa a briga entre direita e esquerda está presente, contudo as modificações durante os anos são notáveis.

Júlia Vitória

Para quem acha que a briga de direita e esquerda é recente, está totalmente enganado. Esse embate vem desde a Revolução Francesa, entre os Girondinosque representavam o lado direito da Assembleia Nacional Constituinte  e os Jacobinos que eram mais radicais e exaltados sendo do lado esquerdo,

Essa é a origem dos posicionamentos de direita e esquerda. Com o tempo essa polarização tem decorridos vários problemas e polêmicas, tanto que no século XIX teve uma radicalização ideológica dos dois lados 

Desde dois mil e quatorze a briga entre direita e esquerda está presente nas eleições, contudo somente em dois mil e dezoito o Brasil assistiu a onda de debates agressivos principalmente nas redes sociais. O fato é que hoje não existe somente um posicionamento apenas para direita e esquerda, pois esses conceitos estão associados há uma ampla variedade de pensamentos políticos.

Direita x Esquerda

A visão política da esquerda visa mais os trabalhadores e uma visão da população mais pobre, já a esquerda tem uma visão diferente mais conservadora, ligada ao comportamento tradicional de manter o poder na elite e promover o bem individual.

Contudo com o tempo essas visões começaram a ter contextos diferentes, hoje em dia os partidários se colocam contra as ações e do regime que está no poder (oposição) e assim são  entendidos como esquerda, e aqueles defensores e a favor do governo em vigência são chamados de direita. Mesmo  com os dois lados realizando reformas, a direita visa, por exemplo, a liberdade individual enquanto a esquerda luta pela justiça social.

Após a queda do muro de Berlim um novo cenário político se abriu, por este motivo as palavras direita e esquerda não dão conta da diversidade política do século XXI.

Já no Brasil essa divisão se fortaleceu na época da ditadura militar, onde quem apoiou o golpe militar era de direita e quem  defendia a instauração de um regime socialista era de esquerda, com o tempo ouras divisões apareceram diante dessas ideologias.

Justiça e Solidariedade

Atualmente os partidos de direita vão pelo lado democrata-cristão enquanto os de esquerda tem o social-Democrata e progressistas. Os dois lados tem extremistas, os da direita tem aqueles que apoiam o nazismo e facismo enquanto os extremistas de esquerda tem os movimentos simultaneamente igualitários e autoritários, como movimentos operários e comunistas pelo o fim da propriedade privada. Tem ainda a política de centro que visa mais a tolerância e o equilíbrio, contudo também pode ser alinhada com política de esquerda ou de direita.

Na parte da economia os partidos de direita são a favor de manter a os direitos da propiedade particular, mas algumas interpretações não defende total intervenção do governo na economia e a extinção e simplificação da regulamentação governamental e os partidod de esquerda defende uma economia mais justa e solidaria com mais distribuição de renda e interferencia do estado.

Além da parte política e econômica, a direita e a esquerda também têm a ver com questões éticas e culturais. Os temas civis na legislação como o casamento LGBT e a legalização de drogas, são associados à esquerda enquanto a bandeira da direita assume a defesa da família tradicional.

Subiu para 106 o número de mortes causadas pelas fortes chuvas em Pernambuco


William Gama

São inúmeros alagamentos, deslizamentos de terras e enchentes, que provocou mortes, desaparecimento de pessoas e aumento do número de desabrigados.

As chuvas ocorridas nos últimos dias em Pernambuco têm causado muita dor e sofrimento a milhares de famílias pernambucanas. São inúmeros alagamentos, deslizamentos de terras e enchentes, que provocou mortes, desaparecimento de pessoas e aumento do número de desabrigados.

Já são 106 o número de mortos confirmados pelo estado, causados pelas incidências das chuvas no Recife. O número de pessoas desabrigadas subiu para 6.198 pessoas sem um teto no estado.  Esse percentual de mortes foi maior do que a quantidade de vítimas que perderam suas vidas em uma cheia acontecida em 1975, onde boa parte do centro do Recife ficou submersa devido ao transbordamento do Rio Capibaribe, que cortas as ruas do centro da capital pernambucana. 

24 municípios atingidos

Trabalho de resgate no Recide (PE) em 29 de maio de 2022. Foto: Brenda Alcântara/AFP

O número de cidades que estão em estado de emergência aumentou para 24 municípios pernambucanos. Antes eram 14 cidades nesta situação. Em Goiana, na Zona da Mata Norte, Rio que corta a cidade transbordou, causando alagamentos nas casas e comércios situados no centro da cidade.

Segundo a Secretaria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe), Pernambuco ainda continua em estado de alerta, pois novos riscos por deslizamentos continuam devido as condições dos solos encharcados pelas chuvas. O Corpo de Bombeiros divulgou que das dez pessoas desaparecidas, oito já foram identificadas. 

Moradores que sofreram perdas materiais estão revoltados com a situação. Em Olinda, o canal que corta o bairro de Ouro Preto, transbordou e inundou casas localizadas na parte mais baixa deste córrego.

Outras que ficam situadas em frente à beira do canal, pessoas ficaram ilhadas sem poderem sair de suas residenciais.  Em Recife e Jaboatão dos Guararapes, cidades mais atingidas pelas chuvas, o desespero toma contas dos moradores que tem suas casas localizadas nas encostas e morros.

Umas das moradoras dessas encostas a dona de casa Lúcia da Silva, de 56 anos, conseguiram sair a tempo, antes de ser soterrada por um deslizamento ocorrido na sua comunidade. Infelizmente, ela relatou que seus vizinhos, de uma família formada por onze pessoas morreram e uma ainda não foi encontrada.

“Foi muito triste, foi como perder a minha família. Moro aqui há 40 anos, eram pessoas que eu via desde pequena. Encontraram onze, vão ser enterrados, e uma menina de 32 anos está desaparecida, ainda não encontraram o corpo dela”, contou a dona de casa aos prantos. 

Moradores destas comunidades afirmam estarem indignados com esta situação, pois poderiam ser evitadas e denunciam o descaso das autoridades dos governos municipal e estadual. “Muitas pessoas aqui perderam tudo. Suas vidas, suas casas. Precisamos de remédios, comida”. É um pedido de socorro para o Jardim Monte Verde! Se vierem nos tirar daqui têm e dar uma solução, não é só chegar e fazer campanha eleitoral” afirmou o Pedreiro Jailson Gomes de Souza, de 34 anos.

Outro morador fez o seu desabafo com a situação em que o lugar que mora a tanto tempo tem sofrido nos últimos anos. “Em 25 anos que moro aqui, nada efetivo da prefeitura. Só dizem que está em projeto, em análise e nada feio. Se tivessem feito, não teria tido isso”, declarou Alex Santos, de 45 anos, ao Jornal Folha de São Paulo. 

Apoio federal é necessário

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, foi na última segunda-feira (30) à Brasília em busca de apoio federal para conseguir verbas com o intuito de resolver as demandas causadas pelas fortes chuvas torrenciais ocorridas no estado.

Esse apoio seria concentrado nas regiões da Zona da Mata Sul e do Agreste pernambucano. “Há uma preocupação do governo estadual com uma nova previsão de chuvas fortes a partir de quinta-feira (1), feita pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC). Estamos monitorando o leito dos rios, a situação das barreiras, o solo que está muito encharcado. Encaminharemos lonas aos municípios”, afirmou o Secretário de Planejamento e Gestão, Márcio Steffani, após uma reunião de governo no Palácio dos Campos das Princesas, sede estadual do governo.

Fontes: G1 PE, JN, AFP, AP.

William Gama é formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e Mestrando em História (UNICAP). Gosta de produzir matérias de diferentes nichos em Mídias e Redes Sociais. Instagram: williamgama.j

Secretários de Segurança cobram critérios nas liberações em audiências de custódia


Solturas de autores de crimes contra a vida e de criminosos reincidentes foram relatadas em todos os estados.

Marcelo Carvalho

Os secretários de Segurança Pública dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal cobram critérios da Justiça, na liberação de presos em flagrantes, durante audiências de custódia. O tema foi debatido, nesta quarta-feira (1), na LXXXII Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp), realizada na cidade de Manaus.

Os integrantes do Consesp ressaltaram a necessidade de uma audiência pública com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Poder Legislativo, com o objetivo de encontrar uma alternativa. Os secretários relataram crimes praticados por indivíduos colocados em liberdade provisória.

“É de extrema urgência esse debate com o judiciário. Importante que a população e a imprensa participem. O fardo da violência recai somente sobre as polícias, que trabalham muito e prendem muito. Na Bahia, de 1° de janeiro a 10 de maio, foram capturados 4.788 criminosos (média de 36 prisões por dia)”, destacou o secretário Ricardo Mandarino. 

Casos recentes 

No dia 16 de maio, duas solturas chamaram a atenção da polícia baiana. Um homem preso em flagrante com 16 pacotes de haxixe e 33 mil reais em espécie foi liberado na audiência de custódia. Aos policiais, o traficante contou que vendia em festas, universidades e para moradores de condomínios de alto padrão.

No outro caso, um assaltante que agia nos bairros da Pituba, Itaigara e Caminho das Árvores, preso com um carro roubado, rapidamente voltou às ruas. Alguns roubos foram flagrados por câmeras privadas de segurança e expostos em veículos de comunicação.

“Precisamos impedir que os policiais continuem ‘enxugando gelo’. Tivemos um criminoso preso três vezes, em um intervalo de 21 dias”, desabafou o secretário da Segurança Pública da Bahia.

Mais de R$ 15 milhões em drogas são apreendidos na Salvador e interior


Além das apreensões de entorpecentes realizadas pelas polícias Militar e Civil, nesse período, também foram erradicados cerca de 410 mil pés de maconha, na região Norte.

Marcelo Carvalho

Pouco mais de R$ 15 milhões em drogas (maconha e cocaína) foram apreendidos pelas polícias Civil e Militar, nos últimos 30 dias, em diferentes ações ocorridas em Salvador e interior do estado. Durante esse período, as forças de segurança também erradicaram pés de maconha, em diversos municípios da Bahia.

Entre as ocorrências que resultaram em grandes apreensões estão os  R$  4,6 milhões em pasta base de cocaína encontrados, na última terça-feira (24), em um piso falso no bairro de Itacaranha, pela Rondesp BTS. A ação teve início com uma tentativa de abordagem a um homem que dirigia uma Spin, placa PLC-5A70, e entrou em uma residência para escapar do cerco.

Trinta quilos de entorpecentes avaliados em R$ 2 milhões apreendidos pela 66ª Companhia Independente da PM, que interceptou um ônibus, no último domingo (22), em Feira de Santana, foi mais uma ação que resultou em prejuízo para o crime organizado.

Já em Paulo Afonso, uma ação entre o 20º Batalhão da PM e a Polícia Rodoviária Federal resultou na apreensão 70kg de entorpecentes (pasta base de cocaína e maconha) avaliados em R$ 6,7 milhões. Os materiais ilícitos foram encontrados com um casal durante abordagem a um veículo modelo Jeep.

A descoberta de um laboratório para refino de cocaína e a apreensão de 50 quilos da droga, avaliados em R$1,5 milhão, deram continuidade às ações contra o  tráfico.  A ação, que ocorreu em uma casa localizada no bairro de Santa Cruz, em Salvador, foi fruto de ações investigativas da Polícia Civil. O flagrante foi feito pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa e Coordenação de Operações Especiais, com apoio do Departamento de Polícia Metropolitana, por meio da 28ª Delegacia Territorial  do Nordeste de Amaralina.



Equipes da Coordenação de Narcóticos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com a utilização dos cães Sonic e Jade, da Coordenação de Operações Especiais (COE), evitaram que R$ 500 mil em drogas chegassem até criminosos de Salvador, cidades do interior e outros estados, como São Paulo, Minas Gerais e Ceará.

O flagrante aconteceu no Centro de Tratamento de Cartas e Encomenda, na BR-324, nas proximidades de Simões Filho, e as investigações apontaram que os entorpecentes fossem distribuídos na capital baiana e  outras  localidades.

Plantações de maconha

Nos últimos 30 dias, aproximadamente 414 mil pés de maconha foram destruídos por equipes da Polícia Militar nas cidades de Sento Sé, Curaçá e Casa Nova, na região Norte do estado. Nesses flagrantes, que ocorreram com ajuda de denúncias anônimas, uso de drones e patrulhamento de rotina, os policiais perceberam que as plantações possuíam sistema de irrigação vinculada ao Rio São Francisco, o que facilitava o cultivo

Maior parte dos pés de maconha já estava em tamanho para colheita. As equipes da PM reforçam as ações ostensivas e a Polícia Civil segue com as investigações para levantar os possíveis responsáveis pelos plantios.

Verbas Públicas são destinadas para pagar cachê de cantores sertanejos em evento realizado em Minas Gerais


Na Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, tem repercutido o cancelamento de um Show do cantor Gusttavo Lima, cujo valor do evento estaria estimado em torno de R$ 1,2 milhão de reais.

William Gama

As verbas públicas das prefeituras, são destinadas para arcar com as despesas das cidades. O gestor municipal é o principal responsável em administrar esse dinheiro junto a sua equipe administrativa. Assim desta forma, garantir os serviços essenciais a população.

Recentemente, surgiram escândalos que expôs altos cachês pagos a artistas que poderiam serem investidos diretamente ao município. Na Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, que fica localizada a 167 km de Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, tem repercutido o cancelamento de um show do cantor Gusttavo Lima, cujo valor do evento estaria estimado em torno de R$ 1,2 milhão de reais.

Segundo informações do G1, a verba que seria pago ao sertanejo era proveniente de fundos destinados a saúde, educação e a infraestrutura do município. 

Gusttavo Lima envolvido em polêmica

O contrato firmado com o cantor seria para ele se apresentar nos festejos do mês de junho, na cidade, onde Gusttavo faria sua apresentação na 30ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus do Motozinhos. No último sábado (28), o prefeito da cidade Zé Fernando (MDB), cancelou as apresentações não só de Gusttavo Lima, mas, também da dupla Bruno e Marrone.

Segundo o gestor municipal, os comentários feitos pelo cantor Zé Neto, que faz dupla com o cantor Cristiano, transformaram o evento em uma disputa político partidária e que a prefeitura e a sua gestão não têm nada a ver com os comentários proferidos pelo artista. 

Deputado André Janones é citado

Zé Neto criticou artistas que recebem pagamentos da Lei Rouanet, e por este motivo, criou-se uma polêmica em torno de sua fala. Neste episódio divulgado, escancarou diversas investigações a respeito desse dinheiro. Segundo a nota divulgada pela Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, a assessoria informou ‘’Não houve pagamentos aos artistas, já que o contrato administrativo, ao contrário das relações civis, exige procedimentos prévios ao pagamento, que não foram supridos”, divulgou a nota. 

Neste caso, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), mencionou que ainda não existe uma investigação aberta sobre as denúncias apuradas, embora foi aberta uma Notícia de Fato, que é um procedimento que serve para verificar indícios e elementos que fundamente e justifiquem a sindicância de investigação pelo Ministério Público.

Em nota, a assessoria do artista destacou que o valor do cachê do artista é fixado obedecendo critérios internos e que são baseados de acordo com o cenário nacional. Estes critérios vão desde o transporte da equipe, o tipo do evento que foi contratado e dos custos das despesas operacionais. 

Deputado André Janones (Avantes-MG), destina verba milionária para custear evento de Gusttavo Lima. Foto: divulgação

Com esse cenário escancarado, outros escândalos envolvendo dinheiro público pagos através de caches a cantores sertanejos vieram à tona, com envolvimento até de políticos. O deputado federal André Janones (Avante-MG), que está pré-candidato à Presidência da República, fez uma emenda parlamentar que destinou R$ 1,9 milhão de reais para custear um evento do cantor Gusttavo Lima e de outros músicos do gênero sertanejo.

A apresentação estava prevista para ser realizada na cidade natal onde o parlamentar nasceu e que seria realizada no mês de outubro, nas prévias das eleições presidencial.  O candidato aparece com 2% de intenção de voto no primeiro turno, de acordo com a pesquisa data folha. A assessoria do parlamentar informou que R$ 1,9 milhão seria usado para bancar a festa e o resto seria para arcar com investimentos na saúde e educação, divulgou. 

Fontes: G1, UOL.

William Gama é formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e Mestrando em História (UNICAP). Gosta de produzir matérias de diferentes nichos em Mídias e Redes Sociais. Instagram: williamgama.j

Alienação política causa prejuízos incalculáveis ao país


Lucas Santos

Em uma sociedade fortemente democrática, independente de ideologias de esquerda ou de direita, a política é um campo de discussão essencial para a formulação de leis e para a organização social como conhecemos.

Apesar disso, com discursos que se distinguem por completo ocasionalmente, a polarização política cresceu muito na última década. Isso se mostra como sendo extremamente prejudicial para a sociedade.

Ainda que o acesso à informação seja importante e extremamente útil. Atualmente, tudo isso se tornou um tanto perigoso com a propagação das famigeradas fake news e discursos retrógrados e extremistas. É preciso ter cuidado com tudo isso.

Um pouco sobre alienação política

De acordo com o sociólogo Simon Schwartzman em seu artigo “Alienação Política”, alienação política se classifica como “incapacidade de um povo em se orientar politicamente conforme seus próprios interesses. Crença na operosidade de instrumentos inoperantes, de um lado; desinteresse total pelos fatos políticos, de outro.”.

Com esse trecho é possível entendermos que a alienação política se refere a um comportamento onde o indivíduo se baseia completamente pela via de pensamento de um ou mais políticos, partidos ou ideologias.

Esse indivíduo abraça totalmente uma determinada forma de pensar e ignora por completo fatos políticos que envolvam aqueles que pensem ou acreditem em coisas diferentes das dele.

Além de se limitar a ver os interesses e forma de pensamento apenas de um determinado lado, o indivíduo deposita todas as suas esperanças, expectativas e anseios nas atitudes de um determinado símbolo, seja este uma pessoa, um partido ou uma ideologia como citado anteriormente.

É criada uma narrativa onde este símbolo seria uma espécie de “salvador” em meio a um suposto caos político causado pelo outro lado.

Em outro trecho o sociólogo continua: “…em sua forma mais grave – recusa em decidir o próprio destino, de raciocinar, de traçar seu próprio projeto; criação do mito do Chefe, do Messias, do Pai, do Salvador da Pátria.

Compreender o significado destes fenômenos, ver neles o sentido que possam ter, tal é a grande tarefa de quem se preocupa com o problema político do Brasil de hoje”, afirma Schwartzman.

É possível então entender que a alienação política, além de deturpar os fatos, também cria no imaginário de uma pessoa, um grupo e uma população, que suas atitudes – ainda que sejam tóxicas – são em nome de um bem maior.

O perigo de se alienar politicamente

Política é um tema complexo e com diversas camadas. Ainda que tenhamos explicações para diversas atitudes, decisões e realizações, não há, muitas vezes, uma verdade absoluta.

Não podemos afirmar que o mundo é tão óbvio como pode aparentar. Ainda que haja por vezes corrupção, erros de gestão e afins, não há heróis e vilões, mas sim indivíduos e ideias, sejam estas boas ou ruins, bem-intencionadas ou não, de ambos os lados.

A partir do momento em que se polariza uma sociedade, cada pessoa envolvida dessa maneira deixa de pensar em defender os fatos e passa a querer defender a sua própria verdade, a verdade dos responsáveis pela ideologia que se acredita.

Uma fuga perigosa

Com a polarização, a alienação política ganha vida e passa a determinar os comportamentos de diversas camadas da sociedade. Desse modo, estas pessoas ficam vulneráveis a informações falsas, disseminadas por pessoas ou grupos mal intencionados, cujo o intuito é moldar a forma como se pensa.

É essencial sempre verificar a fonte das informações recebidas e tentar colocar a si mesmo em uma posição de neutralidade ética e política, permitindo a si mesmo questionar ambos os lados e defender a verdade, parta ela de indivíduos ou grupos de direita, esquerda ou centro.

É possível afirmar então que caminho para a prosperidade não é a polarização por meio da alienação política, mas sim a união. Devemos pensar e trabalhar juntos em prol de uma sociedade melhor, mais saudável e próspera, independentemente de lados ou ideologias políticas.

Complexo? Talvez, mas dizer que odeia política, que não quer saber do tema e que não vota em ninguém, pode ser uma opção, mas nunca uma solução. Vale lembrar que, não votar é o mesmo que não escolher. E quem toma essa atitude permite que outros o façam por ele.

Foto Capa: Unas (www.unas.org.br)

Lucas Santos é graduando em Psicologia pela UNESA-NF e estudante de fotografia e tecnologia, possuindo alguns certificados nestas áreas. É um aficionado por tecnologia, Cultura Geek, Linkin Park e pelo Botafogo de Futebol e Regatas.  Desde a infância sempre gostou muito de falar e escrever. Não demorou muito
para que começasse a escrever suas próprias poesias, as quais você encontra hoje em @PoemasVivazes no Instagram. Nas horas vagas você o encontra escrevendo, jogando futebol, se entretendo com jogos online e cultura nerd ou ao lado de quem o faz bem.

Varíola dos macacos exige medidas para evitar epidemia de novos casos no Brasil


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a varíola de macaco é uma doença que não é tão divulgada e conhecida. Na África, estão concentrados os maiores números de casos da doença no país.

William Gama

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou recomendações preventivas para conter e prevenir a entrada do vírus da varíola dos macacos no Brasil.

De acordo com a agência, estão sendo reforçadas medidas de precauções nos aeroportos, cujo objetivo, é a proteção dos transeuntes destes espaços. Segundo a Anvisa estão sendo tomadas todas as precauções contra todo e qualquer tipo de possíveis epidemias, para que o país não seja acometido por nenhuma doença contagiosa. 

Em nota divulgada, a agência esclareceu que não recomenda neste momento, o isolamento das pessoas como medida de prevenção desta doença. “De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a varíola do macaco pode ser transmitida aos seres humanos através do contato próximo com uma pessoa ou animal infectado, ou com material contaminado com o vírus. O vírus pode ser transmitido de uma pessoa para outra por contato próximo com lesões, fluídos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados como roupas de cama’’, destaca a nota. 

Doença ainda é desconhecida

Ainda foi informado, que a pasta está buscando apoio de agências internacionais de outros órgãos ligados diretamente à saúde mundial, para promover ações e monitorar o crescimento e a evolução do vírus da varíola dos macacos no Brasil.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a varíola de macaco é uma doença que não é tão divulgada e conhecida. Este fato se deve, porque é na África que estão concentrados os maiores números de casos desta doença neste país. 

De acordo com a OMS, existem 131 novos casos confirmados da varíola dos macacos registrados em outros países e 106 suspeitos, desde o primeiro infectado pela doença no último dia 7 de maio.

Com o avanço da doença, o Ministério da Saúde decidiu criar uma sala de monitoramento da varíola dos macacos no país. O intuito é traçar um plano de ação e estratégias de rastreamento de pessoas que possam serem suspeitas de terem sidas infectadas pelo vírus e serem tomadas as primeiras providências clínicas para realização do tratamento. “Até o momento, não há notificação de casos suspeitos da doença no país”, mencionou o Ministério da Saúde, em nota a imprensa.

Maioria dos casos são na Europa

A direção da agência de saúde pública da África afirmou que a varíola dos macacos é uma infecção viral, de nível leve, endêmica em países de continentes africanos. Causou alerta, nos demais países a partir do surgimento de 200 novos casos em 19 países no início do mês de maio.

A maioria desses casos, surgiram na Europa, mas, nenhum caso de morte foi divulgado até o presente momento. Ahmed Ogwell Ouma, do Centro Africano de Controle e Prevenção de Doenças, afirmou em entrevista coletiva, que a distribuição de vacinas deve ser realizada de acordo com a demanda dos países mais necessitados, baseada nos riscos de crescimento da epidemia e não por países que tem um grande potencial econômico. Ouma compara a situação vivenciada na pandemia  da covid-19, em que países ricos acumularam vacinas e insumos, e esta situação agravou na compra de suprimentos e imunizantes pelos países mais pobres.

William Gama é formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e Mestrando em História (UNICAP). Gosta de produzir matérias de diferentes nichos em Mídias e Redes Sociais. Instagram: williamgama.j

Identificando e combatendo o assédio moral


Lucas Santos

Com a globalização, o acesso à informação e os avanços no campo da Psicologia, a questão da violência psicológica passou a ser mais amplamente discutida e, desse modo, o assédio moral (AM) foi trazido à tona. Mas, o que é exatamente isso?

De acordo com a Cartilha de Prevenção ao Assédio Moral divulgada pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho), assédio moral é “a exposição de pessoas a situações humilhantes e constrangedoras no ambiente de trabalho, de forma repetitiva e prolongada, no exercício de suas atividades”.

Além de impactar negativamente e, possivelmente, a reputação da vítima, o assédio moral inflige outros tipos de danos: “É uma conduta que traz danos à dignidade e à integridade do indivíduo, colocando a saúde em risco e prejudicando o ambiente” – explicam os especialistas.

Esse tipo de violência não se limita a uma única pessoa, podendo ser praticado por diversos abusadores que adotarão práticas e/ou comentários constrangedores para a vítima, tornando o ambiente menos saudável e suscetível a conflitos.

Identificando um assédio moral

Esse delito se caracteriza principalmente por práticas e comentários degradantes da parte de uma ou mais pessoas para com uma ou mais pessoas. “…é conceituado por especialistas como toda e qualquer conduta abusiva, manifestando-se por comportamentos, palavras, atos, gestos ou escritos que possam trazer danos à personalidade, à dignidade ou à integridade física e psíquica de uma pessoa”, afirma o TST em sua cartilha.

O AM pode ser praticado nos mais diversos grupos e ambientes. Ele pode ter início por meio de colegas de estudo, amigos de longa data, gestores no trabalho ou mesmo de desconhecidos no trânsito ou na internet, por exemplo.

Também pode ser observado quando ocorre revogação da autonomia em algum meio, o desprezo e a ignoração de um indivíduo em um determinado ambiente, a divulgação de boatos e rumores ofensivos, adversão arbitrária e diversos outros comportamentos. Por isso é importante estar atento às características citadas.

Cada uma dessas atitudes configura uma prática de assédio moral e, dentro do contexto trabalhista, tais atitudes ganham ainda mais peso. Isto porque, em 2019, a Câmara Federal aprovou o projeto de lei PL 4742/2001, o qual determina que assédio moral no trabalho é crime.

Como agir quando ocorre o assédio moral

A primeira coisa a ser feita quando se suspeita que alguém praticou assédio moral conosco é entender se o que foi feito realmente se configura como tal.

Exigências profissionais e aumento de volume de trabalho, por exemplo, não necessariamente caracterizam assédio moral. Em momentos de dúvida é importante buscar orientações trabalhistas e, se necessário, judiciais.

Entendendo as características e identificando a situação enfrentada como um caso de assédio, não se cale.  Reúna provas com o máximo de detalhes e também testemunhas possíveis de tais atos.

No trabalho, busque o superior imediato ou o setor hierarquicamente responsável por regular o comportamento ético de seus colaboradores, como o Canal de Ética, Recursos Humanos ou Ouvidoria. Normalmente as denúncias podem ser feitas de forma anônima e visam não lesar o colaborador vítima de tal prática.

Busque o apoio de colegas ou pessoas que enfrentaram a mesma situação e procure assistência psicoterapêutica para conversar e tratar de tais questões e seus possíveis danos.

Além disso é interessante também avaliar a possibilidade de ingresso a uma ação judicial visando a reparação dos danos morais causados durante tal processo.

Lucas Santos é graduando em Psicologia pela UNESA-NF e estudante de fotografia e tecnologia, possuindo alguns certificados nestas áreas. É um aficionado por tecnologia, Cultura Geek, Linkin Park e pelo Botafogo de Futebol e Regatas.  Desde a infância sempre gostou muito de falar e escrever. Não demorou muito
para que começasse a escrever suas próprias poesias, as quais você encontra hoje em @PoemasVivazes no Instagram. Nas horas vagas você o encontra escrevendo, jogando futebol, se entretendo com jogos online e cultura nerd ou ao lado de quem o faz bem.