Petrobras anuncia que gás de cozinha fica mais caro a partir de hoje


Reajuste eleva preço para R$ 35,98 por 13kg

Thais Paim

Os brasileiros vão começar a quinta-feira (07) com uma notícia não tão boa. Isso porque a Petrobras anunciou o aumento do preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), mais conhecido como gás de cozinha, em 6% a partir de hoje. 

Segundo nota divulgada pela empresa, desde novembro de 2019 os preços de GLP estão igualados para os segmentos residencial e industrial/comercial. Além disso, o produto é vendido pela Petrobras às distribuidoras a granel.

O anúncio é feito também seguindo a alta do preço do petróleo no mercado internacional, que ontem (6) fechou cotado a U $54,30 o barril do tipo Brent. Ainda segundo informações, no último ano, a alta do GLP foi de 21,9%.

Após a decisão, o valor praticado pela Petrobras será de R$35,98 por 13kg. Apesar da mudança no preço, não é possível determinar como ficará o preço para o consumidor final, já que não estão incluso os impostos e custos para distribuição e venda após a entrega do produto à refinaria. 

“Por sua vez, as distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, destacou a empresa.

Ainda de acordo com a estatal, os preços de GLP praticados por ela têm como referência o valor de paridade de importação, formado pelo valor do produto no mercado internacional, mais os custos que importadores teriam, como frete de navios, taxas portuárias e demais custos internos de transporte para cada ponto de fornecimento, também sendo influenciado pela taxa de câmbio.

Flu vence o Fla de virada e está vivo na luta pela vaga na liberta


Fluminense consegue uma Vitória importantíssima  em cima do Flamengo que perdeu a chance de colar no São Paulo

André Lucas

Quarta-feira de Brasileirão marcada por clássico no Rio De maneiros x Flu, em jogo com virada aos 48 do segundo tempo, o Fluzão saiu de campo com os três pontos. 

O Flamengo começou o jogo bem, com intensidade e domínio, criou as melhores chances, algumas chances claras de gols. Gabigol e Everton Ribeiro estavam conseguindo atacar o time tricolor carioca. 

O camisa 9 da Gávea obrigou o goleiro do Fluminense, Marcos Felipe, a fazer pelo menos 3 defesas importantes, BH quase fez um sem goleiro mais a zaga chegou antes, e ER7 deu dois chutes ao gol que levaram perigo. 

Mesmo com toda essa pressão foi só aos 40 do primeiro tempo o Flamengo conseguiu o fazer o primeiro gol do jogo, com Arrascaeta de cabeça no rebote que o goleiro deu. 

O jogo foi para o intervalo com um domínio completo do Flamengo, que mandou no jogo é parecia se concretizar como favorito a Vitória. 

Enquanto isso em São Paulo, o Bragantino vencia por 3 a 1, o líder do campeonato perdendo e o Fla ganhando, era a noite dos sonhos de todos os rubro negros, porém o jogo virou. 

No segundo tempo o Fla não jogou, entrou desligado e sem vontade, Everton Ribeiro e Bruno Henrique já não corria mais, o time Rubro Negro parecia estar satisfeito com o resultado e parou de buscar o jogo. 

Foi nesse cenário que o time tricolor cresceu demais em campo, com uma noite de galã, Welinton Silva,  o camisa 17 das laranjeiras, jogou muito, ele subia sozinho e conseguia levar perigo a zaga do Flamengo. 

O Fluminense começou a recuperação fechando o meio campo e obrigando o Flamengo a jogar pelas pontas, o agora terceiro colocado do Brasileirão só conseguia cruzar bola na área do Flu, e a defesa tricolor tirou todas. 

O Flu adiantou a marcação e começou a mandar no jogo. Aos 10 minutos em uma bola parada, o cruzamento perfeito para Lucas Claro fazer o gol do empate, e depois daí um apagão total no meio campo do Flamengo, e o jogo esfriou cada vez mais, não tinha criação, só muitas faltas e cartões amarelo.

O Fluminense deixava o Fla ter a pose mas não dava espaço para o time adversário trabalhar, e quando roubava a bola já acelerava o contra ataque. Antes do segundo gol aos 48 do segundo tempo, um dos contra ataque, Welinton Silva botou uma bola na trave. 

Ao apagar das luzes o meia Yago, interceptou um passe mal feito de Felipe Luís, ficou de cara para o gol e bateu na saída de neneca. O camisa 20 das laranjeiras conseguiu a virada aos 48 do segundo tempo, e colocou o Fluminense firme na briga pela libertadores. 

Agora com 43 pontos, o Fluminense ocupa a 7° colocação e briga contra coríntias, Santos,  Palmeiras e Inter por um vaga no G6, lembrando que vai virar G7. Já o Flamengo que a semanas vem secando o líder São Paulo, quando finalmente o time paulista tropeça o Fla não aproveita, e agora ainda ver o Galo que joga hoje podendo abrir vantagem. 

Próximos jogos do Flamengo: 

Ceará – 10/01 – 16:00 hrs

Goiás – 18/01 – 20:00 hrs

Palmeiras- 21/01 – 19:00 hrs 

Próximos jogos do Fluminense

Corinthians – 13/01 – 21:30 hrs.

 Sport – 16/01 – 19:09 hrs.

Curitiba – 20/01 – 20:30 Hrs.

Congresso estadunidense é invadido por manifestantes PróTrump


Foram registradas quatro mortes no confronto com a polícia

André Lucas

Ontem nos Estados Unidos, manifestantes Pró Trump invadiram o Capitólio,  que é o nome do prédio do congresso estadunidense. Momentos de tensão e desespero tomou conta da Câmara dos  Representantes, que é equivalente à Câmara dos Deputados aqui no Brasil. Os policiais que tentavam proteger o prédio e os políticos, tiveram que sacar suas armas e apontar para os manifestantes. 

No Capitólio, que também abriga o Senado do país, estava acontecendo uma sessão de certificação da vitória do novo presidente, Joe Biden. A sessão foi encerrada quando manifestantes invadiram o prédio, isso pouco tempo depois de que Donald Trump, que estava em um comício, perto da Casa Branca, convocou protestos contra a certificação de Vitória do Biden. 

Centenas de pessoas se reuniram na frente do prédio, e muitas delas conseguiram invadir, dentro do prédio a situação ficou mais tensa, os policiais pegaram armas de fogo para conter os manifestantes.  

Durante a tentativa de conter e expulsar os manifestantes, gás lacrimogêneo foi disparado centenas de vezes em direção aos protestantes, com isso os agentes orientaram os representantes, que estavam escondidos entre as cadeiras da Câmara, a usar máscaras. Os deputados com máscaras e escondidos entre as cadeiras, viralizou na internet, fotos e vídeos são curtidas e compartilhadas o tempo todo.  

Falando em votos e vídeos que viralizou, outra coisa que foi muito compartilhada nas redes sociais em relação a invasão ao Capitólio,  foram os registros de manifestantes sentando nas cadeiras dos representantes e agindo como se fossem Deputados. 

No fim uma notícia triste foi confirmada. 4 pessoas  morreram  durante o protesto, na luta com a polícia para tentar invadir o prédio. O chefe de departamento da polícia informou que foram 2 mulheres e dois homens, 3 mortes não têm identidades confirmadas, apenas uma mulher foi identificada. 

Ashli Babbitt, 35, era uma veterana da Força Aérea e morava em San Diego, na Califórnia. A identidade foi confirmada pelo marido dela, Aaron, à KUSI-TV, uma emissora local. Segundo ele, a esposa era uma forte defensora do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. 

A sogra de Ashli, Robin Babbitt,  se manifestou e disse ao jornal The New York Post, “Estou estarrecida. Estou devastada. Ninguém de DC (Washington) notificou meu filho e descobrimos na TV”. 

O jornal (The Nem York Post) mostrou em reportagem que no dia anterior ao de sua morte, Babbitt escreveu em sua conta no Twitter: “Nada vai nos parar?. eles podem tentar e tentar e tentar, mas a tempestade está aqui e está caindo sobre DC em menos de 24 horas.” 

A sessão de certificação da Vitória de Joe Biden, voltou às 20hs no horário local, o que corresponde às 22h no horário de Brasília, a sessão recomeçou com o vice de Donald Trump, Mike Pence, se pronunciando.  

“Aqueles que causaram estragos em nosso Capitólio hoje, vocês não venceram. A violência nunca vence. A liberdade vence. Esta ainda é a casa do povo. Ao nos reunirmos nesta câmara, o mundo testemunhará novamente a resiliência e a força de nossa democracia.”  

Donald Trump demorou mas se posicionou, ele afirmou que no dia 20 haverá uma “transição ordenada”. 

“Embora eu discorde totalmente do resultado da eleição e os fatos me confirmem, haverá uma transição ordenada em 20 de janeiro”, disse o presidente em um comunicado postado no Twitter. 

Pazuello discursa em rede nacional e afirma que o Brasil está pronto para começar a vacinar ainda esse mês


Ainda sem um plano de imunização apresentado, governo tenta passar confiança com discurso otimista

André Lucas

Em meio a corrida pela vacina, o Brasil ainda encontra muitas dificuldades para começar a imunização da população. Além da “guerra” em torno da vacina, por conta de polêmicas e politização do debate, ainda tem as dificuldades que o governo encontra para arrecadar seringas e agulhas. Esse novo obstáculo na guerra contra o Covid 19, atrás mais ainda a recuperação do país tanto no sentido econômico quanto no sentido sanitário. 

O Brasil é um dos países mais atrasados no processo de distribuição e aplicação da vacina. Atualmente mais de 12 milhões de doses foram usadas na imunização de 51 países. Ao todo 10 fabricantes diferentes produziram doses para esses países aplicarem a vacina em suas populações. 

Em meio a tanto atraso para a apresentação de um plano de imunização, e a incapacidade de aquisição de insumos para a produção de doses e aplicação da vacina, o que não falta são críticas ao governo. Especialistas, imprensa, OMS, Câmara dos deputados, “o povo do Twitter”, e principalmente a oposição, criticam a falta de estratégia no governo. 

Em meio a tantas críticas, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou na noite desta quarta-feira (6) que o Brasil está preparado e tem seringas suficientes para iniciar a vacinação contra a Covid-19 ainda em janeiro de forma simultânea em todo o país. 

O ministro também informou que vai publicar uma MP, referente a aquisição de vacinas e insumos, a MP determina que a coordenaria da vacinação vai ficar na responsabilidade do Ministério da Saúde. A MP também permite que o governo compre, distribua e aplique a vacina mesmo sem a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

O ministro da saúde fez um pronunciamento em rede nacional na rádio e na Tv, na noite de ontem. 

“Hoje, o Ministério da Saúde está preparado e estruturado em termos financeiros, organizacionais e logísticos para executar o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. O Brasil já tem disponíveis cerca de 60 milhões de seringas e agulhas nos estados e municípios. Ou seja, um número suficiente para iniciar a vacinação da população ainda neste mês de janeiro. Asseguro que todos os estados e municípios receberão a vacina de forma simultânea, igualitária e proporcional à sua população. Brasil imunizado! Somos uma só nação! No que depender do Ministério da Saúde e do Presidente da República a vacina será gratuita e não obrigatória. Importante enfatizar, quanto à Pfizer, que já disponibilizou suas vacinas em vários países, mesmo em quantidades muito reduzidas, que o Ministério da Saúde está trabalhando com os representantes da empresa para resolver as imposições que não encontram amparo na legislação brasileira, dentre elas: isenção total e permanente de responsabilização civil por efeitos colaterais advindos da vacinação; transferência do foro de julgamento de possíveis ações judiciais para fora do Brasil; e disponibilização permanente de ativos brasileiros no exterior para criação de um fundo caução para custear possíveis ações judiciais” 

Pazuello terminou seu discurso falando que o que depender do Ministério da Saúde a vacina será gratuita e não obrigatória. 

Posicionamento esse igual ao do presidente da república, Jair Bolsonaro, que já afirmou que não vai tomar a vacina. Ontem enquanto conversava com a apoiadores Bolsonaro falou sobre o assunto com seus apoiadores na porta do Planalto. 

“Uma pergunta aqui, com sinceridade: quem vai tomar vacina, levanta a mão? Todo mundo que eu pergunto, tive na praia, perguntei; aqui no cercadinho. Tem um grupo um pouco maior que visita a gente eu pergunto. Não faço campanha nem contra ou a favor. Vai ser voluntária e gratuita, para quem quiser toar. Agora o pessoal tá desconfiado” 

E o país segue com dúvidas de quando é como será o processo de vacinação no Brasil.

Palmeiras atropela River Plate e constrói uma vantagem gigante


Time aplica 3 a 0 fora de casa e segue firme no sonho de voltar a vencer uma Liberta

André Lucas

Na noite dessa terça feira, dia 6 de janeiro, o Palmeiras enfrentou o River Plate na Argentina e ganhou de 3 a 0. Eu um jogo que começou de um jeito e terminou de outro bem diferente, o Palmeiras construiu uma vantagem grande e importante fora de casa. 

O jogo começou com o River construindo muitas jogadas perigosas pelo lado esquerdo do ataque. O time do técnico Garllado que nesses últimos anos em que chegou na Simi final 5 vezes nos últimos6 anos, indo para 3 finais e sendo campeão duas vezes, tem como tradição dos estilo de jogo jogar muito pelos lados e com muito profundidade. 

Já no começo do jogo Marcos e Gabriel menino davam muito espaço pelo lado esquerdo, o que dava liberdade para a criação do time argentino. Já aos 5 minutos de jogo, Suáres ganho de Marcos Rocha na ponta esquerda e cruzou para  o meio campo Carrascal que ficou cara a cara com o goleiro Weverton, que fez uma defesa monumental e salvou o time alvo verde. 

Antes disso o atacante colombiano  Borre, recebeu uma bola dentro da área, que veio do  mesmo lada  esquerdo, cortou o zagueiro e acertou um foguete, porém a bola subiu e passou por ciam do gol. 

Depois ainda teve uma jogada em profundidade pelo lado direito que terminou em um cruzamento do lateral direito Montiel deixou  Borre na cara do gol, mas ele furou e a bola passou direto na área e foi para a linha de fundo. 

Um dos ditados mais comuns e verdadeiros do futebol é, quem não faz, leva. E foi assim no jogo do de ontem, aos 26 minutos de jogo, depois de uma grande intensidade nos ataque do River, e nenhum chute para o gol do Palmeiras, o time paulista subiu. Em jogada pela ponta direita, o meia Patrick de Paula deu um passe genial para Gabriel menino que ficou no mano a mano, cortou para dentro e cruzou, o goleiro afastou mal de mais essa bola, que sobrou no pé de Roni, que ajeitou e  citou com efeito, a bola ainda desviou no meio do caminho e mudou a trajetória, foi dentro do gol sem chances para o goleiro Armani. 

Ante do fim do primeiro tempo o jogador  do palmeiras Gustavo Escarpa ainda fez um bonito gol, dando um balãozinho no goleiro , porém o gol do meia foi anulado, o atacante Luiz Adriano  que recebeu essa bola e fez o passe para Escarpa, estava impedido na origem da jogada. 

Roni ainda teve mais um oportunidade na mesma ponta, no mesmo ângulo, ele dominou e bateu com o mesmo efeito, mas dessa vez a bola subiu e passou por cima da trave. 

Antes do segundo tempo o time do River ainda botou 2 bolas na trave, uma de cabeça e a outra foi o meia Inácio de falta na entrada da área, bateu bonito mas ficou só na trave. 

No segundo tempo o domínio do River foi grande o Palmeiras recuou de mais as linhas para esperar o time argentino e subir no contra ataque. A pose de bola no fim de jogo foi de 71% para o River e 29% para o Palmeiras o que deixa em evidência esse domínio. Porém o time paulista ganho na eficiência, subiu e marcou, simples assim. 

Primeiro na saída rápida para o contra golpe, uma ótima troca de pare entre, o meia Danilo e os atacantes Roni e Luiz Adriano, terminou em um Pivô de futsal de Luiz Adriano, que engatou a sexta macha, invadiu a área e fez o segundo do Palmeiras, isso aos 2 minutos do segundo tempo, o que já causa um impacto grande no time adversário.  

O terceiro e ultimo gol do Palmeiras saiu aos 67 minutos, 22 do segundo tempo, na bola parada, veio jogada ensaiada, Gustavo Escarpa cruzou e Viña cabeceou livre para completar o placar, Palmeiras 3×0 Tiver Plate. 

O time brasileiro pode perder de até dois gols de diferença que passa direto, e ainda tem a vantagem de ter feito dois gols fora de casa. O jogo de volta é na Allianz arena, em São Paulo, na próxima terça-feira, ás 21:30. 

Bolsonaro diz que “ Brasil está quebrado” e não pode fazer nada


A frase contraria o seu próprio ministro da economia, e afasta investimentos no país

André Lucas

Na manhã da última terça feira, dia 5, o Presidente da República Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil está quebrado e que ele não pode fazer nada. A fala repercutiu muito mal. Especialistas, oposição e internautas não gostaram nem um pouco do presidente ignorar suas responsabilidades e afirmar que não tinha como resolver o problema. 

O fato ocorreu na saída do palácio. Bolsonaro conversava com seus apoiadores e falava sobre a situação que o país se encontra. Além de citar o quadro econômico, Bolsonaro também colocou a culpa da pandemia na imprensa, afirmando que o covid 19 foi potencializado pela mídia. 

“Chefe, o Brasil está quebrado, e eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado por essa mídia que nós temos. Essa mídia sem caráter. É um trabalho incessante de tentar desgastar para tirar a gente daqui e atender interesses escusos da mídia”, declarou Bolsonaro.

A fala do presidente contradiz a de seu próprio Ministro da Economia, que sempre usa de forma otimista a expressão” o Brasil está crescendo em V”, insinuando que o Brasil teve uma grande queda econômica durante a pandemia, porém acelera rapidamente. 

Após a declaração do presidente, seu filho , o deputado Eduardo Bolsonaro, adotou a mesma posição que o da equipe econômica, foi otimista e afirmou que o país se recuperará muito mais rapidamente. O deputado publicou em uma rede social: 

“Com o governo Jair Bolsonaro, o Brasil é um dos países que se recupera mais rapidamente do caos econômico gerado pela pandemia”, declarou o deputado.

Guedes tenta explicar

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tentou defender o presidente das críticas, e explicar o que ele queria falar.  “Não há nenhuma divergência entre nós. Obviamente, o presidente se referiu à situação do setor público”, minimizou.

O que dizem os especialista

A economista Elena Landau, ouvida pelo jornal Folha de Pernambuco,  explica que Bolsonaro não poderia usar o termo quebrado, que soa de forma negativa, dando um sinal vermelho para o mercado financeiro e tirando a confiança do país, ela explica que  em um momento em que o Brasil passa por uma grande crise e precisa de investimento privado e estrangeiro, não é  bom colocar em duvida a confiança do país. 

“O que os credores internacionais, o que os credores do Tesouro vão imaginar quando o próprio presidente da República diz que o país quebrou? Isso significa que o país não tem capacidade de pagar aquilo que ele deve. É de uma irresponsabilidade muito grande, só cria uma situação de instabilidade nas áreas de juros e câmbio, além de ele fazer parecer que não tem responsabilidade sobre isso. Onde estão as privatizações que iam fazer, cadê as reformas, cadê o Orçamento de 2021?” .   

Outro economista ouvido pelo mesmo jornal foi o Raul Velloso, que criticou a forma como o conceito quebrado foi usado: 

nenhum país em emergência quebra. Mesmo fora da emergência, especialmente um país como o Brasil, que não depende de dólar para financiar sua dívida. A declaração dele de que o país está quebrado soa como se não houvesse nada que possa ser feito, o que não é verdade” 

Maia aproveita o momento para desgastar Bolsonaro

Num momento decisivo da corrida eleitoral, o Presidente da Câmara, Rodrigo mais aproveitou o momento para desgastar mais a imagem de Jair Bolsonaro, e consequentemente  de seu candidato Arthur Lira. Maia disse Ao Jornal UOL. 

“Agora a gente está vendo que o governo preferiu parar os trabalhos no Congresso e falar essa coisa mais absurda: com o poder que tem, com a responsabilidade que um presidente tem, dizer que nada pode ser feito. É muito grave”.  

Suspensão de shows, festas e música ao vivo é prorrogada até esta quarta em Ilhéus


Decisão foi publicada pela prefeitura nesta segunda-feira (4)

Thais Paim

Mesmo após a virada do ano novo, os cuidados com o avanço da pandemia do novo coronavírus seguem sendo intensificados. Um exemplo disso foi o decreto nº 007/21 publicado pela Prefeitura de Ilhéus, na noite desta segunda-feira (4). 

O documento publicado prorroga o decreto nº 007/21, que tem o objetivo de manter as medidas restritivas de combate a Covid-19, adotadas após avaliação do Gabinete de Crise sobre o cenário epidemiológico da cidade, considerando os dados divulgados diariamente pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

O decreto prevê que ficam suspensas até o dia 6 de janeiro do ano em curso a realização de shows, festas, públicas ou privadas, e similares, independentemente do número de participantes; as atividades relacionadas a feiras, circos e parques de diversões, inclusive, equipamentos de diversão como pula-pulas e afins e a disponibilização de música ao vivo em estabelecimentos comerciais, bares, restaurantes, clubes, hotéis e afins.

Ainda segundo a Administração Municipal, o objetivo é frear a transmissão da doença na cidade. Os estabelecimentos que descumprirem quaisquer das medidas restritivas estão sujeitos às penalidades previstas no decreto.

Sesau anuncia criação de grupo técnico para vacinação contra Covid-19 em AL


Decisão foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (06)

Thais Paim

A vacinação contra a Covid-19 tem se tornado a cada dia uma realidade mais próxima e foi pensando nisso que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) instituiu o grupo técnico que vai acompanhar o processo de imunização da população. 

Segundo informações da secretaria, as ações e estratégias para a operacionalização do Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19 em Alagoas serão acompanhadas pelo grupo. É também através dele que serão definidos o público-alvo e grupos prioritários para imunização. 

Além disso, os municípios também vão contar com orientações sobre todo o processo. O grupo foi instituído nesta quarta-feira (06), após a decisão ter sido publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), sendo assinada pela gestão da Sesau.

Confira abaixo a composição da equipe: 

Presidido pelo secretário estadual de Saúde, Alexandre Ayres, também terá na sua composição, Herbert Charles Silva Barros (coordenador-geral); Renilda Santos Barreto (representante do Conselho Estadual de Saúde); Rodrigo Buarque Ferreira e Larissa Cândido Guimarães (do Conselho de Secretários Municipais de Saúde); além de Micheline Tenório (Ministério Público Estadual) e Roberta Lima Barbosa Bomfim (do Ministério Público Federal).

De acordo com a portaria, as ações do grupo técnico serão norteadas aos parâmetros apresentados pelas equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde. Nenhum deles vai receber salário por este trabalho.

Sobre o processo da vacina 

Atualmente, há inúmeras vacinas contra a Covid-19 em estudos de fase III (testes em humanos), e algumas já estão sendo utilizadas emergencialmente em alguns países, embora não haja, ainda, um imunizante registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Recentemente o governador Renan Filho anunciou que o Estado tem a intenção de adquirir 1 milhão de doses da vacina Coronavac, que está sendo desenvolvida no laboratório brasileiro Butantan, em São Paulo, a partir de matéria-prima fabricada em laboratório chinês. O Governo Federal, por outro lado, aposta na vacina de Oxford (do Reino Unido), mas ainda não divulgou uma data precisa para início da imunização.

Presidente anuncia suspensão da compra de seringas até preços serem normalizados


A informação foi confirmada através das redes sociais

Thais Paim

As polêmicas envolvendo o processo de imunização no Brasil continuam surgindo.  A mais recente foi provocada pelo anúncio do presidente Jair Bolsonaro de que a compra de seringas foi suspensa até que os preços do material sejam normalizados. 

O posicionamento foi anunciado pela conta no Facebook do presidente, nesta quarta-feira (06). O Ministério da Saúde tomou essa decisão após o preço do produto ter registrado alta, provocada pelo interesse da pasta na aquisição. 

“Como houve interesse do Ministério da Saúde em adquirir seringas para seu estoque regulador, os preços dispararam e o MS suspendeu a compra até que os preços voltem à normalidade”, afirmou Bolsonaro na rede social.

A intenção é de que a pasta aguarde até que os preços possam ser normalizados. As seringas seriam utilizadas para vacinação da população contra a Covid-19. 

O gestor também explicou que no momento essa decisão não afeta o início do processo de imunização. “Estados e municípios têm estoques de seringas para o início das vacinações, já que a quantidade de vacinas num primeiro momento não é grande”, concluiu ele. 

Uma licitação para a compra de seringas e agulhas para a campanha de vacinação contra a Covid-19 foi aberta pelo governo, mas foi possível comprar apenas um pequeno percentual do que estava proposto. 

Diante do fracasso da concorrência, o Ministério da Saúde anunciou que os estoques excedentes dos fabricantes brasileiros desses insumos seriam requisitados, além da adoção de barreiras à exportação desses produtos.

China não permite que comitê de especialistas da OMS faça expedição em Wuhan


No Brasil o caso serviu para alimentar teorias da conspiração

André Lucas

A relação entre China e OMS não é das melhores atualmente. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o governo chinês vetou a ida de um comitê com especialistas para uma expedição no país, com o objetivo de entender como o vírus passou para seres humanos. 

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta terça-feira (5) que está “muito decepcionado” com a China porque o país ainda não autorizou a entrada de uma equipe de especialistas internacionais para analisar as origens do coronavírus. 

“Hoje soubemos que as autoridades chinesas ainda não finalizaram as permissões necessárias para a chegada da equipe na China. Tenho mantido contato com altas autoridades chinesas e, mais uma vez, deixei claro que a missão é uma prioridade para a OMS”, declarou Ghebreyesus.

O primeiro caso do novo corona vírus, foi detectado no dia 31 de dezembro de 2019 na cidade de cidade de Wuhan. O surto ocorreu pouco tempo depois em um mercado de comercialização de animais selvagens mortos para consumo humano.  Inicialmente todos os estudos apontavam que essa era a origem do vírus nos seres humanos. 

 Porém ao longo das pesquisas surgiram duvidas se realmente o vírus veio dos animais ou se o vírus já circulava antes, e o mercado funcionou apenas como um disseminador em massa do vírus, por conta da aglomeração que existe no local. 

As análises da origem da contaminação é importante para entender o vírus, e para prevenir não só de uma mutação do vírus mas também de uma  nova pandemia no futura, a partir dos dados coletados na análise os cientistas podem criar novas estratégias para agir em ocasiões futuras. 

Existe uma teoria nascida no Estado Unidos da América, de que o vírus contaminou um ser humano pela primeira vez em um laboratório em Wuhan. Um cientista teria se contaminado e espalhado o vírus na cidade. 

Em diversas ocasiões o governo Chinês já negou essa teoria, e acusou o Governo Estadunidense de inventar mentiras para acusar a China. O laboratório da cidade de Wuhan tambem nega a possibilidade disso ter acontecido. 

A repercussão do caso no Brasil alimentou teorias da conspiração

No Brasil o que não falta é teoria da conspiração. Na internet o assunto é muito debatido e pessoas tem certeza absoluta de que o vírus foi criado pela China. Aqui no País até o Presidente da República alimenta as teorias, além de chamar o vírus de chinês, ele já culpou o País asiático pelo vírus diversas vezes. 

Elba Ramalho é a cancelada da vez. Foto: divulgação

Mas o assunto da vez foi a cantora Elba Ramalho, que afirmou em um vídeo acreditar que o vírus foi criado na china para acabar com os cristãos.  

“Para muitas pessoas, é apenas uma pandemia, para nós, o Senhor sabe e eu sei, é muito mais coisa por trás dessa pandemia e que vem ainda com o intuito de nos destruir. Nós somos o incômodo, o calo dos comunistas. Somos nós cristãos, mas nós somos também a resistência e vamos permanecer fiéis, porque Deus vai nos proteger” 

Depois da péssima repercussão e criticas disparadas, a cantora pediu desculpa e afirmou ter sido mal interpretada. 

“Fui mal interpretada, existia um contexto de cunho espiritual, as pessoas não entenderam! Sinto muito! Um grande mal entendido! Minhas sinceras desculpas”.