Prefeitura de Ilhéus decreta a suspensão do funcionamento de parques, feiras, cinema e teatro


A medida foi tomada para conter o aumento de casos do novo coronavírus

Thais Paim

A Prefeitura de Ilhéus determinou que as atividades de parques de diversão, feiras, cinema e teatro sejam suspensas. A decisão começa a valer a partir desta quarta-feira (16) e será válida até o dia 21 de dezembro deste ano.  

O crescimento do número de casos do novo coronavírus tem sido tema frequente de diversos gestores, já que os dados apontam que diversas regiões estão sofrendo com o aumento de infectados e ocupação de leitos. Visando conter o cenário no município, o decreto estabelece medidas para diminuir aglomerações. 

O documento afirma que os estabelecimentos que descumprirem quaisquer das medidas restritivas de prevenção estarão sujeitos às penalidades previstas no decreto.

As conclusões obtidas pelo Gabinete de Crise indicaram um retorno do aumento de casos da Covid-19 na cidade, de acordo com os boletins diários emitidos pela Secretaria de Saúde (Sesau). O objetivo da medida, segundo informa a Prefeitura, é frear a transmissão da doença na cidade.

Cenário nas praias 

Outra medida adotada pela Prefeitura foi a notificação de 27 vendedores ambulantes e barraqueiros da Praia do Cristo. Segundo a gestão, o objetivo é para conter as aglomerações e melhorar o acesso dos banhistas à baía. 

Foram notificados aqueles que funcionam sem autorização e dado um prazo de 24 horas para que possam se retirar do entorno e da localidade. Além disso, instalações de barracas, mesas, cadeiras, som e a comercialização de bebidas alcóolicas, estão proibidas desde ontem (15). 

A Superintendência de Indústria e Comércio afirmou que nenhum barraqueiro provisório ou vendedor ambulante possui autorização para praticar comércio na Praia do Cristo. O órgão ainda reforçou que a localidade será fiscalizada durante todo o período do verão e alta estação.

Sobre a fiscalização, as atividades estão sendo realizadas pelas equipes de fiscais de posturas, vinculados à Secretaria de Mobilidade e Ordem Pública; fiscais ambientais, da Secretaria de Meio Ambiente; e da Fiscalização de Operações Especiais (FOE), da Secretaria de Serviços Urbanos.