Seminário on-line discute “Novos caminhos para a Cultura de Vitória”


Marcelo Carvalho

A Secretaria de Cultura de Vitória (Semc) e o Conselho Municipal de Política Cultural de Vitória realizam, nos próximos dias 27, 28 e 29 de abril, o seminário “Novos caminhos para a Cultura de Vitória”.

O evento, que será 100% virtual, por meio da plataforma Google Meet, tem o objetivo de discutir e propor, a partir de um conjunto de políticas nacionais, estaduais e municipais da área, ações para o setor na capital. 

“Este é o momento de acolhimento, união, proposição e também de ouvir e debater diferentes propostas para fazermos da capital, que já é um ambiente que transpira cultura, um local de crescimento, desenvolvimento e igualdade de oportunidades de formação, acesso e valorização da cultura local. Hoje, encontramos muito apoio na gestão do prefeito Lorenzo Pazolini, que tem incentivado fortemente o setor e acompanhado todas as nossas ações de perto, o que nos dá tranquilidade e segurança para seguirmos avançando nas nossas propostas e projetos”, afirmou o secretário municipal de Cultura, Luciano Gagno.

Inscrições

As inscrições para o seminário, que são gratuitas e limitadas, começam nesta sexta-feira (16), a partir das 9 horas, e poderão ser feitas até as 23h50 da próxima quinta-feira (22), por meio do link https://forms.gle/CrokxMH5p9AFw8YX8

Os encontros ocorrem sempre das 18 às 21 horas. Todos os participantes receberão certificação.

Comissão

A comissão organizadora do seminário é composta pelos agentes culturais Antônio Carlos Cordeiro dos Santos, José Roberto Santos Neves e Ricardo Salles de Sá, representando o Conselho Municipal de Política Cultural. Integram ainda o grupo o secretário municipal de Cultura, Luciano Gagno, e os servidores da Semc Lilian Pereira Menenguci e Sebastião Ribeiro Filho.

Programação

A abertura do evento, no dia 27, contará com a participação do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, do secretário de Cultura de Vitória, Luciano Gagno, do secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, do vereador de Vitória Anderson Goggi, da superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) do Espírito Santo, Elisa Machado Taveira, e do presidente do Conselho Municipal de Política Cultural, Sebastião Ribeiro Filho.

Logo após a solenidade de abertura, a gestora cultural Cláudia Leitão, que já foi secretária nacional da economia criativa do Ministério da Cultura e secretária de Cultura do Ceará, falará sobre o tema “A economia criativa e a cultura das cidades”, além de dialogar com os participantes.

Abrindo a segunda noite, no dia 28, o escritor, produtor e ativista Stel Miranda, da Fraternidade Periférica, abordará o tema “Fundamentos e Tecnologias de Arte, Cultura e Assistência”. A seguir, os participantes serão divididos em três grupos de trabalhos (GTs) para discutir os temas “Direito à Cultura”, “Financiamento da Cultura” e “Economia Criativa”. Ao término, todos se reúnem para plenária e apresentação de proposições.

Encerrando o seminário, no dia 29, a professora, pesquisadora e coordenadora do Projeto Motirõ em Redes – Memória, Cultura e Patrimônio, Geovana Tabachi Silva, do Coletivo BR Cidades, falará sobre “Cultura urbana e a experiência do BR Cidades”. Em seguida, os GTs serão formados, desta vez para debater “Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural”, “Espaços Culturais” e “Promoção, Produção, Difusão e Formação Artística e Cultural”.  A plenária com novas proposições encerra os três dias de evento.

Relatório

Após o seminário, a comissão organizadora produzirá e divulgará um relatório com as proposições resultantes dos trabalhos realizados. A intenção é que esse documento, intitulado “Novos Caminhos para a Cultura de Vitória”, somado a outros, seja utilizado como base para o fortalecimento das políticas públicas da área e gestão cultural do município.

Fonte: Pedro Vargas e Matheus Thebaldi (Prefeitura Municipal de Vitória).