“Leão” é multado por homofobia


Apresentado Gilberto Barros é condenado a pagar R$32 mil de multa.

Saulo Santos

Fora da TV há algum tempo, o apresentador Gilberto Barros, mais conhecido como “Leão”, foi multado pela Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania de São Paulo, pelo crime de homofobia. A multa fixada pelo delito é de R$32 mil. As informações são do Jornal Folha de São Paulo.

Barros apresentou defesa e ainda pode recorrer da sentença. Ele não comentou o caso.

Relembre a história

Barros fez comentários preconceituosos em que mencionava agredir homens gays durante o programa Amigos do Leão, exibido em seu canal do YouTube em setembro de 2020. 

O jornalista e militante da causa LGBTQIA+, William De Lucca, denunciou Leão com base na Lei estadual 10.948, promulgada em 2001, que prevê punição administrativa em casos de homofobia e transfobia.