Belo Horizonte completa 123 anos


Capital brasileira dos bares e de vida noturna intensa, BH também se destaca por sua arquitetura única

Julia Vitória

BH, Belzonte, capital de Minas. Esses são alguns dos apelidos que a cidade de Belo Horizonte carrega. Criada há cerca de 150 anos depois da cidade de Mariana, Belo Horizonte conquista a todos que a visitam e moram, com um charme especial! Este ano Belzonte completa 123 anos de idade. Começou a ser habitada ainda sem o nome oficial, em 1701, pelo bandeirante João Leite Ortiz. Em suas terras, nasceu o Arraial de Curral Del-Rei, e em 1893, se tornou a capital do Estado de Minas Gerais. 

Minas Gerais fica no sudeste do Brasil fazendo fronteira com Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. BH é um dos lugares mais visitado. Planejada e inspirada nos modelos urbanos de Paris e Washington. A capital é cercada pela Serra do Curral, que é representada em diversas formas na sua paisagem urbana. O conjunto arquiteto da Pampulha e da Praça da Liberdade são representações disto. 

Durante o governo de Juscelino Kubitschek, a Pampulha foi erguida, entre os anos de 1942 e 1943. A Igreja de São Francisco de Assis é um dos principais cartões postais da cidade. Esse é um do principais trabalhos de Oscar Niemeyer, além de Brasília. O Palácio da liberdade fica no conjunto da praça liberdade, sede do governo mineiro ele foi erguido entre 1895 e 1897. 

A cidade possui vários bairros que têm diversos tipos de comércios do popular ao de alto luxo. Ganhou o apelido “a capital brasileira dos bares”, por causa da vida noturna intensa na cidade. E pelos diversos estabelecimentos espalhados por lá que agitam a noitada. Belo Horizonte é uma capital movimentada devido aos pontos turísticos e a vida noturna agitada da cidade. 

O Estádio do Mineirão, o Mercado Central, o Museu Histórico Abílio Barreto são outros pontos turísticos de Belo Horizonte. Ainda há o Palácio das Artes e a Praça do Papa – de onde se tem uma excelente vista panorâmica da cidade. Hoje há 2,4 milhões de habitantes na cidade mineira, considerada a sexta capital mais populosa do Brasil, só ficando atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Fortaleza. A região metropolitana da capital, possui trinta e três municípios. 

Completando 123 anos, BH que é agitada todos os dias não poderá contar com as festas presenciais, por causa da situação de pandemia que o país se encontra. A prefeitura preferiu não fazer nenhuma programação para prevenir a aglomeração. Mas a data não passará em branco, mais ou menos três equipamentos do Circuito Liberdade prepararam atividades especiais para celebrar o aniversário da cidade, mas respeitando as normas de segurança, sem aglomerações, distanciamento e o uso de máscaras. 

O novo projeto do Espaço do Conhecimento UFMG, é um dos que terá atividades. O local ainda permanece fechado e as atividades serão onlines, com lives e vídeos e intervenções por todas as regionais de BH, por meio de projeções, faixas e cartazes. Ás 18h será a realizada uma solenidade de lançamento do projeto com live no YouTube. E ainda no mesmo dia só que mais tarde terá primeira projeção de conteúdo na Fachada Digital do Espaço do Conhecimento. E até o dia 20 deste mês, o painel ficará aberto para a projeção de projetos da UFMG.

Além disto, o Museu das Minas e Metal também terá programação. Inaugurando o “Im.Fusion” um projeto artístico que faz parte do circuito nacional. E também o Memorial Minas Gerais preparou diversas programações presenciais no dia do aniversário da cidade. Além destas programações a orquestra filarmónica fará um concerto dedicado a Beethoven. O evento acontecerá presencialmente, mas também será transmitido pelas redes sociais. 

Em uma Live gratuita o cantor e compositor de Belo Horizonte, Mário Noya se unirá à cantora Ju Tavares e ao projeto instrumental “No Stress”. A live começará as seis da tarde E trará sucessos nacionais e internacionais. Além de músicas autorais ele também apresentará composições de artistas consagrados. A transmissão será feita pelo YouTube e trará artistas convidados também. 

Toda essa programação é para celebrar o aniversário da cidade querida para os mineiros. Belo Horizonte, famosa pelo sua arquitetura, mas também pela sua região acolhedora e história.