Esse cacau é um show


Ele pode ser de vários tamanhos, pode servir de matéria prima para produção de chocolates, mel e até sucos. Lógico que estamos nos referindo ao cacau, que é homenageado hoje (26/03). Típico da América Central e do Sul, esse fruto também é amplamente encontrado em algumas regiões da África e Ásia.

O cacau é a principal matéria-prima para a produção do chocolate. Por isso, muitas pessoas também consideram o dia 26 de março como o Dia do Chocolate.
Atualmente, o Brasil assume o posto do quinto maior produtor de cacau do planeta, sendo que 95% da produção nacional é da Bahia.cacau show

O cacau também traz inúmeros benefícios para quem o utiliza. Veja abaixo:

  • Melhora o humor e combater a depressão e a ansiedade, por aumentar a produção de serotonina, o hormônio do bom humor.
  • Prevene da trombose, devido à presença de flavonol;
  • Combate ao colesterol alto, por ser rico em antioxidantes e prevenir a formação das placas de ateroma;
  • Prevene aterosclerose, por prevenir o acúmulo de colesterol nos vasos sanguíneos;
  • Prevene anemia, por ser rico em ferro;
  • Reduz o risco de diabetes, devido aos antioxidantes flavonoides e por ajudar no combate à resistência à insulina;
  • Prevene problemas como demênciae derrames, por melhorar a circulação sanguínea, cognição e a memória;
  • Reduz a pressãoporque melhora a qualidade dos vasos sanguíneos;
  • Ajuda a regular o intestinoporque possui flavonóis e catequinas que chegam ao intestino grosso onde podem aumentar a quantidade de bifidobactérias e lactobacillus, que são boas para a saúde;
  • Auxilia no controle da inflamação, o que pode ser observado através da redução da quantidade de proteína C reativa no sangue.

Chocotec trará novidades para os agricultores


As novidades tecnológicas que facilitam a vida do agricultor e elevam a qualidade da amêndoa produzida na região serão mostradas durante o Chocotec, evento que faz parte da Nave de Inovação Bahia Sustentável (Nibs), que desembarca em Ilhéus no próximo dia 17.

O espaço, montado no Centro de Convenções, na Avenida Soares Lopes, funcionará a partir das 13h30 da próxima sexta, 19, último dia do evento. Serão apresentadas novidades em inovação e tecnologia para o cultivo do cacau e a produção do chocolate, assim como demonstração de equipamentos para o agronegócio e técnicas voltadas aos pequenos agricultores.

Na programação, palestras sobre associativismo, a inclusão da cacauicultura na agricultura do século XXI, com Ângelo Palocci, apresentações de cases inovadores em cacau e chocolate e mesa redonda sobre os desafios da cadeia produtiva na região sul da Bahia.

Para Marco Lessa, um dos organizadores do evento, a excelência na qualidade do cacau e do chocolate tem sido o principal objetivo de eventos como o Chocotec, no Nibs. “Não há outra forma de nos diferenciarmos ante o mercado mundial, que não para de crescer. No evento, além de todas as palestras e apresentações, conheceremos o Centro de Inovação do Cacau, que já vem desenvolvendo com sucesso essa estratégia”.

Mudas de cacaueiros foto: divulgação
Mudas de cacaueiros foto: divulgação

 Nibs

Nave de Inovação Bahia Sustentável é um evento gratuito, que ocorre de 17 a 19 deste mês, e vai promover o Google I/O Extended, palestras sobre e-commerce, startups, eSports, Hackathon, feira com exposição de produtos do segmento de realidade virtual, softwares, hardwares e inovação tecnológica, inclusive voltada ao cultivo de cacau e produção de chocolate.

Já estão confirmados nomes como o presidente da Fundação Campus Party, Francesco Farruggia, que fará a palestra de abertura, no dia 17, a partir das 11h, e o ativista da política hacker, Pedro Markun. Além disso, mais de uma dezena de palestrantes nacionais e internacionais estão na programação completa, que pode ser conferida em www.nibsbahia.com/site, onde os interessados devem realizar inscrição.

O evento tem apoio do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sectiu), da Bahiathursa e Sebrae. Tem como parceiros o Instituto Nossa Ilhéus (INI), a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), o Costa do Cacau Convention Bureau, a Prefeitura de Ilhéus, a Associação de Turismo de Ilhéus e a Localdata Web. A organização é da MVU Promoções e Eventos.

PCT do Sul da Bahia e CIC serão inaugurados hoje


Será realizado hoje (10/03), a partir das 14h, o lançamento do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia (PCTSul). A solenidade, que será realizada no Auditório Governador Paulo Souto, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), marca também a inauguração do Centro de Inovação do Cacau (CIC), instalado no campus da Uesc, por meio do Programa de Incubação da Broto Incubadora de Biotecnologia – BROTO, iniciativa bi-institucional da UESC e UEFS, e que busca agregar conhecimento tecnológico à cadeia produtiva do cacau e chocolate na região.

A abertura do evento contará com palestra do Dr. Guilherme Ary Plonski, que abordara o tema “O papel de um parque científico e tecnológico para o desenvolvimento regional”. O Secretário Geral do PCTSul e Diretor Científico do CIC, Cristiano Villela Dias, explica que essa é uma iniciativa do Comitê de Instituições Públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação do estado da Bahia, formado em 2013, por cinco entidades: UFSB, UESC, CEPLAC, IFBA e IFBaiano e que conta com o apoio de empresas privadas que viabilizaram esse iniciativa.

Fotos: divulgação
Fotos: divulgação

“O CIC será um elo estratégico para a cadeia de cacau e chocolate no Brasil. Ao iniciar suas atividades no Sul da Bahia, tem como meta promover o desenvolvimento do nicho cacau e chocolate na região, ao passo que se propõe a trazer inovação e abrir mercado. Isso por meio da atração de trades e compradores que valorizam mercado justo e a qualidade com rastreabilidade”, argumenta Villela.

Inicialmente, o PCTSul dará suporte às demandas de cacauicultores, indústria e pesquisadores da região, por meio de colaboração técnica, da oferta de serviços laboratoriais em análise de qualidade, genética e de assessoria e consultoria técnico-científica. Além de contar com apoio de pesquisadores das instituições parceiras, nos cinco primeiros anos de atividade, 13 profissionais passarão a compor o quadro de servidores. Desses, cinco já atuam, como farmacêutico, biomédica, biólogos e Tecnólogos em alimentos.

Espaço do CIC está localizado no campus da Uesc, na rodovia Jorge Amado (3)

 Gourmet – A inauguração do CIC vem em um momento de redescoberta do chocolate, feito quase que de forma artesanal na região sul da Bahia e caracterizado pelo alto teor de cacau. Dessa forma, acredita-se que o Centro de Inovação terá um papel fundamental na construção de uma nova identidade do cacau no sul da Bahia, ao marcar a transição da exploração simples da amêndoa para a produção e comércio de seu produto mais valioso.

Segundo o secretário do PCTSul, Cristiano Villela, está previsto um volume de investimento inicial de R$ 2,6 milhões de reais, captados da iniciativa privada, que serão distribuídos em três fases de implementação das ações. Entre os apoiadores estão o Instituto Arapyaú, Funbio e a contribuição pessoal do empresário do ramo de chocolate industrial, Ernesto Neugebauer.

Programação – Além da palestra inicial e da inauguração do Centro de Inovação do Cacau e do lançamento do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia, a programação inclui apresentações que vão abordar os desafios e as áreas de atuação do PCTSul e acerca do próprio CIC. Após, o espaço será aberto para falas de produtores da região já selecionados, pronunciamento das autoridades e visita às instalações do CIC encerra o evento.