Ong promove feira de adoção


A última feira de adoção do ano será realizada no próximo dia 16 de dezembro, na praça central do Hernani Sá, zona sul, das 10 às 16 horas. A exposição é idealizada pelo Instituto Planeta dos Bichos, em parceria com a Prefeitura de Ilhéus, que irá disponibilizar para adoção cerca de 20 cães e muitos gatos entre filhotes e adultos saudáveis, à procura de um novo lar e prontinhos para dar muito amor e carinho ao novo dono.

A presidente da ONG, Maria da Conceição Barbosa (Ceiça), explica que o intuito da feira é proporcionar não apenas um lar aos bichos, mas, a chance de promover um fim de ano ainda mais feliz também para quem adota. “Esses animais já estão vacinados, ou seja, só precisam mesmo é de atenção, companhia e cuidados. No dia da feira, a Clínica Casa do Bicho estará com um estande, onde médicos veterinários irão fornecer orientações de como adotar e cuidar de um amigo de quatro patas”, informou.

Todos os animais que se encontram na instituição foram submetidos ao procedimento de castração. Antes da cirurgia, passam por uma triagem que define suas condições físicas e, em seguida, são encaminhados para intervenção cirúrgica. A castração acontece apenas em animais com idade a partir de oito meses. Ceiça ressalta que os animais recebem avaliação médica e depois são vermifugados. No início deste mês, todos os animais foram vacinados contra viroses.

Para adoção de um animal, o interessado deve ser maior de 18 anos, apresentar um documento de identidade com foto, comprovante de residência e participar de uma orientação sobre o bem e posse responsável do animal, e lembrar que cachorro ou gatinho não é brinquedo, é um animal que tem sentimentos, e por isso, precisa ser bem tratado e receber muito carinho. Os interessados em adotar ou doar ração ou medicamentos, podem entrar em contato através dos números: 73 99119-2105 ou 99169-3405.

Animais também doam sangue e salvam vidas


caodoandosangueeditado

Muitos não se dão conta mas a doação de sangue não é um procedimento exclusivo para seres humanos. Ela ocorre entre animais também e pode salvar vidas. Thaís Nascimento médica da Clínica Veterinária Provet (Itabuba – BA) acredita que esse procedimento é um ato de amor para com os animais.

DSC01396
Veterinária Thaís Nascimento da Provet Foto: Marcelo Carvalho

De acordo com ela, os receptores do sangue são os animais vítimas de doenças como, por exemplo, anemia, câncer, tumores, doenças renais e autoimunes ou traumas decorrentes de acidentes. “Hoje temos moléstias emergentes na região e no Brasil que causam quadros muito graves de anemia, deixando os bichinhos debilitados”, explica a especialista.

A professora Drª. Simone Gonçalves, sócia fundadora do Hemovet (centro de hemoterapia veterinário pioneiro no fracionamento de bolsas de sangue de cães) garante que doar sangue é seguro não exigindo algum cuidado especial prévio ou pós procedimento. “Os cães e gatos que doam sangue podem se alimentar antes da doação,  mas pedimos se possível o jejum, para evitar a lipemia, ou seja, gordura no sangue para não comprometer o processamento de alguns hemocomponentes como o concentrado de plaquetas”, explica.

Critérios a serem seguidos

De acordo com Simone Gonçalves, os cães devem apresentar peso mínimo de 27 kg, idade entre 1 e 8 anos, temperamento dócil, vacinação e vermifugação atualizadas, controle de carrapatos e pulgas. “São realizados, previamente, exames para detecção de doenças que podem estar presentes sem sintomas. Dentre os exames, realiza-se: hemograma, testes para detecção de erliquiose, dirfilariose, Lyme, leishmaniose e brucelose”, detalha.

Sobre os felinos, a especialista destaca que devem ter peso mínimo de quatro quilos, idade entre 1 e 6 anos, temperamento dócil, vacinação e vermifugação atualizadas, controle de pulgas e carrapatos. “Da mesma forma que o cão, devem ser realizados exames prévios, dentre eles: hemograma, micoplasmose, leucemia felina e  imunodeficiência felina”, ensina Simone.

Simone Gonçalves
Drª Simone Gonçalves do Hemovet           Fotos: divulgação Hemovet

Quantidade de sangue ideal

Thaís Nascimento esclarece que a cada doação são retirados, em média, 450 ml  de sangue nos cães e de 20 a 40 ml nos gatos. Todo o processo costuma durar por volta de 15 minutos.

Saiba mais:

www.hemovet.com.br

http://www.pagefree.net/provet-clinica-veterinaria