Ilhéus: município vacinou 7.424 pessoas contra a Covid-19, informa Sesau


Marcelo Carvalho

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) divulgou na última sexta-feira (5) o balanço semanal da vacinação contra a Covid-19 em Ilhéus. De acordo com informações do setor de Imunização, dos dias 1º a 5 de fevereiro, 1.318 pessoas que integram os grupos prioritários foram imunizadas. Desde o dia 19 de janeiro, início da campanha, até ontem (5) foram aplicadas 7.424 doses, das 7.847 enviadas pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Na segunda-feira (1º), foram vacinadas 235 pessoas, sendo 167 indígenas, 51 profissionais da saúde que atuam linha de frente do combate à Covid-19 e 17 idosos acamados. Na terça-feira (2), 74 pessoas foram imunizadas, das quais 50 indígenas e 24 trabalhadores da saúde.

Na quarta-feira (3), a dose do imunizante foi aplicada em 327 pessoas, sendo 168 indígenas, 150 trabalhadores da saúde e 9 idosos acamados. Já na quinta-feira (4), 216 pessoas foram vacinadas, sendo 135 indígenas e 81 profissionais da saúde.
Nesta sexta-feira (5), 40 trabalhadores da saúde e 426 indígenas receberam a vacina contra a Covid-19, totalizando 466 doses aplicadas.

A Sesau informa que os profissionais da saúde que atuam no combate à pandemia continuarão sendo vacinados, conforme o planejamento.

Com relação à vacinação de idosos, a população será informada sobre o cronograma, com dias e horários. A Sesau reitera que Ilhéus antecipou a imunização de pessoas acima de 80 anos, diante da necessidade de priorizar grupos mais vulneráveis ao vírus.

Ilhéus: Iemanjá recebe homenagem simbólica


Marcelo Carvalho

A tradicional homenagem à rainha das águas, neste ano de 2021, em Ilhéus, está sendo simbólica neste 2 de fevereiro, sem o grande cortejo devido à Covid-19. Os terreiros de candomblé da cidade rendem as honrarias à Iemanjá simbolicamente, com os rituais de costume no interior das casas e entrega dos balaios, mas sem aglomerações. Integrada ao calendário turístico e cultural de Ilhéus, a iniciativa é apoiada pela prefeitura. Os devotos devem seguir os devidos cuidados e prevenção com o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social. 

“Esse ano, infelizmente, devido a pandemia, não realizamos o grande cortejo e festa de Iemanjá”, disse pai Toninho do Ilê Axé Ballomi. Na zona norte o balaio fundamental vai sair do terreiro com os presentes, a oferenda e o prato de Iemanjá. “No próximo ano, com a graça de Deus e de Iemanjá, possamos fazer uma belíssima festa em agradecimento por nossa vitória sobre a doença e tudo o que vamos conquistar ao longo de 2021. Paz e saúde para todos nós”, completou, ao agradecer à prefeitura pelo apoio prestado. 

O prefeito Mário Alexandre destacou que apesar do momento difícil que todos passam em razão da Covid-19, a cultura continua viva no município, mas que deve ser manifestada sem aglomerar, respeitando a segurança das pessoas, com a devida proteção contra o coronavírus. “Com fé em Deus no próximo ano teremos uma bela festa com um grande cortejo, como de costume. Mas por enquanto não podemos aglomerar. Vamos continuar nos cuidando, prevenindo a doença e fazendo as práticas religiosas sem aglomeração”, disse o gestor.

Cadastro de modalidades esportivas irão até está quinta


Julia Vitoria

Na última segunda-feira a Secretaria de Esporte e Lazer, da Prefeitura de Itabuna, iniciou as inscrições para quem deseja participar das modalidades esportivas da cidade, o número  de interessados no primeiro dia surpreendeu, de acordo com o secretário  Enderson Guinho os líderes de modalidades como voleibol, basquetebol, handebol, ciclismo, dança, natação, capoeira e patinação estão realizando as inscrições na Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania que se encontra na Praça Laura Conceição. 

Com a participação da secretaria de esporte, cultura e lazer a iniciativa é uma forma de visar um futuro de elaboração de um planejamento para atender todas as atividades práticas que é um dos pilares da gestão do Prefeito de Itabuna, Augusto Castro,as inscrições para participar das modalidades irão até está quinta-feira dia 28 de janeiro.

Casa da Mulher Brasileira pode mudar de lugar ainda no primeiro semestre


Segundo a secretaria da mulher a mudança para Ceilândia pode ajudar outras regiões que também precisam

Julia Vitória

Ainda no primeiro semestre deste ano a Casa da Mulher Brasileira pode ser mudada para Ceilândia, segundo a  secretária da Mulher do Distrito Federal, Ericka Filippelli afirmou que estando perto de outras regiões como Samambaia, Recanto das Emas, Taguatinga, podem oferecer um serviço melhor as regiões que precisam, ela também destacou a importância da da pasta de trabalho de contra a violência de gênero. 

Desde 2015 quando a casa foi inaugurada, passa por problemas em sua estrutura com  serviços para a população. Acabou existindo uma briga judicial para saber quem ficaria responsável pelo espaço, depois de um estudo a decidiram que seria em Ceilândia, já com o local e processos para assinatura de contrato. A escolha do novo local se deu pela localização, por ficar perto de outras regiões, podem oferecer mais serviços a quem precisa. 

A secretária também falou sobre o combate violência de gênero, segundo ela são dois anos de trabalho em cima deste assunto junto com a secretaria de segurança pública. Ela relata que houve uma diminuição significativa de casos comparado com 2019. O Distrito Federal foi o primeiro estado a implantar uma lei para introduzir o programa sinal vermelho, e todos as instituições podem participar da rede de proteção, serão preparadas com cartilhas e vídeos para melhor ajudar as vítimas de violência, desta forma o estabelecimento se compromete a levar a mulher para a delegacia ou acionar o 190.

A secretária destacou com o é importante a sociedade se inteirar sobre o assunto, e também a imprensa levar a discussão sobre isso, a União destas forças para ajudar as mulheres que precisam. Também há treinamento para os policiais, abordarem no local o autor do crime e a vítima.

Coronavírus: 16 pacientes são transferidos de Manaus para Hospital Universitário em Maceió


A previsão é que 1,5 mil pacientes sejam removidos do AM  

Thais Paim

Na noite da última terça-feira (26), outros 16 pacientes com Covid-19 transferidos de Manaus, desembarcaram no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Rio Largo. Segundo o ministro da Saúde, a previsão é de que mais 1,5 mil pacientes sejam transferidos para outros estados. 

Os pacientes chegaram num avião aeromédico da Força Aérea Brasileira (FAB) e vão ficar internados no Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes (HUPAA), órgão suplementar da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

De acordo com o médico e superintendente do Hospital Universitário, Célio Fernando Rodrigues, o pedido para que a unidade hospitalar recebesse os pacientes foi feito pelo Ministério da Saúde aos hospitais que compõem a rede federal.

Ao falar sobre o estado de saúde dos pacientes, o médico explicou que considera moderado mas que podem ter sofrido alterações por causa da viagem e da pressurização da aeronave. Oito ambulâncias, sendo 3 do próprio HUPPA e as demais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram preparadas para levá-los do aeroporto até o hospital.

Também foi informado que os pacientes ficarão internados numa ala que foi adaptada para manter o isolamento total deles. A previsão de permanência é até o recebimento de alta médica.

Transferências para a rede estadual

Essa não é a primeira vez que o estado de Alagoas consegue oferecer suporte para outras regiões. Na última quinta-feira (21), foram recebidos 14 pacientes transferidos de Manaus com Covid-19 que ocupam leitos colocados à disposição pelo governador de Alagoas, Renan Filho (MDB).

Atualmente, a capital do Amazonas vive uma crise com o avanço dos casos da doença. As internações bateram recordes e unidades de saúde ficaram sem oxigênio. 

As aulas em Vitória retornarão dia 22 de fevereiro


Julia Vitoria

As aulas na capital do Espírito Santo retornará de forma híbrida no dia 22 de fevereiro, na primeira semana o sistema continuará online do que desta vez os professores estarão em sala de aula e os alunos em casa, a partir do dia 1° de Março os estudantes voltarão para o presencial. Contudo mesmo as aulas voltando ao normal, ainda sim terá medidas para não haver contágio, as aulas contarão com um revezamento semanal, gradual e em etapas. Os protocolos de segurança foram feitos junto com a Secretaria de Saúde (Semus), segundo a Secretaria de Educação de Vitória Juliana Rohsner fala que os protocolos foram feitos buscando a segurança dos alunos e profissionais das instituições. 

O revezamento das aulas será feito segundo as normas feitas pela secretaria de educação junto com a secretaria de saúde, e vai funcionar semanalmente com 50% dos alunos presencial e 50% online. O calendário de retorno presencial será assim:

1º de março: retornam às escolas alunos do Ensino Fundamental 2, do 6º ao 9º ano

15 de março: retornam os alunos do Ensino Fundamental 1, do 1º ao 5º ano

29 de março: retornam as turmas de 4 e 5 anos nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis)

Apesar das aulas voltarem sendo presencial o retorno dos alunos nas escolas será facultativo os pais que decidirão se os alunos voltarão ou não para as instituições. A secretaria de educação explicou que fará um teste com o retorno dos alunos maiores para ver como prosseguirá com os pequenos de 0 a 3 anos  enquanto o retorno deles não é confirmado a secretaria ficará responsável por um plataforma unificada que que terá brincadeiras, atividades e dicas semanais. 

Os novos professores receberão um treinamento pedagógico um modelo dinâmico chamado: continuum curricular 2020/2021 que visa a garantia do direito de estudo da criança. A formação para esses jogos profissionais será ofertada de modo online para todos os novos profissionais dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs), a saber: pedagogos, professores da educação básica, professores dinamizadores de Arte e Educação Física e coordenadores de turno do ensino fundamental. Já para os professores que já estavam nas instituições a formação será do dia 3 a 12 de fevereiro e pela primeira vez não será por unidade escolar e sim junto a secretaria de educação, para reforçar os protocolos de segurança.

Todas as escolas do município serão vistoriadas pela Seme antes de começar as aulas, o mês de fevereiro e início de março será para adaptação dos espaços físicos e protocolos de segurança para fazer as alterações necessárias para os espaços escolares. Os equipamentos de proteção individual (EPI´s), como máscaras, protetor facial e jalecos, além de álcool em gel e sabonete líquido, estão em processo de aquisição pela Seme.

Avenida de Itabuna ganhará urbanização


Julia Vitória

Anunciada na última sexta-feira pelo prefeito de Itabuna Augusto Castro a revitalização da avenida Manoel Chaves (Kennedy)  será parte do piso intertravado, ciclovia, passeio e iluminação LED, além de que o projeto também poderá ser estendido para outras avenidas.

Para Castro, a ideia é transformar as estradas da cidade e os corredores de tráfegos. Demanda afirma que eles estão trabalhando para que a avenida Manoel Chave se torne uma das mais belas de Itabuna. E para a avenida São Caetano a ideia é criar um novo ambiente de negócios e convivência. 

O piso de concreto será colocado para que os motoristas diminuam a velocidade pois na região tem muitos comércios, e no ponto onde não tem tantos estabelecimentos será tudo de asfalto, a ordem de serviço para isso ocorrer será dada em 15 dias.

A obra será feita com o apoio do governo do estado Rui Costa por meio da Conder que já disponibilizou os equipamentos necessários, será 2,3 quilômetros de concretagem e asfalto. Além da avenida Manoel Chaves existem outros projetos para a revitalização da Praça Otávio Mangabeira (Camacan) que fica no centro e  a duplicação do trecho da BR-415 que sai  de Itabuna em direção a Ilhéus.

A partir do dia 15 de fevereiro Trem do Subúrbio de Salvador deixará de operar; saiba mais


Medida é necessária para início de nova etapa das obras do VLT

Thais Paim

A partir do dia 15 de fevereiro, os moradores de Salvador vão precisar se adaptar com uma mudança. O sistema de Trens do Subúrbio de Salvador deixará de operar para que seja iniciada a nova etapa das obras do Veículo Leve de Transporte (VLT).

O Trem do Subúrbio possui 10 estações e liga o bairro da Calçada a Paripe. É importante destacar que a população continuará tendo a oportunidade de deslocamento na região, porém, o transporte será feito por ônibus que estão integrados ao sistema metroviário.

O Governo do Estado informou que as obras de implantação do VLT estão previstas para serem concluídas no prazo de 2 anos. Ainda segundo o secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado, Nelson Pelegrino, foi feito um estudo para que o impacto da mudança na rotina dos moradores da região fosse reduzido. 

“Foi feita uma avaliação e pesquisa de origem e destino dos usuários de transporte público naquela região, e sabemos como eles se deslocam. Os passageiros serão orientados sobre as linhas de ônibus que estão servindo aquela região do subúrbio e que podem ser utilizadas em substituição ao trem”, explica Pelegrino. 

Ainda de acordo com o secretário, os veículos estão integrados ao sistema de ônibus urbanos e metropolitanos, além do metrô. Ao pagar uma única tarifa os usuários poderão pegar dois ônibus e o metrô. 

“Hoje o trem tem uma tarifa simbólica de R$ 0,50, que não corresponde ao deslocamento da cidade. Esses usuários poderão pagar R$ 4,20 numa tarifa integrada. Deixando claro que essa tarifa atual do trem só permite o deslocamento entre Paripe e a Calçada e, caso o passageiro necessite ir até o Comércio ou outras regiões centrais da cidade, o usuário paga mais R$ 4,20, ou seja, R$ 4,70″.

De forma quase simultânea, também serão construídas as estações do VLT. Já os vagões estão sendo construídos na China e a previsão é de que o primeiro deles seja embarcado no país asiático com destino a Bahia já no mês de abril deste ano.

Linhas alternativas ao trem

Após a avalição das linhas do Sistema Integrado de Transporte Coletivo que atendem a região do Subúrbio Ferroviário com percurso coincidente, integral ou parcialmente, ao trajeto realizado pelo trem foram definidas as linhas abaixo como principais alternativas:

  • 1614 – Itaigara X Mirantes de Periperi Via Brotas;
  • 1607 – Barra X Paripe Cocisa;
  • 1550 – Vista Alegre/Alto de Coutos/Estação Pirajá;
  • 1633 – Ondina X Mirantes de Periperi;
  • 1606-01 – Base Naval Barroquinha;
  • 1606-00 – Paripe X Barroquinha;
  • 1651 – Lapa X Base Naval Via Estrada Velha;
  • 1637 – Mirantes de Periperi – Imbuí/Boca do Rio;
  • 0706-00 – Nordeste – Joanes / Lobato;
  • 1642 – Lapa X Boa v. Lobato;
  • 1615 – Lapa X Plataforma;
  • 1568 – Barra X Faz. Coutos/vista Alegre;
  • L111 – Baixa Do Fiscal / Lobato – Brasilgás.
  • 1567 – Vista Alegre – Barra
  • 1608 – Paripe X Ribeira
  • 1635 – Joanes X Lobato X Rodoviária

Educação e Mudança é o tema da pré-jornada jornada pedagógica em Ilhéus para a educação 2021


Julia Vitoria

Nesta semana, a Secretaria de Educação, Esportes e Lazer de Ilhéus realizou no Teatro Municipal da cidade. A pré-jornada pedagógica deste ano tem como tema Educação e Mudanças: ressignificar saberes, fortalecer novas práticas. 

Diretores pedagógicos e vice- supervisores participaram do evento. A jornada pedagógica acontecerá de 1 a 5 de fevereiro e terá registros administrativos nos diários e diretrizes curriculares referenciais de Ilhéus, planejamento escolar e sobre o planejamento coletivo em rede, cerca de cem representantes das escolas aprenderam na pré jornada de 2021.

O prefeito Mário Alexandre disse que a pré-jornada é uma introdução para os  diretores e vice-gestores que representam a escola Municipal.  O prefeito está cada vez mais focado na qualidade de ensino, ele fala que cada vez mais está conectado com as mudanças na educação, compartilhando conhecimento com o  corpo docente para educar cada vez mais os alunos. 

Prefeito Augusto Castro oficializa contrato emergencial do transporte coletivo em Itabuna


Marcelo Carvalho

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro, oficializou na manhã da última sexta-feira, 22/01, o contrato emergencial com a Empresa Atlântico Transportes para que o transporte coletivo volte a operar pelo sistema integrado no município. A assinatura ocorreu durante entrevista coletiva de imprensa no Gabinete do Centro Administrativo Firmino Alves. A empresa foi representada pelo gerente operacional do Grupo Atlântico, Adenilson Batista.

O retorno do transporte público por ônibus na cidade acontece após 10 meses de interrupção do serviço em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Itabuna foi a única cidade da Bahia a suspender o serviço integralmente, o que gerou problemas aos usuários, com reflexos negativos na atividade econômica, uma vez que o comércio e o setor de serviços também parou.

O prefeito realçou o fato de a população aguardar com serenidade pelo desfecho das tratativas com os empresários. Outra boa notícia, é a garantia do prefeito que a tarifa continua a mesma de R$ 3,70.

O gerente operacional do Grupo Atlântico, Adenilson Batista, informa que a empresa está em fase de instalação de sua sede e organização dos veículos. O próximo passo será se reunir com o Sindicato dos Rodoviários de Itabuna para a contratação da mão-de-obra local, o que inclui motoristas, cobradores e pessoal administrativo e de suporte.

Neste primeiro momento 50 veículos, com acessibilidade, vão operar no sistema integrado nos próximos dias. De acordo com o Secretário de Transporte e Trânsito, Thales Rodrigues da Silva, a expectativa é de que sejam recontratados cerca de 50% dos cobradores e motoristas das duas empresas que operavam o transporte público. “A tendência é ampliar à medida que a demanda for aumentando”, frisou.

Com a proposta de implantar um sistema moderno e de qualidade não somente dos veículos, mas também em todo processo operacional, o secretário anunciou que o aplicativo para celular Sitis (Sistema Integrado de Transporte de Itabuna) estará à disposição dos usuários do transporte coletivo a partir do primeiro dia de retorno do serviço.

“Todos os usuários poderão acompanhar, através do aplicativo, os horários de saída e chegada dos veículos, bem como o itinerário na hora da consulta”, explicou o titular da Settran. Ele realça que com a nova operadora do transporte coletivo a população terá vantagens e segurança em utilizar o serviço, que será fiscalizado pelos agentes da Settran para que opere dentro das normas contratuais.