Violência contra jornalistas aumenta assustadoramente no Brasil


Marcelo Carvalho

No último dia 14, um fato lamentável chocou a população e deixou em evidência a situação que parte dos profissionais de imprensa e comentaristas, seja do youtube, ou dos veículos de mídia, vêm enfrentando já há alguns anos. Me refiro ao ataque sofrido pelo repórter da TV Globo, Gabriel Luiz.

O jovem, de 28 anos, foi atacado por dois homens, sendo esfaqueado por várias vezes, sofrendo ferimentos no pescoço, no abdômen, no tórax e na perna. Em investigação, a 3ª Delegacia de Polícia, no Cruzeiro, já encontrou a arma usada no crime.

A Polícia Civil ainda procura informações que possam explicar a motivação do crime. Vale destacar que o repórter havia feito uma reportagem sobre um determinado clube de tiro. O celular da vítima foi encontrado e a sua carteira recuperada. A polícia prendeu dois suspeitos do crime.

Sobre o assunto, a TV Globo liberou uma nota afirmando que lamenta profundamente o ocorrido. A empresa estaria aguardando as investigações da polícia e prestando toda ajuda ao nosso repórter e aos familiares. A Globo repudia veemente todas as formas de violência e espera que o caso seja esclarecido o mais rapidamente possível”, afirma o comunicado.

Refletindo sobre os acontecimentos

Tudo isso nos leva a uma reflexão envolvendo a emissora carioca. É sabido por todos que a grande mídia tenta a todo o custo persuadir a população em geral, fazendo com que a mesma compre o discurso vendido por eles. A Globo, por exemplo, ainda possui um grande poder de influência no país, podendo destruir reputações, ajudar decisivamente a eleger esse ou aquele político, entre outras coisas pouco éticas.

Vale lembrar que a “vênus platinada” colaborou fortemente com a ditadura, além de apoiar a famigerada Operação Lava Jato, criando no povo a imagem de que o ex-juiz Sérgio Moro e o ex-procurador Deltan Dallagnol eram a pessoas mais éticas e isentas do universo.

É lamentável que tal posicionamento tem trazido tanto perigo e prejuízo aos seus profissionais que vêm sendo agredidos e desrespeitados pelo Brasil. Resta saber até quando fatos como esse que ocorreu com o repórter Gabriel Luiz irão ocorrer. Sinceramente torcemos para que não ocorram e que a população tenha mais cuidado com as informações que consomem, para não acabar sendo massa de manobra de gente inescrupulosa que só pensa em se locupletar. Fiquemos ainda mais atentos!